CDH discutira greve de fome de Bel. Direito, há 8 dias, pelo fim do #FIMEXAMEOAB #examedeordemINCONSTITUCIONAL #CPIdaOAB


Vanderson Claudino
Galera, Gilberto pediu pra avisar e pelo amor de DEUS, COMPARTILHAR!
É URGENTE!

O Senador Cristovam Buarque – Ex-Ministro da Educação – enviou um requerimento para o Senado, pedindo que fossem ouvidos os injustiçados do X EXAME DE ORDEM.
Nesse sentido, como o guerreiro Gilberto, NÃO PODE SE AUSENTAR DO ACAMPAMENTO, se faz fundamental que ORGANIZEMOS, como abaixo veremos exposto:
1. Que os examinados de Brasília e cidades adjacentes, se reúnam, nesta Segunda-feira, 12.08.13, às 10:00 H, para formarem uma comissão e que esta leve até o gabinete do Senador Cristovam Buarque todos problemas ocorridos neste último exame. Necessário que a presença de ao menos, UM representante por matéria;

2. Que seja pedido, nesta reunião, a presença do Senador Cristovam Buarque no acampamento onde encontra-se o nosso Guerreiro Gilberto, há 8 dias, em greve de fome!

3. Que todos nós, companheiros da REDE DE RELACIONAMENTO/INTERNET, mandemos e-mails, posts, tweeter’s ao Senador Cristovam Buarque, solicitando a visita do mesmo lá no acampamento onde o nosso Guerreiro Gilberto, está há 8 dias, em greve de fome! Como também, para Aloizio Mercadante, Ministro da Educação e para o Ministro da Justiça José Eduardo Cardozo.

4. TERÇA-FEIRA, ÀS 14 HORAS, NA COMISSÃO DE DIREITOS HUMANOS, será discutido a questão da greve de fome do Antonio Gilberto Silva e mais todos os problemas sofridos pelos examinados no X Exame d Ordem. Precisamos chamar a atenção da mídia, de todos os Estados… Gilberto pediu que as pessoas compareçam, com familiares, faixas, cartazes para que o movimento tome ainda uma proporção maior e que seja divulgado em todos os meios midiáticos nacional.

5. “Amo todos vocês! E conto com o apoio de todos vocês. Não me abandonem!” (Aí, eu chorei!)

Fonte: facebook

Esse post foi publicado em A Marcha dos Bacharéis, EXAME DE ORDEM e marcado , , . Guardar link permanente.

3 respostas para CDH discutira greve de fome de Bel. Direito, há 8 dias, pelo fim do #FIMEXAMEOAB #examedeordemINCONSTITUCIONAL #CPIdaOAB

  1. Elço Ferreira dos Santos disse:

    Acredito que se o Senador Cristovão Buarque, abraçar a causa dos bachareis de direito, a OAB vai ficar de orelhga em pé. Pois o senador é um homem respeitavel, politico honesto, um homem voltado para educação, a sua idéia é a criação do proficiencia, o seja todos os bachareis só receberiam diploma, apóis fazerem exame elaborado pelo MEC sem interferência de qualquer conselho, eu estou no Rio de Janeiro, se tivesse em Brasilia eu iria estar com o colega guerreiro que luta praticamente sozinho, vergonha para os bachareis de Brasilia e periferia.

  2. MÁRCIO MOURA disse:

    É inaceitável que a classe política Brasileira, o judiciário e os meios de comunicação (sério), não tomem uma posição com relação a essa “Mazela” social que afronta a nossa Lei Maior. Não é simplesmente pelo motivo de um Bel. Direito está fazendo “Greve de Fome” que se tem que fazer alguma coisa. Alguma coisa teria que ser feita já a algum tempo passado. Essa leniência dos poderes constituídos, em especial do Congresso e do Judiciário e também do desdém do Governo Federal onde uma entidade de classe se sobrepõe a C/F, onde não é fiscalizada pelos órgãos que deveriam, para se verificar para onde vai os milhões arrecadados à custa dos milhares de Bels. Direito anualmente. A que ponto nós chegamos no Brasil, um cidadão para ter o direito de trabalhar no nosso país, ter que fazer “Greve de Fome” para chamar a atenção das autoridades. É vergonhoso, pois não era preciso, bastaria que a nossa Constituição fosse respeitada nos seus artigos correlatos com essa discursão para não termos que ver um cidadão se desgastar por um direito que está esculpido na nossa Carta Magna. O artigo 5º paragrafo 1º diz que “Todos são iguais perante a lei”. Onde está a isonomia neste país onde um curso se sobrepõe aos outros, onde o Bel. Direito é obrigado a fazer uma prova (que não qualifica ninguém) e cursos como de Bels. Ciências Médicas, Engenheiro Civil e tantos outros não são submetidos a tal exame?…Segurança jurídica…quem dá segurança aos pacientes dos Bels. Ciências Médicas, aos Engenheiros Civis que constroem pontes, viadutos, prédios onde habitam pessoas?. Chamo a atenção dos Senhores Bacharéis em Direito para uma mobilização, não é preciso sair as ruas, basta que utilizem a ferramenta que nós temos que é a internet, enviem e-mails aos Congressistas, STF, site da Presidência da Republica e outros meios que acharem pertinentes para divulgar o nosso repudio a esse “Estelionato” denominado “V” exame da OAB. O Brasil não pode e não deve ter dois pesos e duas medidas. Depende de nós mudarmos esse “Atentado” a nossa Constituição, Constituição essa tão nova e já tão desrespeitada por aqueles que se dizem “Guardiões”. Como diz o poeta Geraldo Vandré, “Quem sabe faz a hora não espera acontecer”. Não sei se a hora é agora, mas é bom começarmos alguma coisa. Abs. a todos.

  3. Helena Nunes disse:

    Todos os bacharéis vítimas que somos dessa injustiça intitulada exame de ordem deve se manifestar, e aos que puderem marcar presença em Brasília que o façam como profissionais ADVOGADOS em defesa da maior causa que nós temos que é o fim do exame de ordem pela justiça e dignidade da pessoa humana, pelo direito ao trabalho pelo qual nos preparamos ao longo de cinco anos.
    Revolução civil, já!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s