PT apoia mesmo as ditaduras? Ou segue uma ousada agenda de libertação?


Temos visto nas redes sociais uma avalanche de propagandas afirmando que o PT apoia as ditaduras. Mas qual a parcela de verdade nisto?
Inicialmente cabe analisar quais os países em estado de ditadura estão envolvidos. Senão vejamos Venezuela, Cuba, Irã, Bolívia entre outros.

Então cabe agora analisarmos o que estes países têm em comum.

De pronto, quem poderá negar que todos eles têm algum histórico de vitimação, de colonialismo forçado, por parte dos Estados Unidos da América.

Já é possível aprender nas escolas que o Brasil sofreu um golpe em 1964 arquitetado pelo Tio Sam, cuja marinha mercante, acostada no porto de Santos, se preparava em 31 de marco, para atracar, caso os inocentes Militares Brasileiro não conseguissem realizar seu desígnio.

Como se não bastasse, os livros escolares americanos não constavam em seu mapa a Amazónia como território Brasileiro (houve até numa defesa de Cristovam Buarque em uma universidade americana sobre o assunto)  objetivando  preparar as gerações futuras para o enfrentamento a nível intelectual e sabe mais o que…

Hoje é de conhecimento notório que o FED (Federal Bank) (cujos donos são grupos judeus como: Rothschild Bank of London and Berlin; Lazard Brothers Banks of Paris; Israel Moses Saif Banks of Italy;  Warburg Bank of Hamburg and Amsterdam;  Lehman Brothers Bank of New York;  Kuhn, Loeb Bank of New York;  Chase Manhattan Bank of New York;  Goldman, Sachs Bank of New York) emitem papel moeda sem lastro, com base apenas na confiança. Eis que, atualmente, se a economia dos EUA entrar em colapso levara o resto do mundo para o buraco.

Neste meio de campo, para escapar da crise surge a União Europeia, mas com pouco resultado em razão da falta de escoamento que se concentrava em parceria com aqueles que poderiam levar todos para o precipício.

Contudo em uma sortuda rasteira emerge agora os BRICS, países emergentes, com capacidade de produção e absorção de demandas formados pelo Brasil, Rússia, Índia e China.

Percebam que os Países ligados ao BRIC também têm em sua história problemas com os americanos, são duros em sua administração com características ditatoriais.

Mas não para por ai, além de criarem um banco próprio, incialmente com $50BI que pode iniciar a garantia da fuga do FMI ( que tem seu lastro também na confiança e especulação – não nas riquezas que possui e produz), os BRICS estão arrastando junto de si os países com que fazem comércio.

E ainda como se não bastasse há indícios de que a Alemanha esteja namorando sua entrada no Bloco. Fato que abriria uma brecha para a entrada do Capital Europeu e o consequente abandono da submissão aos EUA e aos Bancos judeus que vem financiando este último desde a criação do estado de Israel sob a promessa de apoio a expansão de seu território na região.

O que nos parece, é que todos estão atrás de uma saída a fim de se libertarem e não serem arrastados para o precipício criado pelos americanos quando a bomba financeira explodir.

Esse post foi publicado em Não categorizado. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para PT apoia mesmo as ditaduras? Ou segue uma ousada agenda de libertação?

  1. CARLOS ALBERTO NANNI disse:

    A atitude de se criar o BRICS e outras medidas como o Decreto de abertura as reivindicações populares lançado pela DILMA são medidas urgentes de contra-ataque aos Americanos…. SEM DÚVIDA . O PT não esta dormindo… Ainda bem!…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s