34 Bihelami: Sete de Copas


             Elementos constitutivos ou relacionados

Nome divino:ההיו HHYV
Arcanjo:אמניציאל Amnitziel
Anjo:וכביאל Vakabiel
Anjo regente da casa:פשיאל Pasiel
Anjo do decanato:בהלמי Bihelami
Gênios dos quinquídios:67. 9->4 Eyael e 68. 9->5 Habuhiah
Nome hebraico – Signo:Peixes (Qoph), Água/Ar da Água וה
Força ativa do signo:Tiphereth
Força ativa do Decanato:Netzah
Elementos concorrentes:Fogo do Ar da Água
Relação/mundos:Yod do Vô de He ou Vontade de pensamento de sentimento ou Atziluth de Yetzirah de Briah
Tribo:Simeon
Apóstolo:João
Planeta regente do signo:Júpiter
Planeta do decanato:Lua
Posição zodiacal:1º decanato de Peixes
Velas: 1 verde ou rosa e duas brancas
Incenso:[cânfora, murta, louro, arruda, eucalipto, hortelã, alecrim, patchouli, citronela, absinto, etc.] e [noz-moscada, cravo, café, etc.] e [violeta, rosas, almíscar, lavanda, dama da noite e também o açafrão, etc.]
Letras:Zain – Zain -Resh
Gemátria:7+7+200 = 214 = 2+1+4 = 5
Invocação por domicílio:de 0 a 10° de Peixes ou 19 a 28 de fevereiro
Invocação pelo ciclo diário:   22:00 às 22:40 h. a partir da saída do Sol.
Invocação por conjunção: Quando a Lua se encontra no 1º decanato de Peixes.
Forças em ação:As forças da Lua se expressam pelo signo de Peixes ou ainda Fogo do Ar da Água; as forças de Tiphereth se expressam pelas vias do Fogo do Ar pelas configurações de Netzah-Libra.
Sendeiro:Pelo signo: Subsendeiro de Yesod a Hesed; gênio 9->4: EYAEL. Pela árvore: Subsendeiro de Yesod a Tiphereth; gênio 9->6: ROCHEL.

             Primeiro decanato de Peixes

O primeiro Decanato de Peixes refere-se aos graus que vão de 0 a 10 do signo, ou seja, os nascidos entre 19 a 28 de fevereiro (aproximadamente). É regido pela Lua por encontrar-se em analogia com o primeiro signo da Água; o primeiro decanato de Peixes é o Yod do Vô dos signos da Água e, no Taro, é o domicílio do sete de Copas. Na ordem sephirótica Tiphereth exerce privilégio sobre ele, por ser o terceiro signo do elemento Água, e em segundo lugar, o Decanato, é regido por Netzah (sétima Séfira da Árvore Cabalística, que corresponde a Vênus) por ser o sétimo Decanato do elemento.

O Gênio do Decanato é בהלמי Bihelami que poderá ser invocado ou evocado para sanar tudo que seja de seu atributo neste interstício ou mesmo de interesse do nativo em sua senda evolutiva, quanto mais em seu período de manifestação. Trata-se de Decanato Yod do signo de Peixes que é um signo Vô-He, Ar da Água וה, de modo que dará lugar a trabalhos próprios deste signo. Corresponde ainda ao mundo Cabalístico das criações.

Neste Decanato se realizam trabalhos de recapitulação correspondentes à etapa de Câncer.

Há uma certa relutância do homem em entrar na escuridão do mundo emotivo, com o pretexto de que se pretende estar com Deus e não nesse “mundo de perdição” como costumam falar os religiosos. Isto porque quando o homem vive no ciclo do Fogo, pelas vias de Áries-Leão-Sagitário, se encontra por vezes bastante impregnado da realidade espiritual de modo que a origem desta recusa dos preceitos supremos tem em seu plano de fundo os motivos de ordem espiritual. Isto importa que as pessoas cujo Sol estão neste Decanato de alguma maneira foram reacionárias em viver a experiência amorosa em existências anteriores em razão destes resquícios do período fogoso.

Algumas pessoas, conduzidas por uma falsa espiritualidade, passam a vida rezando em um convento, em uma igreja, etc., tratam-se de pessoas que não compreenderam a dinâmica da criação e em outra existência se verão forçadas a viver as experiências emocionais fortes a que recusaram, pois, o objetivo do nosso Real Ser, não é que seus veículos estejam de férias ou enclausurados, mas recolham as experiências dos mundos materiais e as “subam” para se enriquecer com elas. Ocorre que nosso Real Ser é um mestre completo, mas precisa da experiencia, falando grosseiramente, algo semelhante ao universitário que sai da faculdade com toda a teoria, mas nenhuma prática.

Em Câncer os sentimentos nascem e se estendem a todo o criado, ama-se ao Criador abstrato, antes de que se tenha encarnado nas formas. Como já vimos em Escorpião o indivíduo se torna o objeto de seu amor, ou seja, há uma interiorização dos sentimentos e, ainda, como já foi dito várias vezes, Peixes representa a exteriorização destes sentimentos de modo que em um mundo já formado, já constituído, o amor de Peixes não será amor ao mundo, nem amor próprio, mas amor por cada uma das criaturas que existem na Terra, por serem todas portadoras e testemunho em si mesmo do Criador.

Mas no primeiro Decanato, a pessoa deverá realizar um trabalho que ficou pendente na última etapa canceriana, a do nascimento ou mais precisamente a inteiração dos sentimentos já que não foi possível realizar essa função individualizadora que os sentimentos levam a cabo. Esotericamente se afirma que esse indivíduo se salinizou, não cooperou com o elemento Água, conservando em si as propriedades ígneas correspondentes ao ciclo do Fogo.

A identificação com a Divindade o levou este nativo a renunciar à exteriorização da luz e continuar a agir como se ainda estivesse sob o último dos signos do ciclo do Fogo: Sagitário. Talvez seja consciente de ser um executor da Divindade ou mesmo fonte de ensinamentos sublimes, mas acampa uma função que já não lhe corresponde. Por melhor protagonista que tenha sido, deve abandonar o papel que outrora lhe deu talvez glória, para viver a sua obscuridade em outras esferas de ação. Não pode o homem se identificar com o papel que deve jogar na grande comédia da vida em um determinado momento e lá permanecer para sempre, mesmo sabendo que Deus ama a seus profetas, os seus reveladores de sua Verdade.

A diferença entre Escorpião e Peixes é que enquanto o primeiro não foi capaz de renunciar a seu protagonismo, e foi colocado em Escorpião, para que se adore a si mesmo, o segundo, sim era capaz de renunciar ao culto de sua própria personalidade. O que não quiseram fazer em outras existências devem fazê-lo agora, tanto os do primeiro decanato de Escorpião quanto do próprio Peixes. As razões desta salinização provavelmente eram mais altruístas já que não estava apaixonado pela função gloriosa que realizava sob os auspícios de Sagitário (Câncer no terceiro Decanato), mas de resultados que estava obtendo em sua obra. Daí que mereceu sua colocação em Peixes, já que por ser um signo de exteriorização, permite baixar sobre a sociedade as forças emotivas que lhe vêm de Câncer. Deste modo, o potencial emotivo de Câncer será descarregado por esse indivíduo, e recebido pela sociedade.

Enquanto a tarefa do primeiro Decanato de Escorpião consiste em descobrir o amor divino em si mesmo, em seu Íntimo, o primeiro Decanato de Peixes deve descobrir o amor de Deus através dos outros, do próximo.

Nos níveis negativos do signo nos deparamos com indivíduos permanentemente apaixonados por pessoas do sexo oposto. Neste Decanato encontramos infiéis de todo tipo, já que dispõem de uma fonte inesgotável de amor que devem necessariamente derramar, e é impossível que este jorro constante de amor caiba em uma só pessoa. São eternos infiéis, eternos apaixonados do primeiro que lhes sorri e fala, é possível que vivam sempre com uma dúzia de problemas sentimentais nas costas. Há neles um tal esbanjamento de amor, que todo o rancor e ódio que possam inspirar ficará dissolvido nessas águas puras, essas águas doces provenientes de Câncer, e acabarão tendo múltiplas famílias e vivendo amorosamente com todas elas. Recebem do cosmos uma constante contribuição de matéria amorosa que devem distribuir generosamente a todos quantos encontrem, de modo que irão de um amor a outro amor, sem que, por um novo, renuncie ao anterior.

Neste primeiro Decanato encontramos os renitentes, os resistentes da espiritualidade, que não querem abandonar o período do fogo, aqueles que, cada vez que encontraram uma dificuldade em suas vidas, chamaram a Deus para que seja ele quem lhes tire dificuldades.

Às vezes os amores puros não levados à tona para não cair em pecado e os impuros se misturam, eis que tem reinado a confusão em seu passado, e agora tudo reaparece, de modo que seus amores, que pretende ser puros, resultam pecaminoso e esses “santos” veem cair sobre seus ombros o escândalo e se convertem naquilo que, em outras vidas, quiseram de todos os modos evitar: em escândalo.

O amor ao próximo levara este nativo a realizar obras sociais, política, humanitária, em prisões, hospitais, sanatórios já que são lugares que se encontram em afinidade com o signo de Peixes. Em níveis superiores, esse amor se afastará de toda dependência sexual de modo que será um amor altruísta.

Se este nativo do primeiro Decanato for pessoa rica, seu amor ao próximo se expressará através de obras filantrópicas ou bem, como o pisciano deste primeiro Decanato é regido por Netzah, Yod do Vô dos signos da Água, que pertence ao Mundo de Formação, onde pensamentos instituem a realidade, o amor de Deus próprio de Câncer, representante Yod dos signos da Água e Regente dos decanatos primeiros, pode dar lugar a uma obra religiosa ou filosófica dirigida a toda a humanidade.

Os maus aspectos farão com que vivam situações muito complicadas no aspecto amoroso embora, dificilmente atingirá índices dramáticos, já que o signo está regido por Júpiter, que é o deus do humor, e se suas experiências resultam grotescas, cômicas, raramente são trágicas.

Devido à vinculação deste Decanato com Câncer, que rege o estômago, Os Piscianos do primeiro decanato geralmente são excelentes cozinheiros e ainda melhores gastrónomos e se consolam de suas falhas preparando um delicioso prato.

             Carta do Tarô: Sete de copas

 Recebe o título de Senhor do êxito ilusório. Refere-se ao elemento Água e astrologicamente corresponde a posição de Vênus transitando pelo primeiro decanato de Peixes onde manifesta seus fluxos mediante as roupagens deste signo deste signo regido por Hesed-Júpiter que o influencia e sob as pulsações do regente deste decanato que é a Vênus.

Neste ponto o Amor-sabedoria de Hochmah expressa-se por intermédio de Netzah o responsável pelo gérmen do pensamento humano, pela vida dos sentidos aportando-lhes riqueza e exuberância, o detalhe artístico em tudo o que toca. No mais, o resultado desta alquimia se exteriorizará ainda pelo tom prismático de Yesod, o coordenador deste subciclo evolutivo.

O Sete de Copas é o He (יהוה “Yod-He-Vô-He”) do quaternário dos setes, deste modo, possui uma relação com Hochmah o supremo representante do amor e refere-se à influência de Netzah no plano astral (Netzah em He).

Em razão da influência aquosa, aqui Netzah, exteriorizador de Binah como “Vô” da direita, recebe as energias de Hod, o terceiro da Lei, segundo de seu mundo e conjuntamente a influência dos desejos, da emotividade dos quais copas é a representante. E como estamos tratando dos sentimentos, muito fortes, as satisfações buscadas serão de natureza internas, há embriagues interior, e daí a tomada do termo êxito ilusório.

No campo material o indivíduo afirma estar contente com o que possui. No campo amoroso afirma que tudo vai às mil maravilhas, embora ao seu redor esteja evidente que o mundo está desmoronando, i. e., a pessoa não se dá conta do que está ocorrendo em sua vida.

Mas de algum modo o indivíduo pretende que a satisfação interior se reproduza no exterior, então fecha os olhos para a realidade, a fim de que em seu foro interno gere uma nova realidade que agora somente ele vê, mas que mais adiante todos participem da mesma visão. O que se pretende aqui é a projeção ao exterior de um mundo já construído internamente. Temos, então, a elaboração interna de uma obra em sua última fase, prestes a manifestar-se já que abriga múltiplos “Vô”. Favorece as práticas de visualização criativa.

Palavras chaves: 7♥ Senhor do Êxito ilusório, desejos internos fortes, embriagues interior, geração de realidade interior diversa da realidade externa.

(Reta) Pensamento, inteligência, imaginação, meditação, visão, opinião sentimento;

Clique na imagem ao lado para ser direcionado a pagina principal e baixar gratuitamente o livro.

A CABALA DE HAKASH BA HAKASH

Filosofia Metafísica Quântica Cabalística – TOMO II

A ODISSEIA ZODIACAL

Autor: Inácio Vacchiano

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s