Vasco: Novo relatos fim exame de ordem – Rogério Rosso. #FimDaReservaDeMercadoDaOAB


Por: Vasco Vasconcelos, escritor, jurista e abolicionista contemporâneo

“Na nossa sociedade, privar um homem de emprego ou de meios de vida, equivale, psicologicamente, a assassiná-lo”.  Martin Luther King .

vascovasconcelosHoje tomei conhecimento no Portal da Câmara dos Deputados, que o novo Relator dos projetos de leis 2154/11, 5801/05, 7553/06, 2195/07, 2426/07 e 2154/11 apensados ao PL 5054/05, que visam abolir a última ditadura, a escravidão contemporânea da  OAB, ou seja o fim do pernicioso, concupiscente, famigerado caça-níqueis exame da OAB  é o  nobre Deputado Federal Rogério Rosso do PSD/DF.

Trata-se de advogado que não submeteu a tal excrescência,  um político sério,  humanista,  comprometido, o bem estar das pessoas, o combate ao desemprego , com a redução das desigualdades sociais, enfim pelo direito ao primado do trabalho,  em sintonia com a nossa Constituição Federal e na Declaração Universal dos  Direitos Humanos.

Ele já foi Governador do Distrito Federal e foi o Presidente da Comissão Especial do Impeachment da Presidente da República afastada, Dilma Rousseff, na Câmara dos Deputados, cujo altruístico e resoluto trabalho foi aplaudido pelos seus pares e pela sociedade brasileira.

Nobre Deputado Federal  Rogério Rosso,  a  palavra advogado é derivada do latim, advocatus. Segundo o dicionário Aurélio, Advogado é o “Bacharel em direito legalmente habilitado a advogar, i. e., a prestar assistência profissional a terceiros em assunto jurídico, defendendo-lhes os interesses, ou como consultor, ou como procurador em juízo”.

No momento em que o pais está à deriva batendo recorde de desempregados, cerca de 11 milhões de desempregados, o Congresso Nacional não pode se curvar, acovardar ou  funcionar a reboque dos mercenários da Ordem dos  Advogado do Brasil – OAB, cujo  bastonário da OAB, foi eleito, pasme,  numa eleição indireta em pleno regime democrático com apenas 81 votos para comandar cerca de 900 mil advogados inscritos em seus quadros e punir sem a ampla defesa e o devido processo legal (“Duo process of law”), cerca de 130 mil escravos contemporâneos da OAB, devidamente qualificados pelo Estado (MEC),  jogados ao banimento, causando prejuízos incomensuráveis ao país com esse contingente de escravos contemporâneos sem direito ao primado do trabalho.

Excelência e Senhores Deputados Federais membros Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania – CCJC da Câmara dos Deputados, não é justo punir por antecipação, milhares de bacharéis em direito, (advogados), repito,  sem o devido processo legal, arquivando recursos administrativos, cerceando a ampla defesa, aplicando prova tipo casca de banana, elaborada não para medir conhecimentos e sim  para reprovação em massa ao ponto do eminente Professor Renato Saraiva, um dos melhores professores deste país, desabafar que não passaria no exame da OAB, diante das tremendas injustiças que vem praticando OAB/FGV: Ele afirmou:

“LUTE POR SEUS DIREITOS no Blog Exame de Ordem,Fonte: http://www.portalexamedeordem.com.br/renato/2011/03/lutem-por-seus-direitos/

“Excelentíssimo Presidente da OAB, Excelentíssimos Conselheiros da OAB e Representantes da FGV. Tenho 10 anos de Magistério, 7 livros editados sobre Trabalho e Processo do Trabalho, com 70 mil livros em média vendidos anualmente. Fui aprovado num do concursos mais difíceis do Brasil, o do Ministério Público do Trabalho – MPT. Já preparei e APROVEI no exame de ordem, talvez, mais da metade do quadro atual de advogados. Portanto, de exame de ordem, eu entendo.

O QUE ESTÃO FAZENDO COM OS EXAMINANDOS É UMA COVARDIA!!!  VOU SER CLARO: EU, RENATO SARAIVA, NÃO PASSARIA NESSE EXAME, POIS ERA HUMANAMENTE IMPOSSÍVEL TERMINAR A PROVA. UMA PROVA FEITA POR UM DESEQUILIBRADO, ALGOZ, CARRASCO, SELVAGEM, RECHEADA DE QUESTÕES SEM FUNDAMENTAÇÃO OU ALTAMENTE CONTROVERTIDAS.

PRONTO! DIVULLGUEM PARA TODOS!!! RENATO SARAIVA AFIRMOU QUE NÃO PASSARIA NA PROVA. É VERDADE!!! SÓ FALTA  O PRESIDENTE DA OAB DIZER QUE EU, RENATO SARAIVA, NÃO ESTAVA PREPARADO PARA A PROVA. QUAL SERÁ A DESCULPA AGORA? MEUS ALUNOS E OUVINTES. NOSSA MISSÃO É APOIÁ-LOS!!  AGORA, NÃO ESPEREM QUE NINGUEM LUTE A LUTA DE VOCÊS!  VOCÊS DEVEM LUTAR. É PREFERÍVEL MORRER LUTANDO DO QUE SE CURVAR A UM SISTEMA INJUSTO E DESUMANO.  LUTEM! LUTEM LUTEM! “

RENATO SARAIVA.

Eis aqui as verdades sobre essa excrescência: OAB e FGV além de usurparem papel do Estado (MEC) ainda se negam a corrigir com seriedade as provas da segunda fase do X caça-níqueis Exame da OAB. Uma excrescência tão grande que de acordo com o Blog Bocão News, levou o ex- Presidente da OAB/BA, Saul Quadros Filho em seu Facebook, a fazer duras críticas à empresa que organiza atualmente o exame da OAB. De acordo com Saul Quadros Filho, a FGV comete tantos erros na confecção da prova que é preciso urgentemente cobrar da instituição o mínimo de competência.(…).Portanto, o dever do Conselho Federal é cuidar da qualidade das provas ou então aposentar o exame. (…) No atual momento o Conselho Federal tem que ser solidário e não o algoz dos que “foram reprovados” pela FGV quando, na verdade, se tem alguém que merece ser reprovada é, induvidosamente, a própria Fundação Getúlio Vargas, endureceu Quadros.

Durante a Audiência Pública promovida em meados de 2014 pela Comissão de Educação da Câmara dos Deputados, o nobre Deputado Federal Domingos Dutra, afirmou que “OAB deveria apoiar a transferência do Exame de Ordem para MEC”’. “A OAB não pode ficar insistindo no exame excludente como este, daqui a 4 ou 5 anos, nesse patamar de 80% de reprovação dos alunos, em 5 anos teremos 50 milhões de brasileiros, envolvidos no drama de exame de ordem. Portanto não é um assunto pequeno, é uma questão de direitos humanos. A privação do emprego é um ataque frontal aos Direitos Humanos. Assistir os desassistidos e integrar na sociedade os excluídos”.

É vergonhoso, mas é pura verdade: OAB   manda e desmanda no omisso Congresso Nacional, haja vista  que todos os projetos de leis dispondo sobre o fim da excrescência exame da OAB, são arquivados. Lembrando que essa chaga social, só não foi banida do nosso ordenamento jurídico graças a dois pálidos  ex-senadores de Goiás, que rejeitaram o PLS nº186/2006 e a PEC 01/2010 de autorias dos nobres ex-Senadores e homens públicos: Gilvam Borges e  Giovane Borges  do PMDB/AP.

Vamos extirpar esse câncer, abolir a escravidão contemporânea da OAB, o caça-níqueis exame da OAB. São vinte anos  usurpando papel do Estado (MEC), não melhorou a qualidade do ensino, até porque não atacou as causas da baixa qualidade do ensino, só atacou as consequências, visando unicamente os bolsos desses escravos contemporâneos da OAB, aflitos, desempregados, os quais não sabem mais a quem recorrer, porque o sistema está  todo dominado.

A sociedade precisa saber e os jornais e  as tevês, censuram as verdades, com exceção do DIÁRIO DA MANHÃ de GOIÂNIA, bem como  respeitados Blogs da internet, que não é da alçada da OAB e de nenhum sindicato avaliar ninguém. A Constituição Federal diz em seu art. 209 que compete ao poder público avaliar o ensino. Ou seja avaliação do ensino é papel do Estado (MEC) junto às universidades e não de sindicatos.  A Lei nº 10.861, de 2004, que institui o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior, o Sinaes, não possui nenhum dispositivo permitindo a interferência das corporações no processo avaliativo, este da competência exclusiva do MEC para as IES que integram o sistema federal de ensino.

Como é cediço, entre os países do continente americano, o Brasil foi o último país a abolir a escravidão. Deveria ter sido um dos primeiros a reconhecer que o trabalho humanizado é um direito pertencente a todos os humanos, embora, na prática, ainda hoje, se depara em nosso país, certas formas de escravidão contemporânea como é o caso do caça-níqueis exame da OAB que há vinte anos vem se aproveitando da inoperância e (ir) responsabilidade do Ministério da Educação, do Congresso Nacional, para impor essa excrescência, calibrado estatisticamente para reprovação em massa, quanto maior reprovação maior faturamento de fazer inveja ao rei das máquinas caças-níqueis, para manter reserva pútrida de mercado, triturando sonhos e diplomas de jovens e idosos, gerando fome, desemprego, depressão, síndrome do pânico, doenças psicossomáticas e outras comorbidades diagnósticas, enfim uma chaga social que envergonha o país.

Isso é Brasil. Antes da promulgação da Lei Áurea, era legal escravizar e tratar as pessoas como coisa, para delas tirar proveitos econômicos. A história se repete: o concupiscente fraudulento discriminatório caça-níqueis da OAB, cuja única preocupação é bolso de advogados qualificados pelo Estado (MEC), jogados ao banimento, renegando pessoas a coisas.

Inconformado com a escravidão contemporânea da OAB, há quatro anos, durante o lançamento do livro ‘Ilegalidade e inconstitucionalidade do Exame de Ordem do corregedor do TRF da 5º Região, desembargador Vladimir Souza Carvalho, afirmou que Exame de Ordem é um monstro criado pela OAB. Disse que é uma mentira que a aprovação de 10% dos estudantes mensure que o ensino jurídico do país está ruim.  Não  é possível falar em didática com decoreba”, completou Vladimir Carvalho

Senhores Deputados membros da Comissão  de Constituição e Justiça e Cidadania da Câmara Câmara dos Deputados – CCJC/CD,  OAB não tem interesse em melhorar o ensino jurídico; não tem poder de regulamentar  leis, não tem poder de legislar sobre exercícios profissionais. Que poder é esse que afronta vergonhosamente a Constituição Federal, a Declaração Universal dos Direitos Humanos? Onde está a responsabilidade  da social da OAB?

Pasme, depois do desabafo do então Presidente do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios – JDFT, Desembargador Lécio Resende: “Exame da OAB:  É uma exigência descabida. Restringe o direito de livre exercício que o título universitário habilita”

O Desembargador Sylvio Capanema Ex-Vice – Presidente do TJRJ, “As provas da OAB estão num nível de dificuldade absolutamente igual às da defensoria do Ministério Público e, se bobear, da Magistratura”, “Posso dizer com absoluta sinceridade que eu, hoje, não passaria no Exame de Ordem”.

O que fez OAB? Para calar nossas autoridades, usurpando papel do omisso Congresso Nacional, isentou desse exame caça-níqueis os bacharéis em direito  oriundos da Magistratura, do Ministério  Público  e os de Portugal? E com essas tenebrosas transações, aberrações e discriminações tal excrescência é constitucional? Onde fica o Princípio Constitucional da Igualdade? A lei não é para todos? A Declaração Universal dos Direitos do Homem, de 1948, repudia a discriminação, em quaisquer de suas formas, por atentar contra a dignidade da pessoa humana e ferir de morte os direitos humanos.

Esse post foi publicado em EXAME DE ORDEM e marcado . Guardar link permanente.

9 respostas para Vasco: Novo relatos fim exame de ordem – Rogério Rosso. #FimDaReservaDeMercadoDaOAB

  1. ANA PAULA DA SILVA disse:

    AO CONSELHO FEDERAL DA OAB E FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS(FGV)

    A/C dos Prefeitos e Vereadores Municipais

    Nos causou estarrecimento a iniciativa da Presidenta afastada Dilma Rousseff, que publicou um DECRETO-LEI, criando o curso de “Tecnólogo em Direito”, que tem duração apenas de dois anos. Tal ato presidencial, já surgiu com vários benefícios na aplicação de novo exame somente para a categoria de “TECNÓLOGOS EM DIREITO”, discriminando de forma cristalina os BACHARÉIS EM DIREITO, que sofreram árduos cinco anos no curso universitário para conseguirem formar.

    O NOVO CURSO DE TECNÓLOGO EM DIREITO, TERÁ TRATAMENTO DIFERENCIADO DO QUE É EXIGIDO PARA OS BACHARÉIS EM DIREITO. PARA O TECNÓLOGO EM DIREITO, SERÁ EXIGIDO APENAS AS MATÉRIAS DE ÉTICA E ESTATUTO DA OAB, QUE IRÁ COMPOR 50% DA NOTA NECESSÁRIA NA PRIMEIRA FASE DO EXAME DA OAB.

    OUTRA EXIGÊNCIA NO CONTEÚDO DA 1ª FASE DO EXAME DA OAB, será apenas das matérias de Direito Penal, Direito Civil e Direito Constitucional.

    O benefício acima, para a nova exigência no novo exame EXAME DA OAB, aos que formarem como “Tecnólogos em Direito”, foi concedido pela Presidenta afastada Dilma Rousseff, cujo decreto-lei, foi publicado no DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO, o qual está em pleno vigor e com anuência do MEC(MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CULTURA).

    Reivindicamos junto a este Conselho Federal da OAB e a FGV, um exame mais equilibrado, razoável e justo, pois não concordamos com o certame atual aplicado, pois há uma reprovação em massa em torno de 90% dos inscritos. O exame da OAB deveria ser cobrado antes da formatura e não depois de o formando graduar e tomar posse de um diploma universitário; entendemos ser de tamanha discrepância e sem razoabilidade. Muitas pessoas chamam os bacharéis de burros, porque não passam na avaliação da OAB; inclusive são vítimas de várias pechas, tais como “doutorzinho”, “burro”, Dr. João Ninguém, Dr. Ninguém, etc. ISTO É UMA HUMILHAÇÃO E VERGONHA PARA OS BACHARÉIS E SUAS FAMÍLIAS.

    Por derradeiro, insistimos no seguinte pleito:

    A) EXIGÊNCIA APENAS DAS MATÉRIAS DE “ÉTICA, REGULAMENTO GERAL E ESTATUTO DA OAB”, QUE DEVERÁ COMPOR 50%(CINQUENTA POR CENTO), DA NOTA NECESSÁRIA NA PRIMEIRA FASE DO EXAME DA OAB.

    B) OUTRA EXIGÊNCIA NO CONTEÚDO DA 1ª FASE, para o restante dos 50%(cinquenta por cento), como percentual de avaliação, ser apenas das matérias de Direito Penal, Direito Civil e Direito Constitucional.

    Nota: Se o diploma de Bacharel em Direito não vale nada, se somos burros, por que não passamos no exame de ordem, de quem teremos que pedir indenização, da OAB(ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL), DAS FACULDADES QUE EMITIRAM OS DIPLOMAS ou do ESTADO(MEC), que abonaram(registraram) os diplomas?

    Rio de Janeiro-RJ, 05 de Julho de 2.016

    Fontes: MARCHA NACIONAL DOS BACHARÉIS DO BRASIL
    MARCHA NACIONAL DOS BACHARÉIS DESEMPREGADOS E ENDIVIDADOS PELO FIES
    ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS BACHARÉIS DO BRASIL

  2. PEDRO SANTOS CARDOSO DE FREITAS disse:

    CONVOCAÇÃO EXTRAORDINÁRIA 0001/2016
    “queremos igualdade, respeito e direito ao emprego”
    *Associação Nacional e a Federação Nacional da Marcha dos Bacharéis do Brasil, convoca os Bacharéis e Estudantes de Direito de todo o País, que fizeram inscrição para participarem do XX exame da OAB, que acontecerá na data de 24/07/2016, pedimos para não fazerem(boicotarem) o tal certame. Através deste instrumento, convocamos a todos para realizarem um protesto pacífico em todos os locais onde serão realizadas as provas em todo o país, a partir das 12:00 horas as 17:30 horas, reivindicando o “fim do exame da OAB” ou a redução das matérias exigidas, que sugerimos as seguintes:
    *Pedido Principal: Fim do Exame da OAB em caráter de urgência
    *Pedidos alternativos: Exigência das matérias de Ética e Disciplina da OAB, que irá compor 50% da prova da avaliação objetiva. Outrossim, exigência apenas das matérias de Direito Penal, Direito Civil e Direito Constitucional para compor o restante dos 50% para avaliação da conclusão da prova objetiva.
    Ressaltamos que a reivindicação acima, será exigida nas provas do próximos formandos no novo curso “de tecnólogo em direito”, que tem duração de dois anos, criado por decreto-lei pela Presidenta Dilma, que já foi publicado no Diário Oficial da União.
    O único exame que existe para quem já formou e possui um diploma universitário é o Curso de Direito. O exame da OAB reprova em média mais de 90% dos inscritos, arrecada mais de 1 bilhão de reais por ano, sem pagar impostos e sem prestação de contas ao TCU
    “Sem união e protesto, seremos eternos escravos dos Exames da OAB.
    São Bernardo do Campo – SP, 30 de Junho de 2.016

  3. JOSE SILO DA SILVA disse:

    O EXAME DA OAB SEMPRE REPROVOU EM MASSA

    Não consigo entender por que se reprovam tanto na prova da OAB, há colegas nossos que já faleceram por doenças psicossomáticas e outros cometeram suicídio, por tentarem passar neste exame por mais de 10 vezes. Este tipo de exame é cruel, uma verdadeira escravidão contra os bacharéis, pois reprova mais de 90% dos inscritos. O único curso do nosso País, que o cidadão mesmo com o diploma aprovado pelo MEC, tem que se humilhar perante a OAB e contar com a sorte para ser aprovado.

    Se quiser exercer a profissão com dignidade, o inscrito tem que passar neste vexame autoritário da OAB, Infelizmente, só no do curso de DIREITO, se pratica tal arbitrariedade. A verdade que a OAB reprova em massa, para arrecadar sempre mais, pois já faturou mais de 1 bilhão de reais sem pagar nenhum imposto.

    Outrossim, os donos de cursinhos preparatórios dos exames da OAB, estão milionários, já arrecadaram mais de 300 milhões de reais, sem pagar impostos, e sem prestar contas a ninguém. Infelizmente o MPF e o Presidente da República em Exercício não se manifestam, a Presidenta Dilma nunca se manifestou, o PGR se manifestou na pessoa do Dr. Rodrigo Zanot, um tempo atrás, mas atualmente está inerte.

    Fonte: Jornalista ANA PAULA DA SILVA
    Jornal: VOZ DOS BACHARÉIS
    Data: 03/06/2016

    A/C dos Prefeitos e Vereadores Municipais
    Prezados Colegas Bacharéis e Estudantes de Direito do nono e décimo período:
    Já que temos vergonha de protestar em público, vamos pelo menos ter atitude de sindicalistas e de inteligente que somos, não se inscrever(boicotar) nos próximos exames, até que haja uma modificação significativa nas provas da OAB. Como exemplo cobrar as matérias que foram incluídas no curso de “Tecnólogo em Direito”, decreto-lei publicado pela Presidenta Dilma e publicado no DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO. Afinal é um total desrespeito com os bacharéis em direito, que estudaram por longos cinco anos, transcrevo abaixo os benefícios que serão concedidos para os próximos formandos como “Tecnólogos em Direito”, ferindo portanto de forma avassaladora o princípio de isonomia(igualdade), que transcrevo abaixo:
    1) Enfoque nas matérias de Ética e Disciplina e Estatuto da OAB, que irá compor 50% da nota necessária para aprovação na 1ª fase do exame da OAB. (queremos igualdade como tratamento oferecido no novo curso de tecnólogo em direito, aprovado pelo MEC e Presidenta Dilma, publicado no Diário Oficial).
    2) Exigência do conteúdo na 1ª fase apenas relativo as matérias de Direito Penal, Direito Civil e Direito Constitucional.(queremos igualdade também como tratamento oferecido no novo curso de tecnólogo em direito, aprovado pelo MEC e Presidenta Dilma, publicado no Diário Oficial).

    Brasília-DF, 02 de Junho de 2016
    São Bernardo do Campo – SP, 17 de Junho de 2016
    *João Batista Suave – Presidente Nacional da Marcha dos Bacharéis em Direito do Brasil, Sede: ES
    *Pedro dos Santos Cardoso de Freitas – Presidente Nacional dos Bacharéis Desempregados, Sede: SP
    *MOVIMENTO NACIONAL CONTRA O EXAME DA OAB

  4. JOSE SILO DA SILVA disse:

    A/C dos Prefeitos e Vereadores Municipais

    Prezados Colegas Bacharéis e Estudantes de Direito do nono e décimo período:

    Já que temos vergonha de protestar em público, vamos pelo menos ter atitude de sindicalistas e de inteligente que somos, não se inscrever(boicotar) nos próximos exames, até que haja uma modificação significativa nas provas da OAB. Como exemplo cobrar as matérias que foram incluídas no curso de “Tecnólogo em Direito”, decreto-lei publicado pela Presidenta Dilma e publicado no DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO. Afinal é um total desrespeito com os bacharéis em direito, que estudaram por longos cinco anos, transcrevo abaixo os benefícios que serão concedidos para os próximos formandos como “Tecnólogos em Direito”, ferindo portanto de forma avassaladora o princípio de isonomia(igualdade), que transcrevo abaixo:
    1) Enfoque nas matérias de Ética e Disciplina e Estatuto da OAB, que irá compor 50% da nota necessária para aprovação na 1ª fase do exame da OAB. (queremos igualdade como tratamento oferecido no novo curso de tecnólogo em direito, aprovado pelo MEC e Presidenta Dilma, publicado no Diário Oficial).
    2) Exigência do conteúdo na 1ª fase apenas relativo as matérias de Direito Penal, Direito Civil e Direito Constitucional.(queremos igualdade como tratamento oferecido no novo curso de tecnólogo em direito, aprovado pelo MEC e Presidenta Dilma, publicado no Diário Oficial).

    Brasília-DF, 02 de Junho de 2016

    São Bernardo do Campo – SP, 20 de Maio de 2016
    João Batista Suave – Presidente Nacional da Marcha dos Bacharéis em Direito do Brasil, Sede: ES
    Pedro dos Santos Cardoso de Freitas – Presidente Nacional dos Bacharéis Desempregados, Sede: SP
    Jurandir dos Santos Silva – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do RJ
    José Silo da Silva – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de MG
    Rosangela Coutinho da Silveira – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado da BA
    Fernando Pimentel da Costa – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado da Alagoas
    Brigite de Albuquerque- Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de SC
    Antonio Pimentel – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Acre
    Joana Santana de Mendonça – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Amapá
    Silvio Rodrigues Pereira – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado da Amazonas
    Nilson Suave Batista – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Ceará
    Luiz Carlos da Silva- Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Goiás
    Maria Alice Mendonça – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Distrito Federal
    Silvana Pinto da Silva – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Maranhão
    Cláudia Pires de Oliveira – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Mato Grosso
    Fernanda da Fonseca – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Mato Grosso do Sul
    Joaquim Cardoso de Melo – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Pará
    Silviano Cardoso de Melo – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado da Paraíba
    Gilson da Cunha – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Paraná
    Arlindo Sarney de Oliveira – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Pernanbuco
    Glória Silva Barbosa – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Piauí
    Mariane de Matos – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Rio Grande do Norte
    Alice de Carvalho – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Rondônia
    Eliene Santana – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Roraima
    Rita de Cássia – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Sergipe
    Gabriela Caiado Cardoso– Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito de Tocantins
    MARCHA NACIONAL DOS BACHARÉIS DO BRASIL
    MARCHA NACIONAL DOS BACHARÉIS DESEMPREGADOS E ENDIVIDADOS PELO FIES
    MARCHA NACIONAL DOS DIREITOS HUMANOS E VÍTIMAS DOS EXAMES DA OAB
    MARCHA NACIONAL DAS MULHERES BACHARÉIS EM DIREITO DO BRASIL
    FRENTE SINDICAL DA MARCHA DOS BACHARÉIS DO BRASIL
    MOVIMENTO POLÍTICO NACIONAL PEDINDO O FIM DO EXAME DA OAB
    ASSOCIAÇÃO RELIGIOSA NACIONAL PEDINDO O FIM DO EXAME DA OAB
    MARCHA INTERNACIONAL PEDINDO O FIM DO EXAME DA OAB
    MARCHA NACIONAL DOS ESCRAVOS DO EXAME DA OAB
    MARCHA NACIONAL DOS ESTUDANTES DE DIREITO, PEDINDO O FIM DO EXAME DA OAB
    MARCHA DAS FAMÍLIAS DOS ESTUDANTES E BACHARÉIS EM DIREITO
    UNIÃO BRASILEIRA DE JURISTAS(UBJ)
    UNIÃO DE CONSULTORES BRASILEIROS NA ÁREA TRIBUTÁRIA(UCBT)
    MARCHA CARIOCA DE BACHARÉIS, PEDINDO O FIM DO EXAME DA OAB
    MARCHA PAULISTA DE BACHARÉIS, PEDINDO O FIM DO EXAME DA OAB
    MARCHA MINEIRA DE BACHARÉIS, PEDINDO O FIM DO EXAME DA OAB
    MARCHA DOS BACHARÉIS DO ESTADO DA BAHIA, PEDINDO O FIM DO EXAME DA OAB
    MARCHA DOS BACHARÉIS DE BRASÍLIA-DF, PEDINDO O FIM DO EXAME DA OAB
    MARCHA DOS BACHARÉIS CAPIXABAS, PEDINDO O FIM DO EXAME DA OAB
    MARCHA DOS BACHARÉIS ALAGOANOS, PEDINDO O FIM DO EXAME DA OAB
    MARCHA DOS BACHARÉIS GAÚCHOS, PEDINDO O FIM DO EXAME DA OAB
    MARCHA DAS MULHERES BRASILIENSE, PEDINDO O FIM DO EXAME DA OAB
    UNIÃO NACIONAL DE JURISTAS EVANGELICOS(UNJE)
    UNIÃO NACIONAL DE ESCRITORES BRASILEIROS(UNEB)
    UNIÃO NACIONAL DE RADIALISTAS BRASILEIROS(UNRB)
    UNIÃO NACIONAL DE ARTISTAS BRASILEIROS(UNAB)

  5. charles disse:

    este vai ser mais um filho da puta que não vai fazer nada

  6. Nilton Pereira Cunha disse:

    Bom dia!

    É interessante que tenha outro Deputado à frente desse caso, já que o Eduardo Cunha, nada mias é do que um canalha, algo que venha do Cunha é melhor que não seja aprovado.

    ________________________________

  7. JOSE SILO DA SILVA disse:

    “Um dia roubaram nosso pão, ficamos calados, outro dia roubaram nossa dignidade, ficamos indignados, no outro dia, batemos na porta da justiça, agora aguardamos a solução”.
    (Pedro dos Santos Cardoso de Freitas).

    O EXAME DA OAB SEMPRE REPROVOU EM MASSA

    Não consigo entender por que se reprovam tanto na prova da OAB, há colegas nossos que já faleceram por doenças psicossomáticas e outros cometeram suicídio, por tentarem passar neste exame por mais de 10 vezes. Este tipo de exame é cruel, uma verdadeira escravidão contra os bacharéis, pois reprova mais de 90% dos inscritos. O único curso do nosso País, que o cidadão mesmo com o diploma aprovado pelo MEC, tem que se humilhar perante a OAB e contar com a sorte para ser aprovado, trata-se do curso de DIREITO.

    Se quiser exercer a profissão com dignidade, o inscrito tem que passar neste vexame autoritário da OAB, Infelizmente, só no do curso de DIREITO, se pratica tal arbitrariedade. A verdade que a OAB reprova em massa, para arrecadar sempre mais, pois já faturou mais de 1 bilhão de reais sem pagar nenhum imposto e prestação ao TCU(Tribunal de Contas da União).

    Outrossim, os donos de cursinhos preparatórios dos exames da OAB, estão também milionários, já arrecadaram mais de 300 milhões de reais, sem pagar impostos, e sem prestar contas a ninguém. Infelizmente o MPF(Ministério Público Federal) e o Presidente da República em Exercício não se manifestam, a Presidenta Dilma nunca se manifestou, o PGR(Procurador Geral da República) se manifestou na pessoa do Dr. Rodrigo Zanot, um tempo atrás, mas atualmente está inerte.

    Fonte: Jornalista ANA PAULA DA SILVA
    Data: 03/06/2016

    CARTA ABERTA AO PRESIDENTE DA REPÚBLICA EM EXERCÍCIO MICHEL TEMER
    Ordem e Progresso, Pedimos a Vossa Excelência, apoio para ajudar acabar ou implementar mudanças no Exame da OAB em caráter de urgência, exame este, que mantém a chaga social contra os milhões de bacharéis em direito, que estão desempregados, tendo seus sonhos dilacerados por não exercer a profissão com dignidade, mesmo depois de formados, os quais são impedidos pelo exame da OAB/FGV, certame este, que reprova mais de 90% dos inscritos.

    A OAB sempre manteve o seu poder acima do nosso ESTADO democrático de direito(CF/88), para ditar regras próprias que são de seu interesse de cunho particular. O exame da OAB/FGV, já arrecadou mais de 1 bilhão de reais desde 1994, quando foi implantado, nunca pagou imposto e nem tampouco prestação de contas ao TCU.
    Os milhões de Bacharéis em Direito, clamam por justiça, pedindo mudanças no exame da OAB. Ressaltando que o curso de direito, é o único do nosso país, que mesmo o cidadão já formado de posse de um diploma universitário, tem que submeter ao EXAME OPORTUNISTA DA OAB, se quiser ingressar no mercado de trabalho. Infelizmente o Exame da OAB, reprova em massa mais de 90% dos que se inscreve neste certame.

    PEDIDO DE MUDANÇAS DO EXAME DA OAB:

    Para: PRESIDENTE DA REPÚBLICA EM EXERCÍCIO MICHEL TEMER, DEPUTADOS FEDERAIS E SENADORES DA REPÚBLICA

    *PEDIDO PRINCIPAL: O FIM DO EXAME DA OAB

    PEDIDOS SUCESSIVOS
    1)ENFOQUE NAS MATÉRIAS DE ÉTICA E ESTATUTO DA OAB, QUE IRÁ COMPOR 50% DA NOTA NECESSÁRIA NA PRIMEIRA FASE DO EXAME DA OAB. (Pedimos tratamento de igualdade com o novo curso de direito, denominado “Tecnólogo em Direito”, que tem duração de apenas dois anos, criado pelo MEC, com a aprovação da Presidenta Dilma). Inclusive o novo curso de direito(Tecnólogo em Direito), já foi publicado no Diário Oficial da União.

    2)EXIGÊNCIA NO CONTEÚDO DA 1ª FASE, apenas das matérias de Direito Penal, Direito Civil e Direito Constitucional.(Previsão também no novo Curso de Tecnólogo em Direito, criado pelo MEC, com aprovação da Presidenta Dilma).
    3) GRATUIDADE GERAL DO EXAME DA OAB

    4) DISPENSA DO EXAME DA OAB PARA QUEM POSSUI PÓS GRADUAÇÃO NA ÁREA DO DIREITO

    5) Tributação sobre os valores arrecadados sobre as taxas dos exames da OAB.(O Governo Federal, ao invés de aumentar impostos, deve administrar os que já recolhe e cobrar daqueles que não pagam impostos).

    6) Mudança do Exame da OAB para ser aplicado pelo MEC

    São Bernardo do Campo – SP, 06 de Junho de 2016

    APOIO PARA ESTA MANIFESTAÇÃO:

    “Já somos escravos, queremos trabalhar ou morreremos de fome”
    MARCHA NACIONAL DOS BACHARÉIS DO BRASIL
    MARCHA NACIONAL DOS BACHARÉIS DESEMPREGADOS E ENDIVIDADOS PELO FIES
    MARCHA NACIONAL DOS DIREITOS HUMANOS E VÍTIMAS DOS EXAMES DA OAB
    MARCHA NACIONAL DAS MULHERES BACHARÉIS EM DIREITO DO BRASIL
    FRENTE SINDICAL DA MARCHA DOS BACHARÉIS DO BRASIL
    MOVIMENTO POLÍTICO NACIONAL PEDINDO O FIM DO EXAME DA OAB
    ASSOCIAÇÃO RELIGIOSA PEDINDO O FIM DO EXAME DA OAB
    MARCHA INTERNACIONAL PEDINDO O FIM DO EXAME DA OAB
    MARCHA NACIONAL DOS ESCRAVOS DO EXAME DA OAB
    MARCHA NACIONAL DOS ESTUDANTES DE DIREITO, PEDINDO O FIM DO EXAME DA OAB
    MARCHA DAS FAMÍLIAS DOS ESTUDANTES E BACHARÉIS EM DIREITO
    UNIÃO BRASILEIRA DE JURISTAS(UBJ), PEDINDO O FIM DO EXAME DA OAB
    UNIÃO DE CONSULTORES BRASILEIROS NA ÁREA TRIBUTÁRIA
    MARCHA CARIOCA DE BACHARÉIS, PEDINDO O FIM DO EXAME DA OAB
    MARCHA PAULISTA DE BACHARÉIS, PEDINDO O FIM DO EXAME DA OAB
    MARCHA MINEIRA DE BACHARÉIS, PEDINDO O FIM DO EXAME DA OAB
    MARCHA DOS BACHARÉIS DO ESTADO DA BAHIA, PEDINDO O FIM DO EXAME DA OAB
    MARCHA DOS BACHARÉIS DE BRASÍLIA-DF , PEDINDO O FIM DO EXAME DA OAB
    UNIÃO NACIONAL DE JURISTAS EVANGÉLICOS(UNJE)
    UNIÃO NACIONAL DE ESCRITORES BRASILEIROS(UNEB)
    UNIÃO NACIONAL DE RADIALISTAS BRASILEIROS(UNRB)
    UNIÃO NACIONAL DE ARTISTAS BRASILEIROS(UNAB

  8. AOM disse:

    Pois é. O PGR, não falou mais do EXAME, esta mais queto que gato no sol. E lá no primeiro mundo, pessoal esta conseguindo aumento salarial, enquanto os bacharéis, sendo humilhado diariamente. ” você é bacharel” né “não é advogado”. Não passou no exame né, kekekekek.

  9. Pedro Batista disse:

    Alô, alô, DRa.Janaina, não dar para peticionar contra o famigerado exame da OAB, só porque não ter cachê, ai, que peninha, viva todos os bachareis impedidos de trabalhar por esse imenso, Brasil.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s