Nota da OBB sobre a Audiência na CDH 13/08/13 #FIMEXAMEOAB #examedeordemINCONSTITUCIONAL #CPIdaOAB


ILUSTRES MEMBROS DA OBB E DEMAIS BACHARÉIS.

Independente da ação coletiva que ingressamos e tramita na justiça federal em prol de nossos membros, essa que no caso de uma vitória judicial na certa beneficiará toda a classe, a luta continua e ganhamos mais uma batalha contra a OAB, na audiência pública ocorrida na Comissão dos Direitos Humanos, no dia de ontem(13), onde aos poucos toda a sociedade vem descobrindo que o que está em questão não é a qualificação profissional proposta pela OAB com o exame de ordem e sim o faturamento de 75 milhões de reais anualmente que a OAB arrecada a custa do desemprego e da miséria, sem ter que prestar conta dessa fortuna, conforme  a OBB vem denunciando, inclusive já formalizada no MPF.

Apesar de ser contra a atitude tomada pelo colega Antonio Gilberto da Silva, que vem fazendo greve de fome na luta pelo trabalho digno em frente à sede da OAB-DF, por entender que seu bem maior, ou seja, sua vida, deve ser prioridade, em nome de todos os bacharéis em direito desse país, a OBB agradece imensamente por sua iniciativa e coragem, se colocando a sua disposição com os mais sinceros votos, não só de saúde e agradecimentos, como também de admiração.

Willyan Johnes

Ordem dos Bacharéis do Brasil

Esse post foi publicado em EXAME DE ORDEM, OBB e marcado , , . Guardar link permanente.

6 respostas para Nota da OBB sobre a Audiência na CDH 13/08/13 #FIMEXAMEOAB #examedeordemINCONSTITUCIONAL #CPIdaOAB

  1. Elço Ferreira dos Santos disse:

    Aos colegas bachareis de direito,o nosso amigo Willian está brigando, entretanto é importante voltarmos antes do ano de 1994. O exame da ordem sempre existiu, mas tinha uma conotação, ajudar os bachareis que não tinham pratica juridica, pois trabalhavam em outra área, e faziam o curso de direito a noite, note-se que na época, não havia nas faculdades de direito a pratica juridica como matéria.
    Ainda antes de 1994 o pré requisito para se increver na ordem era a pratica juridica.
    Em 1994 foi criado o estatuto dos advogados, e nesse estatuto foi abolida a pratica juridica e passou a ser requisito o exame.
    Reparem que essa manobra foi pura armação, e não houve muita grita no inicio, porque o exame era feito nas seções dos Estados, sendo um exame dentro dos padrões do aprendizado dos bachareis, razoavel. Ocorre que aprovação era dentro dos padrões normais.
    Nessa esteira de raciocionio a OAB Nacional armou uma forma de reprovar mais, e passou o exame ser nacional, até chegar a atual situação, de reprovação em massa.,

  2. claudionor orlando dos anjos disse:

    Diante desse ato criminoso que é o famigerado exame da oab. eu claudionor orlando hoje estou com o nome sujo pelo fies, mim formei em 2010 e não tenho o direito que a constituição me da de trabalha, estou mim sentindo um incapaz. Vamos nos unir e fazer como a classe médica está fazendo correr atras dos nossos direitos.

  3. Francisco de Assis dos Santos disse:

    A OAB arrecada 75.000.00 milhões de reais por ano, tudo bem que bom, agora gostaria de saber para onde foi destinado os 32..2000,,000 (trinta e dois mil e duzentos reais) dinheiro esse pago pela venda de uma CARTEIRA DA OAB, Segundo investigação da policia federal este foi o pago por um candidato.

  4. MÁRCIO MOURA disse:

    É imperativo que a manifestação do dia 20/08 em Brasília, seja divulgada por todas as entidades imbuídas no tema que a derrubada desse Imoral e Inconstitucional exame da OAB, Para isso, é necessário que todas as entidades, repito, se debrucem na causa e divulguem nos sites, paginas, enviem e-mail, etc., para que não apareçam (como já disseram, meia dúzia de gatos pingados). Repito que é imperiosa a UNIÃO de todos, em especial das lideranças dos movimentos, claro, com a participação dos interessados que são os Bels. Direito. Abs. a todos.

  5. CARLOS ALBERTO NANNI disse:

    PARABENS WILLYAN.., nossa admiraçao e respeito a sua pessoa, suas decisões, sua postura diante deste escandalo que é o EXAME DE ORDEM DA OAB.

    Carlos Alberto Nanni-Bacharel em Direito

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s