IV. Câncer: Kael


Nome divino (Atziluth):HVHY הוהי
Arcanjo (Briah):Muriel מוריאל
Coro Angélico (Yetzirah):Pakiel פכיאל
Anjo regente da casa correspondente (Assiah):Kael כעאל
Planeta regente:Lua
Elem. Signo/Sephirótico:Água/Fogo da Água יה
Relação/mundos:“Yod” do Mundo de Briah
Apóstolo:Judas Iscariotes
Tribo:Issachar
Cartas do Tarô:Rei de Copas יה que rege Ás, Dois e Três copas.
Hora planetária e astrol.:6 às 8 horas da saída do Sol; de 91º a 120º no zodíaco.
Período:20 de junho a 20 de julho
Velas:3 Ãmbar
Incenso:[cânfora, murta, louro, arruda, eucalipto, hortelã, alecrim, patchouli, citronela, absinto, etc.]
Letras:Kaph – Tzaddi – Aleph – Lamed
Gemátria:20+90+1+30= 141 = 1+4+1 = 6
Região do corpo:Estômago, seios, peito, glândula timo.
Metal:Prata
Pedra:Pérola
  1. Informações gerais do signo

Representa o manancial de amor por ser a porta de entrada dos sentimentos. Câncer, o signo cardinal aquático, corresponde ao mundo cabalístico da criação (Briah). É o Yod do elemento água, mas o He dos quatro elementos considerados em bloco. No processo criativo (na Árvore) está regido por Hesed. No zodíaco a Lua o rege.

Encerrando o ciclo de fogo[1], o ciclo da água[2] inicia-se com Câncer. Nesta fase, a seu modo, o indivíduo toma consciência do que no ciclo anterior, se conduziu, em seu inconsciente. Sagitário exteriorizou o desígnio que transitava em seu interior e, ao fazer isso, a pessoa descobre a sua realidade, que agora é aparente, e ele ama. Se o fogo é traduzido por energia, ação, dinamismo, a água é traduzida por sentimentos, emoções, desejos, amor. Se em Áries nos deparamos com a fonte da energia criadora, em câncer vamos nos deparar com a fonte do amor.

Câncer é a porta de entrada para os sentimentos, como Áries é a porta de entrada do desígnio divino. Ambos, em seus respectivos elementos, são sinais de Yod, cardeais, transportadores de sementes, de modo que o que foi dito sobre Áries poderia ser repetida em relação ao câncer, com a única diferença de que aqui é o potencial aquático dos sentimentos é o que se põe em movimento.

O que no ciclo de fogo é pura ação desapegada, em Câncer se põe em marca o selo do produto. O indivíduo diz: “Isto é meu e de mais ninguém”, coloca cercas em sua propriedade que é registrada, intitulada, delimitada, ou seja, partir de Câncer, o homem já não atua movido por um impulso inconsciente, mas persegue um objetivo pessoal.

Em câncer nos deparamos com o lugar, a casa em que se vive, e é neste sentido de que se deve interpretar essa atribuição: para realizar a sua obra pessoal, o indivíduo se encerra em um recinto e se esconde do mundo ao qual pertence para melhor amar e adorar aquilo que sente como seu.

Com as águas de Câncer o indivíduo perde todo o contato com a transcendência, já que ele não ouve as vozes em seu interior, mas sente obscuramente que algo inefável existe mais além e o venera através da . Assim, Câncer é considerado o signo da Igreja. E quando o amor que Câncer desperta não encontra uma pessoa física para detê-lo, ele vai como uma flecha para o universal. E se ama a Deus, através dele ama a todas as criaturas da Terra.

Em Câncer são plantadas as sementes do amor e se maus aspectos planetários confluem neste signo, isso significará que as sementes são más e que, chegando o momento, os maus sentimentos produzirão dramas e misérias. Um excesso de planetas em Câncer aumenta a tendência ao isolamento, de interiorização e ou mudança de residência, já que cada planeta deseja possuir sua própria casa para executar sua obra em privado.

Ao mesmo tempo produz excesso de emotividade, de individualismo e do egoísmo, que excluem radicalmente o indivíduo da sociedade.

Palavras chaves:

(+) Sentimentos, casa, lugar, propriedade, pessoalidade, Fé, amor universal

(-) Dramas, isolamento, mudança.

  • Casa IV

Esta Casa expressa na Terra as potencialidades de Câncer. Vimos ao estudar este signo que de Câncer nasce toda ideia de propriedade e de privatização, de modo que a Casa IV significará a materialização desta ideia. Será, pois a que nos informe sobre a vida privada do indivíduo, sobre sua vida íntima e sobre suas posses materiais, começando pelo fundamental: a sua casa.

O fundamento de todo o edifício humano radica nos sentimentos e Câncer é o motor que saca todo o potencial sentimental. Um dia a razão será a base do edifício humano, mas nesta fase os sentimentos constituem um corpo mais desenvolvido e tudo o que o homem tem realizado encontra um ponto de arranque emotivo. Por isso, a Casa IV, como intérprete terrestre de Câncer, constitui a raiz do indivíduo e nela encontraremos informações sobre seus antepassados, sobre a sua cidade, sua infância, seu bairro natal, sobre os que vivem na sua casa e seu comportamento em casa na vida familiar.

Por outro lado, a mãe é o fundamento do ser vivo, de modo que a Casa IV indicar-nos-á todo o relacionado com a mãe, seu temperamento, sua forma de ser, sua vida, seus problemas. A cabala trata de Binah como a suprema hermafrodita, e tem em Yesod (a Sephirah que administra ao mundo a política de Binah) a reitora do sexo feminino quando da divisão dos sexos e, assim, como representante material de Binah, rege o sexo feminino pelas forças de Câncer.

Os maus aspectos planetários sobre a Casa IV farão com que os alicerces em que se assenta o indivíduo sejam pouco firmes, de modo que, por boas que sejam as condições em outros domínios, o edifício de sua vida se trambaleará e tudo parecerá precário, começando por sua própria mãe, que carecerá de meios ou de inteligência para orientar adequadamente o indivíduo. Lar instável, mudanças frequentes em casa, desarranjos, dificuldade em criar raízes, uma vida em dificuldades e intempéries em casa, em família, na cidade natal.

Quando muitos planetas estão na Casa IV: mudanças de casa, casa ambulante, emoções profundas ainda que não aparente. Nos casos extremos, com maus aspectos: doenças hereditárias, doenças contraídas no ventre materno.

Palavras chaves:

(+) Vida privada, casa, íntima, familiar, mãe; posses materiais, antepassados, infância

(-) Alicerce precário, lar instável – mãe, falta de raízes, doenças hereditárias.

  • Descrição Sefirótica

Câncer é o quarto signo do Zodíaco constituído e o quarto dos chamados Zodíaco constituinte – por elementos -, aquele considerado pelo nome sagrado יהוה – “Yod-He-Vô-He”, pelos elementos e na seguinte ordem: 1º, 2º e 3º do Fogo, 4º, 5º e 6º da Água, 7º, 8º e 9º do Ar e 10º, 11º e 12º da Terra. Na arvore Sephirótica corresponde a primeira Sephira de Briah ou seja: Hesed. E pois o primeiro signo da trilogia da Água. Corresponde, deste modo, a fase de inicialização deste elemento. É um signo cardinal, ou seja, a porta de entrada por onde as energias cósmicas penetra no homem. O Gênio do signo é כעאל Kael que poderá ser invocado ou evocado para sanar tudo que seja de seu atributo neste interstício ou mesmo de interesse do nativo em sua senda evolutiva, quanto mais em seu período de manifestação.

  • Signo, elemento, planeta ou ciclo zodiacal

Vimos que se trata de um signo cardinal, como ocorre em Aries, contudo enquanto lá recebíamos fluidos de nossa personalidade espiritual aqui em Câncer as energias que chegam a nós referem-se a nossa personalidade emotiva, da Vontade de nosso Real Ser que será trabalhada ou mesmo dos desejos do ego, nossos defeitos psicológicos, a energia degradada também sofre transformações. É, pois, em Câncer que nascem as emoções, que dão movimento, o capital energético que permitirá a Vontade ou desejo seguirem seu curso, onde são fermentados os anseios que impelem o homem a conquistar, primeiro o unitário, o prático, o que está mais próximo, o mais necessário, o que torna nossa vida mais grata, para depois conquistar os grandes cumes, as mais inacessíveis metas.

Na sequência das Letras que criaram o mundo a quinta letra refere-se a He. No ciclo Sepher Yetzirah expressa a letra Cheth. Expressa a energia do universo como um sub-harmônico de Hochmah em Briah e, no ser humano, se manifesta como sentimentos. Esta letra, pelo ciclo zodiacal יהוה – “Yod-He-Vô-He” (veja Tomo I) representa os materiais provenientes de Câncer por ser o primeiro signo da Água.

Ao surgir pela primeira vez pelas vias de Câncer, após o estágio de Fogo (Aries, Leão e Sagitário), as águas cancerosas baixam como nas nascentes, puras, que nascem da montanha, do mais elevado, das chuvas (do Fogo). Deste modo temos aqui um signo primordial, de emoções limpas que, serão lançadas sobre o gênero humano, sobre a obra da criação na sua totalidade, caso não sejam dirigidas a uma pessoa ou situação em particular. Diante disto este signo é considerado uma das fortalezas da religiosidade.

Inicialmente as forças cancerianas nos levam aos pequenos prazeres individuais, aos amores diversos que fazem vibrar nossa sensibilidade, no intuito de compreendermos como estas energias atuam em nosso interior; posteriormente, compreendida estas forças, nos lança aos grandes amores imateriais, ao amor do que não tem forma, ao amor do céu depois de ter amado profundamente a terra. Então aprendemos a manipular estas energias desde nosso interior após a experiência vivida e então aplicamos ao externo.

A configuração solar é que determina o tema natal, o signo da pessoa. No presente caso o astro-rei manifesta seus raios ao mundo aquático, mundo dos sentimentos. Deste modo o desígnio dos nativos de Câncer consistirá em tomar consciência, de seu potencial emotivo adequando-se à política de seu Real Ser.

Para os cancerianos primários, aqueles que não carregam muitas existências, o desejo prescindido da Vontade os levará à conquista do dinheiro, de uma posição social, de uma reputação, da celebridade, etc., e se colocarão em seu empenho com um verdadeiro furor. Encontramos aqui as pessoas com o imenso desejo de conquistar aquilo que sua personalidade emotiva colocou em seu caminho.

De outro lado, os Cancerianos mais avançados, cujas águas, sentimentos, estão mais equilibrados, experimentarão um profundo amor e respeito por toda a Criação.

Em Câncer o homem já não atua de forma inconsciente como o fazia no ciclo de Fogo, onde a consciência do desígnio divino era praticamente zero, mas começa a perseguir um objetivo pessoal, sente a necessidade de possuir um recinto no qual possa realizar sua obra, um marco que lhe dê segurança, um lar, uma casa, algo que seja muito seu.

Lembremos que a casa, o lar e regido por Câncer e que o anjo, o gênio, o arquétipo regente deste signo podem auxiliar nestas situações seja interna ou externamente, até na procura do imóvel.

Na etapa anterior do Zodíaco constituinte, a de Sagitário, ao homem de Câncer foram-lhe oferecidas uma série de potencialidades que agora vai poder utilizar para moldar sua realidade, de uma forma primitiva, já que recebidas a pouco e lhe falta a prática do uso. Daí que, como aprendizes, tenham tendência a atribuir-se méritos que não lhe são próprios, frutos que foram plantadas por outras pessoas.

Considerando que não atendem a outra lógica que não seja a dos seus sentimentos, e difícil persuadi-los de que a realidade que percebem é diferente de como realmente é. Quando desapontados com o mundo externo refugiam-se em um universo paralelo, seu mundo interior, subjetivo e irreal no qual podem realizar seus anseios graças a sua potente imaginação. Sempre que possível permanecerá neste paraíso de sonho. Esta fuga os levará constantemente ao seu passado, um terreno que conhecem muito bem e sentem-se seguros. Este nativo é, o dos signos, o que tem menor possibilidades de aborrecer-se consigo mesmo, em razão desta capacidade de criar imagens a seu próprio capricho dada a influência Lunar. Tal capacidade facilitar-lhe o caminho para atividades relacionadas com o cinema, a novela e a fantasia.

Esta influência da Lua, seu regente, provocará na vida deste nativo mudanças frequentes de comportamento, de inquietudes, de afetos, de ideais, eis que, é a entidade zodiacal que mais rápido se desloca. Desta instabilidade poderá advir um caráter influenciável, que lhe faz parecer um pouco criança e ingênuo diante dos demais, contudo pode apenas ser a sua uma ingenuidade premeditada para obter algumas vantagens.

O Canceriano sabe diferenciar uma criança de um adulto e não os julga com a mesma severidade. Adora mimos, atenções, precisa que lhe deem provas constantes de afeto e de carinho sob pena de promoverem um descompasso emocional quanto mais confluam aspectos negativos em seu mapa natal onde poderia caracterizar a falta de realismo e de autocontrole patológicos. Devido à influência lunar este nativo é discreto, prefere passar despercebido, não gosta de chamar a atenção.

Trata-se de um signo assimilado à mulher, ao complexo maternal, à mãe, à fecundidade, de modo que as dissonâncias podem converter-se em verdadeiros transtornos. Contudo ainda que paire sobre os extremos, este nativo sempre cuidará dos seus com bastante mimo, bem estar físicos e como provedor. A promoção da satisfação dos instintos primários e elementares, a identificação com a mãe, seja no aspecto físico, função maternal, ou ainda no sentido mitológico com a mãe-terra, Rea, pode leva-lo a não ambicionar nada mais além destes impulsos. Encontramos aqui também o nativo perito em combinar os ingredientes da cozinha divina: o alquimista gastronômico.

     Dissemos no início do tópico que Câncer, o primeiro signo da Água, está em analogia com a água da chuva, portadora de toda a pureza do céu. E, em razão de ser o primeiro da trilogia dos signos de Água, tem relação com o primeiro dos elementos, o Fogo. Essa mistura de Água e Fogo dá aos Câncer sentimentos elevados, reparadores, que ao projetar-se sobre seus semelhantes, tem sobre eles efeitos restauradores, livrando-os de seus pesares, de seus males físicos, de suas angústias. Instintivamente as pessoas procurarão os Cancerianos para ter o sossego, para o casamento, para receber conselhos e ajuda, para a amizade. De outro modo, como este nativo necessita de alguém que lhe traga a segurança, o realismo de suas divagações, a força e a estabilidade das que lhe costuma faltar é difícil encontrar um Canceriano que viva sozinho. Colocar um canceriano em sua vida significará ter abundância material já que todo tipo de erva cresce ao seu redor em razão do elemento Água ser imprescindível para obter fecundidade, exuberância.

Os nativos de Câncer possuem um caráter tão variável como as fazes da Lua, mas são pacíficos por natureza embora sejam terríveis quando encolerizados. Possuem predisposição para as artes manuais, possuem uma viva imaginação em razão da influência Lunar chegando à fantasia. Mas se dominam esta precariedade podem atuar com a imaginação consciente e conseguir inúmeros progressos. Suas virtudes são caseiras, suaves, retraídas e podem ser extremamente passivos. São aficionados por tudo o que envolve a imaginação como filmes, novelas.

PRÁTICA:

Cabalisticamente Câncer está associada a Hesed, ou seja, a Atma nosso ser, nosso íntimo, oriundo da tríade suprema, aquele que não nasce, nem morre e nem reencarna:

“O Ser não nasce, nem morre, nem se reencarna, não tem origem, é eterno, imutável, o primeiro de todos e não morre quando matam o corpo.” – Versículo 20, Capítulo II – Bhagavad-Gita;

Trata-se aqui do final do período do Fogo e a entrada no ciclo da Água, mas seguindo-se a sequência da influência corporal temos a sequência de Gêmeos a Câncer, dos pulmões e brônquios à glândula timo canceriana.

Assim em um primeiro momento podemos entrar em Alfa e fazer diariamente a retrospectiva do dia, da semana, do mês… para estudar como o ego atua em nós, principalmente nos aspectos do desejo e na contrariedade da Vontade de nosso Real Ser e com a ajuda da Divina Mãe Cósmica pedirmos que elimine este elemento indesejável com sua espada famígera. Lembrando que aqueles que utilizam deste arquétipo terá sempre o socorro de uma forma energética que socorre como uma mãe socorre um filho.

Em um segundo momento podemos descer aquela energia acumulada no período de Gêmeos nos pulmões e brônquios para o Estômago, seios, peito e glândula timo. Cumpre esclarecer que as glândulas mamarias estão intimamente relacionadas com a glândula timo e que esta prática pode auxiliar no tratamento de doenças como o câncer, de outro lado auxilia também no aleitamento materno. Os Gênios deste signo também podem auxiliar nestas questões – mentalize a energia destes anjos ao órgão afetado curando-os, enchendo-os de luz.

  • Carta do Tarô: Rei de Copas

Localização na Arvore da vida: Hochmah (He)

No zodíaco o domicílio do Rei de Copas é Câncer.

Arcanos que governa: Ás de Copas, Dois de Copas e Três de Copas

O Rei de copas possui os atributos de Hochmah, na qualidade de He do mundo das emanações (Atziluth) e, se ele aparecer no nosso jogo, será para manifestar o sublime amor que temos dado ao mundo e o que vamos receber, cuja medida está em nós mesmos, eis que, o que não saia do nosso pequeno microcosmo não sairá de lugar algum. Trata-se do amor que projetamos, vida após vida, que reforçámos e agora as divinas águas da Hochmah são derramadas sobre nós, enchendo-nos com a paz, bem-estar, quietude, mansidão. Fizemos tudo o que estava a nosso alcance e agora vamos ter de tudo: essa é a mensagem que nos traz o Rei de Copas.

O atributo de Hochmah é a sabedoria, a intuição da verdade suprema e, na esfera dos eleitos, a esfera do bem, da saúde, da liberação das tarefas materiais. Todas estas virtudes serão aportadas a pessoa que irá aparecer no nosso caminho encarnando a este mítico Rei de Copas.

Palavras chaves: R♥ Rei de Copas, Eleitos, retorno de nosso bem supremo.

(Reta) Benfeitor, protetor, mecenas, dador de sabedoria, recompensas, mestre, medico.

(Invertida) Recompensa antecipada, favor que obriga, falso mestre que perturba a saúde e psique, responsabilidade que supera nossa capacidade.


[1] Áries, Leão e Sagitário

[2] Câncer, Escorpião e Peixes

Clique na imagem ao lado para ser direcionado a pagina principal e baixar gratuitamente o livro.

A CABALA DE HAKASH BA HAKASH

Filosofia Metafísica Quântica Cabalística – TOMO II

A ODISSEIA ZODIACAL

Autor: Inácio Vacchiano

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s