Financiamento empresarial de campanha quebra milhares de empresas. #FimDaCorrupção


Tem me parecido que 0 micro empresariado esta deixando passar uma das questões mais importantes para a própria sobrevivência.

Atualmente parte significativa do dinheiro do BNDES, recursos do FGTS e demais fontes monetárias na Caixa Econômica são destinados às mega empresas que patrocinam as campanhas eleitorais.

Como consequência, os pequenos estarão sempre fora de muitas licitações, terão seus pedidos de empréstimos negados sem motivo justo, enfim…

Em uma construção como o Minha Casa Minha Vida, os recursos vão para as grandes construtoras que investem quase NADA de seu capital e os pequenos e micros que utilizam seu patrimônio no negócio mal conseguem receber o valor da venda do imóvel.

Vale lembrar que estes recursos não circulam entre os pequenos, microempresários, entre os cidadãos, logo, sem circulação vem a recessão, quebradeiras, desemprego, etc.

Já se sabe que as construtoras são responsáveis por 55% das doações para as campanhas.

De repente o dinheiro desaparece no mesmo passo em que uma grande empreiteira recebe milhões.

Alguns políticos e grandes empresários tem interesse que tudo continue como está, pois só sabem trabalhar desta forma: passando a rasteira e roubando os frutos alheios.

Não importa o partido que você defenda. Se esta situação continuar não há como pessoas descentes ocuparem o poder. Salvo se for um milionário bom samaritano, que por sinal ficaria isolado no parlamento.

LUTAR PELO FINANCIAMENTO PÚBLICO DE CAMPANHA NÃO É UMA QUESTÃO POLÍTICA, MAS SIM UMA QUESTÃO DE SOBREVIVÊNCIA 

Imagem que circula nas redes sociais.

Esse post foi publicado em Fim da corrupção e marcado . Guardar link permanente.

2 respostas para Financiamento empresarial de campanha quebra milhares de empresas. #FimDaCorrupção

  1. MARTA disse:

    Colocar esse individuo como Ministro do STF com processos pendentes do seu escritório no Piaui com desvio de mais de R$.6.000 (seis milhões) e fazendo a defesa do prefeito de Coari no Amazonas por PEDOFILIA, contraria qualquer pretensão desse pretenso individuo a mais alta côrte do país. Elegendo o mesmo, seria a reafirmação que se constitucionalizou a baderna no Brasil. Uma verdadeira afronta aos Direitos Humanos. Se é que ainda podemos dizer que ainda existe isso no Brasil.

  2. MÁRCIO MOURA disse:

    Com a pretensão de assumir a vaga de Joaquim Barbosa no STF, o atual presidente da OAB Marcus Vinicius Furtado Coelho, teve o nome REJEITADO pelo Dep. Eduardo Cunha e o PGR DR. Rodrigo Janot. Ele teve sua indicação pelo presidente do STF Ricardo Lewandowski. Seria uma incongruência muito grande, colocar um individuo com processos pendentes no Estado do Piaui no seu escritório e seus associados, é tanto que o processo estava parado e com a possibilidade de indicação ao STF, colocaram os processos para andarem visto que o requisito principal é: “Notável saber jurídico e reputação ilibada”. Colocar Marcus Vinicius Furtado Coelho no STF, é a mesma coisa que colocar a raposa dentro do galinheiro. Seria um verdadeiro deboche contra a sociedade Brasileira e mais uma “afronta” a Constituição vigente.Abs. a todos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s