Ives Gandra afirma que é possível sim a intervenção militar constitucional. #FIMdaCORRUPÇÃO


O Movimento pela intervenção constitucional militar vem crescendo, basta ver como vem se desenrolando as últimas manifestações.

Os movimentos são assim, nascem pequenos, com meia dúzia de pessoas e vão aumentando.

Neste vídeo o jurista  Ives Gandra conta um pouco da história do golpe de 1964 e afirma que a Constituição de 1988 deixou sim uma brecha para que os militares assumissem como intervencionistas nos moldes do art. 142.

Figura controversa este jurista que bem a pouco defendia a PEC 37 que tirava poderes do Ministério Público, e pelo seu nível de conhecimento, não há como dizer que o fazia equivocadamente e agora diz que sim, é possível a intervenção militar.

Se formos observar seus relatos, vemos semelhanças de alguns fatos que ocorreram naquela época e que parece repetir-se hoje.

Esse post foi publicado em Fim da corrupção e marcado . Guardar link permanente.

6 respostas para Ives Gandra afirma que é possível sim a intervenção militar constitucional. #FIMdaCORRUPÇÃO

  1. José disse:

    Se houver uma intervenção militar os maiores culpados serão os políticos que detém o poder e a própria justiça. As quadrilhas do PT, alguns estão presos e outros estão a caminho, o que está correto, mas, e a quadrilha do Demóstenes Torres aonde estão, deveriam estar presos, inclusive, o próprio Demóstenes. Que imparcialidade é essa. Só falta dizer que o Demóstenes é inocente, assim como o STF fez quando absolveu o Collor em mais de cem processos. Não sou petista, mas não compartilho com essa desproporção. Está correto o ex-presidente Lulu, quando disse: ” quando é contra o PT é usado o rigor da lei”.

  2. Fernancyo fernancio disse:

    Ditadura nunca mais,precisamos lutar contra a corrupção sim,mas nunca mais tortura, censura e perseguição política,democracia sim!

    Paz e bem! Irmão leigo guerreiro da não-violência ativa sem medo de ser feliz na luta sempre resistindo! Nordeste independente já! Eu tenho um sonho em que todos possam ser iguais em direitos e cidadania ativa!

    Em 14 de abril de 2015 23:19, “Inacio Vacchiano – Filósofo, jurista,

  3. Não vejo com bons olhos uma intervenção militar, muito pelo contrário, o que necessita e colocar os corruptos na cadeia, punir com prisão perpétua aqueles que comprovadamente roubarem o erário público, seja quem for,daí , sirva de exemplos para os futuros políticos tomarem vergonha na cara, pois, se pensar em fazer qualquer falcatruas com o dinheiro publico, vai comer cadeia.Agora falando a respeito do exame da desordem social, tem que acabar com essa vergonha, não pode nunca um Sindicato como a Oab, usurpar o direito constitucional do Meu,colocando milhões de colegas Bacharéis em Direito desempregados, isso é um absurdo.

  4. JOSÉ FELIPE FILHO disse:

    Justiça Federal diz que Exame da OAB é inconstitucional

    O desembargador Vladimir Souza Carvalho, do TRF-5 (Tribunal Regional Federal da 5ª Região) concedeu liminar determinando que a OAB inscreva bachareis em direito como advogados sem exigir aprovação no Exame Nacional da Ordem. Para o desembargador, a exigência de prova para pessoas com diploma de direito reconhecido pelo MEC é inconstitucional. É primeira decisão de segunda instância que reconhece a inconstitucionalidade do Exame.

    De acordo com o desembargador Vladimir Souza Carvalho, relator do caso, o Exame de Ordem é inconstitucional, na medida em que a Carta Magna prevê que “é livre o exercício de qualquer trabalho, oficio ou profissão, atendidas as qualificações profissionais que a lei estabelecer”. Portanto, para o magistrado, não cabe à OAB “exigir do bacharel em ciências jurídicas e sociais, ou, do bacharel em direito, a aprovação em seu exame, para poder ser inscrito em seu quadro, e, evidentemente, poder exercer a profissão de advogado”.

    Ainda segundo a decisão, da forma como está regulamentada a norma atualmente, conferindo poder de decisão à Ordem, faz com que as avaliações realizadas ao longo da graduação percam a validade. “Trata-se de um esforço inútil, pois cabe à OAB e somente a ela dizer quem é ou não advogado”, ressalta Carvalho.

    ´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´
    (…) O nome oficial do Estado nazista foi Deutsches Reich (Reich Alemão) entre 1933 e 1943 e Großdeutsches Reich (Grande Reich Alemão) entre 1943 e 1945. Deutsches Reich é geralmente traduzida como “Reich Alemão”.1
    Os termos em português mais comuns são “Alemanha nazista” e “Terceiro Reich”. Este último, adotada pelos nazistas, foi usado pela primeira vez em uma novela 1923 porArthur Moeller van den Bruck. O livro contava o Sacro Império Romano (962-1806) como o primeiro Reich e o Império Alemão (1871-1918) como o segundo. Os alemães modernos referem-se ao período como Zeit des Nationalsozialismus (período nacional-socialista), Nationalsozialistische Gewaltherrschaft (tirania nacional-socialista) ou simplesmente como das Dritte Reich (o Terceiro Reich)
    QUAL A DIFERENÇA DO EXAME DE ORDEM, QUARTO PODER PARALELO QUE TÁ MANDANDO EM TUDO “INCLUSIVE! NO STF C*/C OS GOVERNOS DO PT. Ninguém faz nada, porque será?… `

    “““““““““““““““““““““““““““““““““““““““““““““`
    PRECISAMOS APOIAR OS MILITARES PARA GOVERNAR O BRASIL, TERRA AMADA.
    Atualizar: porque Intervenção Militar é burrice?
    Só porque ela vai proibir você de fumar sua maconha nas ruas na frente da população,
    Vai proibir a TV de incentivar a prostituição, traição e a boiolice,
    Vai proibir a porcaria que tem na net p/ acabar com a juventude,
    Os MC de incentivar a ostentação, prostituição e o crime.
    Vai controlar os programas de TVs que acaba e destrói a família e a sociedade brasileira.

    BURRICE E QUERER ISSO PARA SEUS FILHOS E NETOS.
    ISSO NÃO E PROIBIR E POR ORDEM, E ENSINAR O CERTO. ENSINANDO O CIVILISMO AOS CIDADÃOS BRASILEIROS E OPORTUNIDADE JUSTA PARA TODOS OS QUE OBEDECEM AS LEIS ATUAIS E VIGENTES BRASILEIRA.

  5. sandra disse:

    precisamos mesmo de mais gente em favor da extinção dessa desonra nacional que é esse exame de Ordem, isso é uma pouca vergonha e desmoraliza um País como o Brasil, onde um MEC não tem valor moral, pois por ele um diploma e validado, e pela OAB é desvalidado, e a OAB pesa mais, isso é ridículo, precisamos de mais colaboradores nessa área ou até quando eles serão os senhorios da educação superior no Brasil, na área jurídica, é ridículo, o Direito é uma ciência linda no papel, porem na pratica, é uma vergonha, e isso é sabido de todos, alhas o nosso Brasil está inteiro, uma vergonha, o que leva aos homens a se deteriorarem dessa maneira, ganância, loucura ou falta de caráter. Ou melhor ainda, falta total de Deus. Se as Instituições de Direito não têm competência para graduar Advogados, porque não as fecham em obediência a OAB, mais não, formam cada dia mais e mais Bacharéis em Direito só para encher as burras da OAB, e cada vez arrecadam mais e mais, falindo as pessoas e enriquecendo a OAB,enriquecimento ilícito, pois o que cobram para fazer esse exame é um abuso, e não temos autoridade nenhuma para dar um basta nisso, e por causa disso, o que nos leva a pensar, é que todos ganhão o seu quinhão, com total desumanidade, sem consciência e sem remorso.

  6. Festélli Eventos disse:

    “lf

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s