MEC anuncia curso Tecnólogo em Direito. #FimDaReservaDeMercadoDaOAB


O Brasil conta com cerca de 4 MILHÕES de Bacharéis que não podem trabalhar por conta da reserva de mercado imposta pelo sindicato dos advogados mais conhecida como OAB. Agora resolvem lançar um curso de nível 2º Grau que ao que parece dará mais direitos de trabalho do que aquele que tem uma faculdade, uma graduação, um curso superior completo.

O Ministério da Educação (MEC) anunciou no último dia 30 a criação do curso Tecnólogo em Direito. A repercussão foi imediata e incomodou, inclusive, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), que fala em mostrar a inconstitucionalidade da medida. O tecnólogo poderá atuar nas mesmas áreas de quem é graduado em Direito, inclusive o exercício da advocacia.

Em miúdos, não será preciso esperar cinco longos anos para concluir a graduação em Direito. O candidato que escolher a via mais rápida pode terminar o curso em apenas dois anos. A carga horária é de 1,8 mil horas. A criação do curso já foi publicada no Diário Oficial. A partir de agora, as faculdades estão autorizadas a se preparar para oferecer o curso. Claro que com algumas mudanças, inclusive na estrutura física de laboratórios.

Na grade curricular, o estudante vai cursar matérias como Direito Penal, Civil e o Constitucional. Também conta com a vantagem de, no dia a dia, poder responder por todas as atividades inerentes a um bacharel em Direito. Exceto a aprovação na Magistratura e Promotoria, que contam com legislação própria.

Na hora de prestar o Exame da Ordem, será exigido conhecimento apenas das matérias que compõem a grade curricular de seu curso. “Uma espécie de prova mais fácil”, diz uma bacharel em Direito que conversou com a reportagem do Diário de Aparecida, mas não quis se identificar.

Obviamente, em se tratando das disciplinas, enfoque em Ética e Estatuto da Ordem dos Advogados do Brasil (que vai compor 50% da nota necessária na primeira fase da avaliação). Advogado Nelclier Martins Marques, que atua em Aparecida, acredita que o profissional seria um facilitador, claro que respeitadas as competências constantes no estatuto da categoria. “Ele seria um facilitador, creio que ajuda. Um profissional se destaca pela competência, responsabilidade e gabarito. Isso ninguém tira”, argumenta.

Já o vice-presidente da Subseção OAB de Aparecida, Roosevelt Santos Paiva, é contra. Segundo ele, toda profissão tem de estar regulamentada por lei e que não fira o estatuto de outras profissões. “A princípio, sou contra. Desde que não seja por lei, o MEC não pode mexer na competência do advogado. É ilegal e inconstitucional”, diz.

Embaraço

Para justificar a criação do curso, a supervisão de educação profissional do MEC diz que o profissional será “qualificado para otimizar a Justiça e trazer maior conhecimento jurídico às carreiras que antes exigiam apenas o nível médio, como oficial judiciário e técnico judiciário”, explica o coordenador João Carneiro de Sousa Bandeira, em entrevista ao blog Não Entendo Direito.

Para o funcionamento do curso, a carga horária mínima recomendada pelo MEC é de 1,8 mil horas. O que corresponde a dois anos de estudos. As faculdades e universidades agora terão de adequar as bibliotecas, bem como os ambientes que simulem espaços jurídicos e também os laboratórios de informática.

Para o próximo dia 15, o MEC também espera lançar o 5º Catálogo Nacional dos Cursos Superiores de Tecnologia. Serão dez novos cursos, divididos nos eixos tecnológico-jurídico (seis), segurança (três) e apoio educacional (um).

Afronta à Constituição

Diante do anúncio da criação do curso, a OAB se manifestou contrária. Em nota, a instituição fala em afronta à Constituição. E mais: seria uma espécie de represália à ação de impeachment contra a presidenta Dilma Rousseff. A ação foi protocolada na Câmara dos Deputados, no último dia 28.

A decisão por parte da OAB de protocolar o pedido de impedimento da presidenta provocou intensa reação dentro da Casa, com acalorado debate entre opositores e apoiadores do atual governo. A OAB, após o anúncio do curso, diz que vai tomar as providências necessárias no intuito de declarar a inconstitucionalidade da medida. “Inclusive propondo uma ação”, diz a bacharel em Direito.

O MEC diz que a criação do curso estava prevista e o objetivo é suprir a falta de formação específica na área do Direito, e que não seria uma retaliação, como prega a OAB. (Moacir Cunha Neto com informações http://www.naoentendodireito.net)

Fonte: diariodeaparecida

Esse post foi publicado em EXAME DE ORDEM e marcado . Guardar link permanente.

19 respostas para MEC anuncia curso Tecnólogo em Direito. #FimDaReservaDeMercadoDaOAB

  1. Mariana disse:

    MEC anuncia curso Tecnólogo em Direito. #FimDaReservaDeMercadoDaOAB | Inacio Vacchiano – Filósofo, jurista, jornalista, escritor, etc. Quer se preparar para o ENEM, vestibulares e concursos? Use o ENEMEX! Acesse http://www.enemex.com.br Conheça a equipe e tenha acesso a uma amostra do conteúdo na área do blog http://www.enemex.com.br/blog/ Fica a Dica Amigos!
    Mariana http://www.enemex.com.br/blog/

  2. MEC anuncia curso Tecnólogo em Direito. #FimDaReservaDeMercadoDaOAB | Inacio Vacchiano – Filósofo, jurista, jornalista, escritor, etc. Sou universitário e estou muito feliz porque achei uma pessoa maravilhosa que também está fazendo faculdade, se você estuda, faz faculdade ou é universitário e está solteiro ou solteira, cadastre-se no http://www.romanceuniversitario.com.br é muito legal! Fica a Dica Amigos!
    Namorado Inteligente http://www.romanceuniversitario.com.br/

  3. JOSE SILO DA SILVA disse:

    O Brasil conta com cerca de 4 MILHÕES de Bacharéis que não podem trabalhar por conta da reserva de mercado imposta pelo sindicato dos advogados mais conhecida como OAB. Agora resolvem lançar um curso de nível 2º Grau que ao que parece dará mais direitos de trabalho do que aquele que tem uma faculdade, uma graduação, um curso superior completo.
    A arrogância e tanta que ainda professam que os advogados, que o sindicato tem mais poder de regulamentar, de criar do que o próprio MEC, do que o próprio ESTADO.

    Isto é claramente o direito interpretado dolosamente as avessas para beneficiar uma classe de incompetentes que tem medo da livre concorrência de mercado.

    Segundo Marco Aurélio, cuja filha foi parar em um tribunal a custa de outros que tinham mais mérito, o que os Bacharéis queriam é um pedigree.

    Na verdade o que desejam e o respeito ao seu direito constitucional ao trabalho, clausula pétrea e núcleo dos direitos fundamentais que foi covardemente mitigado por quem não poderia faze-lo, de forma alguma, sabe-se la a troco de que…

    ————————————–

    O Ministério da Educação (MEC) anunciou no último dia 30 a criação do curso Tecnólogo em Direito. A repercussão foi imediata e incomodou, inclusive, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), que fala em mostrar a inconstitucionalidade da medida. O tecnólogo poderá atuar nas mesmas áreas de quem é graduado em Direito, inclusive o exercício da advocacia.

    Em miúdos, não será preciso esperar cinco longos anos para concluir a graduação em Direito. O candidato que escolher a via mais rápida pode terminar o curso em apenas dois anos. A carga horária é de 1,8 mil horas. A criação do curso já foi publicada no Diário Oficial. A partir de agora, as faculdades estão autorizadas a se preparar para oferecer o curso. Claro que com algumas mudanças, inclusive na estrutura física de laboratórios.

    Na grade curricular, o estudante vai cursar matérias como Direito Penal, Civil e o Constitucional. Também conta com a vantagem de, no dia a dia, poder responder por todas as atividades inerentes a um bacharel em Direito. Exceto a aprovação na Magistratura e Promotoria, que contam com legislação própria.

    Na hora de prestar o Exame da Ordem, será exigido conhecimento apenas das matérias que compõem a grade curricular de seu curso. “Uma espécie de prova mais fácil”, diz uma bacharel em Direito que conversou com a reportagem do Diário de Aparecida, mas não quis se identificar.

    Obviamente, em se tratando das disciplinas, enfoque em Ética e Estatuto da Ordem dos Advogados do Brasil (que vai compor 50% da nota necessária na primeira fase da avaliação). Advogado Nelclier Martins Marques, que atua em Aparecida, acredita que o profissional seria um facilitador, claro que respeitadas as competências constantes no estatuto da categoria. “Ele seria um facilitador, creio que ajuda. Um profissional se destaca pela competência, responsabilidade e gabarito. Isso ninguém tira”, argumenta.

    Já o vice-presidente da Subseção OAB de Aparecida, Roosevelt Santos Paiva, é contra. Segundo ele, toda profissão tem de estar regulamentada por lei e que não fira o estatuto de outras profissões. “A princípio, sou contra. Desde que não seja por lei, o MEC não pode mexer na competência do advogado. É ilegal e inconstitucional”, diz.

    Embaraço

    Para justificar a criação do curso, a supervisão de educação profissional do MEC diz que o profissional será “qualificado para otimizar a Justiça e trazer maior conhecimento jurídico às carreiras que antes exigiam apenas o nível médio, como oficial judiciário e técnico judiciário”, explica o coordenador João Carneiro de Sousa Bandeira, em entrevista ao blog Não Entendo Direito.

    Para o funcionamento do curso, a carga horária mínima recomendada pelo MEC é de 1,8 mil horas. O que corresponde a dois anos de estudos. As faculdades e universidades agora terão de adequar as bibliotecas, bem como os ambientes que simulem espaços jurídicos e também os laboratórios de informática.

    Para o próximo dia 15, o MEC também espera lançar o 5º Catálogo Nacional dos Cursos Superiores de Tecnologia. Serão dez novos cursos, divididos nos eixos tecnológico-jurídico (seis), segurança (três) e apoio educacional (um).

    Afronta à Constituição

    Diante do anúncio da criação do curso, a OAB se manifestou contrária. Em nota, a instituição fala em afronta à Constituição. E mais: seria uma espécie de represália à ação de impeachment contra a presidenta Dilma Rousseff. A ação foi protocolada na Câmara dos Deputados, no último dia 28.

    A decisão por parte da OAB de protocolar o pedido de impedimento da presidenta provocou intensa reação dentro da Casa, com acalorado debate entre opositores e apoiadores do atual governo. A OAB, após o anúncio do curso, diz que vai tomar as providências necessárias no intuito de declarar a inconstitucionalidade da medida. “Inclusive propondo uma ação”, diz a bacharel em Direito.

    O MEC diz que a criação do curso estava prevista e o objetivo é suprir a falta de formação específica na área do Direito, e que não seria uma retaliação, como prega a OAB. (Moacir Cunha Neto com informações http://www.naoentendodireito.net)

    Fonte: diariodeaparecida

  4. JOAO BATISTA SUAVE SUAVE disse:

    DENÚNCIA GERAL PEDINDO MUDANÇAS NO EXAME DA OAB(OAB NÃO RESPEITA A DEMOCRACIA E SIM ESCRAVIZA OS QUE NÃO DETÊM PODER SEMELHANTE AO DELA(ESTUDANTE E BACHARÉIS EM DIREITO). O EXAME DA OAB É SEM NOÇÃO E OPORTUNISTA, NUNCA PAGOU IMPOSTO E NUNCA PRESTOU CONTAS AO TCU!!!!!!!!!!

    A/C DA AGU(ADVOCACIA GERAL DA UNIÃO), TCU( TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO), PROCURADOR GERAL DA REPÚBLICA, MINISTROS DO STF E MINISTROS DO STJ, RELATIVO A TODOS OS TEXTOS ABAIXO:

    CARTA ABERTA A PRESIDENTA DILMA SOBRE SEU PEDIDO DE AFASTAMENTO PELA OAB:

    Presidenta Dilma, Vossa Excelência, nunca fez nada para acabar com o Exame da OAB, mantendo a chaga social contra os milhões de bacharéis que estão desempregados, tendo seus sonhos dilacerados por não exercer a profissão com dignidade, mesmo depois de formados, os quais são impedidos pelo exame da OAB/FGV, certame este, que reprova mais de 90% dos inscritos.
    A OAB sempre manteve o seu poder acima do ESTADO(CF/88), para ditar regras próprias que são de seu interesse de cunho particular. O exame da OAB/FGV, já arrecadou mais de 1 bilhão de reais desde 1994, quando foi implantado, que nunca pagou imposto e nem tampouco prestação de contas ao TCU.
    A OAB que Vossa Excelência, sempre deu atenção e apoiou a manutenção do seu exame, esta entidade protocolou ontem(28/03/2016), seu pedido de AFASTAMENTO DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA na Câmara de Deputados e está tomando todas as medidas jurídicas cabíveis para tirá-la do poder.
    Ainda há tempo de fazer algo pelos Bacharéis em Direito, que clamam por justiça, acabando com o exame da OAB. Ressaltando que o curso de direito, é o único do nosso país, que mesmo o cidadão já formado de posse de um diploma universitário, tem que submeter ao EXAME OPORTUNISTA DA OAB, se quiser ingressar no mercado de trabalho. Infelizmente o Exame da OAB, reprova em massa mais de 90% dos que se inscreve neste certame.
    _______________________________________________________________________________________________________
    1) PEDIDO DE MUDANÇAS DO EXAME DA OAB
    Para: PRESIDENTA DILMA, PREFEITOS/VEREADORES, GOVERNADORES, DEPUTADOS FEDERAIS E ESTADUAIS
    1)ENFOQUE NAS MATÉRIAS DE ÉTICA E ESTATUTO DA OAB, QUE IRÁ COMPOR 50% DA NOTA NECESSÁRIA NA PRIMEIRA FASE DO EXAME DA OAB. (Pedimos tratamento de igualdade com o novo curso de direito, denominado “Tecnólogo em Direito”, que tem duração de apenas dois anos, criado pelo MEC, com a aprovação da Presidenta Dilma). Inclusive o novo curso de direito(Tecnólogo em Direito), já foi publicado no Diário Oficial da União.

    2) EXIGÊNCIA NO CONTEÚDO DA 1ª FASE, apenas das matérias de Direito Penal, Direito Civil e Direito Constitucional.(Previsão também no novo Curso de Tecnólogo em Direito, criado pelo MEC, com aprovação da Presidenta Dilma).

    3) FIM DA 2ª FASE DO EXAME DA OAB

    4) GRATUIDADE GERAL DO EXAME DA OAB

    5) DISPENSA DO EXAME DA OAB PARA QUEM POSSUI
    PÓS GRADUAÇÃO EM DIREITO E RESIDÊNCIA JURÍDICA DE NO MÍNIMO DE 1 ANO.

    6) Tributação sobre os valores arrecadados sobre as taxas dos exames da OAB.(O Governo Federal, ao invés de aumentar impostos, deve administrar os que já recolhe e cobrar daqueles que não pagam impostos).

    7) Mudança do Exame da OAB para o MEC
    ASSINAR Abaixo-Assinado

    3) CARTA ABERTA DE CLAMOR PÚBLICO A NÍVEL NACIONAL, A PRESIDENTA DILMA, DEPUTADOS FEDERAIS, SENADORES, GOVERNADORES, PREFEITOS/VEREADORES E DEPUTADOS ESTADUAIS
    A OAB SONEGA IMPOSTOS E NÃO PRESTA CONTAS AO TCU, DESDE O ANO DE 1994
    O Presidente do Conselho Federal da OAB e demais Advogados, pediram o afastamento da Presidenta Dilma e do Presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha, mesmo assim continuam apoiando o exame fraudulento, oportunista, corporativista e caça-níqueis da OAB. PORQUE AINDA NÃO SE SUBMETERAM EM VOTAÇÃO O “PL QUE COLOCA FIM DO EXAME DA OAB”? PORQUE NÃO SUBMETERAM PARA VOTAÇÃO “A GRATUIDADE DO EXAME DA OAB”?
    “Escravos Bacharéis e Estudantes em Direito”, que continuam se inscrevendo no Exame da OAB, enquanto continuarem participando nos exames da OAB, cuja taxa de inscrição é a mais onerosa de nosso País, em torno de R$ 240,00(duzentos e quarenta reais), além de engordarem os cofres dos donos de cursinhos, que arrecadam mais de TREZENTOS MILHÕES DE REAIS todo ano, sem pagar impostos e prestação de contas a ninguém, arrecadam também dos alunos os valores financeiros proveniente de material didático, livros, lanches, tranporte de deslocamento, etc. Infelizmente o investimento com a taxa de inscrição da OAB e demais custos já citados, não dão resultado para a maioria, pois apenas 10% são aprovados.
    Ressalta-se, “colegas escravos dos exames da OAB”, que participando do exame de alguma forma, estão contribuindo para a corrupção de nosso país, porque a OAB arrecada mais de 1 bilhão de reais sem prestar contas ao TCU e sem pagar qualquer tipo de imposto. Com tanto dinheiro no cofre da OAB, de forma esdrúxula, aumenta seu poder de controlar politicamente o Congresso Nacional para julgar matérias de leis que interessa a própria Ordem da OAB. A quantia arrecadada de mais de 1 bilhão de reais com os certames da OAB, onde estão, qual a verdadeira finalidade da OAB? Como está sendo investido os valores já arrecadados pela OAB, em torno de 1 bilhão de reais?
    O intuito da OAB sempre foi arrecadar dinheiro de forma fácil, sem se preocupar com “os escravos estudantes e bacharéis em direito”, que se inscrevem no seu exame. Enfim, nunca houve quais investimentos que beneficiassem os próprios Advogados inscritos e nem tampouco a “classe dos escravos estudantes e bacharéis em direito”.
    Faleceu na Capital de São Paulo, o Bacharel em Direito “José Fernandes da Silva”, vítima de AVC, o mesmo vinha tentando passar no exame da OAB, umas quinze vezes, ele trabalhava na zona rural do município da Cidade de São Bernardo do Campo-SP. A família ainda não procurou a imprensa nacional, para alertar as autoridades e nem divulgar na mídia os detalhes, por causa da perseguição(represália) da OAB.
    A OAB já arrecadou mais de 1 bilhão de reais, desde o ano de 1994, sem prestar contas ao TCU e nem tampouco pagou qualquer tipo de imposto. Os donos de cursinhos preparatórios de Exames da OAB, também arrecadam em média mais de 300 milhões de reais por ano, sem pagar impostos e sem prestação de contas aos governos municipais, estaduais e Federal, onde funcionam a sede das empresas dos cursos ofertados.
    Os exames da OAB só interessa para ela e os donos de cursinhos, porque não pagam impostos e não prestam contas ao TCU e a ninguém. Ressaltando que o exame da OAB, reprova sempre em torno de 90% dos que se inscrevem. Os bacharéis em direito continuam “escravos da OAB”, porque cada vez que são reprovados, aumenta mais a arrecadação da OAB e os donos de cursinhos, porque as milhares(centenas) de pessoas que foram reprovadas, tem que pagar novamente para ser inscritos nos próximos exames.
    Nossa Marcha Nacional dos Bacharéis em Direito, faz um pedido de clamor público aos estudantes e bacharéis em direito, para não se inscreverem nos próximos exames da OAB, até que seja feito alguma mudança concreta que possa amenizar o bolso e o conteúdo exagerado que cobram no certame; a prova é mais difícil do que as aplicadas para o Ministério Público, Magistratura e Delegados de Polícia. Enfim a OAB, quer continuar reprovando em massa em torno de 90%, para continuar milionária; para que seus “escravos estudantes e bacharéis em direito”, continuem mais pobres, assim ela continua mais rica e com muito mais poder, com excessão do poder de DEUS, que tarda, mas não falha.
    Nota: O único curso do nosso país, que depende de fazer exame depois do cidadão ser graduado, é o curso de direito. Entendemos que esta imposição da OAB, coloca uma pecha nos estudantes e bacharéis em direito, de “escravos”. Pois é lamentável que o cidadão deter um título universitário de “bacharel em direito(formado)” e não poder exercer sua profissão com dignidade como os demais cidadãos que detém outros diplomas universitários.

    PROPOSTAS ENVIADAS A PRESIDENTA DILMA, NO FALE COM A PRESIDENTA:

    PEDIDO PRINCIPAL: “FIM DO EXAME DA OAB/FGV EM CARÁTER DE URGÊNCIA”.

    PEDIDOS ALTERNATIVOS:

    1) Enfoque nas matérias de Ética e Disciplina e Estatuto da OAB, que irá compor 50% da nota necessária para aprovação na 1ªfase do exame da OAB. (queremos igualdade como tratamento oferecido no novo curso de tecnólogo em direito, aprovado pelo MEC e Presidenta Dilma, publicado no Diário Oficial).

    2) Exigência do conteúdo na 1ª fase apenas relativo as matérias de Direito Penal, Direito Civil e Direito Constitucional.(queremos igualdade como tratamento oferecido no novo curso de tecnólogo em direito, aprovado pelo MEC e Presidenta Dilma, publicado no Diário Oficial).

    2) Fim da segunda fase do exame da OAB.

    4) Gratuidade Geral do Exame da OAB

    5) Plano de fiscalização para que a OAB pague seus impostos sobre a arrecadação bilionária das taxas recolhidas sobre seu exame, além de prestar contas ao TCU. A OAB não paga impostos desde o ano de 1994, quando foi implantada, além de nunca ter prestado contas ao TCU.
    6) Mudanças do exame da OAB(Ordem dos Advogados do Brasil), que é aplicado pela FGV(Fundação Getúlio Vargas), para a responsabilidade do MEC.
    7) Plano de fiscalização para que os donos de cursinhos do exame da OAB e os professores que atuam nesta seara, possam pagar impostos e prestar contas ao TCU ou qualquer outro órgão competente.(Os donos de cursinhos, professores, colaboradores, etc, também não pagam impostos desde o ano de 1994, quando foi implantado o exame da OAB e tampouco prestaram contas a nenhum órgão competente

    São Bernardo do Campo – SP, 05 de Abril de 2016

    !) MARCHA NACIONAL DOS BACHARÉIS DO BRASIL
    2) MARCHA NACIONAL DOS BACHARÉIS DESEMPREGADOS E ENDIVIDADOS PELO FIES
    3) MARCHA NACIONAL DOS DIREITOS HUMANOS E VÍTIMAS DOS EXAMES DA OAB
    4) MARCHA NACIONAL DAS MULHERES BACHARÉIS EM DIREITO DO BRASIL
    5) FRENTE SINDICAL DA MARCHA DOS BACHARÉIS DO BRASIL

    6) MOVIMENTO POLÍTICO NACIONAL PEDINDO O FIM DO EXAME DA OAB
    .

  5. JOAO BATISTA SUAVE SUAVE disse:

    AOS CUIDADOS EM ESPECIAL DOS DEPUTADOS ABAIXOS:

    Ricardo Berzoini PT/SP (Gab. 344-IV)
    Asdrubal Bentes PMDB/PA(Gab.410-IV)
    Eduardo Cunha PMDB/RJ (Gab. 510-IV)
    Esperidião Amin PP/SC (Gab. 252-IV)
    Esperidião Amin PP/SC (Gab. 252-IV)
    Sandra Rosado PSB/RN (Gab. 650-IV)
    Félix Mendonça Júnior PDT/BA (Gab 912-IV)
    Marcos Medrado PDT/BA (Gab. 834-IV)
    Fábio Ramalho PV/MG (Gab. 374-III)
    Andre Moura PSC/SE (Gab. 846-IV)
    Past.Marco Feliciano PSC/SP (Gab366-III)
    Evandro Milhomen PCdoB/AP (Gab. 419-IV)
    Antonio Bulhões PRB/SP (Gab. 327-IV)
    Lourival Mendes PTdoB/MA
    Vicente de Paula “Vicentinho” PT – S

    A/C DA AGU(ADVOCACIA GERAL DA UNIÃO), TCU( TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO), PROCURADOR GERAL DA REPÚBLICA, MINISTROS DO STF E MINISTROS DO STJ, RELATIVO A TODOS OS TEXTOS ABAIXO:
    CARTA ABERTA A PRESIDENTA DILMA SOBRE SEU PEDIDO DE AFASTAMENTO PELA OAB:
    Presidenta Dilma, Vossa Excelência, nunca fez nada para acabar com o Exame da OAB, mantendo a chaga social contra os milhões de bacharéis que estão desempregados, tendo seus sonhos dilacerados por não exercer a profissão com dignidade, mesmo depois de formados, os quais são impedidos pelo exame da OAB/FGV, certame este, que reprova mais de 90% dos inscritos.
    A OAB sempre manteve o seu poder acima do ESTADO(CF/88), para ditar regras próprias que são de seu interesse de cunho particular. O exame da OAB/FGV, já arrecadou mais de 1 bilhão de reais desde 1994, quando foi implantado, que nunca pagou imposto e nem tampouco prestação de contas ao TCU.
    A OAB que Vossa Excelência, sempre deu atenção e apoiou a manutenção do seu exame,esta entidade protocolou ontem(28/03/2016), seu pedido de AFASTAMENTO DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA na Câmara de Deputados e está tomando todas as medidas jurídicas cabíveis para tirá-la do poder.
    Ainda há tempo de fazer algo pelos Bacharéis em Direito, que clamam por justiça, acabando com o exame da OAB. Ressaltando que o curso de direito, é o único do nosso país, que mesmo o cidadão já formado de posse de um diploma universitário, tem que submeter ao EXAME OPORTUNISTA DA OAB, se quiser ingressar no mercado de trabalho. Infelizmente o Exame da OAB, reprova em massa mais de 90% dos que se inscreve neste certame.
    _______________________________________________________________________________________________________
    1) PEDIDO DE MUDANÇAS DO EXAME DA OAB
    Para: PRESIDENTA DILMA, PREFEITOS/VEREADORES, GOVERNADORES, DEPUTADOS FEDERAIS E ESTADUAIS
    1)ENFOQUE NAS MATÉRIAS DE ÉTICA E ESTATUTO DA OAB, QUE IRÁ COMPOR 50% DA NOTA NECESSÁRIA NA PRIMEIRA FASE DO EXAME DA OAB. (Pedimos tratamento de igualdade com o novo curso de direito, denominado “Tecnólogo em Direito”, que tem duração de apenas dois anos, criado pelo MEC, com a aprovação da Presidenta Dilma). Inclusive o novo curso de direito(Tecnólogo em Direito), já foi publicado no Diário Oficial da União.
    2) EXIGÊNCIA NO CONTEÚDO DA 1ª FASE, apenas das matérias de Direito Penal, Direito Civil e Direito Constitucional.(Previsão também no novo Curso de Tecnólogo em Direito, criado pelo MEC, com aprovação da Presidenta Dilma).
    3) FIM DA 2ª FASE DO EXAME DA OAB
    4) GRATUIDADE GERAL DO EXAME DA OAB
    5) DISPENSA DO EXAME DA OAB PARA QUEM POSSUI
    PÓS GRADUAÇÃO EM DIREITO E RESIDÊNCIA JURÍDICA DE NO MÍNIMO DE 1 ANO.
    6) Tributação sobre os valores arrecadados sobre as taxas dos exames da OAB.(O Governo Federal, ao invés de aumentar impostos, deve administrar os que já recolhe e cobrar daqueles que não pagam impostos).
    7) Mudança do Exame da OAB para o MEC
    ASSINAR Abaixo-Assinado

    3) CARTA ABERTA DE CLAMOR PÚBLICO A NÍVEL NACIONAL, A PRESIDENTA DILMA, DEPUTADOS FEDERAIS, SENADORES, GOVERNADORES, PREFEITOS/VEREADORES E DEPUTADOS ESTADUAIS
    A OAB SONEGA IMPOSTOS E NÃO PRESTA CONTAS AO TCU, DESDE O ANO DE 1994
    O Presidente do Conselho Federal da OAB e demais Advogados, pediram o afastamento da Presidenta Dilma e do Presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha, mesmo assim continuam apoiando o exame fraudulento, oportunista, corporativista e caça-níqueis da OAB. PORQUE AINDA NÃO SE SUBMETERAM EM VOTAÇÃO O “PL QUE COLOCA FIM DO EXAME DA OAB”? PORQUE NÃO SUBMETERAM PARA VOTAÇÃO “A GRATUIDADE DO EXAME DA OAB”?
    “Escravos Bacharéis e Estudantes em Direito”, que continuam se inscrevendo no Exame da OAB, enquanto continuarem participando nos exames da OAB, cuja taxa de inscrição é a mais onerosa de nosso País, em torno de R$ 240,00(duzentos e quarenta reais), além de engordarem os cofres dos donos de cursinhos, que arrecadam mais de TREZENTOS MILHÕES DE REAIS todo ano, sem pagar impostos e prestação de contas a ninguém, arrecadam também dos alunos os valores financeiros proveniente de material didático, livros, lanches, tranporte de deslocamento, etc. Infelizmente o investimento com a taxa de inscrição da OAB e demais custos já citados, não dão resultado para a maioria, pois apenas 10% são aprovados.
    Ressalta-se, “colegas escravos dos exames da OAB”, que participando do exame de alguma forma, estão contribuindo para a corrupção de nosso país, porque a OAB arrecada mais de 1 bilhão de reais sem prestar contas ao TCU e sem pagar qualquer tipo de imposto. Com tanto dinheiro no cofre da OAB, de forma esdrúxula, aumenta seu poder de controlar politicamente o Congresso Nacional para julgar matérias de leis que interessa a própria Ordem da OAB. A quantia arrecadada de mais de 1 bilhão de reais com os certames da OAB, onde estão, qual a verdadeira finalidade da OAB? Como está sendo investido os valores já arrecadados pela OAB, em torno de 1 bilhão de reais?
    O intuito da OAB sempre foi arrecadar dinheiro de forma fácil, sem se preocupar com “os escravos estudantes e bacharéis em direito”, que se inscrevem no seu exame. Enfim, nunca houve quais investimentos que beneficiassem os próprios Advogados inscritos e nem tampouco a “classe dos escravos estudantes e bacharéis em direito”.
    Faleceu na Capital de São Paulo, o Bacharel em Direito “José Fernandes da Silva”, vítima de AVC, o mesmo vinha tentando passar no exame da OAB, umas quinze vezes, ele trabalhava na zona rural do município da Cidade de São Bernardo do Campo-SP. A família ainda não procurou a imprensa nacional, para alertar as autoridades e nem divulgar na mídia os detalhes, por causa da perseguição(represália) da OAB.
    A OAB já arrecadou mais de 1 bilhão de reais, desde o ano de 1994, sem prestar contas ao TCU e nem tampouco pagou qualquer tipo de imposto. Os donos de cursinhos preparatórios de Exames da OAB, também arrecadam em média mais de 300 milhões de reais por ano, sem pagar impostos e sem prestação de contas aos governos municipais, estaduais e Federal, onde funcionam a sede das empresas dos cursos ofertados.
    Os exames da OAB só interessa para ela e os donos de cursinhos, porque não pagam impostos e não prestam contas ao TCU e a ninguém. Ressaltando que o exame da OAB, reprova sempre em torno de 90% dos que se inscrevem. Os bacharéis em direito continuam “escravos da OAB”, porque cada vez que são reprovados, aumenta mais a arrecadação da OAB e os donos de cursinhos, porque as milhares(centenas) de pessoas que foram reprovadas, tem que pagar novamente para ser inscritos nos próximos exames.
    Nossa Marcha Nacional dos Bacharéis em Direito, faz um pedido de clamor público aos estudantes e bacharéis em direito, para não se inscreverem nos próximos exames da OAB, até que seja feito alguma mudança concreta que possa amenizar o bolso e o conteúdo exagerado que cobram no certame; a prova é mais difícil do que as aplicadas para o Ministério Público, Magistratura e Delegados de Polícia. Enfim a OAB, quer continuar reprovando em massa em torno de 90%, para continuar milionária; para que seus “escravos estudantes e bacharéis em direito”, continuem mais pobres, assim ela continua mais rica e com muito mais poder, com excessão do poder de DEUS, que tarda, mas não falha.
    Nota: O único curso do nosso país, que depende de fazer exame depois do cidadão ser graduado, é o curso de direito. Entendemos que esta imposição da OAB, coloca uma pecha nos estudantes e bacharéis em direito, de “escravos”. Pois é lamentável que o cidadão deter um título universitário de “bacharel em direito(formado)” e não poder exercer sua profissão com dignidade como os demais cidadãos que detém outros diplomas universitários.

    PROPOSTAS ENVIADAS A PRESIDENTA DILMA, NO FALE COM A PRESIDENTA:
    PEDIDO PRINCIPAL: “FIM DO EXAME DA OAB/FGV EM CARÁTER DE URGÊNCIA”.
    PEDIDOS ALTERNATIVOS:
    1) Enfoque nas matérias de Ética e Disciplina e Estatuto da OAB, que irá compor 50% da nota necessária para aprovação na 1ªfase do exame da OAB. (queremos igualdade como tratamento oferecido no novo curso de tecnólogo em direito, aprovado pelo MEC e Presidenta Dilma, publicado no Diário Oficial).
    2) Exigência do conteúdo na 1ª fase apenas relativo as matérias de Direito Penal, Direito Civil e Direito Constitucional.(queremos igualdade como tratamento oferecido no novo curso de tecnólogo em direito, aprovado pelo MEC e Presidenta Dilma, publicado no Diário Oficial).
    3) Fim da segunda fase do exame da OAB.
    4) Gratuidade Geral do Exame da OAB
    5) Plano de fiscalização para que a OAB pague seus impostos sobre a arrecadação bilionária das taxas recolhidas sobre seu exame, além de prestar contas ao TCU. A OAB não paga impostos desde o ano de 1994, quando foi implantada, além de nunca ter prestado contas ao TCU.
    6) Mudanças do exame da OAB(Ordem dos Advogados do Brasil), que é aplicado pela FGV(Fundação Getúlio Vargas), para a responsabilidade do MEC.
    7) Plano de fiscalização para que os donos de cursinhos do exame da OAB e os professores que atuam nesta seara, possam pagar impostos e prestar contas ao TCU ou qualquer outro órgão competente.(Os donos de cursinhos, professores, colaboradores, etc, também não pagam impostos desde o ano de 1994, quando foi implantado o exame da OAB e tampouco prestaram contas a nenhum órgão competente
    São Bernardo do Campo – SP, 05 de Abril de 2016
    !) MARCHA NACIONAL DOS BACHARÉIS DO BRASIL
    2) MARCHA NACIONAL DOS BACHARÉIS DESEMPREGADOS E ENDIVIDADOS PELO FIES
    3) MARCHA NACIONAL DOS DIREITOS HUMANOS E VÍTIMAS DOS EXAMES DA OAB
    4) MARCHA NACIONAL DAS MULHERES BACHARÉIS EM DIREITO DO BRASIL
    5) FRENTE SINDICAL DA MARCHA DOS BACHARÉIS DO BRASIL

    6) MOVIMENTO POLÍTICO NACIONAL PEDINDO O FIM DO EXAME DA OAB

    • José disse:

      Ilustres representantes dos Bacharéis, dizem que a justiça anda a galope. A dona Dilma , o seu Aloisio Mercadante Ministro da Educação e o seu Eduardo Cardoso, inimigos dos Bacharéis em Direito, dentre outros, já estão de malas prontas. Eles colheram o que plantaram. Futuramente eles poderão ser Presidente de associações de bairros, Ministros de Igrejas, principalmente daquelas que apoiaram às maracutaias deles e da OAB. Dizem os Nutrólogos: “mingau quente se come pelas beiradas”. Alguns dos corruptos do governo que aplicaram os golpes na Petrobrás , já declararam que estão sem dinheiro até para pagar o condomínio . O ganho fácil acabou, agora o acerto é com à justiça. Pede para os companheiros pagar as vossas contas.

  6. José disse:

    Nos políticos nem vou falar, o espaço oferecido não é para isso. Qualquer louco, burro , bêbado, semianalfabeto sabe quais são os objetivos da OAB, somente a Polícia, MP e a Justiça mais precisamente o STF. que não querem enxergar. Se fosse contra uma funcionária da Globo eles iriam até o inferno achar os criminosos. Como se trata de Bacharéis em Direito ninguém os defendem, exceto os seus representantes. Para aqueles que conhece o mínimo do direito sabe que o nome se chama “prevaricação”. Constantemente se assiste pela televisão os Policiais invadido com ordem judicial pequenas Prefeituras, mas quando se trata da OAB ninguém quer ser o pai da criança. Que justiça é essa que vale pra uns e não vale para os outros! Quantas denuncias já houveram contra a OAB, verifiquem se são dadas às publicidades como deveriam.

  7. JOAO BATISTA SUAVE SUAVE disse:

    1) CARTA ABERTA A PRESIDENTA DILMA SOBRE SEU PEDIDO DE AFASTAMENTO PELA OAB:

    Presidenta Dilma, Vossa Excelência, nunca fez nada para acabar com o Exame da OAB, mantendo a chaga social contra os milhões de bacharéis que estão desempregados, tendo seus sonhos dilacerados por não exercer a profissão com dignidade, mesmo depois de formados, os quais são impedidos pelo exame da OAB/FGV, certame este, que reprova mais de 90% dos inscritos.
    A OAB sempre manteve o seu poder acima do ESTADO(CF/88), para ditar regras próprias que são de seu interesse de cunho particular. O exame da OAB/FGV, já arrecadou mais de 1 bilhão de reais desde 1994, quando foi implantado, que nunca pagou imposto e nem tampouco prestação de contas ao TCU.
    A OAB que Vossa Excelência, sempre deu atenção e apoiou a manutenção do seu exame, esta entidade protocolou ontem(28/03/2016), seu pedido de AFASTAMENTO DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA na Câmara de Deputados e está tomando todas as medidas jurídicas cabíveis para tirá-la do poder.
    Ainda há tempo de fazer algo pelos Bacharéis em Direito, que clamam por justiça, acabando com o exame da OAB. Ressaltando que o curso de direito, é o único do nosso país, que mesmo o cidadão já formado de posse de um diploma universitário, tem que submeter ao EXAME OPORTUNISTA DA OAB, se quiser ingressar no mercado de trabalho. Infelizmente o Exame da OAB, reprova em massa mais de 90% dos que se inscreve neste certame.
    _______________________________________________________________________________________________________
    2) PEDIDO DE MUDANÇAS DO EXAME DA OAB
    Para: PRESIDENTA DILMA, PREFEITOS/VEREADORES, GOVERNADORES, DEPUTADOS FEDERAIS E ESTADUAIS
    1)ENFOQUE NAS MATÉRIAS DE ÉTICA E ESTATUTO DA OAB, QUE IRÁ COMPOR 50% DA NOTA NECESSÁRIA NA PRIMEIRA FASE DO EXAME DA OAB. (Pedimos tratamento de igualdade com o novo curso de direito, denominado “Tecnólogo em Direito”, que tem duração de apenas dois anos, criado pelo MEC, com a aprovação da Presidenta Dilma). Inclusive o novo curso de direito(Tecnólogo em Direito), já foi publicado no Diário Oficial da União.

    2) EXIGÊNCIA NO CONTEÚDO DA 1ª FASE, apenas das matérias de Direito Penal, Direito Civil e Direito Constitucional.(Previsão também no novo Curso de Tecnólogo em Direito, criado pelo MEC, com aprovação da Presidenta Dilma).

    3) FIM DA 2ª FASE DO EXAME DA OAB

    4) GRATUIDADE GERAL DO EXAME DA OAB

    5) DISPENSA DO EXAME DA OAB PARA QUEM POSSUI
    PÓS GRADUAÇÃO EM DIREITO E RESIDÊNCIA JURÍDICA DE NO MÍNIMO DE 1 ANO.

    6) Tributação sobre os valores arrecadados sobre as taxas dos exames da OAB.(O Governo Federal, ao invés de aumentar impostos, deve administrar os que já recolhe e cobrar daqueles que não pagam impostos).

    7) Mudança do Exame da OAB para o MEC
    ASSINAR Abaixo-Assinado

    3) CARTA ABERTA DE CLAMOR PÚBLICO A NÍVEL NACIONAL, A PRESIDENTA DILMA, DEPUTADOS FEDERAIS, SENADORES, GOVERNADORES, PREFEITOS/VEREADORES E DEPUTADOS ESTADUAIS
    A OAB SONEGA IMPOSTOS E NÃO PRESTA CONTAS AO TCU, DESDE O ANO DE 1994
    O Presidente do Conselho Federal da OAB e demais Advogados, pediram o afastamento da Presidenta Dilma e do Presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha, mesmo assim continuam apoiando o exame fraudulento, oportunista, corporativista e caça-níqueis da OAB. PORQUE AINDA NÃO SE SUBMETERAM EM VOTAÇÃO O “PL QUE COLOCA FIM DO EXAME DA OAB”? PORQUE NÃO SUBMETERAM PARA VOTAÇÃO “A GRATUIDADE DO EXAME DA OAB”?
    “Escravos Bacharéis e Estudantes em Direito”, que continuam se inscrevendo no Exame da OAB, enquanto continuarem participando nos exames da OAB, cuja taxa de inscrição é a mais onerosa de nosso País, em torno de R$ 240,00(duzentos e quarenta reais), além de engordarem os cofres dos donos de cursinhos, que arrecadam mais de TREZENTOS MILHÕES DE REAIS todo ano, sem pagar impostos e prestação de contas a ninguém, arrecadam também dos alunos os valores financeiros proveniente de material didático, livros, lanches, tranporte de deslocamento, etc. Infelizmente o investimento com a taxa de inscrição da OAB e demais custos já citados, não dão resultado para a maioria, pois apenas 10% são aprovados.
    Ressalta-se, “colegas escravos dos exames da OAB”, que participando do exame de alguma forma, estão contribuindo para a corrupção de nosso país, porque a OAB arrecada mais de 1 bilhão de reais sem prestar contas ao TCU e sem pagar qualquer tipo de imposto. Com tanto dinheiro no cofre da OAB, de forma esdrúxula, aumenta seu poder de controlar politicamente o Congresso Nacional para julgar matérias de leis que interessa a própria Ordem da OAB. A quantia arrecadada de mais de 1 bilhão de reais com os certames da OAB, onde estão, qual a verdadeira finalidade da OAB? Como está sendo investido os valores já arrecadados pela OAB, em torno de 1 bilhão de reais?
    O intuito da OAB sempre foi arrecadar dinheiro de forma fácil, sem se preocupar com “os escravos estudantes e bacharéis em direito”, que se inscrevem no seu exame. Enfim, nunca houve quais investimentos que beneficiassem os próprios Advogados inscritos e nem tampouco a “classe dos escravos estudantes e bacharéis em direito”.
    Faleceu na Capital de São Paulo, o Bacharel em Direito “José Fernandes da Silva”, vítima de AVC, o mesmo vinha tentando passar no exame da OAB, umas quinze vezes, ele trabalhava na zona rural do município da Cidade de São Bernardo do Campo-SP. A família ainda não procurou a imprensa nacional, para alertar as autoridades e nem divulgar na mídia os detalhes, por causa da perseguição(represália) da OAB.
    A OAB já arrecadou mais de 1 bilhão de reais, desde o ano de 1994, sem prestar contas ao TCU e nem tampouco pagou qualquer tipo de imposto. Os donos de cursinhos preparatórios de Exames da OAB, também arrecadam em média mais de 300 milhões de reais por ano, sem pagar impostos e sem prestação de contas aos governos municipais, estaduais e Federal, onde funcionam a sede das empresas dos cursos ofertados.
    Os exames da OAB só interessa para ela e os donos de cursinhos, porque não pagam impostos e não prestam contas ao TCU e a ninguém. Ressaltando que o exame da OAB, reprova sempre em torno de 90% dos que se inscrevem. Os bacharéis em direito continuam “escravos da OAB”, porque cada vez que são reprovados, aumenta mais a arrecadação da OAB e os donos de cursinhos, porque as milhares(centenas) de pessoas que foram reprovadas, tem que pagar novamente para ser inscritos nos próximos exames.
    Nossa Marcha Nacional dos Bacharéis em Direito, faz um pedido de clamor público aos estudantes e bacharéis em direito, para não se inscreverem nos próximos exames da OAB, até que seja feito alguma mudança concreta que possa amenizar o bolso e o conteúdo exagerado que cobram no certame; a prova é mais difícil do que as aplicadas para o Ministério Público, Magistratura e Delegados de Polícia. Enfim a OAB, quer continuar reprovando em massa em torno de 90%, para continuar milionária; para que seus “escravos estudantes e bacharéis em direito”, continuem mais pobres, assim ela continua mais rica e com muito mais poder, com excessão do poder de DEUS, que tarda, mas não falha.
    Nota: O único curso do nosso país, que depende de fazer exame depois do cidadão ser graduado, é o curso de direito. Entendemos que esta imposição da OAB, coloca uma pecha nos estudantes e bacharéis em direito, de “escravos”. Pois é lamentável que o cidadão deter um título universitário de “bacharel em direito(formado)” e não poder exercer sua profissão com dignidade como os demais cidadãos que detém outros diplomas universitários.

    PROPOSTAS ENVIADAS A PRESIDENTA DILMA, NO FALE COM A PRESIDENTA:

    PEDIDO PRINCIPAL: “FIM DO EXAME DA OAB/FGV EM CARÁTER DE URGÊNCIA”.

    PEDIDOS ALTERNATIVOS:

    1) Enfoque nas matérias de Ética e Disciplina e Estatuto da OAB, que irá compor 50% da nota necessária para aprovação na 1ªfase do exame da OAB. (queremos igualdade como tratamento oferecido no novo curso de tecnólogo em direito, aprovado pelo MEC e Presidenta Dilma, publicado no Diário Oficial).

    2) Exigência do conteúdo na 1ª fase apenas relativo as matérias de Direito Penal, Direito Civil e Direito Constitucional.(queremos igualdade como tratamento oferecido no novo curso de tecnólogo em direito, aprovado pelo MEC e Presidenta Dilma, publicado no Diário Oficial).

    2) Fim da segunda fase do exame da OAB.

    4) Gratuidade Geral do Exame da OAB

    5) Plano de fiscalização para que a OAB pague seus impostos sobre a arrecadação bilionária das taxas recolhidas sobre seu exame, além de prestar contas ao TCU. A OAB não paga impostos desde o ano de 1994, quando foi implantada, além de nunca ter prestado contas ao TCU.
    6) Mudanças do exame da OAB(Ordem dos Advogados do Brasil), que é aplicado pela FGV(Fundação Getúlio Vargas), para a responsabilidade do MEC.
    7) Plano de fiscalização para que os donos de cursinhos do exame da OAB e os professores que atuam nesta seara, possam pagar impostos e prestar contas ao TCU ou qualquer outro órgão competente.(Os donos de cursinhos, professores, colaboradores, etc, também não pagam impostos desde o ano de 1994, quando foi implantado o exame da OAB e tampouco prestaram contas a nenhum órgão competente

    São Bernardo do Campo – SP, 05 de Abril de 2016

    !) MARCHA NACIONAL DOS BACHARÉIS DO BRASIL
    2) MARCHA NACIONAL DOS BACHARÉIS DESEMPREGADOS E ENDIVIDADOS PELO FIES
    3) MARCHA NACIONAL DOS DIREITOS HUMANOS E VÍTIMAS DOS EXAMES DA OAB
    4) MARCHA NACIONAL DAS MULHERES BACHARÉIS EM DIREITO DO BRASIL
    5) FRENTE SINDICAL DA MARCHA DOS BACHARÉIS DO BRASIL

    6) MOVIMENTO POLÍTICO NACIONAL PEDINDO O FIM DO EXAME DA OAB
    .

  8. Erick Michel disse:

    Creio eu, como estudante de direito, que um dos pilares de um bom profissional é o conhecimento. Ainda mais em tempo de internet e “google” onde podemos buscar a fundo o origens de fatos e de informações, me causou espanto o tanto de compartilhamentos e de opiniões sobre um fato que nem sequer foi averiguado. Infelizmente, hoje nos encontramos numa situação de “oba-oba” onde se tornou “bonito” termos opinião sobre tudo na internet, mesmo sem embasamento algum….
    Fonte: http://www.boatos.org/brasil/curso-tecnologo-em-direito-e-criado-pelo-mec-boato.html

    • José disse:

      Ilustre estudante de direito, ainda que seja um boato, tudo que diz respeito ao MEC e a OAB não podemos descartar . Independente da veracidade ou não do fatos. Estes órgãos estão contaminados pela corrupção e deles podemos esperar tudo que é de ruim. Quando eu era estudante de direito pensava que sábia tudo e que iria defender os direitos dos oprimidos , passado alguns anos a gente percebe que não consegue defender nem os seus próprios direitos, ainda que tenha condições de contratar os melhores defensores.

  9. Pedro Batista disse:

    Que coisa feia, ridícula e estapafúrdia, briga de pessoas que se diz culta, intelectualizada , enquanto os cães ladram a caravana passam, deixa a água rolar, para mim simples bacharel em ciências jurídicas formado em l978, que sou frontalmente contrario ao famigerado exame da OAB, , esse curso criado pelo MEC, só veio emoldurar os meios como tido gênios de juristas,, juristas estes que não respeitam a Carta Magna, que é a sagrada Constituição Federal, aonde está o livre exercício profissional de trabalho.

  10. Antônio Mantovani disse:

    Eu só lamento de ter perdido o meu tempo, lendo o texto do Adevogado, Jão Bocó. Tu és uma fábrica de bullyings.

  11. JOAO BATISTA SUAVE SUAVE disse:

    CARTA ABERTA DE CLAMOR PÚBLICO NACIONAL, A PRESIDENTA DILMA, DEPUTADOS FEDERAIS, SENADORES, GOVERNADORES, PREFEITOS/ VEREADORES E DEPUTADOS ESTADUAIS
    A OAB SONEGA IMPOSTOS E NÃO PRESTA CONTAS AO TCU, DESDE O ANO DE 1994
    O Presidente do Conselho Federal da OAB e demais Advogados, pediram o afastamento da Presidenta Dilma e do Presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha, mesmo assim continuam apoiando o exame fraudulento, oportunista, corporativista EXAME DA OAB. PORQUE AINDA NÃO COLOCARAM EM VOTAÇÃO O “PL QUE COLOCA FIM DO EXAME DA OAB”? PORQUE NÃO COLOCARAM PARA VOTAÇÃO “A GRATUIDADE DO EXAME DA OAB”?
    Escravos Bacharéis e Estudantes em Direito que continuam se inscrevendo no Exame da OAB, enquanto continuarem participando nos exames da OAB, cuja taxa de inscrição é a mais onerosa de nosso País, em torno de R$ 240,00(duzentos e quarenta reais), por etapa de inscrição, além de engordarem os cofres dos donos de cursinhos, que arrecadam mais de TREZENTOS MILHÕES DE REAIS sem pagar impostos e prestação de contas a ninguém, arrecadam também dos alunos os valores financeiros proveniente de material didático, livros, lanches, tranporte de deslocamento, etc. Infelizmente o investimento com a taxa de inscrição da OAB e demais custos já citados, não dão resultado para a maioria, pois apenas 10% são aprovados.
    Ressalta-se, colegas escravos dos exames da OAB, que participando do exame de alguma forma, estão contribuindo para a corrupção de nosso país, porque a OAB arrecada mais de 1 bilhão de reais sem prestar contas ao TCU e sem pagar qualquer tipo de imposto. Com tanto dinheiro no cofre da OAB, de forma ilícita, aumenta seu poder de controlar politicamente o Congresso Nacional para julgar matérias de leis que interessa a própria Ordem da OAB. A quantia arrecadada de mais de 1 bilhão de reais com os certames da OAB, onde estão, como foi investido?
    O intuito da OAB sempre foi arrecadar dinheiro de forma fácil, sem se preocupar com os escravos estudantes e bacharéis em direito que se inscrevem no seu exame. Enfim, nunca houve quais investimentos que beneficiassem os próprios Advogados inscritos e nem tampouco a classe dos dos escravos estudantes e bacharéis em direito.
    Faleceu na Capital de São Paulo, o Bacharel em Direito “José Fernandes da Silva”, vítima de AVC, o mesmo vinha tentando passar no exame da OAB, umas quinze vezes, ele trabalhava na zona rural do município da Cidade de São Bernardo do Campo-SP. A família ainda não procurou a imprensa nacional, para alertar as autoridades e nem divulgar na mídia os detalhes, porque causa da perseguição(represália) da OAB.
    A OAB já arrecadou mais de 1 bilhão de reais, desde o ano de 1994, sem prestar contas ao TCU e nem tampouco pagou qualquer tipo de imposto. Os donos de cursinhos preparatórios de Exames da OAB, também arrecadam em média mais de 300 milhões de reais por ano, sem pagar impostos e sem prestação de contas aos governos municipais e estaduais, onde funcionam a sede das empresas cursos.
    Os exames da OAB só interessa para própria OAB e os donos de cursinhos, porque não pagam impostos e não prestam contas ao TCU e a ninguém. Ressaltando que o exame da OAB, reprova sempre em torno de 90% dos que se inscrevem. Os bacharéis em direito continuam escravos da OAB, porque cada vez que são reprovados, aumenta mais a arrecadação da OAB e os donos de cursinhos, porque as milhares de pessoas que foram reprovadas, tem que pagar novamente para ser inscritos nos próximos exames.
    Nossa Marcha Nacional dos Bacharéis em Direito, faz um pedido de clamor público aos estudantes e bacharéis em direito, para não se inscreverem nos próximos exame da OAB, até que seja feito alguma mudança concreta que possa amenizar o bolso e o conteúdo exagerado que cobram no certame, a prova é mais difícil que as aplicadas para o Ministério Público , Magistratura e Delegados de Polícia. Enfim a OAB, quer continuar reprovando em massa em torno de 90%, para continuar milionária; para que seus escravos estudantes e bacharéis em direito continuem mais pobres, assim ela continua acima de todo o poder, com excessão do poder de DEUS, que tarda, mas não falha.

    PROPOSTAS ENVIADAS A PRESIDENTA DILMA, NO FALE COM A PRESIDENTA:

    PEDIDO PRINCIPAL: “FIM DO EXAME DA OAB/FGV EM CARÁTER DE URGÊNCIA”.

    PEDIDOS ALTERNATIVOS:

    1) Enfoque nas matérias de Ética e Disciplina e Estatuto da OAB, que irá compor 50% da nota necessária para aprovação na 1ªfase do exame da OAB. (queremos igualdade como tratamento oferecido no novo curso de tecnólogo em direito, aprovado pelo MEC e Presidenta Dilma, publicado no Diário Oficial).

    2) Exigência do conteúdo na 1ª fase apenas relativo as matérias de Direito Penal, Direito Civil e Direito Constitucional.(queremos igualdade como tratamento oferecido no novo curso de tecnólogo em direito, aprovado pelo MEC e Presidenta Dilma, publicado no Diário Oficial).

    2) Fim da segunda fase do exame da OAB.

    4) Gratuidade Geral do Exame da OAB

    5) Plano de fiscalização para que a OAB pague seus impostos sobre a arrecadação bilionária das taxas recolhidas sobre seu exame, além de prestar contas ao TCU. A OAB não paga impostos desde o ano de 1994, quando foi implantada, além de nunca ter prestado contas ao TCU.
    6) Mudanças do exame da OAB(Ordem dos Advogados do Brasil), que é aplicado pela FGV(Fundação Getúlio Vargas), para a responsabilidade do MEC.
    7) Plano de fiscalização para que os donos de cursinhos do exame da OAB e os professores que atuam nesta seara, possam pagar impostos e prestar contas ao TCU ou qualquer outro órgão competente.(Os donos de cursinhos, professores, colaboradores, etc, também não pagam impostos desde o ano de 1994, quando foi implantado o exame da OAB e tampouco prestaram contas a nenhum órgão competente

    São Bernardo do Campo – SP, 05 de Abril de 2012

    !) MARCHA NACIONAL DOS BACHARÉIS DO BRASIL
    2) MARCHA NACIONAL DOS BACHARÉIS DESEMPREGADOS E ENDIVIDADOS PELO FIES
    3) MARCHA NACIONAL DOS DIREITOS HUMANOS E VÍTIMAS DOS EXAMES DA OAB
    4) MARCHA NACIONAL DAS MULHERES BACHARÉIS EM DIREITO DO BRASIL
    5) FRENTE SINDICAL DA MARCHA DOS BACHARÉIS DO BRASIL
    SINDICATO NACIONAL DOS BACHARÉIS EM DIREITO DO BRASIL
    6) MOVIMENTO POLÍTICO NACIONAL PEDINDO O FIM DO EXAME DA OAB

  12. José disse:

    Na medida que estava elogiando o Dr. João Bosco, estava recebendo e-mails de colegas Bacharéis e de inscritos na OAB. Segundo eles, pessoas como ele envergonham à classe. Na mesma linha de pensamento ele merece algumas considerações: em primeiro lugar, ele não tem culpa de ter recebido uma educação inadequada , portando, ninguém pode ser responsabilizado por aquilo que não tem e nem recebeu. Eu particularmente, já discordo, quando um burro nos dá um coice, não devemos cortar a pata, até porque ele convive num ambiente cheio de maracutaias e armações, que são as OABs regionais.

  13. Jose Maria Aquino disse:

    Prezado Senhor Doutor Inácio Vacchiano, tenho a satisfação de receber vários comunicados muito inteligentes por parte desta Autoridade, e fico um tanto revoltado com essa OAB, pois eles gostam muito de falar em inconstitucionalidade justamente quando as coisas pesam para eles, mas jamais declaram que atualmente o papel da OAB é totalmente inconstitucional. Há uma tenebrosa invasão de competência, pois, cabe ao MEC a responsabilidade para avaliar qualidade de cursos no Brasil. Olha, carteira vermelha da OAB é simplesmente uma identidade. O Sábio Advogado deve jamais abandonar uma boa doutrina, correr atrás das jurisprudências mais usuais pelos tribunais e saber para quem os recursos devam ser encaminhados. Olha senhor Inácio, eu fui o aluno mais velho de minha sala de aula, meus professores eram juizes, promotores, advogados e hoje com 61 anos de idade, sem medo de errar e convicto do meu aprendizado não tenho medo de ir para o mercado de trabalho caso a OAB liberte do medo da concorrência.

    Sou muito feliz em receber vossos anúncios tão inteligentes e que são verdadeiras aulas de direito. Muito obrigado e o meu e-mail está sempre aberto para acolher vossos comentários tão úteis aos bacharéis em direito de todo o Brasil.

    ________________________________

  14. JOÃO BOSCO disse:

    Um absurdo total a criação deste curso. O mercado jurídico tende, dessa forma, a ficar saturado de profissionais tão burros quanto um jumento. Os fracassados que não conseguiram passar no exame de ordem devem estar dando pulos de alegria, mas essa palhaçada é temporária. A SOBERANA, PODEROSA, IMBATÍVEL e TEMÍVEL ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL tomará as medidas necessárias para acabar com esse curso hilário. Nossa classe é muito nobre e não estamos dispostos a aceitar burros engravatados se passando por advogados. Lugar de advogado é no escritório ou no fórum, enquanto que lugar de jumento é no pasto… QUEM NÃO PASSA NO EXAME DE ORDEM QUE SE CONFORME COM O PASTO.

    • José disse:

      Só estava faltando o comentário do Doutor João Bosco, uma pessoa amável e educada. Sempre proferindo palavras dócil para os Bacharéis. Até porque ele não é mais Bacharel, é apenas Advogado. Sem dúvida, é uma profissão que orgulho qualquer um . O que não dá para se orgulhar é da OAB, pelas manipulações que eles fazem para manter a reserva de mercado e o valor astronômico da taxa do exame. Numa ponto eu concordo com o Doutor, já temos muitos Bacharéis em Direito desempregados e muitos Advogados com carteira da OAB, fazendo parte de quadrilhas. É salutar, que tem telhado de vidro, não atirar pedra no telhado dos outros. Toda arrogância tem limite, Zé Dirceu , Roberto Jefferson, que os digam.

    • Paulo Teixeira disse:

      Em relação ao comentário acima deste cidadão,a minha opinião é a seguinte:
      O sr deve ser a pessoa mais culta deste planeta deve ser daqueles advogados que só tem pose para satisfazer o ego, pelo conteúdo de seu comentário já se consegue imaginar o grau de sua inteligência e da educação recebida por seus genitores.Muitas vezes se perde uma oportunidade de ficarmos calados, que é seu caso, do que se manifestar e passar o certficado de ignorante e imbecíl.

    • Andréia P. disse:

      A OAB não vai tomar medida nenhuma, já que esta notícia foi uma “pegadinha” do site Não Entendo Direito. O “Diário de Aparecida” e esta página caíram na pegadinha e ficaram compartilhando uma notícia publicada em 1º de abril, em um blog de humor, publicada em “embuste”. Um bando de “doutores”, “jornalistas” e tudo mais, que não procuram as fontes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s