Lava Jato: Pelo menos 10 políticos investigados detêm emissoras de TV e rádio. #FIMdaCORRUPÇÃO


Como a Constituição proíbe que deputados e senadores controlem qualquer tipo de concessão pública, muitos usam laranjas e familiares para driblar a legislação

Por Augusto Diniz*, no Observatório da Imprensa 

De afiliadas da TV Globo a rádios locais, pelo menos dez políticos que passaram a ser investigados na Operação Lava Jato controlam empresas de radiodifusão. Não é simples saber se um político é ou não proprietário de emissoras de rádio e televisão, pois no exercício do cargo de deputado e senador, pela Constituição, ele não pode controlar qualquer tipo de concessão pública. Por conta disso, muitos usam laranjas e familiares para driblar a legislação.

Ainda assim, há diversos levantamentos que apontam quais políticos do país controlam – ainda que não como proprietários formais – serviços de radiodifusão. Da lista de 47 que passaram a ser investigados pela Justiça, os políticos do PT e PSDB citados não constam como controladores diretos de veículos de comunicação de rádio e televisão. Mas Fernando Collor, do PTB, é proprietário do grupo Arnon de Mello, com emissoras de rádio na capital e cidades do interior do estado de Alagoas. A TV Gazeta, também de Collor, é uma das primeiras afiliadas da Globo no Nordeste.

Renan Calheiros e Eduardo Cunha, do PMDB, possuem concessões de rádio. A concessão do senador está em nome de seu filho, José Renan Calheiros Filho, a JR Rádio Difusora de Alagoas. Renan tem o sonho de montar um império de comunicação e já foi acusado de ter comprado outras emissoras no estado usando laranjas. Já o deputado federal e radialista Eduardo Cunha é um dos controladores da rádio Melodia, com atuação em pelo menos sete estados brasileiros.

PMDB, PP, PR…

O senador Romero Jucá, também do PMDB, é outro que tem rádio. Ela fica no interior de Pernambuco, na cidade de Bezerros. Aliados seus em Roraima, estado em que se elegeu senador, são proprietários da afiliada da Bandeirantes.

A família do senador Edison Lobão possui um sistema de rádio e televisão no Maranhão, seu estado natal. As emissoras se concentram nas duas principais cidades maranhenses. A rede de TV é afiliada do SBT. A família Sarney mantém um conglomerado de comunicação de emissoras de rádio e televisão que cobre quase 100% do estado do Maranhão. Roseana, ao lado do irmão e do pai, comanda a rede de televisão afiliada da Globo.

Dos deputados do PP, Dilceu Sperafico controla duas rádios na cidade de Marechal Cândido Rondon (PR). Já Aníbal Gomes é dono de rádio em Acaraú (CE). Sandes Junior é controlador de emissora de rádio em Goiânia (GO), e Roberto Britto, na sua cidade natal, Jequié (BA). Pedro Henry chegou a ter um canal de televisão (afiliada da Record) em Cáceres (MT), mas a concessão foi cassada há dois anos.

(*) Augusto Diniz é jornalista.

Fonte: revistaforum

Esse post foi publicado em Fim da corrupção e marcado . Guardar link permanente.

2 respostas para Lava Jato: Pelo menos 10 políticos investigados detêm emissoras de TV e rádio. #FIMdaCORRUPÇÃO

  1. Pedro Batista disse:

    Os Deputados e Senadores, estão buscando acolhida nas rádios comunitárias , utilizando os pastores (laranjinhas), em seus nomes explorarem as rádios de pequeno alcances, ou seja as rádios comunitárias, principalmente dos estados do norte-nordeste brasileiro, fere a constituição da República Federativa do Brasil.

  2. Antônio Mantovani disse:

    É de brincadeira, né!! Se vc comete um erro de digitação na declaração de ajuste, já cai na malha finíssima da Receita, porém esses escrotos, movimentam milhões e nada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s