Madeireiras diminuem espessura das madeiras e causam risco de morte na construção civil #FIMdaCORRUPÇÃO


As madeireiras no intuito de aumentarem seus lucros tem diminuído cada vez mas as espessuras e diâmetros das madeiras que vendem. Assim, encontramos tábuas que são vendidas como 30 cm aos consumidores  mas que na realidade tem 28 cm.

A princípio parece que não há grandes problemas mas vejamos o resto.

Além de diminuírem a largura, estão também estreitando a espessura, assim uma tábua que deveria chegar ao consumidor com 25 mm está sendo entregue com 23 mm. Ocorre que os trabalhadores da construção civil ao efetuarem vários serviços, o fazem sobre andaimes encimados por madeira, e a espessura indicada não suporta o peso das pessoas que geralmente ficam sobre os suportes. Vale salientar que estes andaimes se estendem por vários andares ocasionando risco de vida.

De outro lado estão diminuindo ainda a espessura dos caibros que fazem a sustentação dos telhados das residências em geral ocasionando o risco de desmoronamento das coberturas. O risco é ainda maior nas residências que não possuem laje para segurar a derrubada do telhado.

 

Esse post foi publicado em Diversos, Notícias e política e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s