Dezenas de artitas fazem vídeo em favor das 10 MEDIDAS do Ministério Público. #FIMdaCORRUPÇÃO


Dezenas de artistas se juntaram em um vídeo em campanha contra a corrupção e exteriorizam o que a nação mais deseja neste momento.

Esse post foi publicado em Fim da corrupção e marcado . Guardar link permanente.

14 respostas para Dezenas de artitas fazem vídeo em favor das 10 MEDIDAS do Ministério Público. #FIMdaCORRUPÇÃO

  1. ANA PAULA DA SILVA disse:

    PREZADOS BACHARÉIS EM DIREITO E ESTUDANTES DE DIREITO:

    NÃO FAÇAM A PROVA DO XXII EXAME DA OAB, QUE ESTÁ PREVISTO, A PRIMEIRA FASE PARA 04 DE ABRIL DE 2017, OU VOCÊS QUEREM CONTINUAR PARA SEMPRE, ESCRAVOS DO EXAME DA OAB? SE PREFERIREM, PODEM CONTINUAR SENDO FREGUESES OU CLIENTES DO EXAME DA OAB?

    – CHEGA DE INJUSTIÇA, TEMOS QUE PROTESTAR DE VERDADE CONTRA ESTE FAMIGERADO EXAME DA OAB, QUE JÁ DESTRUIU SONHOS DE MILHARES DE BACHARÉIS E DE SUAS RESPECTIVAS FAMÍLIAS.

    – TEMOS QUE TER CORAGEM E VERGONHA NA CARA E LUTAR PELOS NOSSOS DIREITOS, CHEGA, A HORA É ESSA, JÁ SÃO QUASE 15 ANOS DE ESCRAVIDÃO PELOS SENHORES DE ENGENHO REPRESENTADOS PELA OAB(ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL). CHEGA DE FICARMOS CALADO, BASTA, ISTO JÁ DEU…………

    São Paulo, Capital, 05 de Março de 2.017
    APOIO A CARTA ACIMA:
    João Batista Suave – Presidente Nacional da Marcha dos Bacharéis em Direito do Brasil, Sede: ES
    Pedro dos Santos Cardoso de Freitas – Presidente Nacional dos Bacharéis Desempregados, Sede: SP
    Jurandir dos Santos Silva – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do RJ
    José Silo da Silva – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de MG
    Rosangela Coutinho da Silveira – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado da BA
    Fernando Pimentel da Costa – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado da Alagoas
    Brigite de Albuquerque- Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de SC
    Antonio Pimentel – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Acre
    Joana Santana de Mendonça – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Amapá
    Silvio Rodrigues Pereira – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado da Amazonas
    Nilson Suave Batista – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Ceará
    Luiz Carlos da Silva- Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Goiás
    Maria Alice Mendonça – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Distrito Federal
    Silvana Pinto da Silva – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Maranhão
    Cláudia Pires de Oliveira – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Mato Grosso
    Fernanda da Fonseca – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Mato Grosso do Sul
    Joaquim Cardoso de Melo – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Pará
    Silviano Cardoso de Melo – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado da Paraíba
    Gilson da Cunha – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Paraná
    Arlindo Sarney de Oliveira – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Pernanbuco
    Glória Silva Barbosa – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Piauí
    Mariane de Matos – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Rio Grande do Norte
    Alice de Carvalho – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Rondônia
    Eliene Santana – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Roraima
    Rita de Cássia – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Sergipe
    Gabriela Caiado Cardoso– Presidenta Estadual da Marcha dos
    Bacharéis em Direito de Tocantins

  2. jose disse:

    Está registrado no YOU TUBE: No julgamento do MENSALÃO, o Ilustre defensor do Roberto Jeferson disse na Tribuna, na presença de 11 Ministros e do PGR, as seguintes palavras: ” Se alguém entrasse com uma representação contra o Presidente na época o (Lula), ele Procurador sentava em cima e não dava prosseguimento”. O mesmo ocorre com a OAB, tudo que for contra a OAB, eles sentam em cima e não dão continuidade. É assim que funciona. Até o Renan desafia o STF, e fica por isso mesmo.

    • PEDRO DOS SANTOS CARDOSO DE FREITAS disse:

      CARTA ABERTA AO PRESIDENTE DA REPÚBLICA MICHEL TEMER, PRESIDENTE DO CONSELHO FEDERAL DA OAB, TODAS AS SECCIONAIS DA OAB NO TERRITÓRIO NACIONAL, DEPUTADOS FEDERAIS, SENADORES, ONU(ORGANIZAÇÕES DAS NAÇÕES UNIDAS), CORTE INTERAMERICANA DOS DIREITOS HUMANOS, CNBB (CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS BISPOS DO BRASIL) e ASSOCIAÇÃO NACIONAL DAS IGREJAS EVANGÉLICAS DO BRASIL:
      Nós, Representantes da Associação da “MARCHA DOS BACHARÉIS DO BRASIL”, estamos indignados com a permanência da imposição arbitrária e da Ditadura imposta aos Bacharéis em Direito, que continuam injustiçados e vítimas do Exame Corporativista da OAB. Ressaltamos, que o escopo do certame da OAB/FGV, a finalidade principal, é para arrecadar milhões, sendo que até a presente data, já foi arrecadado mais de 1 bilhão de reais, sem pagar quaisquer impostos, sem prestar contas ao TCU e a ninguém.
      Quaisquer exames de caráter pedagógico, têm que ser realizado durante o curso universitário e não após o aluno receber o diploma registrado pelo MEC. Nos causa estarrecimento que o Presidente da República Michel Temer, continua omisso, nada fez ou possivelmente nada fará, a favor dos bacharéis em direito, permitindo que a OAB, possa sempre ser soberana ao nosso ESTADO DEMOCRÁTICO DIREITO, ditando ordem e regras, quem pode ou não exercer a profissão, se baseando na lei federal 8906/1994, que é norma hierarquicamente inferior a CONSTITUIÇÃO FEDERAL DO BRASIL DE 1988.
      É lamentável, a OAB deveria apenas fiscalizar a profissão de Advogado, e não violar o direito ao exercício legítimo dos bacharéis em direito, de acesso livre ao mercado de trabalho, além de fortemente contribuir para injustiça social de nosso País.
      Ressaltamos, a CNBB(CONFEDERAÇÃO DOS BISPOS DO BRASIL), em se tratando de uma entidade respeitada na área religiosa, com trabalho social prestado aos menos favorecidos e na sociedade de forma geral, deveria apoiar a justiça social e ao acesso ao mercado de trabalho dos bacharéis, que são impedidos por uma avaliação medíocre e articulosa, denominado “EXAME DA OAB”, que tem a função exclusiva de reprovar em massa, mais de 90% dos que se inscreve no seu certame relâmpago e sem nenhuma função pedagógica.
      O certame da OAB/FGV, têm caráter subjetivo e com função corporativista, quanto mais se reprova, mais aumenta a arrecadação milionária da OAB. Estima-se que mais de 90%(noventa por cento), dos que se inscreve no certame de EXCLUSÃO SOCIAL da OAB/FGV, são reprovados, cujo método de avaliação, são um dos instrumentos de arrecadação milionária da OAB, FGV E DONOS DE CURSINHOS, cujas avaliações, são recheadas de pegadinhas, com intuito de reprovar em massa, violando brutalmente o “princípio de isonomia”, além de outras mazelas que são visíveis.
      Isto é uma vergonha, ou melhor, um escândalo nacional!
      São Paulo, Capital, 08 de Fevereiro de 2.017
      APOIO A CARTA ACIMA:
      João Batista Suave – Presidente Nacional da Marcha dos Bacharéis em Direito do Brasil, Sede: ES
      Pedro dos Santos Cardoso de Freitas – Presidente Nacional dos Bacharéis Desempregados, Sede: SP
      Jurandir dos Santos Silva – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do RJ
      José Silo da Silva – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de MG
      Rosangela Coutinho da Silveira – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado da BA
      Fernando Pimentel da Costa – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado da Alagoas
      Brigite de Albuquerque- Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de SC
      Antonio Pimentel – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Acre
      Joana Santana de Mendonça – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Amapá
      Silvio Rodrigues Pereira – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado da Amazonas
      Nilson Suave Batista – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Ceará
      Luiz Carlos da Silva- Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Goiás
      Maria Alice Mendonça – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Distrito Federal
      Silvana Pinto da Silva – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Maranhão
      Cláudia Pires de Oliveira – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Mato Grosso
      Fernanda da Fonseca – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Mato Grosso do Sul
      Joaquim Cardoso de Melo – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Pará
      Silviano Cardoso de Melo – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado da Paraíba
      Gilson da Cunha – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Paraná
      Arlindo Sarney de Oliveira – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Pernanbuco
      Glória Silva Barbosa – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Piauí
      Mariane de Matos – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Rio Grande do Norte
      Alice de Carvalho – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Rondônia
      Eliene Santana – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Roraima
      Rita de Cássia – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Sergipe
      Gabriela Caiado Cardoso– Presidenta Estadual da Marcha dos
      Bacharéis em Direito de Tocantins

  3. sandra disse:

    Meus queridos colegas, talvez vençamos pelo cansaço, porem o caminho mais curto e certeiro, e ninguém mais ninguém mesmo, fazer esse exame idiota, uns tem que colaborar com os outros, pois para quem não tem vergonha na cara, não adianta espernear, eles não vão se importar, as autoridades não se importam conosco pois com certeza recebem uma boa fatia do bolo; quando você paga para fazer o exame está dando um tiro no pé, pois é o seu dinheiro que alimenta o seu inimigo e consequentemente sua derrota, você da munição para o inimigo acabar com você; gente não existe outro caminho, por favor acordem, ta fácil, é só deixar de fazer essa famigerada prova que diz para o Estado MEC que a opinião dele não tem valor nenhum. Mas como o MEC recebe dinheiro, não se importa, pois se não recebesse fazia valer sua vontade, prestigio; porque a OAB anulando a vontade do MEC está dizendo a ele que o Diploma que ele carimba como legal e concede ao formando de Direito, não vale nada, e por sua vez o MEC se cala, entra embaixo da mesa e diz para a OAB, você está certa.

    • Ari Pitanga disse:

      Concordo com você Sandra, em gênero número e grau. Bacharéis em Direito deixem de fazer o exame da OAB; e logo o problema estará resolvido.
      Outra coisa, quando um amigo, filho de amigo, sobrinho, irmão ou conhecido me pergunta se o curso de Direito vale a pena ser cursado, eu aconselho o mesmo a pesquisar o índice de reprovação no exame da OAB e peço que eles procurem saber dos Bacharéis em medicina, odontologia, engenharia civil, elétrica e mecatrônica, que estão com seus respectivos diplomas, se eles tem a carteira, ou licença para inserir-se no mercado de trabalho, ou se foram submetidos a um exame que invalidam seus diplomas conferidos pelo Governo Federal, através do MEC.

      • jose disse:

        Concordo plenamente com os colegas. Tudo que é controlado por máfia é assim mesmo. Isso vale para todos os segmentos da sociedade. Imaginem se uma empresa honesta iria ganhar alguma concorrência na Petrobrás e de outras empresas ligada ao governo. O sistema podre do governo e da OAB força o cidadão honesto virar bandido. Vê se alguma autoridade fiscaliza a OAB?
        Tem empreiteiras que estão roubando junto com os políticos desde a era Collor, época que foi criado o exame da ordem. Se queixar para quem, se o Procurador-Geral da República e o STF nunca perceberam nenhuma anormalidade. E digo mais , isso só venho à tona porque eles queria cassar o PT. O PT foi o famoso “boi de piranha”, o resto são consequências .

    • JOÃO BATISTA SUAVE disse:

      PREZADOS BACHARÉIS EM DIREITO E ESTUDANTES DE DIREITO:

      NÃO FAÇAM A PROVA DO XXII EXAME DA OAB, QUE ESTÁ PREVISTO, A PRIMEIRA FASE PARA 04 DE ABRIL DE 2017, OU VOCÊS QUEREM CONTINUAR PARA SEMPRE, ESCRAVOS DO EXAME DA OAB? SE PREFERIREM, PODEM CONTINUAR SENDO FREGUESES OU CLIENTES DO EXAME DA OAB?

      – CHEGA DE INJUSTIÇA, TEMOS QUE PROTESTAR DE VERDADE CONTRA ESTE FAMIGERADO EXAME DA OAB, QUE JÁ DESTRUIU SONHOS DE MILHARES DE BACHARÉIS E DE SUAS RESPECTIVAS FAMÍLIAS.

      – TEMOS QUE TER CORAGEM E VERGONHA NA CARA E LUTAR PELOS NOSSOS DIREITOS, CHEGA, A HORA É ESSA, JÁ SÃO QUASE 15 ANOS DE ESCRAVIDÃO PELOS SENHORES DE ENGENHO REPRESENTADOS PELA OAB(ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL). CHEGA DE FICARMOS CALADO, BASTA, ISTO JÁ DEU…………

      São Paulo, Capital, 05 de Março de 2.017
      APOIO A CARTA ACIMA:
      João Batista Suave – Presidente Nacional da Marcha dos Bacharéis em Direito do Brasil, Sede: ES
      Pedro dos Santos Cardoso de Freitas – Presidente Nacional dos Bacharéis Desempregados, Sede: SP
      Jurandir dos Santos Silva – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do RJ
      José Silo da Silva – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de MG
      Rosangela Coutinho da Silveira – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado da BA
      Fernando Pimentel da Costa – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado da Alagoas
      Brigite de Albuquerque- Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de SC
      Antonio Pimentel – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Acre
      Joana Santana de Mendonça – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Amapá
      Silvio Rodrigues Pereira – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado da Amazonas
      Nilson Suave Batista – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Ceará
      Luiz Carlos da Silva- Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Goiás
      Maria Alice Mendonça – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Distrito Federal
      Silvana Pinto da Silva – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Maranhão
      Cláudia Pires de Oliveira – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Mato Grosso
      Fernanda da Fonseca – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Mato Grosso do Sul
      Joaquim Cardoso de Melo – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Pará
      Silviano Cardoso de Melo – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado da Paraíba
      Gilson da Cunha – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Paraná
      Arlindo Sarney de Oliveira – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Pernanbuco
      Glória Silva Barbosa – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Piauí
      Mariane de Matos – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Rio Grande do Norte
      Alice de Carvalho – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Rondônia
      Eliene Santana – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Roraima
      Rita de Cássia – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Sergipe
      Gabriela Caiado Cardoso– Presidenta Estadual da Marcha dos
      Bacharéis em Direito de Tocantins

    • JOÃO BATISTA SUAVE disse:

      PREZADOS BACHARÉIS EM DIREITO E ESTUDANTES DE DIREITO:

      NÃO FAÇAM A PROVA DO XXII EXAME DA OAB, QUE ESTÁ PREVISTO, A PRIMEIRA FASE PARA 04 DE ABRIL DE 2017, OU VOCÊS QUEREM CONTINUAR PARA SEMPRE, ESCRAVOS DO EXAME DA OAB? SE PREFERIREM, PODEM CONTINUAR SENDO FREGUESES OU CLIENTES DO EXAME DA OAB?

      – CHEGA DE INJUSTIÇA, TEMOS QUE PROTESTAR DE VERDADE CONTRA ESTE FAMIGERADO EXAME DA OAB, QUE JÁ DESTRUIU SONHOS DE MILHARES DE BACHARÉIS E DE SUAS RESPECTIVAS FAMÍLIAS.

      – TEMOS QUE TER CORAGEM E VERGONHA NA CARA E LUTAR PELOS NOSSOS DIREITOS, CHEGA, A HORA É ESSA, JÁ SÃO QUASE 15 ANOS DE ESCRAVIDÃO PELOS SENHORES DE ENGENHO REPRESENTADOS PELA OAB(ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL). CHEGA DE FICARMOS CALADO, BASTA, ISTO JÁ DEU…………

      São Paulo, Capital, 05 de Março de 2.017
      APOIO A CARTA ACIMA:
      João Batista Suave – Presidente Nacional da Marcha dos Bacharéis em Direito do Brasil, Sede: ES
      Pedro dos Santos Cardoso de Freitas – Presidente Nacional dos Bacharéis Desempregados, Sede: SP
      Jurandir dos Santos Silva – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do RJ
      José Silo da Silva – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de MG
      Rosangela Coutinho da Silveira – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado da BA
      Fernando Pimentel da Costa – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado da Alagoas
      Brigite de Albuquerque- Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de SC
      Antonio Pimentel – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Acre
      Joana Santana de Mendonça – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Amapá
      Silvio Rodrigues Pereira – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado da Amazonas
      Nilson Suave Batista – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Ceará
      Luiz Carlos da Silva- Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Goiás
      Maria Alice Mendonça – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Distrito Federal
      Silvana Pinto da Silva – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Maranhão
      Cláudia Pires de Oliveira – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Mato Grosso
      Fernanda da Fonseca – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Mato Grosso do Sul
      Joaquim Cardoso de Melo – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Pará
      Silviano Cardoso de Melo – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado da Paraíba
      Gilson da Cunha – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Paraná
      Arlindo Sarney de Oliveira – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Pernanbuco
      Glória Silva Barbosa – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Piauí
      Mariane de Matos – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Rio Grande do Norte
      Alice de Carvalho – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Rondônia
      Eliene Santana – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Roraima
      Rita de Cássia – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Sergipe
      Gabriela Caiado Cardoso– Presidenta Estadual da Marcha dos
      Bacharéis em Direito de Tocantins

  4. PEDRO DOS SANTOS CARDOSO DE FREITAS disse:

    CARTA ABERTA AO PRESIDENTE DA REPÚBLICA MICHEL TEMER, PRESIDENTE DO CONSELHO FEDERAL DA OAB, TODAS AS SECCIONAIS DA OAB NO TERRITÓRIO NACIONAL, DEPUTADOS FEDERAIS, SENADORES, ONU(ORGANIZAÇÕES DAS NAÇÕES UNIDAS), CORTE INTERAMERICANA DOS DIREITOS HUMANOS, CNBB (CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS BISPOS DO BRASIL) e ASSOCIAÇÃO NACIONAL DAS IGREJAS EVANGÉLICAS DO BRASIL:
    Nós, Representantes da Associação da “MARCHA DOS BACHARÉIS DO BRASIL”, estamos indignados com a permanência da imposição arbitrária e da Ditadura imposta aos Bacharéis em Direito, que continuam injustiçados e vítimas do Exame Corporativista da OAB. Ressaltamos, que o escopo do certame da OAB/FGV, a finalidade principal, é para arrecadar milhões, sendo que até a presente data, já foi arrecadado mais de 1 bilhão de reais, sem pagar quaisquer impostos, sem prestar contas ao TCU e a ninguém.
    Quaisquer exames de caráter pedagógico, têm que ser realizado durante o curso universitário e não após o aluno receber o diploma registrado pelo MEC. Nos causa estarrecimento que o Presidente da República Michel Temer, continua omisso, nada fez ou possivelmente nada fará, a favor dos bacharéis em direito, permitindo que a OAB, possa sempre ser soberana ao nosso ESTADO DEMOCRÁTICO DIREITO, ditando ordem e regras, quem pode ou não exercer a profissão, se baseando na lei federal 8906/1994, que é norma hierarquicamente inferior a CONSTITUIÇÃO FEDERAL DO BRASIL DE 1988.
    É lamentável, a OAB deveria apenas fiscalizar a profissão de Advogado, e não violar o direito ao exercício legítimo dos bacharéis em direito, de acesso livre ao mercado de trabalho, além de fortemente contribuir para injustiça social de nosso País.
    Ressaltamos, a CNBB(CONFEDERAÇÃO DOS BISPOS DO BRASIL), em se tratando de uma entidade respeitada na área religiosa, com trabalho social prestado aos menos favorecidos e na sociedade de forma geral, deveria apoiar a justiça social e ao acesso ao mercado de trabalho dos bacharéis, que são impedidos por uma avaliação medíocre e articulosa, denominado “EXAME DA OAB”, que tem a função exclusiva de reprovar em massa, mais de 90% dos que se inscreve no seu certame relâmpago e sem nenhuma função pedagógica.
    O certame da OAB/FGV, têm caráter subjetivo e com função corporativista, quanto mais se reprova, mais aumenta a arrecadação milionária da OAB. Estima-se que mais de 90%(noventa por cento), dos que se inscreve no certame de EXCLUSÃO SOCIAL da OAB/FGV, são reprovados, cujo método de avaliação, são um dos instrumentos de arrecadação milionária da OAB, FGV E DONOS DE CURSINHOS, cujas avaliações, são recheadas de pegadinhas, com intuito de reprovar em massa, violando brutalmente o “princípio de isonomia”, além de outras mazelas que são visíveis.
    Isto é uma vergonha, ou melhor, um escândalo nacional!
    São Paulo, Capital, 08 de Fevereiro de 2.017
    APOIO A CARTA ACIMA:
    João Batista Suave – Presidente Nacional da Marcha dos Bacharéis em Direito do Brasil, Sede: ES
    Pedro dos Santos Cardoso de Freitas – Presidente Nacional dos Bacharéis Desempregados, Sede: SP
    Jurandir dos Santos Silva – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do RJ
    José Silo da Silva – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de MG
    Rosangela Coutinho da Silveira – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado da BA
    Fernando Pimentel da Costa – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado da Alagoas
    Brigite de Albuquerque- Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de SC
    Antonio Pimentel – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Acre
    Joana Santana de Mendonça – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Amapá
    Silvio Rodrigues Pereira – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado da Amazonas
    Nilson Suave Batista – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Ceará
    Luiz Carlos da Silva- Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Goiás
    Maria Alice Mendonça – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Distrito Federal
    Silvana Pinto da Silva – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Maranhão
    Cláudia Pires de Oliveira – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Mato Grosso
    Fernanda da Fonseca – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Mato Grosso do Sul
    Joaquim Cardoso de Melo – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Pará
    Silviano Cardoso de Melo – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado da Paraíba
    Gilson da Cunha – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Paraná
    Arlindo Sarney de Oliveira – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Pernanbuco
    Glória Silva Barbosa – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Piauí
    Mariane de Matos – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Rio Grande do Norte
    Alice de Carvalho – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Rondônia
    Eliene Santana – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Roraima
    Rita de Cássia – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Sergipe
    Gabriela Caiado Cardoso– Presidenta Estadual da Marcha dos
    Bacharéis em Direito de Tocantins

  5. jose disse:

    Outro exemplo de combate a corrupção foi o PT. Quando era oposição, antes de chegar ao poder foi um dos maiores combatentes contra à corrupção. Atualmente quem é o PT , um dos maiores corruptos de toda história, lado a lado com o PMDB. Nem vou falar na Igreja e na OAB que também pregavam honestidade. Hoje, os religiosas também estão envolvidos recebendo dinheiro da corrupção com o nome de “doação”. A OAB por sua vez, ainda não se tem noticias de envolvimento, mas mantém a taxa do exame mais cara do País , além da reserva de mercado.

    • PEDRO DOS SANTOS CARDOSO DE FREITAS disse:

      *POPULAÇÃO BRASILEIRA, AJUDE A ACABAR COM O EXAME DA OAB!

      CARTA ABERTA AO PRESIDENTE DA REPÚBLICA MICHEL TEMER, PRESIDENTE DO CONSELHO FEDERAL DA OAB, TODAS AS SECCIONAIS DA OAB NO TERRITÓRIO NACIONAL, DEPUTADOS FEDERAIS, SENADORES, ONU(ORGANIZAÇÕES DAS NAÇÕES UNIDAS), CORTE INTERAMERICANA DOS DIREITOS HUMANOS, CNBB (CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS BISPOS DO BRASIL) e ASSOCIAÇÃO NACIONAL DAS IGREJAS EVANGÉLICAS DO BRASIL:
      Nós, Representantes da Associação da “MARCHA DOS BACHARÉIS DO BRASIL”, estamos indignados com a permanência da imposição arbitrária e da Ditadura imposta aos Bacharéis em Direito, que continuam injustiçados e vítimas do Exame Corporativista da OAB. Ressaltamos, que o escopo do certame da OAB/FGV, a finalidade principal, é para arrecadar milhões, sendo que até a presente data, já foi arrecadado mais de 1 bilhão de reais, sem pagar quaisquer impostos, sem prestar contas ao TCU e a ninguém.
      Quaisquer exames de caráter pedagógico, têm que ser realizado durante o curso universitário e não após o aluno receber o diploma registrado pelo MEC. Nos causa estarrecimento que o Presidente da República Michel Temer, continua omisso, nada fez ou possivelmente nada fará, a favor dos bacharéis em direito, permitindo que a OAB, possa sempre ser soberana ao nosso ESTADO DEMOCRÁTICO DIREITO, ditando ordem e regras, quem pode ou não exercer a profissão, se baseando na lei federal 8906/1994, que é norma hierarquicamente inferior a CONSTITUIÇÃO FEDERAL DO BRASIL DE 1988.
      É lamentável, a OAB deveria apenas fiscalizar a profissão de Advogado, e não violar o direito ao exercício legítimo dos bacharéis em direito, de acesso livre ao mercado de trabalho, além de fortemente contribuir para injustiça social de nosso País.
      Ressaltamos, a CNBB(CONFEDERAÇÃO DOS BISPOS DO BRASIL), em se tratando de uma entidade respeitada na área religiosa, com trabalho social prestado aos menos favorecidos e na sociedade de forma geral, deveria apoiar a justiça social e ao acesso ao mercado de trabalho dos bacharéis, que são impedidos por uma avaliação medíocre e articulosa, denominado “EXAME DA OAB”, que tem a função exclusiva de reprovar em massa, mais de 90% dos que se inscreve no seu certame relâmpago e sem nenhuma função pedagógica.
      O certame da OAB/FGV, têm caráter subjetivo e com função corporativista, quanto mais se reprova, mais aumenta a arrecadação milionária da OAB. Estima-se que mais de 90%(noventa por cento), dos que se inscreve no certame de EXCLUSÃO SOCIAL da OAB/FGV, são reprovados, cujo método de avaliação, são um dos instrumentos de arrecadação milionária da OAB, FGV E DONOS DE CURSINHOS, cujas avaliações, são recheadas de pegadinhas, com intuito de reprovar em massa, violando brutalmente o “princípio de isonomia”, além de outras mazelas que são visíveis.
      Isto é uma vergonha, ou melhor, um escândalo nacional!
      São Paulo, Capital, 08 de Fevereiro de 2.017
      APOIO A CARTA ACIMA:
      João Batista Suave – Presidente Nacional da Marcha dos Bacharéis em Direito do Brasil, Sede: ES
      Pedro dos Santos Cardoso de Freitas – Presidente Nacional dos Bacharéis Desempregados, Sede: SP
      Jurandir dos Santos Silva – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do RJ
      José Silo da Silva – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de MG
      Rosangela Coutinho da Silveira – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado da BA
      Fernando Pimentel da Costa – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado da Alagoas
      Brigite de Albuquerque- Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de SC
      Antonio Pimentel – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Acre
      Joana Santana de Mendonça – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Amapá
      Silvio Rodrigues Pereira – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado da Amazonas
      Nilson Suave Batista – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Ceará
      Luiz Carlos da Silva- Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Goiás
      Maria Alice Mendonça – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Distrito Federal
      Silvana Pinto da Silva – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Maranhão
      Cláudia Pires de Oliveira – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Mato Grosso
      Fernanda da Fonseca – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Mato Grosso do Sul
      Joaquim Cardoso de Melo – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Pará
      Silviano Cardoso de Melo – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado da Paraíba
      Gilson da Cunha – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Paraná
      Arlindo Sarney de Oliveira – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Pernanbuco
      Glória Silva Barbosa – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Piauí
      Mariane de Matos – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Rio Grande do Norte
      Alice de Carvalho – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Rondônia
      Eliene Santana – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Roraima
      Rita de Cássia – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Sergipe
      Gabriela Caiado Cardoso– Presidenta Estadual da Marcha dos
      Bacharéis em Direito de Tocantins

  6. jose disse:

    Toda manifestação é válida, principalmente, quando os manifestantes conhecem o conteúdo e quem serão os atingidos. O judiciário e o MP entram a onde nestas dez medidas?
    Por exemplo: O Demóstenes Torres , era Senador e Procurador de Justiça do Estado de Goiás, que estava envolvido com a máfia dos caça-níqueis , com Carlos Cachoeira o (Carlinhos), com era conhecido intimamente.
    Punição recebida: Foi expulso do Senado, com direito a retornar a ser Procurador de Justiça, que na pior das hipóteses receberia aposentadoria como Procurador , o que envergonham os seus próprios pares. Portanto, essas dez medidas já estão viciadas na origem!
    É como diz aquele velho ditado popular: “pimenta nos olhos dos outros é refresco”.

    • PEDRO DOS SANTOS CARDOSO DE FREITAS disse:

      *POPULAÇÃO BRASILEIRA, AJUDE A ACABAR COM O EXAME DA OAB!

      CARTA ABERTA AO PRESIDENTE DA REPÚBLICA MICHEL TEMER, PRESIDENTE DO CONSELHO FEDERAL DA OAB, TODAS AS SECCIONAIS DA OAB NO TERRITÓRIO NACIONAL, DEPUTADOS FEDERAIS, SENADORES, ONU(ORGANIZAÇÕES DAS NAÇÕES UNIDAS), CORTE INTERAMERICANA DOS DIREITOS HUMANOS, CNBB (CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS BISPOS DO BRASIL) e ASSOCIAÇÃO NACIONAL DAS IGREJAS EVANGÉLICAS DO BRASIL:
      Nós, Representantes da Associação da “MARCHA DOS BACHARÉIS DO BRASIL”, estamos indignados com a permanência da imposição arbitrária e da Ditadura imposta aos Bacharéis em Direito, que continuam injustiçados e vítimas do Exame Corporativista da OAB. Ressaltamos, que o escopo do certame da OAB/FGV, a finalidade principal, é para arrecadar milhões, sendo que até a presente data, já foi arrecadado mais de 1 bilhão de reais, sem pagar quaisquer impostos, sem prestar contas ao TCU e a ninguém.
      Quaisquer exames de caráter pedagógico, têm que ser realizado durante o curso universitário e não após o aluno receber o diploma registrado pelo MEC. Nos causa estarrecimento que o Presidente da República Michel Temer, continua omisso, nada fez ou possivelmente nada fará, a favor dos bacharéis em direito, permitindo que a OAB, possa sempre ser soberana ao nosso ESTADO DEMOCRÁTICO DIREITO, ditando ordem e regras, quem pode ou não exercer a profissão, se baseando na lei federal 8906/1994, que é norma hierarquicamente inferior a CONSTITUIÇÃO FEDERAL DO BRASIL DE 1988.
      É lamentável, a OAB deveria apenas fiscalizar a profissão de Advogado, e não violar o direito ao exercício legítimo dos bacharéis em direito, de acesso livre ao mercado de trabalho, além de fortemente contribuir para injustiça social de nosso País.
      Ressaltamos, a CNBB(CONFEDERAÇÃO DOS BISPOS DO BRASIL), em se tratando de uma entidade respeitada na área religiosa, com trabalho social prestado aos menos favorecidos e na sociedade de forma geral, deveria apoiar a justiça social e ao acesso ao mercado de trabalho dos bacharéis, que são impedidos por uma avaliação medíocre e articulosa, denominado “EXAME DA OAB”, que tem a função exclusiva de reprovar em massa, mais de 90% dos que se inscreve no seu certame relâmpago e sem nenhuma função pedagógica.
      O certame da OAB/FGV, têm caráter subjetivo e com função corporativista, quanto mais se reprova, mais aumenta a arrecadação milionária da OAB. Estima-se que mais de 90%(noventa por cento), dos que se inscreve no certame de EXCLUSÃO SOCIAL da OAB/FGV, são reprovados, cujo método de avaliação, são um dos instrumentos de arrecadação milionária da OAB, FGV E DONOS DE CURSINHOS, cujas avaliações, são recheadas de pegadinhas, com intuito de reprovar em massa, violando brutalmente o “princípio de isonomia”, além de outras mazelas que são visíveis.
      Isto é uma vergonha, ou melhor, um escândalo nacional!
      São Paulo, Capital, 08 de Fevereiro de 2.017
      APOIO A CARTA ACIMA:
      João Batista Suave – Presidente Nacional da Marcha dos Bacharéis em Direito do Brasil, Sede: ES
      Pedro dos Santos Cardoso de Freitas – Presidente Nacional dos Bacharéis Desempregados, Sede: SP
      Jurandir dos Santos Silva – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do RJ
      José Silo da Silva – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de MG
      Rosangela Coutinho da Silveira – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado da BA
      Fernando Pimentel da Costa – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado da Alagoas
      Brigite de Albuquerque- Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de SC
      Antonio Pimentel – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Acre
      Joana Santana de Mendonça – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Amapá
      Silvio Rodrigues Pereira – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado da Amazonas
      Nilson Suave Batista – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Ceará
      Luiz Carlos da Silva- Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Goiás
      Maria Alice Mendonça – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Distrito Federal
      Silvana Pinto da Silva – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Maranhão
      Cláudia Pires de Oliveira – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Mato Grosso
      Fernanda da Fonseca – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Mato Grosso do Sul
      Joaquim Cardoso de Melo – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Pará
      Silviano Cardoso de Melo – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado da Paraíba
      Gilson da Cunha – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Paraná
      Arlindo Sarney de Oliveira – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Pernanbuco
      Glória Silva Barbosa – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Piauí
      Mariane de Matos – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Rio Grande do Norte
      Alice de Carvalho – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Rondônia
      Eliene Santana – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Roraima
      Rita de Cássia – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Sergipe
      Gabriela Caiado Cardoso– Presidenta Estadual da Marcha dos
      Bacharéis em Direito de Tocantins

  7. Pingback: Dezenas de artitas fazem vídeo em favor das 10 MEDIDAS do Ministério Público. #FIMdaCORRUPÇÃO – Viraw

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s