EXAME DA OAB CONTA COM A OMISSÃO DA IMPRENSA BRASILEIRA. #FIMEXAMEOAB #examedeordemINCONSTITUCIONAL #CPIdaOAB


Em que pese a importância da imprensa neste país, devemos ressaltar que o Brasil é um dos países com maior liberdade de imprensa do planeta, onde, com total liberdade, critica de forma radical os direitos violados pela ditadura militar no passado, porém, fica omissa diante a ditadura atual que se enraíza a cada dia mais em diversos segmentos que detém o poder.

Uma imprensa livre, que constantemente traz esse passado como um período vergonhoso e não divulga a ditadura presente na atualidade brasileira defendida por minorias, pois, lamentavelmente, a liberdade de imprensa que tanto defendem seus operadores se restringe aos interesses dos que deveriam honrar seu papel de informar a sociedade de forma ampla e não da forma que lhes convém.

A imprensa brasileira, por inúmeras vezes condenou inocentes levando a sociedade a acreditar em suas matérias sensacionalistas, omitiu e restringiu informações de verdadeiros criminosos travestidos de autoridades, contribuindo com as injustiças continuas mediante sua omissão.

Os responsáveis pela comunicação em massa, cumprindo seu papel corretamente, detém o poder de fazer ou mudar a opinião pública de forma correta levando ao conhecimento da sociedade as verdades na íntegra dos fatos, no entanto, subestimam a sociedade ao se acovardarem diante de tudo que envolve o judiciário e os poderosos ao restringirem suas notícias temendo represálias ou aceitando condições, quer seja em troca de verbas publicitárias, quer seja por outros interesses. Apoiam-se na plataforma das injustiças ocorridas no passado, sendo coniventes com as injustiças praticadas nessa democracia, onde a liberdade não ultrapassa os limites permitidos por grupos corporativistas que defendem apenas seus interesses.

Entre tantas injustiças que tomam força diante da omissão da imprensa brasileira, o exame da OAB deixou de ser apenas uma privação do livre exercício do ofício e da profissão, conforme garante o Art. 5º, XIII da Constituição Federal, seus princípios e a Lei que rege a base e as diretrizes da educação nacional e sim, um instrumento com fins de reprova em massa para gerar uma fortuna com destino desconhecido a custa do desemprego e da miséria para uma organização que sequer possui personalidade jurídica, quer seja pública, privada ou qualquer outra, conforme seu próprio estatuto, lei 8.906/94, que em seu artigo 44 “Dos fins e Da Organização”, diz que é dotada de personalidade jurídica, mas não a especifica, ou seja, nem pública, privada ou qualquer outra.

Art. 44. A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), serviço público, dotada de personalidade jurídica e forma federativa, tem por finalidade:

Curiosamente no artigo 45, “órgãos da organização”, diz que o Conselho Federal, as seccionais e a caixa de assistência dos advogados possuem personalidade jurídica própria e com isso, não presta contas de sua arrecadação. Mas afinal, não são órgãos da organização? É como constituir uma organização pública ou privada com sua personalidade jurídica na recepção, no almoxarife ou em qualquer outro de seus órgãos e mais, se existe uma personalidade jurídica própria para órgãos de um conselho de classe oculta na legislação brasileira, qual seria essa personalidade jurídica que não coube na organização, Pois nesse caso, “própria” é um adjetivo e não especifica gênero, de direito público, privado…  Não tem nome?

Qual é o papel principal da imprensa senão investigar a fonte e levar ao conhecimento público as irregularidades causadoras de males para a sociedade ou parte dela, como é o caso desse exame com fins de reprova em massa que atinge uma parcela da sociedade? Diante a mobilização da classe de bacharéis em direito em todo o país, não teria os veículos de comunicação em massa, tomado conhecimento dessa injustiça que penaliza milhões de brasileiros que são atingidos diretamente por esse instrumento de arrecadação?

Mais uma vez nesse país os formados e estudantes de direito se mobilizam na luta contra a ilegalidade e pelos direitos constitucionais contra aqueles que se acham acima do bem e do mal e mesmo sem o apoio da mídia, o que é uma vergonha, mesmo com dificuldades, de forma pacífica vem conseguido mobilizar Ilustres Juristas, Julgadores honrados e dotados de conhecimentos jurídicos, promotores de justiça, renomados conhecedores das normas e princípios constitucionais e vários setores da sociedade, inclusive muitos parlamentares, que ao tomarem conhecimento da realidade do exame da OAB, vêm se mobilizando no intuito de acabar com esse caça níqueis gerador de desemprego.

Poderia ser diferente não fosse a omissão da imprensa brasileira que se limita em manchetes sensacionalistas e convenientes. 

Willyan Johnes

Ordem dos Bacharéis do Brasil

Acesse WWW.obb.net.br e faça parte desse corpo

Esse post foi publicado em EXAME DE ORDEM, OBB e marcado , , . Guardar link permanente.

7 respostas para EXAME DA OAB CONTA COM A OMISSÃO DA IMPRENSA BRASILEIRA. #FIMEXAMEOAB #examedeordemINCONSTITUCIONAL #CPIdaOAB

  1. José disse:

    Na realidade que tem o dever de corrigir esses abusos é o próprio Congresso. Foram eles que criaram estes monstros! Qualquer semianalfabeto sabe que Conselho de Classe não tem nenhum poder de policia. O próprio inquérito policial que é feito por uma autoridade , tem valor relativo. Até mesmo uma sentença judicial pode ser reformada, Imaginem uma máfia desta julgando os Bacharéis antes mesmo de começar a trabalhar. Em nenhum País do mundo isto acontece! O STF, por sua vez, que tem o dever legal de se impor e corrigir essa ilegalidade se mantém inerte. No que tange o MEC, dispensa comentário, por se tratar de um órgão omisso e que envergonham os brasileiros, por deixarem que uma entidade particular ditem às regras. Os próprios Países vizinhos oferecem oportunidade de trabalho para os brasileiros com diploma de ciência jurídica, na medida em que o Brasil rejeita os seus próprios filhos. Isto é uma vergonha internacional.

  2. PAULINO JF disse:

    O que podemos fazer contra a poderosa OAB? Melhor dizendo: O que podemos fazer contra os poderosos, manipuladores etc. Eu tenho certeza que em todos os momentos eles estão trabalhando nos bastidores, por mais que gritamos fica aparecendo que somos doidos que tudo não passa de uma ilusão que o” certo é o errado é o errado é que é o certo”.
    O pior, é que a justiça não se faz presente, precisamos desdobrar-nos para convencer nossos representantes que é fato a usurpação de poder daqueles que representam a OAB. E o que queremos é que passe a competência para quem é de direito (MEC), e que se faça justiça.
    Este comentário é um desabafo, eu não encontro palavras para definir e referir a esta podridão que estão mergulhados tudo aquilo que se refere ao espúrio exame da ordem. Tenho náusea.

  3. MÁRCIO MOURA disse:

    Como previsto, a OAB massificou (ou alguém ligado a mesma) a votação na enquete da câmara e onde tínhamos até sexta-feira 72,75% votando SIM pela extinção do exame, agora só temos 71,97%. Ainda por cima, os comentários postados na enquete são todos favoráveis ao “Estelionatário” exame da OAB.

  4. custodioce disse:

    O único jornalista que pode abraçar a causa dos Advogados sem carteira é o Ratinho, tem coragem e não tem rabo preso com ninguém.

    • Sandra Vargas disse:

      bem colocado, talvez o Ratinho possa mesmo enfrentar os bichos, que se acham todo poderosos, eu não consigo entender essa máfia, parece que todas as autoridades do Brasil estão todas chafurdando no mesmo lamaçal;

  5. CARLOS ALBERTO NANNI disse:

    Já que a IMPRENSA comprometida com o sistema não se pronuncia, vamos organizar um LEVANTE NACIONAL com PANFLETAGEM em todos os Estados e Municipios deste Brasil, informando a sociedade dos desmandos, da ofensa a constituição e da existencia do Estado Paralelo. – Assumam essa idéia a nivel nacional por emails e por toda rede social, assim como, panfletagens nas áreas onde não há tecnologia necessária para obtençao destas noticias vergonhosas, cujas ações comprometem sériamente a Democracia do Brasil. VAMOS A LUTA. Nossas armas são: A honestidade, a coragem, o espirito democrático, a vontade de combater a corrupção institucionalizada, a confiança no povo brasileiro, a vergonha de vivermos sob o comando de um Estado Paralelo, enfim… a Dignidade Humana.

    • Sandra Vargas disse:

      concordo plenamente, só mesmo uma passeata em todas as capitais do Brasil, ou melhor ainda se for em todas as cidades, que tiverem faculdade de Direito, uma organização nacional contra os desmandos, afinal fazem a lei pra quem? para o povo obedecer, porem para eles não tem validade, a constituição foi feita para quem obedecer? pois aqueles que deveriam fazer valer as leis, são os primeiros a denegri-las e desrespeita-las, a OAB deveria ser o centro do respeito as leis, principalmente a constituição, e é exatamente o contrario, só tem uma explicação, eles têm é medo do mercado ser invadido por advogados honestos e que respeitem e fazem valer as leis, pois aí os advogados corruptos não mais terão trabalho, esse é o medo deles, pode apostar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s