Contrario sensu: É melhor ser vice de alguma coisa do que Presidente de nada PSB-Rede-PPS-PPL


A ganância de Eduardo Campo pode inviabilizar uma terceira via na corrida Presidencial.

Embora o ex-governador encabece a chapa, as pesquisas demonstram que Marina seria mais bem sucedida  nas pesquisas feitas até o momento. Na última pesquisa Datafolha, de 5 de abril, Campos tinha 10% dos votos e aparecia em terceiro lugar. Quando seu nome era trocado pelo de Marina, a ex-senadora chegava a 27% dos votos, levando a disputa ao segundo turno com a atual presidenta Dilma Rousseff.

Mas não para por ai, mesmo com a inversão da chapa Marina Silva ainda teria que provar aos Brasileiros que não é somente uma ativista ambiental, mas que teria condições de administrar um pais com dimensões continental.

Com um pouquinho de bom senso, senso de responsabilidade, humildade, civismo, Eduardo Campos iria perceber que e melhor ser vice de alguma coisa do que Presidente de nada.

Quem ganha com isto são os partidos enlameados do PT, PSDB, DEM (antiga ARENA, PFL – Partido Fisiologista Liberal e Cia) e tantos outros mais que fica difícil elencar.

Como dizer que há uma democracia em um Pais que não tem candidatos mas dois ou três que serão os representantes, fantoches, das quadrilhas que estão por trás do poder.

Essa junção de partidos para uma eleição fere o processo democrático, já que retira a oportunidade de um maior leque de escolhas e consequentemente retira a própria oportunidade de escolher seus representantes.

Um partido político deveria representar uma ideologia, uma bandeira. No Brasil há dezenas de partidos e nenhuma bandeira. Fato é que se misturam e perdem a sua identidade na hora de ocupar o poder…

10169294_773886182623014_9179991387058850542_n[1]

Esse post foi publicado em Notícias e política. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Contrario sensu: É melhor ser vice de alguma coisa do que Presidente de nada PSB-Rede-PPS-PPL

  1. JOÃO BATISTA SUAVE disse:

    “14/03/2014 — 07h43
    Advogado é suspeito de fraudar depósitos judiciais em Londrina

    Lucio Flávio Cruz – Folha de Londrina
    QR:

    Um advogado, funcionário do 3º Juizado Especial de Londrina, é acusado de falsificar assinaturas de um juiz e sacar recursos de contas de depósitos judiciais. A prisão preventiva foi decretada no dia 1º de março e o acusado já é considerado foragido da Justiça. Ao todo, foram sacados R$ 26,8 mil.

    O funcionário trabalhava havia quase cinco anos no Fórum e já desempenhou funções de estagiário do Tribunal de Justiça (TJ) e conciliador do juizado, um cargo de confiança dos juízes. Aproveitando da sua posição, ele forjou ofícios e alvarás e falsificou assinaturas do juiz substituto em quatro processos em que havia depósitos feitos. De acordo com a investigação, a documentação foi alterada nos dias 27 e 28 de fevereiro. Os processos fraudados não eram digitais.

    “Com os documentos em mãos, ele se apresentou como advogado das partes e conseguiu realizar os saques todos de uma vez só”, explicou o juiz Mauro Ticianelli, diretor-geral do Fórum de Londrina. “Realmente houve uma falha do sistema, mas o próprio sistema detectou a irregularidade e no dia seguinte a prisão foi decretada”, reconheceu.

    Os saques foram efetuados na agência da Caixa Econômica Federal (CEF) localizada dentro do próprio Fórum.

    Segundo Ticianelli, não haverá prejuízo para as partes envolvidas nos processos e nem ao erário já que tanto a CEF quanto o TJ possuem seguro e o dinheiro será ressarcido. O diretor do Fórum garantiu que foi feito um pente-fino em todas as varas e a fraude foi comprovada apenas nestes quatro processos. “Todos os juízes se reuniram com suas equipes e pediram mais atenção para que casos semelhantes não voltem a acontecer”, frisou.

    A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Subseção Londrina, já abriu um processo disciplinar contra o acusado, que pode ser suspenso por até um ano ou mesmo excluído dos quadros da Ordem. “Realmente é uma denúncia muito grave. Ele terá todo direito a defesa e se a falsificação dos documentos e os saques forem comprovados, certamente ele será penalizado”, ressaltou o presidente da OAB-Londrina, Artur Piancastelli.

    A família do acusado, que não reside em Londrina, entrou em contato com o diretor do Fórum e se mostrou assustada com a situação. “Eles desconhecem o paradeiro do funcionário e até se propuseram a ressarcir o dinheiro sacado”, colocou Ticianelli.”

    COMENTÁRIO DE JOÃO BATISTA SUAVE:

    E aí OAB, o seu exame corporativista, é para proteger a sociedade de quem não estar inscrito nos seus quadros?
    A cada dia que passa, esta comprovado que a idoneidade e a capacidade profissional, não está em que passou no exame de ORDEM, mas sim na competência profissional pura e simplesmente.
    Chega de hipocrisia, deixa os Bacharéis em Direito, trabalhar com dignidade, sem continuar ESCRAVOS DO CERTAME DE ORDEM.
    Quantos Bacharéis ainda precisam morrer para ficar insistindo em passar no exame?
    Quantos Bacharéis precisam ficar reprovados no seu certame, para a arrecadação cada vez mais aumentar, pois a ORDEM arrecada por ano mais de setenta e cinco milhões de reais com taxas de inscrição de exame de ordem, sem prestar contas a ningúem.

    João Batista Suave
    Presidente Nacional da Marcha dos Bacharéis em Direito do Brasil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s