OAB barra Bacharél em audiência pública para tratar do #examedeordemINCONSTITUCIONAL #FIMEXAMEOAB #CPIdaOAB


OAB – Violadora dos Direitos Humanos

Dr. Gilberto Braw Bar’s foi barrado na porta da Audiência Pública.

ONTEM TEVE UMA REUNIÃO PARA FALAR DO ENSINO JURÍDICO NA OAB CF, O BACHAREL ANTONIO GILBERTO DA SILVA NÃO PODE ENTRAR, FOI BARRADO,

E FALAM QUE A AUDIÊNCIA É PÚBLICA,

QUEM REPRESENTOU OS BACHARÉIS QUE SÃO INTERESSADOS NESTE PROCESSO. NO DIA 29 EM SÃO PAULO NA USP DE DIREITO TERÁ OUTRA AUDIÊNCIA

DITA COMO PÚBLICA.

NESTE PAÍS NADA É SÉRIO NEM AS AUDIÊNCIAS PÚBLICAS SÃO LEVADAS A SÉRIO.

UMA VERGONHA.

ISSO DA ASAS A IMAGINAÇÃO SOBRE CORRUPÇÃO E INTERESSES OBSCUROS..

Por Rebert Machado — com Gilberto Braw Bar’s.

OAB - Violadora dos @[173926919458138:274:Direitos Humanos] 

Dr. @[100001460797023:2048:Gilberto Braw Bar's] foi barrado na porta da Audiência Pública.

ONTEM TEVE UMA REUNIÃO PARA FALAR DO ENSINO JURÍDICO NA OAB CF, O BACHAREL ANTONIO GILBERTO DA SILVA NÃO PODE ENTRAR, FOI BARRADO, 

E FALAM QUE A AUDIÊNCIA É PÚBLICA, 

QUEM REPRESENTOU OS BACHARÉIS QUE SÃO INTERESSADOS NESTE PROCESSO. NO DIA 29 EM SÃO PAULO NA USP DE DIREITO TERÁ OUTRA AUDIÊNCIA 

DITA COMO PÚBLICA. 

NESTE PAÍS NADA É SÉRIO NEM AS AUDIÊNCIAS PÚBLICAS SÃO LEVADAS A SÉRIO.

UMA VERGONHA. 

ISSO DA ASAS A IMAGINAÇÃO SOBRE CORRUPÇÃO E INTERESSES OBSCUROS.. 

Por @[100000608397283:2048:Rebert Machado]

Curtir ·  · Compartilhar · há 38 minutos ·

Esse post foi publicado em A Marcha dos Bacharéis, EXAME DE ORDEM e marcado , , . Guardar link permanente.

12 respostas para OAB barra Bacharél em audiência pública para tratar do #examedeordemINCONSTITUCIONAL #FIMEXAMEOAB #CPIdaOAB

  1. MÁRCIO MOURA disse:

    O “Estelionato” da OAB continua no XI “V”exame. Simplesmente quase (90%) noventa por cento de reprovação, o que demonstra a “Industrialização” desse “Famigerado” exame o que é inaceitável, provando também que a finalidade é de reprovação e não de Qualificar como querem impingir aos menos desavisados. Infelizmente como tenho por diversas vezes e reitero, a manutenção dessa ‘Aberração Constitucional” deve-se aos próprios Bels. Direito pela falta de mobilização, pelo marasmo, como também pelas entidades que se dizem representar a classe. Existe um descompasso entre a classe dos Bels. Direito, as entidades e todos aqueles que defendem a Extinção desse Inconstitucional. Imoral exame. Neste ultimo certame, ouve em torno de (112) mil inscritos, aprovados apenas em torno de (12) doze mil, se verificarmos as enquetes, veremos pouco mais de (9.000) nove mil votantes. Por onde anda o restante (100) cem mil? Se pelo menos a metade se mobilizassem, teríamos como fazer muita diferença nas galeria do Congresso Nacional. Podemos dizer, que contamos com uma pagina (post) de Inácio VACCHIANO para podermos fazermos comentários o que não resulta em grande ações se não houver mobilização, com os comentários do eminente Vasco Vasconcelos, Rubens Teixeira e nós que pouco fazemos para mudar esse quadro Imoral e ditatorial que a OAB implantou desde 1994, (19) dezenove anos surrupiando o sonho de centenas de profissionais com o aval de um Governo irresponsável, um Ministro “demente” e um Congresso omisso por lamber as botas da OAB e que alguns Parlamentares tenta manter esse exame por se locupletar com o mesmo. “Liberdade não se ganha, se Conquista”. Mobilizem-se, não se apequenem e nem se dispersem. Abs. a todos.

    • Celso Pacheco Ferro disse:

      estou para públicar um video no youtube, que vai ser para esculachar desde nossa presidente e os seus ministro e politicos em geral além dos jornalista, inclusive televisiva que omitem o qu ocorre nos bastidores vamos ficar atento ao video, porque neste video devo convocar os bachareis para protestarmos na paulista, veja só até os silviculas protestam, veja isto, tem toda razão em dizer o que disse, fique atento no videos que devo nomear como a luta para o fim do exame de ordem. aBRAÇO A TODOS VAMOS ESMAGAR ESTES ESTELIONATÁRIO CULTURAL DO BRASIL (OAB) OU ( ECB)

  2. Tiago Leme Meneghin disse:

    Quaisquer protestos em frente à OAB ou em frente ao MEC serão inúteis e podem, sim, representar um tiro no pé: se a OAB se enfurecer com a OBB (ORDEM DOS BACHAREIS BURROS) e com o MNBD (MOVIMENTO NACIONAL de BACHAREIS DESAVERGONHADOS), esse benefício de poder prestar a segunda fase duas vezes, pode acabar sendo cancelado. Quero só ver a cara de depressão dos PAGAREIS depois que este benefício de prestar duas vezes a segunda fase acabar cancelado. Aí vai ser uma choradeira semelhante a que vimos no STF, quando a Suprema Corte acertadamente ratificou a constitucionalidade do exame de ordem. O exame não vai cair. Desistam. A OAB, por uma questão de piedade, benevolência e compaixão, pode até fazer mudanças no exame, de modo a facilitar as coisas para vocês (vide a possibilidade de prestar duas vezes a segunda fase agora). A OAB, percebendo a fragilidade intelectual dos pagareis, a situação humilhante dos mesmos, bem como a burrice que lhes é típica, ficou com dó e resolveu praticar um ato de solidariedade e compaixão: permitir que esses coitados, que mal sabem escrever, prestem por duas vezes consecutivas a segunda fase. A bem da verdade, e doendo a quem tiver de doer: a solução mais adequada seria a adoção imediata de um novo marco regulatório para o ensino jurídico no país. A solução verdadeira não consiste em facilitar as coisas para esses botequeiros/baladeiros/festeiros/preguiçosos, mas em estabelecer novas políticas para os cursos de direito, construindo e pondo em prática o quanto antes o tão necessário e urgente marco regulatório do ensino jurídico nacional. A gloriosa OAB, juntamente com o MEC, deve estabelecer a obrigatoriedade de os cursos de direito terem estágios supervisionados e mais rígidos, por exemplo: 5 anos do curso e mais um ou dois anos de estágio, como se fosse uma “residência jurídica”. Tal estágio, seria de grande valia. Não se deve facilitar as coisas para os pagareis (amolecendo na segunda fase, como recentemente a OAB fez, por pura questão de piedade e compaixão), mas é preciso ensinar essa gente xucra a pescar o próprio peixe: passar no exame sem mamatas. Os estágios precisam ser mais efetivos e mais exigentes, criando-se, se necessário, uma espécie de “residência jurídica”; o MEC deve, se necessário, fechar o quanto antes cursos de direito comprovadamente ruins, que iludem os bachareis, vendendo um SONHO, mas entregando um PESADELO. A OAB deve se reunir mais frequentemente com o MEC a fim de acelerar a criação e aplicação do novo marco regulatório do ensino jurídico, evitando, assim, que tantos bachareis sejam iludidos, sonhando por cinco anos apenas, para depois sentirem o sabor amargo de um pesadelo que não terá fim. Até eu tenho dó de vocês. Percebe-se nitidamente o quão humilhados e desmoralizados vocês estão, vocês passam um ar de tristeza, os comentários são melancólicos, o clima neste blog, muitas vezes é sinistro, para não dizer macabro. A situação é realmente dramática e dolorosa: posso perceber claramente como muitos frequentadores do blog vivem, quase que completamente, em torno de uma utopia tão romântica quanto inatingível: o fim do exame de ordem nos próximos anos. Isso não vai acontecer. Mas eu percebo que muitos dos frequentadores deste blog (a maioria, infelizmente) já estão psicologicamente devastados, entristecidos, deprimidos, exaustos, não aguentam mais esperar por esta utopia (fim do exame de ordem), mas, mesmo assim, deprimidos e humilhados que estão, apegam-se a uma centelha de esperança, como um time pequeno que tem apenas 1% de chances de não ser rebaixado, mas que, mesmo ciente das adversidades, apega-se desesperadamente a este 1% de chances. Gente, como o clima neste blog é, muitas vezes (mas não sempre), melancólico e fúnebre. Vocês vivem um pesadelo na vida real (sem carteira, e sem poder atuar com autonomia na profissão que amam e almejam), mas sinto que vocês buscam amenizar a dor deste pesadelo sinistro recorrendo a uma utopia: acreditar no fim do exame de ordem. Neste sentido admiro vocês. Vocês tem fé. Vocês tem convicção. E que fé a de vocês! A fé de vocês não pode mover montanhas, poie é fé utópica, mas eu não posso negar: eu admiro essa força de espírito que vocês tem. Vocês são persistentes. Apesar de continuar a considerá-los utópicos, eu digo uma coisa: Deus os abençoe e que Deus os dê força mental e espiritual. Ter fé diante de um cenário tão desfavorável e tão macabro é louvável e admirável, em que pese utópico. Fiquem na paz de Deus.

  3. antonio disse:

    Achei interessante fazer atos em frente a OAB e o MEC de cada estado, pois assim fica mais facil de se deslocar-mos. È isso ai não podemos parar, os Advogados não pemsem que vão conseguir ficar para o resto de suas vidas reservando o mercado. Tenho dezenas de Advogados amigos que pensam como nós, e são contrarios a esse exame, porem eles não podem se manifestar pois temem a OAB.

  4. sandra disse:

    esse tiago leme, deve ser mesmo só um pedaço de pau para dar impulso a barquinho que precisa de leme para remar, se ele acha que os BACHAREIS são semianalfabetos ele deve ser um analfabeto completo, pois não conhece o significado da palavra publica, e de mais a mais todo DVOGADO é BACHAREL EM DIREITO, essa tamanha aberração só vem a provar que esse exame exigido pela OAB que não deveria ter autonomia para exigir nada, não serve para nada, não sei quem é Tiago, se é ou não formado em alguma coisa na vida, porem deixou bem claro que não passa de um idiota de marca maior, assinando recibo de burrice, pois se a audiência é publica porque uma pessoa que quer assistir é barrada, só leva a pensar que ali dentro tinha algo escuso que não deviria ser visto nem ouvido por interessados, talvez fosse algo só para enganar a torcida, caso contrario sem problema, era só pedir para se comportar no recinto.

  5. Emanoel disse:

    Vc tens mãe????? Se um bacharel e analfabeto vc não e bacharel????? Então não podemos chamá-lo de analfabeto também???? Tenho minha vermelha a muito tempo, porém jamais desrespeitei um bacharel por reprovar em um exame, seja mais humilde que a vida da muitas voltas, entendo que vc deve ser MUITO BURRO e tenha medo de competir no mercado, mas respeito com as pessoas e tudo…….

  6. Elço Ferreira dos Santos disse:

    Gostaria de responder a esse senhor, que defende a oab, quando se defende alguma coisa, se torna possivel ser usar argumentos, que possa levar ao convencimento das pessoas, a forma como a defesa foi feita me pareceu muito encomendada, portanto não deve ser levada a sério.
    Eu entendo que um conselho de classe deveria cuidar da classe que o mesmo representa, a oab me parece, que cuidar de dar apoio aos advogados não é o seu forte, mas sim aparecer na mídia como o conselho baluarte da moralidade, que nã se curva, ou melhor que na corte atua como bufão, indicam até ministro do STF(Sr. Barroso) é exemplo vivo, na época da ditadura os seus mandantes ficaram de baixo da mesa, essa conversa de moralidade tambem não é o forte da oab, porque a oab na presta contas como todos os conselhos prestam, quanto ganham seus presidentes e conselheiros?
    Os funcionários da oab não prestam concursos públicos, então esse conselho não público.
    Se o conselho não público, como pode fazer concurso público, com edital e tudo, para qualificar o bacharel de direito.
    Tenho pena desse senhor que defende a oab, e digo, os bachareis de direito querem fazer o exame, mas não pela oab e sim por quem tem a legitimação para faze-lo que é o MEC, a oab não é nada, não pode ser levada a sério.
    Chegara o tempo que tudo ficará claro, e os despodas esclarecidos como êsse senhor que defende a oab, terá a verdadeira resposta, quando for aberta a caixa preta da oab, que está muito proximo de acontecer.

  7. Elço Ferreira dos Santos disse:

    É uma pena que os bachareis não fiquem unidos, vamos acampar sem badernas em frente ao prédio do MEC em Brasilia, e tambem em frente a oab da mesma cidade, fazer esse movimento em todos os Estados da Federação, mas peço aos meninos nada de emoção e sim razão, não deixe que vandalos,( evidentemente contratados pela oab), criem problemas, pois caso isso ocorra será debitado na conta dos bachareis, volto a pedir, bachareis de direito unidos serão fortes separados são fracos.
    Vamos preparar êsse movimento alguma coisa vai acontecer.

  8. "OS MENOS BURROS JÁ SABEM" disse:

    2014 ESTÁ CHEGANDO..! FIQUE TRANQUILO GILBERTO ! VAMOS VER QUEM SERÁ VENCIDO, AGUARDE. OS MENOS BURROS JÁ SABEM.

  9. Tiago Leme Meneghin disse:

    A questão aqui é a seguinte: não é que a OAB tenha medo do que esse Gilberto possa falar, a OAB não tem medo do Gilberto, nem da OBB e nem do MNBD. Muito pelo contrário, se necessário, a aguerrida OAB bate de frente com toda essa gente. Aliás, se necessário, a OAB dá é um chute bem dado no traseiro de toda essa gente semianalfabeta, burralda e xucra. Por óbvio, esse Gilberto não é e nem vai ser bem vindo em quaisquer audiências ou eventos patrocinados ou promovidos pela OAB. Depois de todas as esbórnias e atos beligerantes que ele promoveu, inclusive em frente à sede da OAB em Brasília, é impossível dar-lhe as boas vindas. Ele simplesmente não merece frequentar quaisquer audiências ou eventos patrocinados, ainda que indiretamente, pela grandiosa OAB. A OAB deve “excomungar” esse sujeito dos círculos e dos meios jurídicos, de modo que ele não mais possa prestar qualquer serviço ou atividade relacionada à advocacia, uma vez que, com suas palavras difamatórias, com seus atos de balbúrdia e com seu comportamento irresponsável, ele não só se queimou perante a OAB e perante a classe jurídica de um modo geral, mas ele também causou danos à imagem e à reputação da OAB que, graças às mentiras deste charlatão metido a herói dos bachareis semianalfabetos, está sendo chamada de “máfia”, de “violadora dos direitos humanos”, de “fascista” e outros termos ofensivos que, com toda certeza, não se aplicam à OAB. A audiência pode ser pública, mas os PAGAREIS em Direito precisam compreender de uma vez por todas que este Gilberto é uma persona non grata, sim, este sujeito é, sem sombra de dúvida, uma persona non grata, não sendo, portanto, bem vindo ou bem quisto em quaisquer eventos por trás dos quais esteja a nossa OAB. Ora, esse charlatão mentiroso deliberadamente atacou interesses explícitos não só da OAB, mas de toda a classe jurídica. Não pode, por óbvio, esperar ser bem vindo ou bem tratado pelas pessoas ou entidades que tiveram seus interesses atacados de forma pública e deliberada. Ademais, a OAB barrou esse sujeito logo na entrada por razões bastante óbvias: 1) manter a ordem durante a audiência; 2) assegurar um debate de alto nível, pautado não pelo charlatanismo, mas pela troca de ideias sensatas e coesas; 3) assegurar padrões éticos elevados, impedindo baixarias e ataques aos interesses da OAB e da classe jurídica como um todo. Esse Gilberto não é um bacharel, mas um PAGAREL, e todos os que o admiram, são, por consequência, PAGAREIS.

    • Emanoel disse:

      Vc tens mãe????? Se um bacharel e analfabeto vc não e bacharel????? Então não podemos chamá-lo de analfabeto também???? Tenho minha vermelha a muito tempo, porém jamais desrespeitei um bacharel por reprovar em um exame, seja mais humilde que a vida da muitas voltas, entendo que vc deve ser MUITO BURRO e tenha medo de competir no mercado, mas respeito com as pessoas e tudo…….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s