Jair Bolsonaro rebate críticas e diz que OAB se preocupa com ‘picuinhas’ #FimDaReservaDeMercadoDaOAB


Geraldo Farias – DIÁRIO do Amazonas

Manaus – O deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) rebateu as críticas da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Amazonas (OAB-AM) e de parlamentares do Estado que se posicionaram contrários à homenagem marcada para o próximo dia 10, em que ele receberá, na Assembleia Legislativa do Estado (ALE), Comenda de Mérito Legislativo, proposta pelo deputado Platiny Soares (PV).

Nessa semana, a OAB-AM emitiu nota de repúdio expressando indignação face à homenagem aprovada na ALE para entrega da Comenda ao deputado Jair Bolsonaro. O parlamentar disse que a OAB-AM precisa deixar de se preocupar com “picuinhas” e se ater a temas nacionais e voltar a ser uma instituição mais atuante e não funcionar apenas como uma secretaria do governo do PT.

“Eu queria que a OAB falasse sobre a corrupção na Petrobras, falasse sobre os descalabros de Dilma Rousseff. Mas a OAB faz parte, parece, de uma secretaria do governo do PT. Lamentavelmente, a OAB não está se prestando a defender os advogados e a Justiça. Eu não vejo a OAB se manifestando sobre o senador Delcídio do Amaral, que estava orquestrando a fuga de Nestor Cerveró. Eu quero que a OAB se apresente a questões nacionais, como a OAB de antigamente. Me parece que o que eles fazem é ficar se preocupando com picuinhas”, retrucou.

O parlamentar, conhecido por defender o regime militar, revogação do estatuto do desarmamento, a diminuição da maioridade penal e o fim de “regalias” aos presos, disse que fica “muito feliz” com aqueles que dizem que sua ida a Manaus vai em desencontro ao que defende os direitos humanos, pois “direitos humanos só servem para defender bandido”.

“A política atual de direitos humanos só serve para defender bandido. Você só vê direitos humanos interessados em vida de bandido contra o trabalhador, contra a vítima. Então, muito obrigado aos defensores dos direitos humanos, que minha chegada aí não é bem aceita é sinal que eu, Jair Bolsonaro, estou no caminho certo”, comentou.

Quanto à posição de deputados da Assembleia Legislativa que se posicionaram contrários à homenagem, e ao vereador Everaldo Farias (PV), que apresentou moção de repúdio na Câmara Municipal de Manaus (CMM), Bolsonaro os desafiou para um confronto.

“Eu duvido que esse pessoal que está me acusando, deputados estaduais, aceitem, na Assembleia, eu falar com eles. Eles podem falar o que quiserem para mim também. Eu duvido que eles tenham hombridade, coragem, moral e caráter de travarmos um debate. Esses deputados têm é que mostrar trabalho para o Amazonas e não ficar criticando um deputado que é bem quisto em todos os lugares do Brasil”, rebateu.

Ao defender o regime militar, Bolsonaro disse que não havia tortura e sim respeito e liberdade. “Era um período em que a família era respeitada, onde você tinha segurança e liberdade para ir e vir sem problema nenhum, quando o Brasil economicamente cresceu. Vocês aí do Amazonas devem a Zona Franca de Manaus a um presidente militar que pensava num Brasil como um todo”, defendeu.

Quando questionado sobre os homossexuais, disse que não tem nada contra, mas que não pode ficar dando beijo em público para “afrontar” os outros. “Eu vou ter que ficar aturando dois caras trocando beijo, enfiando a mão embaixo da cueca do outro, do casal hétero que seja? E eu estando ali comendo uma pizza com meu filho ou minha filha do lado menor de idade? O cara que quer fazer sexo vai para o motel, vai pra sua casa, vocês aí no Amazonas vão pra perto da bananeira ou pro meio do mato e não em praça pública” explicou.

new.d24am.com

Esse post foi publicado em EXAME DE ORDEM e marcado . Guardar link permanente.

5 respostas para Jair Bolsonaro rebate críticas e diz que OAB se preocupa com ‘picuinhas’ #FimDaReservaDeMercadoDaOAB

  1. Antonio Caser disse:

    Bolsonaro não está criticando, ele está se defendendo. Bolsonaro é a única voz que sai em defesa do nosso querido Brasil que está se afundando e em “queda livre”. Se não pararem esse desgoverno, se não cassarem esse sindicato que se chama PT, vamos pagar um preço altíssimo, pois o pior está por vir.

  2. Antonio Caser disse:

    Jair Bolsonaro para presidente, já!

  3. José disse:

    A crítica é o maior erro da humanidade. O que a ação constrói , a crítica destrói. Tem Países pagando com vidas por conta das suas críticas, Quando são repetitivas se transforma em bullying. Quem quer corrigir uma injustiça , sai em silêncio, vai lá e faz. O PT e a OAB são os maiores exemplos: O PT passou 20 anos criticando os governos anteriores. A OAB até 94 eram os maiores críticos a nível de instituição privada. Hoje, que exemplos eles podem dar para os brasileiros? O PT mergulhado na corrupção e a OAB extorquindo R$ 220,00 de cada Bacharel no entorno de 120 mil candidatos, três vezes ao ano.

    • José disse:

      E o pior de tudo, é que tem muita gente defendendo essa bandidagem. Por isso é que o nosso País esta afundando cada vez mais nesse pântano fedorento.

  4. José disse:

    O Deputado só critica , ação contra a OAB nenhuma. Até agora ninguém colocou os projetos em votação nem o Presidente da Câmara. Tudo conversa de compadre. Os mais vividos diziam que, cão que ladra não morde e que os pequenos só fazem os grandes brigar. A critica é uma cópia fiel do PT quando era oposição, depois que conquistou o poder só fez m…!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s