Grande mídia deturpa objetivo das manifestações #FIMdaCORRUPÇÃO


Com a dicotomia Dilma e Temer e pouca divulgação a grande mídia deturpou o objetivo das manifestações realizadas no dia 31 de julho de 2016. Transmitiram a ideia de que as manifestações protegiam Dilma de um lado e do outro como se estivessem defendendo o Temer.

Isto tem sido feito desde o início das manifestações onde o objetivo sempre foi o de acabar com a corrupção deste pais. Mas não faltam depoimentos, vídeos, etc. nas redes sociais que contam o que está sendo ocultado.

A turma do PT realmente está lutando pelo poder e quer Dilma de volta para manter suas regalias e evitar a prisão de seus integrantes.

De outro lado está o Povo Brasileiro que já não adere mais a partidos e pouco se importa quem seja ou não o presidente da república, mas deseja que a Lei seja aplicado a quem a tenha infringido “erga omnes”.

Temer não foi eleito para ser presidente, mas pela legislação teremos que engoli-lo até o final do mandato, trata-se pois de uma falha legislativa. Contudo está menos ruim do que fora com Dilma.

A imprensa esqueceu-se de relatar os cartazes que haviam em favor de Sérgio Moro, do Ministério Público, enfim.

Esqueceu-se de falar também do desagrado contra o presidente do Senado Renan Calheiros e de sua tentativa e de sua quadrilha em obstruir a justiça com uma lei que dificulta o trabalho da justiça.

Faltou falar também das 10 medidas propostas pelo Ministério Público para diminuir a corrupção do pais.

E fica a pergunta, porquê esta omissão da grande imprensa? Poque o lançamento de uma dicotomia que não existe?

Esse post foi publicado em Fim da corrupção. Bookmark o link permanente.

4 respostas para Grande mídia deturpa objetivo das manifestações #FIMdaCORRUPÇÃO

  1. Antonio Caser disse:

    O que temos que acabar nesse país é o excesso de LEIS INÚTEIS, que protegem bandidos ao invés da população, a começar pela “imunidade parlamentar”, essa lei que protege políticos corruptos e bandidos deveria ser extinta. Parece que o povo gosta de políticos desonestos.

    Como será que eles se elegem?
    Será que é o resultado da urna eletrônica?
    Quando é que o Brasil vai se ver livre dessa roubalheira?

  2. JOÃO BATISTA SUAVE disse:

    CONVOCAÇÃO EXTRAORDINÁRIA 0002/2016
    “Queremos igualdade, respeito e direito ao emprego”
    *Associação Nacional da Marcha dos Bacharéis do Brasil, através do seu Presidente, João Batista Suave, convoca os Bacharéis e Estudantes de Direito de todo o País, a não se inscreverem para o XXI exame da OAB, com previsão para a realização da 1ª fase, em 20/11/2016. Caso se inscrevam, pedimos para não realizarem(boicotarem) o tal certame.
    Através deste instrumento, convocamos a todos para realizarem um protesto pacífico em todos os locais onde serão realizadas as provas em todo o país, a partir das 10:00 as 17:00 horas, reivindicando o “Fim do Exame da OAB/FGV”.
    “Sem união e protesto, A OAB, nos manterá como seus eternos escravos, burros e fregueses dos seus exames.
    Mais de 100(cem) Bacharéis em Direito, colegas nossos, já faleceram por doenças psicossomáticas e outros cometeram suicídio, por tentarem realizar o exame por mais de dez vezes, sem conseguirem lograr êxito. Ressaltamos, que o Exame da OAB/FGV, sempre reprovou em massa, em torno de 90% dos inscritos.
    São Bernardo do Campo – SP, 05 de Agosto de 2.016

  3. PEDRO DOS SANTOS CARDOSO DE FREITAS disse:

    A/C DO PAPA FRANCISCO, ONU (ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS), OIT(ORGANIZAÇÃO INTERNACIONAL DO TRABALHO) E CORTE INTERAMERICANA DE DIREITOS HUMANOS

    A finalidade da presente é para denunciar a prática da OAB, por impor um exame de escravidão, autoritário e corporativista para fins de arrecadação milionária, sem pagar impostos e prestação de contas ao TCU, infelizmente a lei 8906/94, ampara este abuso a nossa democracia.
    Tal arbitrariedade se concretiza, pois o único meio do Bacharel em Direito, formado numa universidade com aprovação do MEC, é através desse exame, que reprova em massa mais de 90% dos inscritos.
    Ressalta-se, que não há outro meio para acesso ao mercado de trabalho, pelo Bacharel em Direito, para exercer a ADVOCACIA, se não prestar o exame da OAB. Seria razoável, se tivesse outras alternativas, tais como por exemplo, o Bacharel em Direito, possuir uma residência jurídica, cursos de pós-graduação, estágio supervisionado, prática jurídica em escritórios de Advocacia, etc.
    Já morreram mais de cem bacharéis em direito, vítimas de doenças psicossomáticas e outros tentaram suicídio por tentarem passar no certame da OAB, por mais de dez vezes. Anteriormente o Bacharel em Direito, de nome “GILBERTO”, fez greve de fome por vários dias em frente da sede da OAB em Brasília-DF, o qual quase faleceu.
    Foi noticiário atualmente, nos meios de comunicação do mundo, o conhecido “homem bomba”; na realidade, o jovem bacharel em direito, é uma pai de família, pobre nos termos da lei, que tentou o exame aproximadamente por 18 vezes.
    O mesmo esteve na sede do local, onde ia ocorrer o XX EXAME DA OAB, no Estado da Bahia, o qual estava visivelmente em estado de abalo emocional, impediu que o tal certame fosse aplicado, ameaçando a todos inscritos, ali presentes, para explodir o local. Posteriormente com a chegada da Polícia, ele foi preso, portando um colete amarrado ao seu próprio corpo, com balas de gengibre.
    Os bacharéis em direito, passam constantemente por constrangimentos, por não saberem explicar para a própria sociedade e para suas famílias, por que não são advogados ou por que não estão trabalhando, se os mesmos são formados.

    Sabemos que o exame da OAB não avalia a capacidade profissional de ninguém, mas se existe este exame, as faculdades deveriam formar os alunos, somente após passarem no certame da OAB.

    Ressalta-se, o MEC só poderia registrar os diplomas daqueles que estivessem preparados para lograrem êxito no exame. Por derradeiro, o exame da OAB, só poderia ser cobrado aos longos dos cinco anos de curso e não depois que os alunos colassem grau.

    Nota: Já que o diploma de bacharel em direito, não consegue atingir seu principal objetivo, que é o exercício legítimo da ADVOCACIA, os Bacharéis em Direito, deveriam ingressarem com ações coletivas na justiça, para reparação de danos.

    Atenciosamente,

    São Paulo – SP, 04 de Agosto de 2.016

    João Batista Suave – Presidente Nacional da Marcha dos Bacharéis em Direito do Brasil, Sede: ES
    Pedro dos Santos Cardoso de Freitas – Presidente Nacional dos Bacharéis Desempregados, Sede: SP
    Jurandir dos Santos Silva – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do RJ
    José Silo da Silva – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de MG
    Rosangela Coutinho da Silveira – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado da BA
    Fernando Pimentel da Costa – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado da Alagoas
    Brigite de Albuquerque- Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de SC
    Antonio Pimentel – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Acre
    Joana Santana de Mendonça – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Amapá
    Silvio Rodrigues Pereira – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado da Amazonas
    Nilson Suave Batista – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Ceará
    Luiz Carlos da Silva- Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Goiás
    Maria Alice Mendonça – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Distrito Federal
    Silvana Pinto da Silva – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Maranhão
    Cláudia Pires de Oliveira – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Mato Grosso
    Fernanda da Fonseca – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Mato Grosso do Sul
    Joaquim Cardoso de Melo – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Pará
    Silviano Cardoso de Melo – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado da Paraíba
    Gilson da Cunha – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Paraná
    Arlindo Sarney de Oliveira – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Pernanbuco
    Glória Silva Barbosa – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Piauí
    Mariane de Matos – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Rio Grande do Norte
    Alice de Carvalho – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Rondônia
    Eliene Santana – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Roraima
    Rita de Cássia – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Sergipe
    Gabriela Caiado Cardoso– Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito de Tocantins
    MARCHA NACIONAL DOS BACHARÉIS DO BRASIL
    MARCHA NACIONAL DOS BACHARÉIS DESEMPREGADOS E ENDIVIDADOS PELO FIES
    MARCHA NACIONAL DOS DIREITOS HUMANOS E VÍTIMAS DOS EXAMES DA OAB
    MARCHA NACIONAL DAS MULHERES BACHARÉIS EM DIREITO DO BRASIL
    FRENTE SINDICAL DA MARCHA DOS BACHARÉIS DO BRASIL
    MOVIMENTO POLÍTICO NACIONAL PEDINDO O FIM DO EXAME DA OAB
    ASSOCIAÇÃO RELIGIOSA NACIONAL PEDINDO O FIM DO EXAME DA OAB
    MARCHA INTERNACIONAL PEDINDO O FIM DO EXAME DA OAB
    MARCHA NACIONAL DOS ESCRAVOS DO EXAME DA OAB
    MARCHA NACIONAL DOS ESTUDANTES DE DIREITO, PEDINDO O FIM DO EXAME DA OAB
    MARCHA DAS FAMÍLIAS DOS ESTUDANTES E BACHARÉIS EM DIREITO
    UNIÃO BRASILEIRA DE JURISTAS(UBJ)
    UNIÃO DE CONSULTORES BRASILEIROS NA ÁREA TRIBUTÁRIA(UCBT)
    MARCHA CARIOCA DE BACHARÉIS, PEDINDO O FIM DO EXAME DA OAB
    MARCHA PAULISTA DE BACHARÉIS, PEDINDO O FIM DO EXAME DA OAB
    MARCHA MINEIRA DE BACHARÉIS, PEDINDO O FIM DO EXAME DA OAB
    MARCHA DOS BACHARÉIS DO ESTADO DA BAHIA, PEDINDO O FIM DO EXAME DA OAB
    MARCHA DOS BACHARÉIS DE BRASÍLIA-DF, PEDINDO O FIM DO EXAME DA OAB
    MARCHA DOS BACHARÉIS CAPIXABAS, PEDINDO O FIM DO EXAME DA OAB
    MARCHA DOS BACHARÉIS ALAGOANOS, PEDINDO O FIM DO EXAME DA OAB
    MARCHA DOS BACHARÉIS GAÚCHOS, PEDINDO O FIM DO EXAME DA OAB
    MARCHA DAS MULHERES BRASILIENSE, PEDINDO O FIM DO EXAME DA OAB
    UNIÃO NACIONAL DE JURISTAS EVANGÉLICOS (UNJE)
    UNIÃO NACIONAL DE ESCRITORES BRASILEIROS (UNEB)
    UNIÃO NACIONAL DE RADIALISTAS BRASILEIROS (UNRB)
    UNIÃO NACIONAL DE ARTISTAS BRASILEIROS (UNAB)

  4. José disse:

    São todos iguais, são à fome e a vontade comer. PT e PMDB são joio do mesmo trigo. Eles foram eleitos juntos, portanto são joio mesmo saco. Na época do Presidente João Goulart era diferente, o vice era eleito pelo povo que podia votar separadamente para Presidente e vice. O seu Temer chegou no poder na base da rasteira, o famoso golpe baixo. Na minha cidade ninguém mais fale em política, estão desiludido. Até os Tucanos que eram à esperança do povo pegaram uns por fora. Os mais vividos diziam que quando a desgraça vem, vem por atacado. Essa tese está se concretizando formado pelo PT, PMDB e a famosa OAB. É uma desgraceira total.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s