Vistas dos autos ou complacência com o delito? #FIMdaCORRUPÇÃO


Temos observado que agora e moda os juízes dos tribunais fazerem vistas dos autos, principalmente quando se trate de ações em que figuram corruptos no polo passivo da ação.

Recentemente o Ministro do Supremo Dias Toffoli pediu vistas dos autos na ação em que pesava o entendimento de que réus com processos na corte não podem ocupar cargos na linha sucessória da presidência da República.

Coincidentemente a decisão da maioria afetaria diretamente Renan Calheiros da Presidência do Senado.

Ao proferir a decisão Toffoli tirou a efetividade do julgamento, que já estava decidido pela maioria, ou seja, violou o processo de julgamento da mais alta corte – não há limite para entrega dos autos.

Há congressistas que a 14 anos estão sendo processados, ou melhor, estão aguardando a prescrição. Inclusive, comenta-se que no STF e em alguns tribunais a duas pilhas de processos contra os corrúptos que estão separadas. Em uma delas os processos estão prescritos e a outra aguarda a prescrição.

Mas não é o único caso. Em vários pontos do País o mesmo vem se sucedendo.

No maranhão o Desembargador Barros pediu vistas do processo movido contra o Deputado Estadual Magno Bacelar, réu em dezenas de ações, e que por estranhos motivos o nome não apareceu negativado para concorrer às eleições da Cidade de Chapadinha. Adivinhem o que e comenta na cidade… Muita coisa rolou e o réu ganhou as eleições. Alguns Blogs divulgaram coisas que não é conveniente divulgar aqui, mas tratava-se de uma previsão do que iria ocorrer… Detalhe: o Deputado e afiliado de Sarney.

De outro lado o advogado Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, foi escalado pela família Sarney para preparar uma forte denúncia contra o promotor Paulo Roberto Barbosa Ramos, titular da 2ª Promotoria de Justiça de Defesa da Ordem Tributária, a juíza Cristiana de Sousa Ferraz Leite, da 8ª Vara Criminal de São Luís-MA, a Corregedora-Geral do Tribunal de Justiça do Maranhão, desembargadora Anildes Chaves Cruz, e o procurador-geral do Ministério Público, Luiz Gonzaga.

Em nossos pais e assim, vejam só a dobradinha, o réu vira autor e processa quem em seu mister os denunciam e condenam nos ditames, na adequação da Lei. E no Congresso os deputados e senadores se armam para, em legislando, algemar a Polícia e os Juízes de modo a tornar toda a legislação de combate a corrupção inepta.

Esse post foi publicado em Fim da corrupção e marcado . Guardar link permanente.

3 respostas para Vistas dos autos ou complacência com o delito? #FIMdaCORRUPÇÃO

  1. Alexandre Alves disse:

    São muitas podridões que só os advogados conhecem juntamente com a OAB. É por esse motivo que, OAB, comenda e faz o que quer!

  2. Alexandre Alves disse:

    Sabem o verdadeiro motivo de os três poderes não irem contra as irregularidades da OAB!, Quanto as regras que impuseram aos Bacharéis em Direito serem obrigados a prestarem o exame de Ordem dos Advogados do Brasil?, É que se eles forem contra a OAB!, a pró pia instituição irá apresentar todos os podres existentes emanados dos três poderes!, O próprio Direitos Humanos estar sob seu comando! toda reclamação que vai é direcionada aos Direitos Humanos, passará primeiro ao conhecimento da OAB! é assim que funciona!.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s