XVI.5 Prática de relaxamento e concentração 


A prática divide-se em três a quatro partes: relaxamento, concentração, meditação ou êxtase e Vontade.

  1. No relaxamento emite-se uma luz azul em cada uma das partes do corpo para que este não se sinta perturbado durante as práticas com coceiras, dores, etc. e corresponde ao Mundo de Assiah;
  2. Na concentração a mente fita em algo como um Sephiroth, caminhos, arcanos, uma planta, etc. O objetivo é cansar a mente para que ela desista e assim nossas partes internas rumem ao alto, pois a partir de um certo ponto a mente não consegue mais alcançar e entra em ação o subconsciente. A concentração corresponde ao Mundo de Yetzirah;
  3. A meditação corresponde ao Mundo dos Sentimentos em Briah pois o que se pretende aqui e que os sentimentos nos ajudem a subir. Utiliza-se os sentimentos envolvidos no objeto da meditação;
  4. Por fim vem a fase da meditação profunda, o Samadhi com o direcionamento da Vontade, em todos os planos de consciência, a união da consciência com o subconsciente, onde nos adequamos ao íntimo e assim ao conhecimento puro, a visão com o Olho de Dagma (olho que tudo vê, olho de Rá egípcio). Esta fase está relacionada ao mundo de espiritual de Atziluth, o mundo causal.

Antes de qualquer prática recomenda-se fechar o círculo mágico ou fazer um dos rituais do pentagrama.

Assim, segue uma sugestão de relaxamento para entrar nos processos de meditação:

  • Posição cômoda e confortável;
  • Feche os olhos;
  • Sinta o corpo entrando em relaxamento;
  • Respire profundamente e lentamente por três vezes enquanto repete: um, relaxar; dois, relaxar; três, relaxar;
  • Visualize os números luminosos, que vem do infinito atingindo você enquanto inspira;
  • Dez, dez, dez, relaxar. O couro cabeludo começa a relaxar, se soltar, na frente, dos lados, solto, mole;
  • Nove, nove, nove. Solte os músculos do pescoço, por dentro e por fora;
  • Oito, oito, oito. Seus ombros começam a cair, relaxar, soltos, moles;
  • Sete, sete, sete. Seu braço esquerdo até a mão, relaxando, soltando;
  • Seis, seis, seis. Seu braço direito até a mão, soltando, relaxando;
  • Cinco, cinco, cinco. Os músculos do seu tórax e abdômen, se desprendendo, soltos, moles, relaxados. A sua respiração está calma e tranquila;
  • Quatro, quatro, quatro. Os músculos da coxa e perna esquerda, relaxados, caindo como uma barra de ferro;
  • Três, três, três. Os músculos da perna direita, relaxados, caindo como uma barra de ferro;
  • Dois, dois, dois. O seu pé esquerdo está se relaxando, ficando solto, mole, relaxado;
  • Um, um, um. O seu pé direito está se relaxando, ficando solto, mole, relaxado;
  • Os dedos dos pés sumindo, completamente relaxados;
  • Dirija-se para dentro de sua cabeça, dentro de seu cérebro e solte-o, relaxe, ele está mole como uma esponja;

Para maior sensibilidade afrouxe os músculos da face até o maxilar. Relaxe, solte os lábios e relaxe. Está tudo solto e leve.

Seu cérebro está funcionando em níveis bem mais baixos. Tudo completamente relaxado.

  • Pare o mundo. Pratique imobilidade total. Pare o mundo. Está tudo parado. Pare, Pare, Pare… (cesse todos os pensamento, emoções, etc. por um tempo);
  • Você está agora no nível ideal. No plano básico mental para a realização dos seus desejos;
  • Repita mentalmente: Sempre que eu quiser atingir este estado contarei mentalmente de dez a zero. Ao chegar em zero estarei completamente relaxado. Corpo e mente. Cada vez que repetir este exercício entrarei em níveis mais profundos e saudáveis. Sempre que atingir este nível, sinto que minha capacidade cerebral aumenta dia a dia. A cada instante que passa, sinto-me cada vez melhor. Meus pensamentos serão sempre positivos e alcançarei tudo o que desejo;
  • Dirija-se agora ao seu local de repouso (uma enseada, praia, qualquer lugar agradável e solitário) e lá chegando reconheça o lugar – utilize os 5 sentidos para sentir o lugar.
  • Olhe para a direita, esquerda, para frente, para trás. (fique ali por uns instantes e sinta a paz de seu paraíso particular).
  • Para atingir níveis mais profundos, contarei de cinco a zero. Ao chegar em zero você estará em níveis mais gostosos e saudáveis.
  • Solte o cérebro. Cinco, quatro, três, dois, um, zero.
  • Agora descanse um minuto que equivalerá a duas horas de sono tranquilo, gostoso, repousante, restaurador;
  • Após descansar entre na prática que se dispôs, seja meditação em um arcano, arquétipo, carta, planta, pedra, etc.

A colocação de uma música barroca ou clássica, suave durante a prática pode auxiliar.

Terminada a prática deve-se sair do estado Alfa lentamente, assim, repita o que segue:

  • Todos os meus órgãos funcionam normalmente.
  • Esta Paz que sinto agora me acompanharão todos os dias de minha vida.
  • Sinta esta sensação de Paz…
  • E agora voltarei ao estado de vigília muito melhor do que estava antes.
  • Zero, acelerar;
  • Um, acelerar – mexa os dedos lentamente;
  • Dois, acelerar – mexa os braços lentamente;
  • Três, acelerar – mexa demais partes do corpo lentamente;
  • Quatro, acelerar;
  • Cinco, acelerar, voltando, voltando, voltando – abra os olhos.

Abaixo segue um áudio com o relaxamento e concentração acima. Após o um minuto de descanso a musica barroca continuará por cerca de 40 minutos onde se fara a meditação desejada.

A CABALA DE HAKASH BA HAKASH TOMOS I capa

 

Clique na imagem ao lado para ser direcionado a pagina principal e baixar gratuitamente o livro.

A CABALA DE HAKASH BA HAKASH

Filosofia Metafísica Quântica Cabalística – TOMO I

ÀRVORE DA VIDA – OTZ CHIIM

ELEMENTOS, PLANETAS, SIGNO, TARO

 

Autor: Inácio Vacchiano