CARTA ABERTA AO CONGRESSO NACIONAL #FimDaReservaDeMercadoDaOAB


A/C de Todos os Deputados Federais, Senadores e Líderes Partidários

Nós, representantes da associação da “MARCHA DOS BACHARÉIS DO BRASIL”, estamos indignados com a permanência da imposição arbitrária e da Ditadura imposta aos Bacharéis em Direito, que continuam injustiçados e vítimas do Exame Corporativista da OAB, que recentemente teve o apoio formal do Presidente da Seccional da OAB de São Paulo e pela CNBB(CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS BISPOS DO BRASIL). Ressaltamos, que o escopo do certame da OAB/FGV, são para arrecadar milhões sem prestar contas ao TCU e a ninguém. Quaisquer exames de caráter pedagógico, tem que ser realizado durante o curso universitário e não após o aluno receber o diploma, o qual tem a abonação do MEC. Nos causa estarrecimento que a Presidenta Dilma Rousseff, continua omissa, nada fez ou possivelmente nada fará, a favor dos bacharéis em direito, permitindo que a OAB, possa sempre ser soberana ao nosso ESTADO DEMOCRÁTICO DIREITO, ditando ordem e regras, quem pode ou não exercer a profissão, se baseando na lei federal 8906/1994, que é norma hierarquicamente inferior, a CONSTITUIÇÃO FEDERAL DO BRASIL DE 1988.

É lamentável, a OAB deveria apenas fiscalizar a profissão de Advogado, e não violar o direito ao exercício legítimo dos bacharéis de acesso livre ao mercado de trabalho, além de fortemente contribuir para injustiça social de nosso País. Ressaltamos, a CNBB(CONFEDERAÇÃO DOS BISPOS DO BRASIL), em se tratando de uma entidade respeitada na área religiosa, com trabalho social prestado aos menos favorecidos e na sociedade de forma geral, deveria apoiar a justiça social e ao acesso ao mercado de trabalho dos bacharéis, que são impedidos por uma avaliação medíocre e articulosa, denominado “EXAME DA OAB”, que tem a função exclusiva de reprovar em massa os que se inscreve no seu certame relâmpago e sem nenhuma função pedagógica. O certame da OAB/FGV, tem caráter subjetivo e com função corporativista, quanto mais se reprova, mais aumenta a arrecadação milionária da OAB. Estima-se que mais de 85%(oitenta e cinco por cento), dos que se inscreve no certame de EXCLUSÃO SOCIAL da OAB/FGV, são reprovados, cujo método de avaliação, são um dos instrumentos de arrecadação milionária da OAB, FGV E DONOS DE CURSINHOS, cujas avaliações, são recheadas de pegadinhas, com intuito de reprovar em massa, violando brutalmente o “princípio de isonomia”, além de outras mazelas que são visíveis. Isto é uma vergonha, ou melhor, um escândalo nacional!

O Presidente Nacional da OAB, Dr. Marcos Vinícius Furtado Coelho, está envolvido de forma comprovada em esquema de corrupção no ESTADO DO PIAUÍ, com parecer do CNJ e dos órgãos do poder judiciário em geral, cuja matéria na íntegra, está sendo noticiada em veículos de grande circulação da imprensa nacional. Diante deste fato vergonhoso e desabonador da conduta moral do Atual Presidente Nacional da OAB; como os bacharéis em direito podem acreditar na veracidade das notas obtidas nos certames aplicados pela OAB/FGV? Como pode a OAB, dizer que a manutenção do seu exame é para proteger a sociedade? Como a OAB, pode afirmar, que seu exame, aplicado pela FGV, tem credibilidade?
Vários advogados que possuem a carteira da OAB, constantemente são alvos de matéria divulgada na imprensa nacional, envolvidos em escândalos de corrupção. Portanto ser aprovado no exame da OAB ou possuir a carteira profissional de Advogado, não é requisito ou garantia de idoneidade e nem tampouco uma forma de proteção a sociedade. Outrossim, quem protege a sociedade é ela mesma, quando contrata profissionais competentes e que possuem idoneidade e credibilidade.

Rio de Janeiro – RJ, 26 de Fevereiro de 2015
APOIO A CARTA ACIMA:
João Batista Suave – Presidente Nacional da Marcha dos Bacharéis em Direito do Brasil, Sede: ES
Pedro dos Santos Cardoso de Freitas – Presidente Nacional dos Bacharéis Desempregados, Sede: SP
Jurandir dos Santos Silva – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do RJ
José Silo da Silva – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de MG
Rosangela Coutinho da Silveira – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado da BA
Fernando Pimentel da Costa – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado da Alagoas
Brigite de Albuquerque- Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de SC
Antonio Pimentel – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Acre
Joana Santana de Mendonça – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Amapá
Silvio Rodrigues Pereira – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado da Amazonas
Nilson Suave Batista – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Ceará
Luiz Carlos da Silva- Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Goiás
Maria Alice Mendonça – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Distrito Federal
Silvana Pinto da Silva – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Maranhão
Cláudia Pires de Oliveira – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Mato Grosso
Fernanda da Fonseca – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Mato Grosso do Sul
Joaquim Cardoso de Melo – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Pará
Silviano Cardoso de Melo – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado da Paraíba
Gilson da Cunha – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Paraná
Arlindo Sarney de Oliveira – Presidente Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Pernanbuco
Glória Silva Barbosa – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Piauí
Mariane de Matos – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado do Rio Grande do Norte
Alice de Carvalho – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Rondônia
Eliene Santana – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Roraima
Rita de Cássia – Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito do Estado de Sergipe
Gabriela Caiado Cardoso– Presidenta Estadual da Marcha dos Bacharéis em Direito de Tocantins

Esse post foi publicado em A Marcha dos Bacharéis, EXAME DE ORDEM e marcado . Guardar link permanente.

8 respostas para CARTA ABERTA AO CONGRESSO NACIONAL #FimDaReservaDeMercadoDaOAB

  1. Jaéder Lopes Fernandes disse:

    A VERGONHA NACIONAL UM CORRUPTO NO COMANDO DE impeachment
    O supremo tem que observar que este indivíduo é que tem que ser casado e banido de vez da política nacional este tipo esta corrompendo de dentro da câmara dos deputados e estes que voltarem a favor é que estarão junto com este Eduardo cunho e vai ser só questão de tempo para eles esconderem os lixos para baixo do tapete.
    Brasileiro que é brasileiro estará junto com nossa presidenta porque ela foi quem diz que a PF faça o necessário contra os corruptos mesmo que me custo caro mais a nação não pode mais ficar à deriva destes corruptos.

    As. Leitor indignado

  2. Tiago Meneghin disse:

    Mais um ano se passou, e esses analfabetos amargurados continuam ainda mais amargurados… Essa cambada de patetas (OBB e MNBD) continua a sonhar com o fim do exame de ordem, coisa que, ao que tudo indica, não vai acontecer nem hoje e nem nunca. O exame de ordem continua firme e forte, cada vez mais consolidado no cenário nacional, dessa vez contando com o apoio da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), uma entidade séria e cheia de credibilidade que, entre outras coisas positivas, defende a reforma política.
    É gratificante saber que a OAB fez uma sólida defesa a respeito da importância do exame de ordem, tão necessário à manutenção da dignidade e da nobreza de nossa classe. Reitero o que sempre tenho dito nessa página, ou melhor, nesse covil de burraldos: O EXAME DA OAB É A GARANTIA DE QUE O CIDADÃO TERÁ SEUS DIREITOS E INTERESSES PROTEGIDOS DE FORMA DECENTE. Se a esses analfabetos for concedido o privilégio de postular em juízo, é certo que inúmeros cidadãos verão seus direitos serem lançados na privada… e a descarga será puxada, sem dó nem piedade. Ora, esses analfabetos, como facilmente se percebe, não estão nem aí para os interesses dos cidadãos. Eles não querem saber de representar quem quer que seja em juízo. Querem apenas o status inerente à profissão, almejam tão somente ser chamados de doutores, obter reconhecimento social. São, em última análise, um bando de paroleiros, ignorantes, incapazes até de fazer uma petição de juntada. Se falarmos em “embargos infringentes” então, é capaz desses idiotas analfabetos responderem: “fale português, por favor, ainda não sou fluente em árabe”.
    Não é à toa que a OBB (ORDEM DOS BACHAREIS BURROS) e o MNBD (MOVIMENTO NACIONAL DE BACHAREIS DESAVERGONHADOS) constantemente são alvo de chacota por parte da OAB, por parte do STF (“vende-se o sonho, entrega-se o pesadelo”), por parte de parlamentares (vide pronunciamento de Demóstenes Torres) e até por parte de palhaços (até Tiririca, um palhaço nacionalmente conhecido, chegou a tirar onda com a cara desses analfabetos).
    A OBB e o MNBD nunca estiveram tão desmoralizados, tão ridicularizados e, consequentemente, tão distantes de alcançar essa utopia consistente em acabar com o sagrado exame da OAB. São uns coitados, dignos de pena, uma vez que tudo que lhes resta é sonhar. No entanto, sonhar não põe comida no prato… esses analfabetos da OBB e do MNBD deveriam buscar empregos condizentes: cortadores de cana, lixeiros, garis, limpadores de penico, gogoboys etc.
    Advocacia definitivamente não é uma profissão para idiotas, para analfabetos ou para botequeiros.

  3. cristiane disse:

    penso aqui que a OAB, SO SE FORTALECE A CADA DIA, PORQUE OS PROPRIOS ESTUDANTES DIVIDEM OPINIOES E NAO SE INCORPORAMA O MOVIMENTO, POIS SO UNIDOS FAREMOS VALER O NOSSO DIREITO SARCIADO DE EXECER A PROFISSAO QUE A ESCOLHEMOS.
    POIS PASSAR EM UAM PROVA NUNCA PROVPU E NUNCA PROVARA COMPETENCIA DE NINGUEM.
    O QUE VALE E A PRATICA DIA A DIA E SERIEDADE E COMPROMETIMENTO NO QUE FOR EXERCER E FAZER O MELHOR!

  4. O exame admissional da OAB não somente deve ser mantido, como também deve ser cada vez mais rigoroso. Um contingente preocupante de bacharéis – acreditem – sequer sabem escrever. Não conseguem expor suas idéias com a necessária clareza e com a devida técnica jurídica. Caso venham eles a advogar, o caos processual estará estabelecido. Advocacia não é, efetivamente profissão de conveniência, quão menos trampolim a alçar “status” profissional ou social. É uma atividade que requer estudos diuturnos e de variada ordem, por toda a carreira. Não se iludam em desejar postular em juízo sem uma razoável carga de conhecimento e experiência. Vocês não terão mais do que um despacho liminar de indeferimento de inicial ou extinção de processo por inépcia de prefacial. Um estado de coisa que assomará indisfarçável desalento que poderá comprometer sua vida profissional. Optem por ESTUDAR SEMPRE !!!

  5. Priscila disse:

    Sabe quando vão acabar a prova? Nunca! Melhor irmos estudar. Eduardo está sem moral com a Lava Jato. A OAB é forte, articulada, tem dinheiro.

  6. José disse:

    O que mais me revolta é que, eu, infelizmente estudei numa Universidade Católica. Jamais imaginaria que a CNBB iria apoiar às injustiças que a OAB vem cometendo ao longo dos anos, e ninguém faz nada, pelo contrário ainda apoiam essa máfia imunda da OAB. Por que à Confederação dos Bispos não cuida dos estupradores que estão dentro da própria Igreja, que constantemente se vê nas reportagens nos meios de comunicação. No que tange a OAB não é nenhuma novidade, eles sempre foram arrogantes e violadores dos Direitos Humanos. Diante deste quadro vergonhosa, eu peço respeitosamente para os Ilustres representantes dos bacharéis que comunique tal fato ao Papa no Vaticano. Tenho absoluta certeza que ele compartilha com os procedimentos da CNBB.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s