1 Zazer: As de Paus


             Elementos constitutivos ou relacionados

Nome divino:יהוה YHVH
Arcanjo:מלכידאל Malkidiel
Anjo:שרהיאל Sharhiel
Anjo regente da casa:איאל Ayel
Anjo do decanato:זזר Zazer
Gênios dos quinquídios:1->1 Vehuiah e 2. 1->2 Jeliel
Nome hebraico – Signo:Âries (Hé), Fogo/Fogo do Fogo יי
Força ativa do signo:Kether
Força ativa do Decanato:Kether
Elementos concorrentes:Fogo do Fogo do Fogo ייי
Relação/mundos:Yod de Yod de Yod ou Vontade da Vontade da Vontade ou Atziluth de Atziluth de Atziluth
Tribo:Gad
Apóstolo:Santiago – Tiago
Planeta regente do signo:Marte
Planeta do decanato:Marte
Posição zodiacal:1º decanato de Áries
Velas: 1 branca e 2 vermelhas ou 3 Vermelhas
Incenso:[sândalo, acácia, cipreste, absinto, balsamo e também a pimenta, a cebola, etc.]
Letras:Zain – Zain -Resh
Gemátria:7+7+200 = 214 = 2+1+4 = 5
Invocação por domicílio:de 0 a 10° de Áries ou 21 a 31 de março
Invocação pelo ciclo diário:  das 0 às 0:40 h. a partir da saída do Sol
Invocação por conjunção: Quando Marte se encontra no 1º decanato de Áries.
Forças em ação:As forças de Marte se expressam pelo signo de Áries ou ainda pelas vias de seu próprio centro já que Áries é regido por Marte e ainda Fogo do Fogo do Fogo, ou seja, as forças de Kether também se expressa pelas vias de seu próprio centro emanando as vibrações pelas configurações de Kether-Áries.
Sendeiro:Pelo signo: 1, de Geburah a Geburah; gênio 5->5: MENADEL. Pela árvore: 5 Geburah a Kether.

             Primeiro decanato de Áries

                3.   Descrição Sefirótica:

O primeiro Decanato de Áries refere-se aos graus que vão de 0 a 10 do signo, ou seja, os nascidos entre 21 a 31 de março (aproximadamente). No plano planetário é regido por Marte por encontrar-se em analogia com o próprio signo de Áries; o primeiro decanato de Áries é o Yod do Yod dos signos de Fogo e, no Taro, é o domicílio do As de Paus. Na ordem sephirótica Kether exerce privilégio sobre ele, por ser o número um dos signos de Fogo e por ser o primeiro Decanato do elemento.

O Gênio do Decanato é זזר Zazer que poderá ser invocado ou evocado para sanar tudo que seja de seu atributo neste interstício ou mesmo de interesse do nativo em sua senda evolutiva, quanto mais em seu período de manifestação. Trata-se de Decanato Yod do signo de Áries que também é um signo Yod – Yod, Fogo do Fogo יי, de modo que dará lugar a trabalhos próprios deste signo. Corresponde ainda ao mundo Cabalístico das emanações. Neste decanato se realizam trabalhos de novos projetos, desígnios, uma nova semente a plantar.

                Discorrendo sobre o decanato

Aqui inicia-se um novo ciclo de experiências. Vieram de um ciclo anterior sob a influência dos elementos Fogo, Água, Ar e Terra, mas agora estão despojados de seus antigos amigos, relacionamentos, etc. que o seguiram nos ciclos citados para entrar em outro ciclo de experiências desconectadas do que fora anteriormente, das antigas existências, seus antigos ambientes. Daí vem a impressão ao Ariano de um sentimento de solidão, afastamento, de ser um estranho, estrangeiro mesmo estando com sua família, em sua cidade. Assim, pode acontecer deste Ariano abandonar sua família, o lugar onde vive e empreendem uma viajem qualquer em busca daqueles que foram seus companheiros em existências anteriores. E pode até acontecer que os encontrem e viva uma felicidade mediana em meio a nostalgia. Internamente sentem-se como traidores já que fogem ao desígnio de sua divindade interna, seu Real Ser. Caso este Ariano do primeiro Decanato insista na busca do passado, em uma próxima existência nascera sob a influência do segundo Decanato de Áries ao invés de seguir seu curso natural para o segundo signo do Fogo que é Leão.

A posição de planetas nestes dez primeiros graus de Áries nos aponta que algo está tomando forma pela primeira vez junto ao indivíduo, um novo desígnio, a indicação de um porvir que não é imediato já que é semente. É provável que o Ariano não venha a concluir este desígnio e que outros apareçam para conclui-lo.

Te todo modo o Ariano é um inicializador, aquele que começa qualquer coisa que seja, que cria uma nova sociedade de modo que quando as coisas estejam andando já parte para outro ponto já que seu programa, sua etapa evolutiva, sua missão possui a força suficiente para aguentar, consiste em dar a partida, ter esta experiência de inicializador, o início e não usufruir dos frutos o que leva a uma sensação de injustiça, de vitimismo. Não são todas as almas que estão preparadas para esta missão, trata-se de uma elite espiritual de modo que este apostolo é o portador de uma fantástica Vontade Criadora cuja força do destino lhe leva onde esta Vontade necessite estar. Sua presença torna desnecessário os proclamas (sua reputação energética o precede), produz todo o alento que se faz necessário, desperta a Vontade adormecida e põe tudo em marcha. Encontraremos este Ariano do primeiro Decanato atuando onde quer que comece uma obra, onde se faz necessária a fé na vitória, onde há debandada moral, onde haja o fracasso dos espíritos. Ele os levantará e os porão a caminhar dando esperança e otimismo.

De outro modo os aspectos negativos deste Decanato impõem uma oposição a Vontade de modo a acarretar resultados violentos, assim, a pessoa encontrará entraves ao cumprimento de seus desígnios e se esta energia não sair do indivíduo produzira furacões, tempestades em seu interior. Então a desordem interna produzira a desordem externa e seu comportamento causará problemas.

             Carta do Tarô: As de paus

 Recebe o título de Raiz dos poderes do fogo ou ainda Raiz de todas as iniciativas. Refere-se ao elemento Fogo e astrologicamente corresponde ao primeiro decanato de Áries onde Kether manifesta seus fluxos mediante as roupagens deste signo regido por Geburah-Marte que o influencia e sob as pulsações do regente deste decanato que é Kether.

Neste ponto, Kether o primeiro ponto de partida na Arvore e no zodíaco, o centro produtor de iniciativas, a essência divina, expressa-se por intermédio de seu próprio centro. No mais, o resultado desta alquimia se exteriorizará ainda pelo tom prismático de Geburah, o coordenador deste subciclo evolutivo.

O Às de Paus é o Yod (יהוה “Yod-He-Vô-He”) do quaternário de ases e refere-se à influência de Kether no plano espiritual (Kether em Yod).

Trata-se de um elemento iniciador em todas as análises, senão vejamos: O As representa Kether a coroa Sephiroth, aquele que está acima de todas as coisas, o primeiro. O naipe de paus é o elemento inicializador das cartas que seguem a sequência “Yod”, “He”, “Vô”, “He”. Portanto é o “Yod” dos naipes. Refere-se ainda ao primeiro decanato de Áries que também é o primeiro signo do zodíaco vinculado ao elemento fogo e que é o primeiro dos elementos.

Esta carta inicia algo que até então não havia enquanto rompe com tudo o anterior. Não indica algo imediato, mas a intromissão de uma força que mudará tudo irremediavelmente ao chegar ao seu ponto de externalização. Encontra sua raiz na vontade suprema, do Real Ser, na parte divina que carregamos dentro de nós, ainda que desviemos estas energias para uma manifestação obscura, perversa em razão do estado em que nos encontramos. Afinal, mesmo o mal tem um início.

Palavras chaves: Raiz dos Poderes fogo, iniciativas.

(Reta) Nascimento, principio, início, causa; (Invertida) Caída moral, abatimento, desânimo.

Clique na imagem ao lado para ser direcionado a pagina principal e baixar gratuitamente o livro.

A CABALA DE HAKASH BA HAKASH

Filosofia Metafísica Quântica Cabalística – TOMO II

A ODISSEIA ZODIACAL

Autor: Inácio Vacchiano

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s