57. 8->2: NEMAMIAH


1.1       Elementos constitutivos ou relacionados

Coro 8 – Arcanjos  
Príncipe: Rafael.
Mundo do coro: 3 – Yetzirah, Mundo de Formação, Mental – elemento Ar
Signo: Capricórnio.
Elemento zodiacal: Terra.
Relação/elementos: Agua do Ar atuando sobre o Agua do Fogo.
Relação/mundos: “He” do Mundo de Yetzirah sobre o “He” do Mundo de Atziluth.
Velas:  Laranja em cima e duas amarelas em baixo.
Incenso: [Canela, louro, jasmim, benjoim, casca de limão] e [Cravo, mirra, almíscar, estoraque, âmbar, louro, aloe vera].
Letras: Nun – Mem – Mem – Yod – Heh
Gemátria: 50+40+40+10+5 = 145 = 1+4+5 = 10 = 1+0 = 1
Arco:  281º a 285º graus da esfera zodiacal.
Invocação por domicílio: de 10 a 15° de Capricórnio ou 1 a 5 de Janeiro.
Invocação por rotação: de 26 a 27 de Touro: “Yod” ou 18 de Maio;

de 8 a 9 de Leão: “He” ou 1 de Agosto;

de 20 a 21 de Libra: “Vô” ou 14 de Outubro;

de 2 a 3 de Capricórnio: 2º “He” ou 25 de Dezembro;

de 14 a 15 de Peixes ou 5 de Março: quintessência.

Invocação pelo ciclo diário:   18:40:00 às 19:00:00 a partir da saída do Sol..
Invocação por conjunção:  Quando Mercúrio se encontra em um dos graus de Urano, ou seja, entre 1º a 2º, de 11º a 12º e de 21º a 22º de qualquer signo.
Atributo: Deus louvável.
Nome da essência: ENTENDIMENTO OU DISCERNIMENTO.
Nome da Força: Percepção lógica iluminadora.
Forças em ação: A força de Hod que manifesta seus fluxos mediante as pulsações de Hochmah.
Sendero: Sub-sendeiro que une Hod a Hochmah em sua trajetória de retorno pelas árvore e zodíaco.

1.2               Palavras chaves:

PROSPERIDADE, liberar prisioneiros, SOLTAR ÂNCORAS, bravura, CAUSA JUSTA, grandeza, ESTRATEGISTA, comandantes notáveis, RESILIÊNCIA, entendimento, VANGUARDA, discernimento, co-protagonistas Kármicos, SINCRONICIDADE – paciência, tempo certo.

(-) Traições, PUSILÂNIME, ataca indefesos, LAVAGEM CEREBRAL.

 

1.3               Movimentação Sephiroth: Oito na segunda posição

O oito é regido por Hod, a terceira séfira da coluna do rigor que se situa a esquerda. Em um primeiro momento o rigor se apresenta a nós na forma de destino que é comandado por Binah; posteriormente, no segundo estágio sob o comando de Geburah nossos desejos, que conscientemente ou não nos coloca em situações dramáticas a fim de que adentremos ao caminho das Leis violadas; por último, a razão, via Hod, analisa o ocorrido é a Lei a fim de que o indivíduo se ajuste a legislação que agora conhece conscientemente. Em síntese, o Universo molda nossos comportamentos segundo as suas Leis. A atividade humana vai sendo ordenado segundo ditames internos que vão se adaptando cada vez mais aos cósmicos. Passamos a adentrar na etapa “He” onde ocorre a interiorização do mundo de formação.

Quando o oito atua na segunda posição o faz em Hochmah, ou seja, aporta limites a eterna fonte de Amor-sabedoria, a bondosa providência. Pretende racionalizar acerca de algo que foge aos seus domínios e assim torna-se inoperante. Plasmando o que foi dito podemos dar o exemplo do cientista que estuda o curandeiro (que realmente conseguia faze-lo), mas tem por resultado destruir a fé, a confiança do paciente por seu benfeitor tornando toda a operação estéril.

Mateus 4:7 Disse-lhe Jesus: Também está escrito: Não tentarás o Senhor, teu Deus.

A Fé é um estado “Ser sendo”, uma constante sem causa, sem início e nem fim, está além do tempo-espaço, pertence ao que transcende a própria eternidade; por um momento as Leis dos mundos superiores, que a mente dos cinco sentidos não consegue compreender, é aplicada no mundo em que vivemos. A fé é o conduto que traz estas benesses dos planos mais acima e permite que sejam aplicadas em baixo. Em toda a criação apenas o ser humano consegue realizar esta façanha já que em sua psique há um portal capaz de ligar os planos. E a maior prova disto é que podemos vislumbrar o abstrato, e o fazemos por intermédio das ciências abstratas, mas também em nossa psique, pela consciência. O imaterial não pode chegar ao material já que representaria sua própria destruição. Por isto Hochmah não pode ser compreendido com os meios, as ferramentas de Hod.

Ao tentar adentrar o irrazoável pelas vias do razoável o processo sempre será destrutivo, contudo há em nós uma capacidade de desenvolvimento ou de recapacitação do nominado Mental Superior ao qual pelos processos da intuição, da consciência consegue trazer para baixo o entendimento do que ocorre mais acima, mesmo quando incapaz de traduzi-lo ao razoável, eis que termina por permanecer nos processos internos, de interiorização que são justamente comandados por Hochmah. Se os conceitos não podem descer, então temos que subir para compreende-los.

Astrologicamente corresponde a posição de Mercúrio em Aquário.

1.4               Arcano – Mundo: Dois de copas no mundo de a Yetzirah

Recebe o título de Senhor do Amor. Refere-se ao elemento Agua e astrologicamente corresponde a posição de Urano transitando pelo segundo decanato de Câncer onde manifesta seus fluxos mediante as roupagens deste signo e sob as pulsações do regente deste decanato que é o Marte.

Neste ponto o Amor-sabedoria de Hochmah expressa-se por intermédio de seu próprio centro. No mais, o resultado desta alquimia se exteriorizara ainda pelo tom prismático de Geburah, o coordenador deste subciclo evolutivo.

Aqui ainda a liberdade é ilimitada e, assim, o amor é inesgotável, magnânimo, expansivo que não se prende a um objeto determinado, basta ver que Hochmah encontra-se no mundo das emanações, onde Binah ainda não se manifestou impondo seus limites, suas restrições, suas Leis.

Neste ponto o amor sem limite abrange a todo o criado, por cima de todas as coisas, capaz de todos os sacrifícios.

Ao analisarmos o segundo signo do elemento agua veremos que se trata de Escorpião, regido por Marte, ao passo que na árvore cabalística, pertence ao Mundo da Criação que é subordinado a Hochmah, já que ambos são “He”, e neste mundo, ocupa a segunda posição que também pertence a Hochmah. Perceberemos, deste modo, como está carta e dominada inteiramente pela segunda sephira.

Quando o dois de copas atua no mundo de Yetzirah assume aspectos de Binah e, assim, produzirá uma exteriorização deste amor, contudo temos que Binah precisa obscurecer-se para se manifestar ao passo que Hochmah é pura luz de modo que acarrete uma manifestação da providência de modo antecipada, imediata, mas que pode apresentar-se um pouco conturbado.

1.5               Virtudes concedidas:

1º.- Prosperidade.

2º.- O comando em combate por uma causa justa.

3º.- Uma ascensão rápida na carreira militar.

4º.- Bravura e grandeza de alma, a capacidade de suportar as fadigas.

5º.- Protege contra a tentação de atacar os indefesos.

1.6               Descrição Sephiroth:

NEMAMIAH é o primeiro da 8º ordem de anjos denominado como Coro dos Arcanjos, situa-se na morada filosofal de número 57, rege o sub-sendeiro que une Hod a Hochmah em sua trajetória de retorno pelas árvore e zodíaco. Trata das forças de Hod o centro por meio do qual o Real Ser expressa sua Vontade sob a forma de pensamentos, por onde transita a sua memória, cuida da elaboração do intelecto por onde percorrem os pensamentos, as ideias; se encarrega de escrever o roteiro e pesquisar os personagens com os quais haveremos de edificar a história de nossa vida como resultante das forças tratadas nas séfiras acima, suas superiores e, neste ponto, manifesta seus fluxos mediante as pulsações de Hochmah o centro produtor de Amor-Sabedoria, o Amor universal, a essência Crística; o “He” do Mundo de Yetzirah sobre o “He” do Mundo de Atziluth, Agua do Ar atuando sobre o Agua do Fogo. Nesta casa nos deparamos com a essência filosofal chamada ENTENDIMENTO OU DISCERNIMENTO, o conjunto de qualidades, propriedades e atributos onde o intelecto se expressa pelas vias da iluminação e auxilia a evitar o cometimento de erros no curso da vida, pelo transito das existências; auxilia ainda no tratamento das relações kármicas que haveremos de tratar já que estes ritmos promovem os encontros em conformidade com a Lei de afinidade vibratória com os germens energéticos que se encontre no interior de cada indivíduo, articula os encontros dos destinos. Trata-se de uma força de Percepção lógica iluminadora, por onde transitam as energias mais elevadas de Hod, que dispõe no pensamento, o intento do Real Ser, impregnando aquele com Amor-sabedoria, generosidade ilimitada, sem reservas, bondade ativa e, como tudo se expressa pelas vias mais altas, do Mundo das Emanações, promove uma inteligência aberta, compreensiva, fecunda, capaz de criar novos mundos, instaurar uma nova ordem de entendimentos, promove a libertação das tendências intelectuais que escravizam, ilumina o inconsciente sanando-o e permitindo uma produção intelectual elaborada. Esta facilidade de compreensão, de entendimento, discernimento de forma expansiva, universal permite a Inteligência entrever as maravilhas que há nas esferas mais elevadas cuja resposta se refletirá no enaltecimento destes planos com vistas a sua implantação no mundo terrenal. Daí vem o atributo, esta qualidade imbuída de poder denominado Deus louvável.

Já vimos no conceito dos Arcanjos que estes têm a função de criar o roteiro e encontrar os personagens, os co-protagonistas que atuarão conosco em nossa existência ou existências.

Em NEMAMIAH nos depararemos com uma espécie de primeira revisão deste texto que o faz ao depositar em nosso interior a capacidade discernimento, esta Lógica Iluminadora é que nos auxiliará a evitar que hajam erros na hora de escrever o roteiro final. E vai mais além, esta claridade intelectual nos é oferecida graças a conexão feita com Hochmah – a esfera de Luz primordial eis que estas provem de Kether e se concentra nele. Deste modo é possível ver com clareza não somente os antigos personagens que participaram e participarão de nossas existências, mas também os novos, capazes de aderir ao perfil e compatibilidade com o enredo.

Por vezes ao ler uma história, assistir um filme, não ficam claro as coisas, quem é quem, quem morreu ou matou, qual a relação entre os personagens, etc.. Um bom exemplo disto é o filme intitulado Revolver, um filme violento e que por ter sido considerado polêmico foram cortados vários trechos que tornam tudo muito confuso e, no final, foram adicionados psicanalistas, PHD,s que trataram do ego, aliás, diga-se de passagem muito elucidativo e interessante o fato da própria ciência distinguir claramente o ego como algo agregado, que não faz parte do indivíduo fazendo inclusive alusões ao verdadeiro, ao nosso Real Ser e, assim, confirmar a antiga teoria Budista dos “muitos” (doutrina dos muitos). Em resumo, para entender a película os escritores, roteiristas acabam tendo que dar alguma explicação.

Do mesmo modo em nossas vidas ocorrem que as coisas, por vezes, ficam obscuras e já não sabemos por que fizemos isto ou aquilo, como determinada pessoa aparecem em nossa vida. Este é um sinal de que nossas alforjas estão carentes das essências, das energias de NEMAMIAH, que este Gênio não tem funcionado, trabalhado suficientemente em nós. Isto pode ocorrer devido a dissonâncias nos domínios de nascimento do indivíduo ou ainda porque a pessoa precisa desta confusão já que foi gerada por ela mesma em outros tempos.

1.7       Das virtudes concedidas:

1.7.1    Prosperidade.

O programa afirma que o Gênio auxilia a prosperar em todas as coisas e a livrar os prisioneiros.

Temos aprendido que em Hochmah se encontra a prosperidade, a saúde, o bem-estar que se desprenderá aos centros localizados na coluna da direita, que os distribui-los aos outros centros conforme o processo alquímico se desenvolve.

De outro lado NAMAMIAH é um dos Gênios que atuam com a sincronicidade trazendo para o nosso círculo ou mesmo nos levando a presença das pessoas que nos auxiliarão nos diversos trabalhos sejam eles interno ou externo.

Para isto, NEMAMIAH, nos faz ver claramente quem serão os co-protagonistas, as pessoas a quem deve contatar para conseguir seus objetivos. Deste modo, se temos uma necessidade isto implica que em algum lugar do mundo há alguém em condições de satisfaze-la. A resposta de nossos enigmas encontra-se inexoravelmente em algum lugar.

Se temos um projeto e precisamos de dinheiro para cristaliza-lo, no momento em que estamos esperando que este dinheiro apareça, há uma certeza de que na outra ponta alguém nos espera para dar o numerário de que necessitamos no aguardo apenas que a peçamos. Isto explica a dinâmica do universo em que muitos empreendedores iniciam algo e, quando os canais não estão obstruídos, aos poucos os meios vão aparecendo para que tudo se realize. É como se o Universo conspirasse para que cheguemos aos nossos objetivos, ocorre que no cosmos não há pontas soltas e se há um cabo positivo em um canto, em outro lugar certamente que haverá o negativo que lhe corresponda. Contudo por estarmos em um dos estremos do cabo, por vezes, não conseguimos enxergar a outra ponta.

Então pode ocorrer que a princípio não sabemos onde se encontra as pessoas, instituições, etc., que irá bancar a nossa obra ou mesmo fornecer os produtos de que necessitamos. Perceba que tudo é nos apresentado como um enigma: Quem? De onde virá? E precisamente neste ponto que se apresenta NEMAMIAH, eis que, para socorrer-nos este gênio nos dará a resposta exata para o enigma que esboçamos. Nos dará o discernimento do perfil relativo a pessoa a que estamos procurando, que atenda as nossas necessidades. Todo se encaixa como deve ser porque NEMAMIAH ao elevar o intelecto às alturas de Hochmah o coloca no topo da montanha e, assim, nos permite vislumbrar a outra ponta, onde se encontra a resposta exata dos problemas que temos formulado.

Temos visto que Hochmah é o responsável pela prosperidade em todos os sentidos, assegurando inclusive a saúde, o bem-estar e todas as demais virtudes que se desprendem da coluna da direita. Posteriormente Hochmah se converte em redentor pelas vias de Tiphereth e pela atuação da consciência nos liberta da prisão dos erros. Hochmah nos libera das tendências intelectuais que tem nos escravizado sempre que atue por intermédio de Hod. O faz por meio de uma força redentora que atua na profundidade de nosso inconsciente sanando tudo o que lá se encontra.

Assim, quando ficamos prisioneiros dos impulsos que nos retém de um dos lados do cabo ao qual nos identificamos, NEMAMIAH nos libera destes impulsos, destas ancoras e com isto permite que toda a imaginação seja utilizada no intuito de colocar em marcha nossos objetivos e assim possamos prosperar.

E quando tratamos de tendências que nos escravizam, podemos chegar longe nos atributos de NEMAMIAH.

CASO:

Certa vez minha pessoa e uma outra estávamos curiosos para ver o que ocorria em uma determinada igreja que fazia com que as pessoas entrassem lá e posteriormente entregassem tudo o que tinham, até o alimento dos filhos. Ficamos parados por um momento e por fim, uma intuição nos impediu de entrar naquele lugar. Ocorre que se de um lado há uma doutrinação, uma verdadeira lavagem cerebral aos incultos acerca das escrituras, i.e., passadas de forma adulteradas, com interpretações que atendam aos seus propósitos nefastos, do outro a corrente energética cega formada com a energia vital provinda de todas aquelas pessoas, nos colocam em um rio vibratório com forte correnteza, o que causaria a exaustão ao nadar contra a mesma. Assim, mesmo que a vítima não siga a instituição, acaba deixando sua “contribuição”… Podemos afirmar que se trata de verdadeiros atos de magia negra, da utilização das forças universais com finalidades próprias e perversas.

A mente indisciplinada, é desmontada e remontada novamente – trata-se de uma verdadeira lavagem cerebral, advém então a forte tendência de dar valor a tudo, de julgar a tudo de maneira condicionada. É semelhante aos tampões utilizados para fazer com que os equinos olhem em uma única direção para não se assustar com o que está ao lado e sair em disparada. Isto não ocorre somente em igrejas, mas também em pequenas organizações, cidades, onde as pessoas têm medo do que vão dizer e acabam sendo condiciondas a uma visão única das coisas ainda que deturpada. Essa característica negativa da mente acaba por obstruir o acesso à Verdade.

Aqueles que tem familiares, amigos nesta situação podem pedir auxílio a NEMAMIAH que mirando no ponto mais alto, trabalhando com as energias Crísticas que conduz “ao caminho, a verdade e a vida”, energias estas que atuarão em Hod, no intelecto, causarão a iluminação e a consequente libertação destes prisioneiros, outro Gênio que pode auxiliar nesse assunto é LECABEL (31. 4->8) que trabalha mais a nível de intelecto, no sentido de perceber claramente a situação, ao passo que NEMAMIAH atua também a nível de intelecto mas privilegiando os sentimentos religiosos.

Outros Gênios que libertam prisioneiros:

  1. 2->7 MEBAHEL: Libera os prisioneiros das tendências abismais e dos opressores;

24 3->9 HAHEUIAH: Auxílio aos prisioneiros fugitivos;

  1. 4->8 LECABEL: Liberação do canto das sereias e da lavagem cerebral;
  2. 5->5 MENADEL: Libera aqueles que são prisioneiros de seus próprios erros;
  3. 5->9 IEIAZEL: Libera os prisioneiros em estado de sequestro;
  4. 7->5 IMAMIAH: Liberação dos prisioneiros pela redenção;
  5. 8->2 NEMAMIAH: Aprisionados pelo intelecto seja por teorias, lavagem cerebral, falsas doutrinas, etc.

Outros Gênios trabalham com a sincronicidade e o encontro de pessoas afins:

  1. 2->6 IEZALEL: Amigos, pessoas afins – saber a quem recorrer;

23 3->6 MELAHEL: Médico adequado para cura;

  1. 6->8 ASALIAH: Pessoas, entidades, lugares idóneos para realização de um propósito;
  2. 8->2 NEMAMIAH: Personagens Hochmah/Urano – papeis providenciais, negócios, pessoas;
  3. 8->3 YEIALEL: Personagens Binah/Saturno – papeis ligados a Lei cósmica;
  4. 8->4 HARAHEL: Personagens Hesed/Júpiter – indivíduos de autoridade e poder; lugar e momento certos – bolsa e oportunidades;
  5. 8->5 MITZRAEL: Personagens Geburah/Marte – Personagens conflitivos;
  6. 8->6 UMABEL: Personagens Tiphereth/Sol que serão nosso Sol, amigos, mestres, etc.;
  7. 8->7 IAH-HEL: Personagens Netzah/Vênus – substitutos quando temos que partir;
  8. 8->8 ANAUEL: Personagens Hod/Mercúrio – que influem sobre a inteligência, comerciantes, banqueiros;
  9. 8->9 MEHIEL: Personagens Yesod/Lua, encontram o elenco e montam a película de nossa existência, cada coisa em seu tempo devido.

1.7.2    O comando em combate por uma causa justa.

Esse gênio domina os comandantes notáveis, os almirantes, os generais e todos aqueles que combatem por uma causa justa.

E como estamos falando de uma causa justa não se trata da batalha diária, mergulhada na vaidade, em que todos querem ser o primeiro, ganhar medalhas, mas daquela grande batalha que travamos em nosso interior e que nos leva a vencermos a nós mesmos, trata-se, pois, da batalha contra o ego animal já que somos essencialmente espirituais, portando o ego é não é mais que uma casca podre que cobre o cerne da madeira de lei, este sim, duro como o aço, por onde passa a seiva, o néctar, e revela a sua verdadeira identidade.

Portanto como estamos tratando das energias de Hochmah as causas serão nobres e é claro que justas já que quanto mais nos achegamos do absoluto mais e mais a Unidade estará presente em nós, assim, nossas lutas promoverão o bem coletivo, o plural em detrimento do individual, do egoísmo.

1.7.3    Uma ascensão rápida na carreira militar.

A pessoa nascida sob esta influência amará o estado militar.

Esse gênio domina os comandantes notáveis, os almirantes, os generais e todos aqueles que combatem por uma causa justa. Assim, as pessoas nascidas sob a influência de NEMAMIAH amará estado militar e se distinguira em sua carreira mostrar-se-á ativo, incansável, com muito valor, suportará as fadigas e demonstrará bravura. Será o grande capitão, general em razão de sua inteligência resultante das energias de Hod e também o comandante das aguas sentimentais de Hochmah, i.e., dominará suas paixões. Será, pois, o general da atividade prática já que sua inteligência estará apta a dizer qual é a melhor estratégia. A iluminação de Hod ao olhar do alto, da montanha de Hochmah o tornará um grande estrategista.

1.7.4    Bravura e grandeza de alma, a capacidade de suportar as fadigas.

Distinguir-se-á por sua atividade, sua bravura, grandeza de alma e grande capacidade de suportar a fadiga com muita coragem.

Por ser o primeiro de seu coro, lançando as energias de Hod sobre Hochmah, a mente recebe as influências deste, de um ponto muito alto, excitando a inteligência, a lógica para uma mentalidade de vanguarda.

Os cinco centros da máquina humana

As capacidades de suportar as fadigas provem de Hochmah que é o grande depositário energético já que atua no emocional, para entendermos melhor vamos dar uma breve explicação acerca dos cinco centros psicofisiológicos da máquina humana, são eles: O intelectual, o emocional, o instintivo-motor e o sexual.

O centro intelectual é o mais lento e localiza-se no cérebro. Cabe esclarecer que a mente não é o cérebro e pode até viver sem este, contudo o cérebro sem a mente não pode subsistir. Do mesmo modo como fazemos desdobramos astral podemos fazer o desdobramento mental, por tratar-se de um corpo independente com sede em outro departamento da natureza. Durante o desdobramento astral a consciência, juntamente com o corpo astral e o corpo mental viajam por aí, ou seja, submergem na quinta dimensão da Natureza sem levar o cérebro que continua no corpo físico;

O centro motor localiza-se na parte superior da coluna vertebral (base do crânio). É o responsável pelos movimentos que fazemos. Como está no ponto mais alto da coluna uma lesão na coluna pode comprometer seriamente o controle dos movimentos do corpo;

O centro instintivo por sua vez está no ponto oposto ao centro motor, ou seja, na base da coluna vertebral, e controla os instintos naturais do ser humano como o instinto de sobrevivência, instinto materno, instinto sexual, etc. O centro instintivo-motor atuam conjuntamente;

O centro emocional é um centro de controle peculiar já que tem sua sede em dois pontos: um que se localizam um no coração e o outro no plexo solar (região do umbigo). Este centro trabalha com a energia emocional.
Talvez o leitor já tenha percebido que diante de certos acontecimentos em nossa vida, às vezes sentimos uma sensação esquisita no coração ou um certo “frio na barriga”.
Repare que essas sensações são perceptíveis justamente nos pontos que formam o centro emocional.

O centro sexual, e por fim, dos cinco centros básicos, o mais rápido de todos, está obviamente localizado nos órgãos sexuais trabalha com a energia sexual, que é a energia mais poderosa de todas. Tão poderosa que é a única energia em toda a natureza que tem o poder de criar a vida.

Para entender a rapidez hierárquica dos centros basta visualizar a situação em que estamos em uma avenida enquanto um carro vem em alta velocidade em nossa direção e de pronto retiramos o corpo físico do perigo saltando para trás ou para o lado. Vejamos o que acontece.

  • Inicialmente o centro instintivo-motor agem conjuntamente retirando o corpo físico da situação de perigo;
  • Posteriormente após o susto nos sentimos fracos, as pernas bambeiam, pois, o centro emocional desprendeu uma grande quantidade de energia no processo que liberou a adrenalina.
  • Por último o cérebro irá processar os acontecimentos.

Assim percebemos que se fôssemos pensar antes de agir poderia haver uma colisão entre o corpo físico e o veículo.

Quanto ao centro sexual, o mais rápido de todos, basta percebermos que ao estar na presença da pessoa do sexo oposto, em uma micro fração de segundos, já sabemos se é compatível ou não com nossas energias.

Os dois centros superiores

Mas ainda temos o centro emocional superior que nos permite ouvir, sentir e apreciar melodias especiais como a Nona Sinfonia de Beethoven, as Quatro Estações de Vivaldi, extasiar obras de arte como a Monalisa de Da Vinci ou simplesmente apreciar um belo pôr do sol, uma cachoeira alvoroçada, o estrondo das ondas do mar, o canto das aves, etc. As pessoas que não possuem este centro desenvolvido detestam a música clássica, não podem enxergar a beleza da natureza, etc. Geralmente são pessoas que só se dão bem com o som de uma música estridente, letras que rebaixam os sentimentos, que causam a depressão e outros sentimentos danosos, etc.

Por fim nos deparamos com o centro intelectual ou mental superior – Que é por onde recebemos o conhecimento advindo dos planos superiores, seja pelos Anjos ou Gênios como prefiram chamar, acesso aos Arquétipos, por toda a Jerarquias, nossos irmãos que superaram os planos inferiores e agora são habitantes das moradas que vão até o Altíssimo. Por este centro somos iluminados com as energias de Hochmah ao que trabalha o Gênio deste capítulo NEMAMIAH. Por estes dutos grandes mestres foram iluminados a exemplo de São Francisco de Assis. Além da iluminação este gênio nos permite transmitir o indescritível de forma acessível as mentes mais simples já que passa por Hod.

Os dois centros superiores se expressam em nós, na proporção direta do percentual de consciência desperta que temos. Já vimos que as pessoas comum e corrente possuem cerca de 3% de consciência, vimos ainda que em grande parte esta consciência está adormecida e para que desperte precisa ser trabalhada por intermédio das práticas esotéricas como as mantralizações, a concentração, meditação. Mas isto não basta pois é preciso eliminar o ego que é um grande sugador de energias e adquirir uma consciência coletiva, mudar a forma de pensar, sentir e agir. Com estes métodos adentraremos a chamada revolução da consciência.

Fazemos um aparte aqui para esclarecer que para adentrar aos mundos superiores, efetuarmos determinados trabalhos, e por vezes superarmos determinadas cargas, necessitamos de energia, isto explica o por que de algumas exigências de abstenção seja no sentido de mantermos tranquilidade ou de armanezamento de energias de caráter sexual. Os desejos, pensamentos, ações que provem do ego sugam estas energias e, quando isto ocorre, ficamos impossibilitado de realizar determinadas práticas.

As vitórias são obtidas mediante muitas fadigas porque o mundo é reacionário contra os vanguardistas. A maioria das pessoas são acomodadas e estão sempre na retaguarda. O novo causa o temor, nos tira da zona de conforto, da vida medíocre para nos lançar em um ponto mais além e isto incomoda já que exige esforços internos e externos.

NEMAMIAH nos concede as armas para o combate intelectual de vanguarda, do mesmo modo como ocorria com os antigos heróis, quando os deuses forjavam as couraças que os tornamos resistente, invencíveis, inatingíveis e esta capacidade de suportar as fadigas agregada ao uso da inteligência nos torna resilientes.

Outros Gênios que nos fornecem as armas para o combate:

  1. 8->2 NEMAMIAH: Armas para o combate intelectual, resiliência;
  2. 8->3 YEIALEL: Argumentos e certezas que organizam a inteligência;
  3. 9->8 HAIAIEL Discernimento e proteção no combate essencial.

1.7.5        Protege contra a tentação de atacar os indefesos.

O lado negativo da força

O gênio contrário favorece as traições, causa a desavença entre os chefes, influi sobre os homens pusilânimes e os que atacam as pessoas indefesas.

Se o Gênio de cima nos concede a coragem, a diligência, o esclarecimento, a iluminação, o gênio contrário domina sobre as traições, causa a deformação da inteligência, a obscuridade entre os chefes e influência sobre os homens covardes e os que atacam pessoas indefesa.

Ocorre que as dissonâncias impedem que haja uma conexão adequada ou há um exagero uma mingua no fluxo energético de modo que as batalhas passam por incertezas, desordens entre os próprios gestores das mais diversas tendências fazendo com que a casa se divida ao passo em que enquanto um construa outro faça o contrário, planeje a destruição ou mesmo destrua. O certo é que, nesse curso, no final tudo ruirá.

“Mateus 12:25. Todo reino dividido sobre si mesmo será arruinado e toda cidade ou casa dividida contra si mesma não subsistirá.”

Em sentido mais prático teremos que a bondade da mente terá um caráter pernicioso e o que seja considerado para uns como tolerância, para outros será visto como traição. Gerará um comportamento incoerente sem uma base lógica para se apoiar.

As energias abismais induzem a traição dos desígnios espirituais pela ignorância, falta de entendimento. Como a mente está às escuras, a falta do discernimento a coloca a serviço das trevas, suas tendências serão malévolas já que alicerçadas na ignorância e tudo o que isto traga consigo.

Quando estes impulsos saem do interior e venham a se manifestar no mundo físico aparece, então, a figura do traidor que atraiçoa a todo o poder legítimo seja ele político, militar, empresarial ou mesmo nas relações pessoais.

Ocorre que Hod tem por missão, entre outras, traduzir para os mundos de baixo, de forma coerente, compreensiva a política exarada de seus superiores, as séfiras que estão acima e quando isto não ocorre vem então a inteligência deturpada que dificulta a compreensão do material deixado pelas séfiras de cima. Como resultado teremos o roteiro de nossa existência ou mesmo vida elaborado de modo caótico, absurdo.

As lutas que deveriam ser travadas pelos grandes comandantes com vistas a objetivos essenciais, pelo labor, convertem-se na colheita pelos frutos seguros, mesmo a vista de vencer pessoas ou empresas indefesas.

.

1.8        Escrituras

“S. 115:11 (113-19) timentes Dominum confident in Domino auxiliator et protector eorum est.

Vós, que temeis ao Eterno, confiai Nele, que é o seu auxílio e o seu escudo. ”

 

1.9              Oração

“NEMAMIAH: Deus Louvável.

NEMAMIAH: Se haverei de dirigir a estratégia das batalhas,

que o Amor e a Beleza sejam, Senhor, o meu objetivo.

Ajude-me, NEMAMIAH, para que em mim não tenha outro desígnio

que o de construir na Terra, o arquétipo que já existe no céu.

Dê-me valor, coragem para enfrentar minhas responsabilidades,

e lucidez para fazer as coisas a seu tempo e não antecipar as etapas.

Quero lutar pela Terra Prometida, mas guarda-me, Senhor,

a tentação de entrar nela antecipadamente.”

 

1.10           Exortação

“O Eterno me tem posto nesta morada do zodiacal

para ajudar os homens a construir o seu mundo futuro.

Eu armarei tua mão, peregrino, para que lutes por um Éden terrenal,

por um paraíso passageiro em que os homens possam descansar

e entrever as maravilhas desse outro Paraíso,

o eterno, o que existe em esferas mais elevadas

e que pode ser entrevistos nos sonhos.

O seu lugar é o campo de batalha, não o Paraíso em si;

mantenha-se no limiar, no umbral, peregrino, com a espada na mão,

porque em sua luta o discernimento deve ser o essencial.

Tu deves ser o que aporta os materiais preciosos,

o que faz cortar os cedros do Líbano, para que outros construam o jardim.

Depois de sua batalha, virá uma grande paz;

não pretendas instalar-te nela.

Teu papel é apenas o de tornar esta paz possível “.

 

Oração e exortação de Kabaleb.

 

Clique na imagem ao lado para ser direcionado a pagina princial e baixar gratuitamente o livro.

A CABALA DE HAKASH BA HAKASH

Filosofia Metafísica Quântica Cabalística – TOMO III

Schemhammephorasch  שם הםףורש

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s