28 Misnim: As de Ouros


             Elementos constitutivos ou relacionados

Nome divino:היהו HYHV
Arcanjo:הנאל Hanael
Anjo:םריטיאל Saritiel
Anjo regente da casa:כשניעיה Kashenyaiah
Anjo do decanato:מםנון Misnim
Gênios dos quinquídios:55. 7->8 Mebahiah e 56. 7->9 Poiel
Nome hebraico – Signo:Capricórnio (Ayin), Terra/Fogo da Terra יה
Força ativa do signo:Malkuth
Força ativa do Decanato:Kether
Elementos concorrentes:Fogo do Fogo da Terra
Relação/mundos:Yod de Yod do 2º He ou Vontade da Vontade de Ação ou Atziluth de Atziluth de Assiah
Tribo:Zebulon
Apóstolo:Pedro – Simão
Planeta regente do signo:Saturno
Planeta do decanato:Saturno
Posição zodiacal:1º decanato de Capricórnio
Velas: 3 brancas
Incenso:[Erva de Santa Maria, enxofre, raiz de guiné, gengibre, etc.] e [mirra, almíscar, estoraque, âmbar, e também aloe vera, cravo, louro, olíbano, etc.]
Letras:Zain – Zain -Resh
Gemátria:7+7+200 = 214 = 2+1+4 = 5
Invocação por domicílio:de 0 a 10° de Capricórnio ou 22 a 31 de dezembro
Invocação pelo ciclo diário:   18:00 às 18:40 h. a partir da saída do Sol.
Invocação por conjunção: Quando Saturno se encontra no 1º decanato de Capricórnio.
Forças em ação:As forças de Saturno se expressam pelo signo de Capricórnio ou ainda Fogo do Fogo da Terra; as forças de Malkuth se expressam pelas vias do Fogo do Fogo pelas configurações de Kether-Áries.
Sendeiro:Pelo signo: 3, de Binah a Binah; gênio 3->3: CALIEL. Pela árvore: Sendeiro de Binah a Malkuth.

             Primeiro decanato de Capricórnio

O primeiro Decanato de Capricórnio refere-se aos graus que vão de 0 a 10 do signo, ou seja, os nascidos entre 20 a 29 de dezembro (aproximadamente). No plano planetário é regido por Saturno por encontrar-se em analogia com o primeiro signo da Terra; o primeiro decanato de Capricórnio é o Yod do Yod dos signos do Terra e, no Taro, é o domicílio do As de Ouros. Na ordem sephirótica Malkuth exerce privilégio sobre ele, por ser o primeiro signo do elemento Terra, e em segundo lugar, o Decanato, é regido por Kether (primeira Séfira da Árvore Cabalística) por ser o primeiro Decanato do elemento.

O Gênio do Decanato é מםנון Misnim que poderá ser invocado ou evocado para sanar tudo que seja de seu atributo neste interstício ou mesmo de interesse do nativo em sua senda evolutiva, quanto mais em seu período de manifestação. Trata-se de Decanato Yod do signo de Capricórnio que é um signo Yod – 2º He, Fogo da Terra יה, de modo que dará lugar a trabalhos próprios deste signo. Corresponde ainda ao mundo Cabalístico das ações.

Neste decanato se realizam os trabalhos próprios do signo.

Como Malkuth trata do plano físico e tudo o que tange ao elemento Terra, este Decanato conterá as sementes de todas as edificações materiais, sejam elas as construções físicas como casas, cidades, ou mesmo as instituições sociais que ordenam materialmente o funcionamento da sociedade em seus aspectos humanos.

Por ser Capricórnio um signo cardinal, neste primeiro Decanato encontram-se os mais genuínos Capricornianos, aqueles que edificam as cidades para a convivência e ordem social.

Já vimos no primeiro tomo, nos estudos de Binah, que Saturno e o planeta regente do terceiro aspecto da divindade, que também e conhecido como o Grande Arquiteto do Universo e, aqui, neste primeiro Decanato, poderia ser chamado o Grande Engenheiro do Universo ao passo que no segundo Decanato sim o Grande Arquiteto do Universo. Este planeta também é o regente de Capricórnio por isto se encarrega de projetar os protótipos das construções materiais comunicando suas energias aos capricornianos do primeiro Decanato (sua mão de obra direta) suas ideias e pensamentos construtivos de modo que serão difusores das construções projetara nos engenheiros, materializando-as, conceberão os edifícios que promoverá a resistência e a melhor escolha dos materiais, qualidade do terreno, destinadas ao conforto e a comodidade dos cidadãos. São assim os grandes construtores da sociedade, seja a nível material ou espiritual, mesmo que não exerçam as profissões correlacionadas como a arquitetura ou a engenharia e, as pessoas a sua volta, colocarão seus projetos em prática, mesmo que de modo inconscientes.

É muito desejável que no tema destes Capricornianos do primeiro Decanato, Saturno esteja bem aspectado, especialmente com seus subordinados na coluna da esquerda da Árvore da Vida, ou seja, primeiro Marte e depois Mercúrio. Estes três planetas da coluna da esquerda atuam em todas as edificações. Deste modo, estando bem aspectado, levantarão edifícios sólidos que suportarão leis justas que contribuirão para o bem estar da sociedade e concepções felizes, fará com que os cidadãos desenvolvam aspectos superiores de si mesmo, os edifícios servirão como moradas de proteção e ponto avançado da vida privada para seus residentes, permitirão sonhar e sentirem-se livres, é, pois, o ponto de partida da liberdade, as raízes da liberdade. Se no aspecto particular temos a construção de um ninho que expressa uma fortaleza, no campo social encontraremos os governantes que pretendem construir os edifícios que servem para toda a sociedade de modo que esta possa ser justa, equilibrada e estável.

De outro modo, um Saturno mal aspectado podem ser protagonistas de uma catástrofe. Deve, pois, evitar construir pois é grande a probabilidade que seus edifícios ruirão.

Estes maus aspectos, darão construções caóticas mal concebidas, perversas, fábricas ruidosas, instituições que irão contra o bem estar do cidadão, desorganização.

No plano social, essas dissonâncias darão leis incompatíveis com a moral, as Leis cósmicas e divinas, a instituições que já nascerão defeituosas – tudo será provisório e levado ao seu perecimento.

E neste primeiro Decanato que temos as informações para saber se um edifício vai resistir ou ruir, se estável ou não, pois toda construção material inicia sua formação por ele. Se este setor estiver mal aspectado, por mais que tudo pareça favorável, maiores que sejam as qualidades na hora de construir materialmente, as coisas falharão desde a concepção do objeto.

Tratando-se de um ascendente mal aspectado nesse setor, conforme a Casa ocorrerá o que segue:

Nas casas I ou VII relação consigo mesmo e com o outro problemáticas;

Nas Casas II ou VIII: o dinheiro não encontra o canal adequado;

Nas Casas III ou IX: haverá ideias ou manifestação moral da personalidade inadequada;

Na Casa IV: lar mau concebido;

Na Casa V: amores inadequados;

Nas Casas VI ou XII: servidão e doenças;

Na Casa VII: casamento instável;

Na Casa X: profissão inapropriada;

Na Casa XI: amizades e projetos perversos.

Assim, sejam os maus aspectos iniciais neste Decanato prevenientes do ascendente ou mesmo quando ocorra as dissonâncias no curso dos planetas, esta composição derrubará o que esteja neste setor.

De outro modo, os bons aspectos, farão com que a parte que rege este Decanato, no que se tange a Casas Terrestres, se torne um porto firme, aguente todas as intempéries mesmo que aspectos contrários ameacem os nascidos neste Decanato.

É muito importante a posição dos planetas e seus aspectos neste Decanato, já que se trata de uma força de constituição material que não pode ser retificado pois já está em processo de materialização, sua modificação ocorre pela destruição, diferentemente do que ocorre com os signos de Fogo, Água ou Ar onde um mau aspecto pode dar más qualidades morais (Fogo), maus sentimentos (Água) ou más ideias (Ar) que sempre podem ser retificadas.

             Carta do Tarô: Ás de ouros

 Recebe o título de Raiz dos poderes da Terra que significa o poder construtor da realidade material. Refere-se ao elemento Terra e astrologicamente corresponde ao primeiro decanato de Capricórnio onde Kether manifesta seus fluxos mediante as roupagens deste signo regido por Binah-Saturno que o influencia e sob as pulsações do regente deste decanato que é Kether.

Neste ponto, Kether o primeiro ponto de partida na Arvore e no zodíaco, o centro produtor de iniciativas, a essência divina, expressa-se por intermédio de seu próprio centro. No mais, o resultado desta alquimia se exteriorizará ainda pelo tom prismático de Binah, o coordenador deste subciclo evolutivo.

O Às de Ouros é o 2º He (יהוה “Yod-He-Vô-He”) do quaternário de ases, deste modo, possui uma relação com Hesed o instrumentador do Paraíso e refere-se à influência de Kether no plano físico (Kether no 2º He). Aqui, as energias de Kether estão associadas a Malkuth, que representa a personalidade física em Assiah.

Esta carta indica que o potencial criativo está sendo orientado na direção de uma realidade concreta, ou seja, as iniciativas que lhe são inerentes serão de ordem material. A motivação aqui refere-se a um desejo de bem-estar e riquezas e, como o Ás de ouros está iluminado com a Luz de Kether tudo o que tocar esta carta dará o sinal de que o indivíduo tem as virtudes necessárias para tirar proveito material das coisas (o que toca vira ouro).

O Ás de ouros representa o início da fase final de um ciclo, pois é o 2º He do primeiro ciclo, e é prenuncio, o anuncio de um novo germe que irá se manifestar em um nível inferior (o Yod deste subnível). Indica que o indivíduo está na fase de objetivação de suas ideias, isto é, tornara seus pensamentos abstrato em algo concreto, deixara o mundo dos ideais abstratas para colocar todos os seus recursos humanos na realização materialde riquezas e abundância material que irão originar a um novo ciclo de experiências.

O Ás de ouros anunciará a colheita do fruto depois de um duro trabalho. Hesed é o iniciador de um novo ciclo (o 2º He também é um Yod de um novo subciclo), o segundo ciclo, que está relacionada à interiorização (Mundo de Briah – sentimentos) e, portanto, a posição reta indica a autossatisfação. A posição ao revés, invertida, a sensação de prazer interior, indicando que o indivíduo perseguirá o prazer externo relacionados as conquistas, a acumulação de riqueza e o gozo que esta possa proporcionar. E neste sentido poderá anunciar o avarento, que gosta de contemplar a sua riqueza, mas não a usar nem mesmo para seu bem-estar. Vimos no início deste texto que Júpiter transita pelo primeiro decanato de Capricórnio o que corresponde em um mal aspecto, este que acabamos de relatar.

Palavras chave: Paraíso, Raiz dos poderes da terra, realidade concreta.

(Reta) Iniciativas materiais, abundância material, felicidade, sorte, realizações, toca vira ouro;

(Invertida) Capital, tesouro, opulência, luxo, prazer interior pelas conquistas, avarento.

Clique na imagem ao lado para ser direcionado a pagina principal e baixar gratuitamente o livro.

A CABALA DE HAKASH BA HAKASH

Filosofia Metafísica Quântica Cabalística – TOMO II

A ODISSEIA ZODIACAL

Autor: Inácio Vacchiano

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s