Bacharéis organizam ato em defesa da gratuidade do exame OAB e aplicação pelo MEC. #FimDaReservaDeMercadoDaOAB


Responsive imageA manifestação foi marcada para os dias 24, 25 e 26 de novembro.OAB & CIA

Defender gratuidade do exame OAB e aplicação do exame de proficiência pelo Ministério da Educação (MEC). Estas são as duas bandeiras de alguns movimentos – que defendem mudanças no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) atualmente aplicado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

 

A manifestação foi marcada para os dias 24, 25 e 26 de novembro. O ato será no Congresso Nacional, disse o bacharel em Direito  Leandro Meneghini, ao site Justiça em Foco.
“Não podemos ficar parados, inertes, vendo PLS 341/2015 que propõe fim da taxa de Exame da OAB, do senador Marcelo Crivella, engavetado – desde junho na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania(CCJ) do Senado. Temos que fazer algo. Por isso, a manifestação.  O MEC precisa assumir a aplicação do exame de ordem. Acredito e defendo a unificação de movimentos que defendem mudanças no exame da Ordem. Precisamos nos unir e buscar soluções. Quem deseja apoiar. Pode me ligar”, declarou Meneghini.
“Temos que lutar por nossos direitos, senão seremos esquecidos. Não adianta nada o senador Cristovam Buarque, declarar a imprensa que Cabe ao Estado realizar exame de proficiência, e ficarmos de braços cruzados”, afirma Leandro Meneghini.
Onde ficar em Brasília
Estamos abertos para receber estudantes e bacharéis em Direito, no nosso Brasília Hostel (Albergue da Juventude de Brasília). O valor da diária por pessoa é R$ 58,00 (cinquenta e oito reais). Possuímos 100 leitos, e  nossos quartos são coletivos com capacidade para seis pessoas, todos possuem banheiro, armários com chaves para cada hospede. Oferecemos ainda, um delicioso café da manhã, roupa de cama, lavanderia comunitária que já estão inclusos na diária, disse Herbet Pacheco, gerente do Brasília Hostel.
Herbet Pacheco(Brasília Hostel)
(61) 8295.5867 (Tim)
Tel: (61) 3343-0531 Watsap (61) 9354-5389 
SRPN – Quadra 2, Lote 2D – CEP: 70070-778 – Brasília-DF
Outras informações podem ser obtidas:
Leandro Meneghini – SC
(47) 9724.3501 (Tim) 
(47) 9652.8585 (Vivo)
Gisa Moura – RS
(51)  9649.6493 (Tim)
Esse post foi publicado em Bacharéis em ação, EXAME DE ORDEM e marcado . Guardar link permanente.

7 respostas para Bacharéis organizam ato em defesa da gratuidade do exame OAB e aplicação pelo MEC. #FimDaReservaDeMercadoDaOAB

  1. JOÃO BATISTA SUAVE disse:

    CARTA ABERTA AOS MILHÕES DE BACHARÉIS EM DIREITO DO BRASIL

    *Vitória contra o desemprego, irmãos!
    A/C da OBB(Ordem dos Bacharéis do Brasil), MNBD(Movimento Nacional dos Bacharéis em Direito), Bação(Bacharéis em Ação), ANB(Associação Nacional dos Bacharéis) e demais associações que representam a classe dos bacharéis.
    Conforme a lei nº 12605/2012, o graduado em direito (bacharel em direito), pode requerer do estabelecimento de ensino universitário, alterando a nomenclatura de formação “Bacharel em Direito”, para “ADVOGADO”.
    Ao editar e sancionar a lei, o Governo Federal, cumpriu seu papel constitucional, além de corroborar com o princípio de isonomia. A título de ilustração, afirmamos: “Quem forma na área de engenharia, é Engenheiro; quem forma em medicina, é Médico; quem forma na área de psicologia, é Psicólogo; quem forma na área de odontologia é Cirurgião Dentista; entre todas as profissões são assim, exceto quem forma em Direito.
    Destacamos, o médico que formou em medicina, que lida com vidas humanas, presumidamente, geraria um risco maior para a sociedade do que os bacharéis em direito que não tem inscrição na OAB, para exercer a sua profissão de Advogado.
    A defesa da sociedade é o principal discurso da OAB, para manter seu exame de proficiência, que na realidade é um discurso de hipocrisia, pois sabemos, para a OAB, o que interessa é a arrecadação milionária, com mais de cem milhões por ano, sem pagar impostos e prestação de contas ao TCU.
    Tantos milhões arrecadados, sem nenhum investimento para a sociedade de forma em geral, que a OAB diz tanto defender, tampouco há qualquer investimento para os “escravos bacharéis em direito” e muito menos para a classe dos advogados, inscritos em seus quadros.
    A eleição para chapa majoritária da OAB, é secreta, portanto não existe democracia; a OAB, através do seu presidente do conselho federal, está se curvando diante da maior crise que o nosso país está atravessando, seja de escândalos na Petrobrás, seja os direitos dos trabalhadores que estão constantemente suprimidos, seja aumento de impostos, seja a volta da CPMF, seja político, seja econômico, etc.
    Ressaltamos, é de nosso conhecimento, que as faculdades de direito, estão criando resistências e sendo omissas em relação lei em epígrafe, preocupados com a provável perseguição da OAB. Ora, vejamos, estamos falando de cumprir a lei apenas, não é um jogo político e tampouco agradar “gregos e troianos”.
    Peço aos milhões de “Bacharéis em Direito(Advogados)”, que exerçam seus direitos e façam valer os conhecimentos que obtiveram na faculdade onde formaram, para requerer o direito de ter mencionado em seus diplomas, a formação de “ADVOGADO”, conforme a lei 12605/2012; caso haja resistência da regularização dos diplomas perante aos estabelecimentos de ensino de graduação; ingressem na justiça, postulando este direito.
    Aproveitamos esta carta de indignação perante a OAB e FGV, convidamos os bacharéis em direito de todo o país, suas famílias, simpatizantes de nossa classe e da sociedade de forma em geral, para irmos as ruas e na frente do Congresso Nacional em caráter de urgência, protestar contra o exame desequilibrado e que reprova em massa da OAB/FGV.
    São Paulo – SP, 16 de Novembro de 2.015
    João Batista Suave – Presidente Nacional da Marcha dos Bacharéis do Brasil
    *Vitória contra o desemprego, irmãos!

    FUNDAMENTAÇÃO

    Presidência da República
    Casa Civil
    Subchefia para Assuntos Jurídicos
    LEI Nº 12.605, DE 3 DE ABRIL DE 2012.
    Determina o emprego obrigatório da flexão de gênero para nomear profissão ou grau em diplomas.
    A PRESIDENTA DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:
    Art. 1o As instituições de ensino públicas e privadas expedirão diplomas e certificados com a flexão de gênero correspondente ao sexo da pessoa diplomada, ao designar a profissão e o grau obtido.
    Art. 2o As pessoas já diplomadas poderão requerer das instituições referidas no art. 1o a reemissão gratuita dos diplomas, com a devida correção, segundo regulamento do respectivo sistema de ensino.
    Art. 3o Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.
    Brasília, 3 de abril de 2012; 191o da Independência e 124o da República.
    DILMA ROUSSEFF
    Aloizio Mercadante
    Eleonora Menicucci de Oliveira
    Este texto não substitui o publicado no DOU de 4.4.2012

  2. JOÃO BATISTA SUAVE disse:

    ESCRAVIDÃO DOS BACHARÉIS EM DIREITO PERANTE A OAB
    (ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL)

    Nota: POVO BRASILEIRO, a escravidão no nosso País ainda não acabou, o exame corporativista da OAB perdura por mais de dez anos, ajude aos cinco milhões de Bacharéis em Direito a se libertarem desta imposição venenosa, que destroe sonhos e vidas de milhares de bacharéis em direito e suas famílias.
    A OAB não está preocupada com a sociedade, a qual alega para manutenção do exame, o que interessa é a manutenção da arrecadação com as taxas do exame. Se estivesse preocupada com a sociedade, investiria em cursos profissionalizantes para os Bacharéis e demais cursos para os Advogados já inscritos.

    Ter somente a carteira da OAB não é requisito de competência e idoneidade, há vários advogados envolvidos em corrupção, inclusive o próprio Presidente do Conselho Federal da OAB, no ESTADO DO PIAUÍ.

    A OAB controla quantos percentuais precisa de inscritos para ser aprovados e reprovados, pois assim ela mantém o controle do mercado.

    O exame da OAB é mais difícil do que as provas aplicadas a nível de concurso público para os membros do MP, magistrados, delegados de polícia, entre outros.

    Enfim, o objetivo principal do exame da OAB é para reprovar em massa e continuar arrecadando com taxas de exames para se enriquecer muito mais, sem prestação de contas ao TCU e a ninguém.

    Para violar o princípio de isonomia, o Ex-Presidente do Conselho Federal da OAB “Ophir Cavalcante”, afirmou publicamente que não prestou o exame da OAB e que o Congresso Nacional é um PÂNTANO. Outrossim, é de nosso conhecimento que a maioria dos ADVOGADOS INSCRITOS nos quadros da OAB que fazem parte da diretoria da OAB, também não se submeteram ao exame de sua própria ORDEM.

    Fonte: João Batista Suave

  3. JOÃO BATISTA SUAVE disse:

    Nota: POVO BRASILEIRO, a escravidão no nosso País ainda não acabou, o exame corporativista da OAB perdura por mais de dez anos, ajude aos cinco milhões de Bacharéis em Direito a se libertarem desta imposição venenosa, que destroe sonhos e vidas de milhares de bacharéis em direito e suas famílias.

  4. Sandra disse:

    Esses caras não estão nem aí para nada, perderam a vergonha na cara, se é que um dia tiveram, eles nem vê o movimento dos bachareis, o foco deles é o dinheiro, e com isso não vê e nem ouve nada alem disso.

    • JOÃO BATISTA SUAVE disse:

      ESCRAVIDÃO DOS BACHARÉIS EM DIREITO PERANTE A OAB
      (ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL)

      Nota: POVO BRASILEIRO, a escravidão no nosso País ainda não acabou, o exame corporativista da OAB perdura por mais de dez anos, ajude aos cinco milhões de Bacharéis em Direito a se libertarem desta imposição venenosa, que destroe sonhos e vidas de milhares de bacharéis em direito e suas famílias.
      A OAB não está preocupada com a sociedade, a qual alega para manutenção do exame, o que interessa é a manutenção da arrecadação com as taxas do exame. Se estivesse preocupada com a sociedade, investiria em cursos profissionalizantes para os Bacharéis e demais cursos para os Advogados já inscritos.

      Ter somente a carteira da OAB não é requisito de competência e idoneidade, há vários advogados envolvidos em corrupção, inclusive o próprio Presidente do Conselho Federal da OAB, no ESTADO DO PIAUÍ.

      A OAB controla quantos percentuais precisa de inscritos para ser aprovados e reprovados, pois assim ela mantém o controle do mercado.

      O exame da OAB é mais difícil do que as provas aplicadas a nível de concurso público para os membros do MP, magistrados, delegados de polícia, entre outros.

      Enfim, o objetivo principal do exame da OAB é para reprovar em massa e continuar arrecadando com taxas de exames para se enriquecer muito mais, sem prestação de contas ao TCU e a ninguém.

      Para violar o princípio de isonomia, o Ex-Presidente do Conselho Federal da OAB “Ophir Cavalcante”, afirmou publicamente que não prestou o exame da OAB e que o Congresso Nacional é um PÂNTANO. Outrossim, é de nosso conhecimento que a maioria dos ADVOGADOS INSCRITOS nos quadros da OAB que fazem parte da diretoria da OAB, também não se submeteram ao exame de sua própria ORDEM.

      Fonte: João Batista Suave

  5. José disse:

    Uma das providências é substituir o atual Ministro da Educação, ele é inimigo n° 1 dos Bacharéis em Direito . O PGR quando foi sabatinado no Senado pela segunda vez disse que o pau que bate no Chico tem que bater no Francisco. Até o momento só o Chico Presidente da Câmara está apanhado, inclusive, da imprensa. O Francisco Mercadante até agora não foi denunciado. Lembrando que ele também pegou uns por fora da Petrobrás. Portanto, ele não tem moral pra permanecer no cargo de Ministro da Educação e nem para criticar os Bacharéis , muito menos apoiar a OAB.

  6. Meus Parabéns a Todos ! Todos juntos e Unidos , a favor desses “Discriminados Bacharéis em Direito”!?!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s