Jurista Vasco V.: SENHOR DEUS DOS DESGRAÇADOS, AJUDE- NOS ABOLIR A ESCRAVIDÃO CONTEMPORÃNEA DA OAB #FimDaReservaDeMercadoDaOAB


OPINIÃO

Por Vasco Vasconcelos, escritor e jurista.   

vascovasconcelosA escravidão em nosso país foi abolida há cento e vinte sete anos, graças a Princesa Imperial Regente, Isabel Cristina Leopoldina Augusta Michaela Gabriela Raphaela Gonzaga de Orléans e Bragança  (Princesa Isabel).(1846-1921).

Entre os países do continente americano, o Brasil foi o último país a abolir a escravidão. Foi através da Lei Áurea, (Lei Imperial n.º 3.353 sancionada pela Princesa Isabel, no dia 13 de maio de 1888, que aboliu a exploração da mão-de-obra escrava no Brasil, embora, na prática, ainda hoje, se depara em nosso país, certas formas de escravidão contemporânea como é o caso do cassino e/ou caça-níqueis Exame da OAB que há  vinte anos vem se aproveitando da inoperância e (ir) responsabilidade do Ministério da Educação e da fraqueza da Presidenta da República Dilma Rousseff e da omissão do Congresso Nacional,  para impor essa excrescência, calibrado estatisticamente não para medir conhecimentos e sim para reprovação em massa,  triturando sonhos e diplomas gerando fome, desemprego e doenças psicossociais. Uma chaga social que envergonha o país.

Deveria ter sido um dos primeiros a reconhecer que o trabalho humanizado é um direito pertencente a todos os humanos. A privação do emprego é um ataque frontal aos Direitos Humanos.

Antes da promulgação da Lei Áurea, era legal escravizar e tratar as pessoas como coisa, para delas tirar proveito econômico. A história se repete: o caça-níqueis da OAB, cuja única preocupação é bolso de advogados qualificados pelo Estado (MEC),jogados ao banimento, renegando pessoas a coisas. Ensina-nos Paul Smith: “cada pessoa é importante da mesma forma, cada pessoa tem direito igual ao respeito por ser pessoa. Afirma que o ideal de uma sociedade igualitária será garantir oportunidades iguais a todos sem DISTINÇÃO. Mas OAB usurpando papel do Congresso Nacional, isentou do seu exame caça-níqueis os bacharéis em direito  oriundos da Magistratura, do Ministério Público e de Portugal. E com essas tenebrosas transações  ainda dizem que tal excrescência  é Constitucional?

Assim como no passado a elite não aceitava o fim da escravidão se utilizando dos mais rasos e nefastos argumentos, tipo: “Acabar com a escravidão iria ocasionar um grande derramamento de sangue e outras perversidades. Sem a escravidão, os ex-escravos  ficariam fora de controle, roubando, estuprando, matando e provocando o caos generalizado” hoje essa mesma elite não aceita o fim da escravidão contemporânea da OAB, o fim do caça – níqueis Exame de Ordem plantando nas revistas e nos jornais nacionais , o terror e o medo,  manchetes fantasiosas tais como: Exame de Ordem protege o cidadão?  O fim do Exame da OAB será um desastre para advocacia?

O título deste Artigo,  faz parte  de um dos mais conhecidos poemas da literatura brasileira, O navio Negreiros, Senhor Deus dos desgraçados,  trata-se de um  lindo poema de autoria do poeta  Antônio Frederico de Castro Alves, considerado o maior poeta do romantismo brasileiro, meu saudoso  conterrâneo, conseguiu, com o seu Navio Negreiro, colocar em poema a dor de Deus.

A história confirma que chorava em versos a sorte de milhões de escravos que, arrancados de sua pátria, seguiam feitos cães amontoados uns aos outros, para um inferno humano.

Quando o navio zarpava e mais tarde enfrentava tempestade e/ou ficava à deriva  o comandante,ordenava que os negros moribundos ou mortos fossem, pasme,  lançados ao mar, tudo isso como alternativa para reduzir o peso da embarcação. Com esse macabro procedimento, o mar acabava se tornando a única saída dos negros para a luz, antes de chegarem aos destinatários do comércio.

Mas a história se repete. Fato semelhante vem ocorrendo nos dias de hoje com milhares de escravos da OAB, (bacharéis em direito) (advogados), desempregados, negativos junto ao Fies, Serasa, jogados ao banimento, haja vista que os mercenários não querem concorrência e conta com a inércia, omissão  e  (ir) responsabilidades dos nossos governantes que aceitam os abusos praticados pela leviatã  OAB.

Está insculpido em nossa Constituição Federal – CF art. 5º, inciso XIII, “É livre o exercício de qualquer trabalho, ofício ou profissão, atendidas as qualificações profissionais que a lei estabelecer. De acordo com a Lei de Diretrizes e Bases – LDB – Lei 9.394/96 art. 48 da LDB: os diplomas de cursos superiores reconhecidos, quando registrados, terão validade nacional como prova da formação recebida por seu titular.

Ou seja o papel de qualificação é de competência das universidades e não de sindicatos. A própria OAB reconhece isso. É o que atesta o  art.   29 § 1º do Código de Ética Disciplina da OAB (Das regras deontológicas fundamentais) “Títulos ou qualificações profissionais são os relativos à profissão de advogado conferidos por universidades ou instituições de ensino superior, reconhecidas.

Recentemente durante o lançamento do livro ‘Ilegalidade e inconstitucionalidade do Exame de Ordem do corregedor do TRF da 5º Região, desembargador Vladimir Souza Carvalho, afirmou que Exame de Ordem é um monstro criado pela OAB. Disse que é uma mentira que a aprovação de 10% dos estudantes mensure que o ensino jurídico do país está ruim. Não é possível falar em didática com decoreba”, completou Vladimir Carvalho

Todo mundo se curva para essa elite. Depois do desabafo do Desembargador Lécio Resende então Presidente do TJDFT, Exame da OAB, ‘É uma exigência descabida. Restringe o Direito de livre exercício que o título universitário habilita”. Dias depois  OAB  usurpando papel do Congresso Nacional,  por maioria dos seus pares, aprovou o Provimento n° 144/2011, dispensando do Exame de Ordem os bacharéis em direito oriundos da Magistratura e do Ministério Público. Pelo Provimento nº 129/.2008, isentou desse exame os Bacharéis em Direito oriundos de Portugal, e com essas tenebrosas transações/aberrações e discriminações ainda têm a petulância de afirmarem que esse tipo de excrescência é Constitucional?

A Declaração Universal dos Direitos do Homem, de 1948, repudia a discriminação, em quaisquer de suas formas, por atentar contra a dignidade da pessoa humana e ferir de morte os direitos humanos. Esta afirmativa é o suficiente para os nobres Ministros o Egrégio Supremo Tribunal Federal – STF, de ofício, num gesto de grandeza reconhecer o erro, voltar atrás da decisão que DESPROVEU o RE 603.583.

Sinceramente não consigo ler na íntegra o poema do meu conterrâneo Castro Alves, sem segurar as lágrimas, ao deparar nos dias de hoje a escravidão contemporânea da OAB.  (…)  Quem são esses desgraçados? (…) “ Senhor Deus dos desgraçados!/ Dizei-me vós, Senhor Deus!/ Se é loucura… se é verdade/ Tanto horror perante os céus/ Ó mar! Por que não apagas/ Coa esponja de tuas vagas/ Do teu manto este borrão?…Astros! noite! tempestade!/ Rolai das imensidades!/ Varrei os mares, tufão!/ Que são estes desgraçados/ Que não encontram em vós/ Mais que o rir calmo da turba/ Que excita a fúria do algoz? / Quem são? Se a estrela se cala,(..)   São filhos do deserto/ Onde a terra esposa a luz/ Onde voa em campo aberto/ A tribo dos homens nus/ São os guerreiro ousados/ Que com os tigres mosqueados/ Combatem na solidão…Homens simples, fortes, bravos/ Hoje míseros escravos/  Sem luz, sem ar, sem razão/ (…)

Tudo isso me faz deparar com o sofrimento de milhares de bacharéis em direito (advogados),  (ESCRAVOS DA OAB),  jogados ao banimento por mercenários  que desrespeitam a Constituição e a Declaração Universal dos Direitos Humanos, ou  seja que só tem olhos para nossos bolsos. Vendem-se dificuldades para colher facilidades, se olvidando que a privação do emprego é um ataque frontal aos direitos humanos.

Senhora Presidenta da República, Senhores Presidentes do Senado Federal e da Câmara dos Deputados saibam que injustiças sociais geram violências. Nos idos da minha infância na terra dos saudosos e inesquecíveis conterrâneos, Castro Alves e do  colega jurista Rui Barbosa, somente filhos da elite poderia ser advogado. Porém com o advento de os governos FHC, Lula e Dilma, aumentaram o número dos cursos jurídicos em nosso país, girando em torno de 1308 faculdades de direito.

Doravante descendentes de escravos, filhos de prostitutas, trabalhadores rurais,  guardadores de carros, catadores de lixo, empregadas domésticas outras camadas mais pobres da população também podem ser advogados. Mas os mercenários da OAB acham isso um absurdo, como pode o país ter 1308 faculdades de direito? Ter  mais bibliotecas jurídicas do que cracolândias?

E assim com medo da concorrência, uma maneira de impedir o acesso de  descendentes de escravos, filhos de pessoas humildes nos quadros da OAB instituíram  pasme, o grande estorvo, o caça-níqueis Exame da OAB. A cada certame fatura cerca de R$ 80,0 milhões, sem computar o faturamento da indústria dos cursinhos, e seus satélites, sem nenhum retorno social, sem prestar contas ao Tribunal de Contas da União,  triturando sonhos de jovens e idosos, gerando fome, desemprego, depressão, síndrome do pânico, síndrome de Estocolmo, doenças psicossociais e outras comorbidades  diagnósticas.

Estou convencido que existem alternativas inteligentes e humanitárias: tipo estágio supervisionado e/ou residência jurídica, etc.. “A bove majore discit arare minor” (O boi mais velho ensina o mais novo a arar).

Se a Presidenta  da República Dilma Rousseff  e o Congresso Nacional viraram às costas para o direito ao trabalho insculpido em nossa Constituição  e na Declaração Universal dos Direitos Humanos,  funcionam a reboque   da OAB,  a saída é apelar para  os ensinamentos do Santo Padre Francisco quando disse:  “O jovem que não protesta não me agrada. Sejam revolucionários contra as injustiças sociais”. “Os jovens não podem acostumar com o mal. Futuro exige de nós uma visão humanista da economia e uma política que realize cada vez mais e melhor a participação das pessoas, evitando elitismos e erradicando a pobreza”. “Que ninguém fique privado do necessário, e que a todos sejam asseguradas dignidade, fraternidade e solidariedade: esta é a via a seguir”,  disse também que “Todos aqueles que possuem um papel de responsabilidade, em uma Nação, são chamados a enfrentar o futuro “com os olhos calmos de quem sabe ver a verdade”, como dizia o pensador brasileiro Alceu Amoroso Lima .

O fim da escravidão contemporânea da OAB, (Exame da OAB), significa: mais emprego, mais renda, mais cidadania e acima de tudo maior respeito à Declaração Universal dos Direitos Humanos, um dos documentos básicos das Nações Unidas e foi assinado em 1948. Nela estão enumerados os direitos que todos os seres humanos possuem. Está previsto Artigo XXIII -1 -Toda pessoa tem o direito ao trabalho, à livre escolha de emprego, à justas e favoráveis condições de trabalho e à proteção contra o desemprego. Os documentos que o Brasil é um dos signatários, impõem a obrigação de tomar medidas para garantir o exercício do trabalho como meio de prover a própria vida e a existência.

Senhor Deus dos desgraçados, ajude-nos abolir a última ditadura, a escravidão contemporânea da OAB. “A privação do emprego é um ataque frontal aos direitos humanos. “Assistir  os desassistidos e integrar na sociedade os excluídos”

Vasco Vasconcelos  escritor e jurista

Brasília-DF

e-mail:vasco.vascocnelos@brturbo.com.br

Esse post foi publicado em EXAME DE ORDEM, OBB e marcado , . Guardar link permanente.

13 respostas para Jurista Vasco V.: SENHOR DEUS DOS DESGRAÇADOS, AJUDE- NOS ABOLIR A ESCRAVIDÃO CONTEMPORÃNEA DA OAB #FimDaReservaDeMercadoDaOAB

  1. PAULINO disse:

    O amor de Deus pelo mundo não significa que Ele vai ignorar o pecado. Deus também é um Deus de justiça O pecado não pode deixar de ser punido eternamente.

    Senhor Deus dos desgraçados! poema Navio Negreiro, de Castro Alves.
    Senhor Deus dos desgraçados!
    Dizei-me vós, Senhor Deus,
    Se eu deliro… ou se é verdade
    Tanto horror perante os céus?!…
    Ó mar, por que não apagas
    Co’a esponja de tuas vagas
    Do teu manto este borrão?
    Astros! noites! tempestades!
    Rolai das imensidades!
    Varrei os mares, tufão! …

    Com a devida vênia, venho aqui falar sobre a desunião que há, porque tanta diferença se nosso Deus é o mesmo, realmente estamos vivendo o fim todos tempos, onde pessoas que escrevem com tanta propriedade com toda intenção de desrespeito a um cidadão o qual defende uma bandeira democraticamente, porque discriminar os seus irmãos sabemos que aos olhos de Deus somos iguais.

    Parabéns aos ilustre, intocável, e especiais escritos na ordem que tem o mesmo entendimento do ilustre advogado que diz “O meu Deus, felizmente, não é o “DEUS DOS DESGRAÇADOS”. O meu Deus é o “DEUS DOS AGRACIADOS”. O meu Deus é o “DEUS DOS FELIZES”. O meu Deus é o “DEUS DOS BEM AVENTURADOS”. NÓS, ADVOGADOS INSCRITOS NOS QUADROS DA OAB, não somos desgraçados, mas agraciados. Não somos esfomeados, mas relativamente abastados …!? Um advogado conselheiro da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) DF foi preso em flagrante depois de tentar sacar R$ 250 mil usando documento falso. Será que é verdade ou mentira? “NÓS, ADVOGADOS INSCRITOS NOS QUADROS DA OAB, não somos desgraçados, mas agraciados. Não somos esfomeados, mas relativamente abastados.”

    Não podemos generalizar tal entendimento, eu tenho minhas dúvidas. Para muitos advogados entendem a luta dos Bacharéis é a luta do Estado de Direito resguardado pela Constituição ART. 209, II, Nota-se que os ilustres advogados não têm medo da CONCORRÊNCIA e por ser advogado não se tornaram melhores do que os Bacharéis, muitos não fizeram Exame da Ordem e o DEUS que levam consigo NÃO É DIFERENTE é o mesmo Deus que NÃO DISCRIMINA SEUS FILHOS. Pela cor , raça, sexo ou qualquer condição social, educacional. E o Deus da virtude e da humildade.

    CHAMO ESTE POSICIONAMENTO Do nobre advogado carteirinha que deve usar o FAMOSO JARGÃO “SABE QUEM EU SOU o Dr. CARTEIRADA”, POBREZA DE ESPÍRITO”. Bizarro digo eu, quem é V. Exa? pasme, representado todos os advogados do Brasil, o que ganhas? A desgraça não está exclusivamente em certa Situação pode estar em todas as situações circunscrito. Um ajudante de pedreiro constrói e alicerça sonhos, são dignos. É lógico que não chega aos pés de e V.Exa. Ilustre o que és? Magistrado, promotor, desembargador, ou espera ocupar algum cargo do alto escalão da ordem, se não vai estudar essa luta não é sua.

    NÃO PODEMOS ESQUECER QUE TIVEMOS UM PRESIDENTE DA REPÚBLICA SEM FORMAÇÃO ACADÊMICA (METALÚRGICO), E NEM POR ISSO DEIXOU DE REPRESENTAR ESSA NAÇÃO e naquele momento se fez respeitado por todos.

    Salve, Salve! Princesa Isabel Filha de D. Pedro II, passou para a história do Brasil como a responsável pela assinatura da Lei Áurea, que aboliu a ESCRAVIDÃO no Brasil, em 13 de maio de 1888.

    LIBERTAS QUE SERÁ TAMEM (PARA QUEM SABE LER UM PINGO É LETRA).
    SALVE, SALVE! JOAQUIM JOSÉ DA SILVA XAVIER. (O Estado português queria demonstrar uma punição exemplar para desencorajar qualquer revolta contra o regime colonial. Tiradentes tornou-se mártir da Independência e da República.)

    Aplauso e Congratulações ilustre Vasco Vasconcelos o nosso respeito e admiração sempre.

  2. José disse:

    Eles irão ver o que é ser desgraçados, quando instalar uma CPI para apurar todas às denúncias que tem contra a Instituição (OAB), até a terra vai tremer. Será pior que a fusão do mensalão e petrolão . ” Vai ser um Deus nos acuda, e um monte de judas, pedindo perdão”. Muitos desses materiais comprobatórios já estão nas mãos dos Deputados e Senadores, vai ser uma rasteira nos dirigentes da OAB.

  3. Tiago Meneghin disse:

    O que impressiona é saber que o autor dessas palavras se considera “escritor e jurista”. Outrossim, impressiona, também, saber que tantas pessoas nessa página veem tal sujeito como “escritor e jurista”, quando, em verdade, não passa de um fanfarrão, de um pseudo-intelectual engravatado que, de forma leviana e infantil, lança sempre as mesmas palavras ao vento.
    No entanto, é digno de nota que o tal “escritor e jurista” demonstra, ao menos dessa vez, um pouco de lucidez ao reconhecer já no título do texto que o Deus dele e dos analfabetos da OBB e do MNBD é, em última análise, o “DEUS DOS DESGRAÇADOS”.
    O imaginado “escritor e jurista” está absolutamente correto dessa vez. Afinal de contas, estudar cinco longos anos, ter elevadas despesas com livros e mensalidades, para depois perceber que não se aprendeu NADA é mesmo uma DESGRAÇA DE MARCA MAIOR.
    Por isso, excepcionalmente, dessa vez o tal “escritor e jurista” está induvidosamente correto em suas palavras. Aqueles que, após cinco anos de estudos intensivos não conseguem sequer passar no exame de ordem, são mesmo uns DESGRAÇADOS, uma vez que estão fadados a passar por inúmeras humilhações, inclusive fome, conforme admite o próprio “escritor e jurista”.
    Ou alguém, em sã consciência, seria louco a ponto de negar que aqueles que passam fome são DESGRAÇADOS? Ora, passar fome, por certo, é uma DESGRAÇA. Logo, quem passa fome está submetido à uma situação de DESGRAÇA, sendo, portanto, um DESGRAÇADO. Simples assim.
    Nem é preciso fazer maiores explanações, uma vez que o próprio “escritor e jurista” reconhece expressamente que o Deus dele – e dos analfabetos que não passam no exame de ordem – é o “DEUS DOS DESGRAÇADOS”.
    O meu Deus, felizmente, não é o “DEUS DOS DESGRAÇADOS”. O meu Deus é o “DEUS DOS AGRACIADOS”. O meu Deus é o “DEUS DOS FELIZES”. O meu Deus é o “DEUS DOS BEM AVENTURADOS”. Nós, advogados inscritos nos quadros da OAB, não somos desgraçados, mas agraciados. Não somos esfomeados, mas relativamente abastados.
    Esse bizarro “escritor e jurista” desmoralizou os jumentos que ele próprio tenta – sem nenhum êxito – defender. E, pasmem, ele está coberto de razão! Quem não consegue passar no exame da OAB é – ou fatalmente se tornará – um DESGRAÇADO.
    Se seu Deus é o “DEUS DOS DESGRAÇADOS”, então pare de se queixar e aceite sua DESGRAÇA. Abrace sua própria desgraça e pare de reclamar. Digo isso não só ao ajudante de pedreiro que se diz “escritor e jurista”, mas a todos vocês que admiram esse fanfarrão engravatado.
    Faz-se necessário esclarecer, também, algumas dúvidas que esse sujeito lançou aqui. Vamos lá: o tal “jurista” diz que: “Fato semelhante vem ocorrendo nos dias de hoje com milhares de escravos da OAB, (bacharéis em direito) (advogados), desempregados, negativos junto ao Fies, Serasa, jogados ao banimento, haja vista que os mercenários não querem concorrência e conta com a inércia, omissão e (ir) responsabilidades dos nossos governantes que aceitam os abusos praticados pela leviatã OAB”.
    Pois bem, não há que se falar em ESCRAVIDÃO. Os analfabetos que não passam no exame de ordem NÃO SÃO, E NEM PODEM SER CONSIDERADOS ESCRAVOS DA OAB. A OAB não escraviza ninguém. Aqueles que não passam no exame da OAB, não estão obrigados a laborar pela e para a OAB. Eles podem seguir outras carreiras jurídicas, como técnico judiciário, escrivão e/ou magistério jurídico. Assim, não há que se falar em escravidão.
    O infeliz ainda diz que: “CF art. 5º, inciso XIII, É livre o exercício de qualquer trabalho, ofício ou profissão, atendidas as qualificações profissionais que a lei estabelecer”. Ora, ele deu a resposta às suas próprias dúvidas. A Carta Magna diz que é livre o exercício de qualquer trabalho, desde que ATENDIDAS AS QUALIFICAÇÕES PROFISSIONAOS QUE A LEI ESTABELECER. Caso ele não saiba ou tenha se esquecido, o exame de ordem está previsto em Lei.
    VOLTO A REPETIR: O EXAME DA OAB JAMAIS IRÁ CAIR!

    • Pedro disse:

      O Dr. Tiago está com problema de memória, ele esqueceu que dentro dos inscritos da OAB tem um grade número de desgraçados, tem várias quadrilhas presas e outras sendo investigadas, tem também o Presidente Nacional da Entidade que está sendo investigado por desvio dos precatórios dos Professores e Merendeiras no Estado do Piauí. Estão sendo apurados também, as denúncias que a OAB paga em dobro, para os examinadores por cada reprovação, de um Bacharel. Estes, e tantos outros, que estão no anonimato são mais do que desgraçados, são desprovidos de caráter.

  4. MÁRCIO MOURA disse:

    Amigo Vasco, como sempre você sempre vem abrilhantar a nossa luta com a sua lucidez e seus ensinamentos. Publiquei isso no Facebook e vou reproduzir aqui; Do jeito que a coisa anda favorável a OAB, não acho difícil ela (OAB) dizer que NÃO peçam ajuda a “Deus dos desgraçados” que ele é da família. Resumindo: Estamos ferrados!!! Agente se encontra em Brasilia. Forte abraço.

  5. osias marcelo vieira de castro disse:

    Caríssimos colegas concordo em numero e grau dos escrito no que trata o fim do (in) constitucional exame de ordem. Mais, se isso na visão como em afirmados os defensores da manutenção do exame que seja editada modificações tais: Todos que passarem na primeira face tenha esse direito adquirido respeitado e que tão somente se submetam a segunda face, por um período de três anos e que até aprovação final este possar atuar de forma a não ficar totalmente no limbo, e sofrendo com as pressões da Caixa Econômica- Fies e os transtornos físicos, psíquicos e social. Isso é pena de morte. Vamos meus colegas nos unir e fazer igual os estudantes firam no ano passado, por nao um movimento, uma marcha para nos salvarmos. Os escravos foram abolidos o navio negreiro tem de ficar so na memoria da historia. Chega de enchermos os cofres do Sindicato OAB e os cursos dos desembargares, juízes e etc.

  6. PEDRO DOS SANTOS CARDOSO DE FREITAS disse:

    A/C DO PRESIDENTE, VICE-PRESIDENTE E DE TODOS OS DEPUTADOS QUE INTEGRAM A CPI(COMISSÃO PARLAMENTAR DE INQUÉRITO)

    COMO PODEMOS CONFIAR NA IDONEIDADE DO EXAME CAÇA-NÍQUEL DA OAB, SE CADA VEZ MAIS O PRESIDENTE NACIONAL DA OAB MARCUS VINICÍUS COELHO, ESTÁ ENVOLVIDO EM ESCÂNDALO DE CORRUPÇÃO. A OAB ARRECADA MAIS DE OITENTA MILHÕES DE REAIS TODO ANO COM CERTAMES DA OAB. TAL ARRECADAÇÃO MILIONÁRIA, NUNCA HOUVE PRESTAÇÃO DE CONTAS AO TCU E A NINGUÉM.
    O GOVERNO DA PRESIDENTA DILMA É OMISSO, POIS DEIXA DE ARRECADAR IMPOSTOS MILIONÁRIOS PARA OS COFRES PÚBLICOS, POIS A OAB SE ESCONDE ATRÁS DE UMA IMUNIDADE, QUE NÃO TRAZ NENUM BENEFÍCIO SOCIAL PARA A SOCIEDADE DE MODO EM GERAL. ESTAMOS CHEGANDO NUM ÍNDICE DE REPROVAÇÃO DE MAIS DE 90%(NOVENTA POR CENTO) DOS QUE SE INSCREVE NO CERTAME DA OAB/FGV, POIS SUA AVALIAÇÃO É SEM ESCOPO PEDAGÓGICO, É UM JOGO DE CARTAS MARCADAS, RECHEADO DE PEGADINHAS, OS PROFESSORES SÃO ORIENTADOS A APROVAR UM DETERMINADO NÚMERO DE CANDIDATOS.
    AS ASSOCIAÇÕES DOS BACHARÉIS JÁ ENVIARAM AS PROVAS PARA O CONGRESSO NACIONAL, AINDA NÃO HOUVE NEUMA PUNIÇÃO (ABERTURA DE CPI) CONTRA O EXAME FRAUDULENTO DA OAB. A OAB QUER QUE OS BACHARÉIS SE EXPLODAM, A MESMA PROCURA PASSAR POR CIMA DE TODOS, INCLUSIVE SOBRE NOSSA CARTA MAGNA, PARA MANTER SUA RESERVA DE MERCADO.
    ATÉ QUANDO ALGUMA AUTORIDADE OU ALGUM POLÍTICO VAI TOMAR UMA INICIATIVA E DE DAR UM FIM NESTA ESCANDALOSA IMPUNIDADE, QUE É O EXAME DA OAB/FGV, O ÚNICO CURSO NO PAÍS QUE TEM EXAME PRIVADO, MESMO DEPOIS DO CIDADÃO POSSUIR O DIPLOMA APROVADO PELO MEC, É O CURSO DE DIREITO.
    A PRESIDENTA DILMA DEVERIA EDITAR UM DECRETO LEI OU OUTRA MEDIDA, PARA ACABAR COM ESTA DESGRAÇA SOCIAL, QUE IMPEDE MILHÕES DE BACHARÉIS DE TEREM ACESSO AO MERCADO DE TRABALHO EM IGUALDADE COM AS DEMAIS PROFISSÕES. CHEGA DE INJUSTIÇA, CHEGA DE ESCRAVIDÃO, CHEGA DE IMPUNIDADE, CHEGA DO EXAME DE EXCLUSÃO SOCIAL DA OAB!

    TRANSCREVEMOS MAIS UM TEXTO ABAIXO QUE O PRESIDENTE NACIONAL DA OAB, MARCUS VINICIUS COELHO, ENVOLVIDO DE FORMA COMPROVADA EM ESCÂNDALO NO ESTADO DO PIAUÍ:

    “Roubo no Piauí
    Advogados metem a mão em até 27% dos precatórios dos trabalhadores
    Burocracia sindical colabora com o golpe de entregar mais de R$ 100 milhões de servidores para advogados, que há anos vem sendo contestado por professores do PCO e outros

    Presidente da OAB, Marcus Vinícius Coelho, atua como advogados dos advogados que embolsaram mais de R4 100 milhões dos trabalhadoresRoubo no Piauí
    Escândalo dos precatórios envolvendo, entre outros, o Desembargador Luiz Gonzaga Brandão, do TJ-PI e Marcus Vinícius Coelho, presidente da OAB Nacional, que professores do PCO vinham denunciando há mais de 10 anos
    A imprensa local e nacional, divulgou nos últimos dias que o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), está denunciando que o “presidente da OAB embolsou honorários irregularmente” ao se apoderar – junto com outros advogados – de cerca de R$ 108 milhões, equivalente a 27% de uma “indenização de R$ 400 milhões” que merendeiras e professores ganharam do governo do Piauí.
    Nota: TEXTO FOI REDUZIDO DO ORIGINAL, POR ESPAÇO LIMITADO PARA ESTA PUBLICAÇÃO.
    NOTA GERAL: OS MAIS DE CINCO MILHÕES DE BACHARÉIS EM DIREITO, REPUDIAM A ATITUDE DOS DEPUTADOS “RONALDO BENEDET” e “VALTEMIR PEREIRA”, POR AUMENTAR A DESGRAÇA DOS BACHARÉIS, AMPLIANDO AINDA MAIS A EXCLUSÃO SOCIAL DOS BACHARÉIS EM DIREITO, COM A APROVAÇÃO NO CCJ DA AMPLIAÇÃO DO PODER DA OAB. NA PRÓXIMA ELEIÇÃO, VAMOS DIVULGAR ESTE ACONTECIMENTO.

  7. cristiane disse:

    GENTE, OTIMA TARDE! PARA NAO DIZER O CONTRARIO! OS SENHORES VIRAM QUE OS BACHAREIS ESTAM FORA, SE FOR APROVADO ESSE PROJETO DANDO PELNO PODERES AOS ADVOGADOS EM ATUAREM NA ESFERA ADMINISTRATIVA TAMBEM, COMO ATUA NA ESFERA JUDICIAL E PIOR CONSIDERANDO CRIME O BACHARELADO DE ATAUR E TENDO UAM MULTA DE R$5.000 Á 100.000, OLHA O TAMANHO ABSURDO!
    COM TANTAS ATROSIDADES UM INFELIZ DE UM DEPUTADO, QUER FAZER MEDIA NA ACAMARA E QUER DE DEIXE DE SER CONTARVENCAO PENAL E PASSE SER CRIME, O BACHARELADO DE ATUAR N AREA ADMINISTRATIVA TAMBEM.
    “VAMOS NOS UNIR, PORQUE SE SENTIMOS LESADOS, E SE JUNTARMOS FORÇAS NADA E NINGUEM VAI NOS DETER E MAIS USAREMOS O PROPRIO PRINCIPIO DENTRO DO DIREITO, POR MOTIVAR OS NOSSOS REPRESENTANTES A FAZER VALER O NOSSO DIREITO”.
    FIVA A AI A MINHA DICA E ESPERO QUE FACAMOS A DIFERNCA MAIS DO NUNC AGORA DIA 26/05/2015, NAO TENHAMOS VERGONHA DE MOSTRAR PARA ELES QUE NAO E UMA PROVA, QUE AVALIARA SE SEREMOS BONS PROFISSIONAIS, E SIM A PARTAICA NO DIA-A DIA!

  8. charles disse:

    Chega de bla,bla, bla, e vamos estudar pois o exame da OAB não vai acabar, enquanto noa bacharéis pensa em fazer algo a OAB já fez , e as Deputaiadas não vão fazer nada, pois se tivesse que fazer já teriam feito.

  9. FRANCISCO CARLOS ANONI disse:

    TEM COISAS QUE SÓ ACONTECEM NO BRASIL !

    CRIARAM UMA LEI (8906/94) ESPECIFICAMENTE PARA A O.A.B., E QUEFOI REGULAMENTADA POR UM PROVIMENTO DO CONSELHO FEDERAL DA O.A.B.!

    QUAIS FORAM AS DATAS EM QUE HOUVERAM AUDIÊNCIAS PÚBLICAS EM QUEFORAM AO MENOS CONVOCADOS, O M.E.C., ENTIDADES ESTUDANTIS, BACHARÉIS EM DIREITOE A POPULAÇÃO, PARA DEBATEREM O ASSUNTO ?

    O.A.B.,QUE SIMPLESMENTE IGNORA E USURPA OS DIREITOS CONSTITUCIONAIS DOM.E.C !

     A  O.A.B., AINDA TEM A PETULÂNCIA EM AFIRMAR QUE QUEM NÃO FIZERO TAL”EXAME” E PASSAR, O FATO DE TER UM DIPLOMA EMITIDO PELO M.EC., (QUE LHE GARANTE O DIREITO CONSTITUCIONAL DE TRABALHAR COMO ADVOGADO ), NÃO VALENADA !

    E NEM MP, NEM CONGRESSO, NEM S.T.F. , VEEM IRREGULARIDADES NESSECASO, POR QUE SERÁ ?

     

  10. josé da silva bezerra junior disse:

    infelizmente colocaram de volta no poder uma pessoa gananciosa egoista que so se preocupa com o seu bem esta e sua conta bancaria; enquanto milhares de pessoas que em vestiram quase quarenta mil reais em mensalidades fora livros e outros materiais gastos deixando falília em ultimo plano para se forma e hoje o bacharel e discriminado não passa de um zé ninguem por que não é considerado nada,não sei ate quando esta vergonha nacional vai acabar e a escravidão como ja foi dito em outros comentários. dona Dilma tenha misericordia desses bachareis e coloque eles no seu campo de trabalho pois nossos advogados de carteira não dão conta dos milhares de processo que existem e deixam a deseja os bachareis pedem clemencia senhora presidente não deixe mais esses profissionais passarem fome tenha piedaaaaaade deles.

  11. JURISTA.JORNALISTA e CIDADÃO QUE CUIDA DAS DAS CAUSAS JUSTAS:]
    Sou assíduo leitor de tuas matérias nesta coluna.
    Acabo,
    agora 220515 as 11h15 de ler: Senhor DEUS dos DESGRAÇADOS…
    PERMITA-ME DIZER:
    O bacharel em direito é sim um cidadão ABENÇOADO.
    Não podendo,ser considerado NUNCA DESGRAÇADO…
    DESGRAÇADO ou (desgraçados) são os que impedem-os de atuar em sua profissão desde o advento da maledeta lei oab 890694.
    Ela,esta LEI é sim uma DESGRAÇA NACIONAL
    Mas o seu FIM encontra-se quasi bem pertinho dos ICIBERGUES.
    Aquele potentíssimo NAVIO LUXUOSO que afundou e ninguém pode ser salvo.
    PORTANTO
    Se desejar faça uma busca no YOUTUBE dia 19 de maio de 2015.
    LEIA
    O discurso de MAGNO MALTA na TRIBUNA DO CONGRESSO NACIONAL.Onde ele, com sabedoria humana e bíblica, fala com a coragem igual aquele do guerreiro DAVI que não daria seu voto em favor do JUIZ indicado por DILMA ao STF.
    Sua fala vai repercutir assustadoramente no recinto do STF.Onde la subsiste sem julgar o merito do RECAURSO ESPECIAL 603.583 em favor do exame de ordem
    OBSERVAÇÃO:
    Este seu leitor prepara com provas e mais provas e documentos em seu SITE PROFISSIONAL que o exame de ordem e a lei anencéfala 8906/94 é uma espécie de escárnio contra nossa Lei Maior.
    RESPONDA-ME
    em meu email este questionamento. Por favor
    JOÃO RIBEIRO PADILHA.82 de idade.Brasileiro Nato.jribeiropadilha@uol.com.br
    SUA RESPOSTA
    Aqui chegando vai encontrar lugar em meu SITE
    SP 22 de maio de 2015 sexta feira as 11h28

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s