13 Losanahar: Quatro de Paus


             Elementos constitutivos ou relacionados

Nome divino:הויה HVYH
Arcanjo:ורכיאל Verkiel
Anjo:שרטיאל Sharatiel
Anjo regente da casa:עואל Oel
Anjo do decanato:לוסנהר Losanahar
Gênios dos quinquídios:25. 4->2 Nith-Haiah e 6. 4->3 Haaiah
Nome hebraico – Signo:Leão (Teth), Água/Água do Fogo הי
Força ativa do signo:Hochmah
Força ativa do Decanato:Hesed
Elementos concorrentes:Fogo da Água do Fogo
Relação/mundos:Yod do He de Yod ou Vontade de sentimento de Vontade ou Atziluth de Briah de Atziluth
Tribo:Judah
Apóstolo:Simão
 Sol
Planeta do decanato:Marte
Posição zodiacal:decanato de Leão
Velas: 1 azul e duas vermelhas
Incenso:[sândalo, acácia, cipreste, absinto, balsamo e também a pimenta, a cebola, etc.] e [mirra, almíscar, estoraque, âmbar, e também aloe vera, cravo, louro, olíbano, etc.] e [noz-moscada, cravo, café, etc.]
Letras:Zain – Zain -Resh
Gemátria:7+7+200 = 214 = 2+1+4 = 5
Invocação por domicílio:de 0 a 10° de Leão ou 23 de julho a 2 de agosto
Invocação pelo ciclo diário:   08:00 às 08:40 h. a partir da saída do Sol.
Invocação por conjunção: Quando Marte se encontra no 1º decanato de Leão.
Forças em ação:As forças de Marte se expressam pelo signo de Leão ou ainda Fogo da Água do Fogo; as forças de Hochmah se expressam pelas vias do do Fogo da Água pelas configurações de Binah-Sagitário.
Sendeiro:Pelo signo: 22, de Geburah a Tiphereth; gênio 5->6: ANIEL. Pela árvore: Subsendeiro de Geburah a Hochmah; gênio 5->2: YEHUIAH.

             Primeiro decanato de Leão

O primeiro Decanato de Leão refere-se aos graus que vão de 0 a 10 do signo, ou seja, os nascidos entre 21 a 30 de julho (aproximadamente). No plano planetário é regido por Marte por encontrar-se em analogia com Áries, o primeiro signo do Fogo; o primeiro decanato de Leão é o Yod do He dos signos de Fogo e, no Taro, é o domicílio do quatro de Paus. Na ordem sephirótica Hochmah exerce privilégio sobre ele, por ser o segundo signo do elemento Fogo, e em segundo lugar, o Decanato, é regido por Hesed (quarta Séfira da Árvore Cabalística, que corresponde a Júpiter) por ser o quarto Decanato do elemento.

O Gênio do Decanato é לוסנהר Losanahar que poderá ser invocado ou evocado para sanar tudo que seja de seu atributo neste interstício ou mesmo de interesse do nativo em sua senda evolutiva, quanto mais em seu período de manifestação. Trata-se de Decanato Yod do signo de Leão que é um signo He-Yod, Água do Fogo הי, de modo que dará lugar a trabalhos próprios deste signo. Corresponde ainda ao mundo Cabalístico das emanações.

Os trabalhos a serem realizados aqui referem-se aos relativos à Áries que não foram concluídos se deveriam. Trata-se das pessoas que não foram aprovaram nas lições recebidas quando vieram ao mundo sob o primeiro signo de Fogo, Áries, a fim de não se repetir o programa do mesmo signo, as hierarquias criadoras as colocam na classe seguinte, ao nível de recapitulações, para que sejam estimuladas pelos companheiros de vida que receberam plenamente as lições correspondentes a Leão.

E como estamos tratando de Hochmah como protagonista do segundo signo do Fogo, o amor será a temática de todas as primeiras recapitulações que sejam efetuadas nos segundos signos de cada Elemento, de modo que podemos estabelecer como regra que quando uma lição não pôde ser aprendida por uma alma em peregrinação, os agentes do amor lhe fornecerão uma segunda oportunidade para ensiná-lo com infinita doçura.

Como a lição a aprender consiste em impregnar-se de que são depositários de um desígnio divino que devem levar a bom termo, fazendo primeiro que nasçam neles e que produza fruto depois, os indivíduos deste primeiro Decanato se encontrarão frequentemente em situações de privilégio, encontrar-se-ão com circunstâncias materiais susceptíveis de ilustrar o tema central das suas vidas.

No presente trabalho o indivíduo será consciente, é claro, de muitas coisas, já que todos encarnamos centenas de vezes, mas não do propósito de sua atual encarnação, não têm por objetivo despertar a consciência do indivíduo, o que acontecerá mais adiante, pois trata-se de sensibilizá-lo para certas coisas, de permeá-lo com o sentimento de ser portador de um desígnio que o ultrapassa.

O primeiro Decanato de Leão constitui-se na porta estreita pela qual penetra em nós a palavra divina que não foi engendrada pela porta larga de Áries na hora oportuna. Trata-se de um signo no qual o desígnio que penetrou em nós através de Áries é interiorizado em nosso corpo do pensamento, impregnando nossas estruturas internas e convertendo-nos em seus fiéis cumpridores, executores silenciosos, eis que é na forma de agir que o nativo de Leão prestará o testemunho da mensagem que leva dentro de si. Contudo se o indivíduo do primeiro Decanato não realizou devidamente os trabalhos de plantação deste desígnio Ariano, mal poderá interioriza-lo e converter-se em seu fiel executor. Então o trabalho não é realizado, é agora terá que realiza-lo.

Em Áries, sua missão era uma pura semente (Kether) em busca de terra (Hochmah) na qual iria plantar-se e sem saber se esta ou aquela ia ser a adequada a seu propósito, já que até então não se conhecia o propósito, isto é, o desígnio que o Eterno colocou nele. Contudo quando a semente é plantada, a terra (Hochmah) sabe que sua missão é colocar-se à disposição da semente (fazer a Vontade do Pai) para lhe facilitar os meios de criar uma existência.

A segunda oportunidade consiste em que o indivíduo está na posse do desígnio – o que configura uma vantagem -, tanto da semente (masculino) quanto da terra (feminino) que deve elaborá-la, ou seja, a circunstância material na qual esse desígnio há de florescer. Já não será a trabalhosa busca da terra que aceitará emprestar a seu corpo a seu desígnio para que possa existir. Aqui o desígnio (Kether) é colocado na boa terra (Hochmah) por pura bondade, já que em primeiro lugar Hochmah exerce privilégio sobre ele, por ser o segundo signo do elemento FOGO, e em segundo lugar, o Decanato, é regido por Hesed (quarta Séfira da Árvore Cabalística, que corresponde a Júpiter). Deste modo podemos esperar desta atuação conjunta de Hochmah e Hesed uma imensa bondade. De outro modo como estamos em um processo de recapitulação Ariano, Marte, exige o retorno à Lei não cumprida na etapa anterior, contudo esse retorno se efetua sob a guia dos dois grandes providencialistas (Hochmah e Hesed, ou seja, Urano e Júpiter), que dirigem o indivíduo no aprendizado com maior doçura do que quando se encontrava na esfera de Áries primordialmente.

A força dominante do primeiro Decanato é a Vontade Ketheriana que está relacionado a Áries o primeiro signo do Fogo, mas também entra em ação o Amor-Sabedoria de Hochmah por estar concernente a Leão. A união de ambas as Forças impregna nestes nativos a ideia de que eles são portadores de um desígnio, de uma missão proveniente do seu Real Ser, e que deve realizar-se acima de tudo. Também torna a vida social destes em fiéis executoras de ordens superiores. Conquanto neste setor do mapa não se formem maus aspectos, no período infantil haverá um amor sem limites oriundo de Hochmah. A submissão filial deverá ser a grande protagonista da sua infância eis que Hochmah representa o filho e cumpre ao filho fazer a Vontade do Pai. Do mesmo modo se figurará na vida adulta onde serão submissos a as leis, os regulamentos, as autoridades, e procurarão um trabalho que os coloque abaixo de uma figura maior, à qual servirão com abnegação. Devem, portanto, interiorizar a consciência de que neles mesmos existe um mestre, por assim dizer, e que devem acompanhar-se ao ritmo de sua batuta.

E como existe nesta essência o respeito pelo superior, pela autoridade, eles serão muitas vezes detentores de um segredo importante, de uma grande missão, confiada por alguém mais elevado do que eles, que representa, é claro, a divindade (a exemplo de grandes Mestres que nos trouxeram os segredos do alto). Serão os executores de um mandato onde superiores que lhe confiaram a guarda, poderão ser também os detentores de um poder interno, de um dom espiritual que os ultrapassa, que devem utilizar com sabedoria e que supõe uma grande responsabilidade.

Atuam internamente são pessoas que seguem seus impulsos superiores sem perguntar a que conduz tudo aquilo, são os emissários de sua própria divindade interna e de igual modo submetem-se aos desígnios do seu Real Ser, e se o entendem, já não será necessário que executem esse papel a nível externo porque atuarão de modo providencial, lembrando que a providência é também um atributo de Hochmah. Encontramos esses Leoninos em cargos de conselheiros, de presidentes ou de diretores-gerais de grandes empresas, Estado, etc. Cumpre, pois, tomar consciência de que estão a trabalhar num novo programa e que, por conseguinte, ao agir, devem ignorar os modelos culturais já existentes, mas sim trabalhar na vanguarda da cultura, criando novas abordagens.

Os bons aspectos sobre este Decanato converterão estes nativos, pela força das circunstâncias, em brilhantes executivos às ordens de uma alta personalidade da política, da ciência ou das artes de modo que tudo se desenvolva sem tropeços.

Os maus aspectos indicarão que a última existência foi conflituosa. Assemelha-se ao aluno que repete o curso e no ano seguinte e tímido, não aprende nada ou incomoda, tumultua, é conflituoso, agressivo. Uma quadratura de Saturno, Marte ou Mercúrio em Leo provocará a tendência a colocar-se às ordens de juízes corruptos, de tiranos, de filosofias equivocadas, incorrendo os mesmos equívocos nos serviços. Devido a relação com Hochmah serão professores de uma ética distorcida e podem fazer muito mal à sociedade eis que deles provem uma autoridade natural que faz com que sejam muito escutados e seguidos. O mundo está cheio destes apóstolos que, desde as suas universidades, desde as suas colunas nos jornais, pregam uma moral distorcida que conduz à enfermidade e à destruição.

Se o lado positivo da força favorece a hierarquia e favorece aos altos postos, o lado negativo lhe custará grandes trabalhos aceder ao posto que há de ser o seu, e que perderá várias vezes no curso da vida. E provável que a supra valorização de si mesmo, seu pensamento sobre si, o leve a querer usurpar a função de seu chefe, por considerar que ele pode fazer as coisas sozinho. Contudo como o programa central de sua vida é aprender que o indivíduo é portador de algo superior a si mesmo, ao suprimir esse “superior”, sai de seu âmbito natural e, assim, só encontrará o caos e a desolação.

             Carta do Tarô: Quatro de paus

 Recebe o título de Senhor da Obra Perfeita. Refere-se ao elemento Fogo e astrologicamente corresponde a posição de Júpiter transitando pelo primeiro decanato de Leão onde Hesed manifesta seus fluxos mediante as roupagens deste signo regido por Tiphereth-Sol que o influencia e sob as pulsações do regente deste decanato que é o Júpiter.

Neste ponto, Kether o primeiro ponto de partida na Arvore e no zodíaco, o centro produtor de iniciativas, a essência divina, expressa-se por intermédio de Hesed, o poder espiritual realizador das bondades. No mais, o resultado desta alquimia se exteriorizará ainda pelo tom prismático de Geburah, o coordenador deste subciclo evolutivo.

O Quatro de Paus é o Yod (יהוה “Yod-He-Vô-He”) do quaternário dos quatros, deste modo, possui uma relação com Kether o iniciador supremo, o primeiro, que está acima de todas as coisas e refere-se à influência de Hesed no plano espiritual (Hesed em Yod).

Hesed leva a perfeição as últimas consequências, o esplendor que tudo toca. Não se trata de algo novo que precise passar pelas quatro fases de evolução “Yod-He-Vô-He”, senão de algo que já está pronto e em fase de acabamento final onde o objetivo é deixar sua marca, sua impressão. Basta lembrar que Hesed é o segundo “He” desta evolução. Esta é uma fase pronta para expansão onde 50% + 1 dá o poder de 100%, o que indica a união com outras pessoas, mobilização de multidões para crescer mais, se expandir. Representa a realização do rei no tempo de paz em um reino bem-governado, daí a Obra Perfeita.

De outro modo se a força atua debilmente (sentido invertido), a vontade não se mobilizará e a dinâmica de Hesed atuará de modo automático, sem o impulso principal, sem a colaboração do indivíduo, de modo que produzir-se-á o bem-estar e prosperidade devido ao simples encadeamento mecânico das coisas.

Palavras chaves: 4♣ Senhor da Obra perfeita – 50% + 1.

(Reta) Expansão, associação, reunião, contrato, pacto;

(Invertida) Prosperidade, florescimento, felicidade, triunfo.

Clique na imagem ao lado para ser direcionado a pagina principal e baixar gratuitamente o livro.

A CABALA DE HAKASH BA HAKASH

Filosofia Metafísica Quântica Cabalística – TOMO II

A ODISSEIA ZODIACAL

Autor: Inácio Vacchiano

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s