OAB DISCRIMINA ATÉ MESMO ADVOGADOS. #FIMEXAMEOAB #examedeordemINCONSTITUCIONAL #CPIdaOAB


Não bastasse a discriminação que sofre a classe de bacharéis em direito por conta do exame de ordem, agora a OAB discrimina publicamente os advogados com mais de 40 anos.

O presidente do Conselho Federal, Marcus Vinícius, divulgou em nota pública nesta quarta feira, 26 de junho, intercâmbio jurídico no Sudão, onde informa com satisfação que o Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, juntamente com a União dos Advogados do Sudão, oferecerão cinco bolsas para intercâmbio jurídico no Sudão, com exigências para os candidatos, entre elas, inclui o impedimentos de advogados com mais que quarenta anos de idade.

É certo que o intercâmbio jurídico proposto por ambas às entidades tem grande valia, pois tem como finalidade a troca, aumento e aprimoramento de conhecimento na área jurídica, mas não deveria o Presidente do Conselho Federal, Marcus Vinícius, aumentar o limite de idade para 41 anos perante a finalidade de aprendizado desse intercâmbio, visto que essa é sua idade e preside a OAB? Até porque, entre os oitocentos mil advogados regularmente inscritos na OAB, esse número significativo (5) que irão ao Sudão, com certeza, têm grande conhecimento jurídico conforme uma das exigências anunciadas e também conhecem o Estatuto do Idoso, Lei 10.741 e principalmente a Constituição Federal, podendo assim, esses brilhantes advogados, levarem para o Sudão as grandes conquistas jurídicas alcançadas pelo povo brasileiro, consagradas em nossa legislação, onde, entre tantas, anorma legal que determina, que toda pessoa com idade igual ou superior a 60 anos tem direito de se inscrever e de concorrer em qualquer concurso público, desde que compatível com o critério etário, até o limite máximo de 70 anos (art. 40, § 1.º, II, da CF).

C.F. Art. 5º XLI – a lei punirá qualquer discriminação atentatória dos direitos e liberdades fundamentais;

C.FArt. 7º São direitos dos trabalhadores urbanos e rurais, além de outros que visem à melhoria de sua condição social:

XXX – proibição de diferença de salários, de exercício de funções e de critério de admissão por motivo de sexo, idade, cor ou estado civil;

E o art. 27 da Lei n. 10.741, de 1.º de outubro de 2003 que trouxe em sua redação a garantia daqueles que possuem quarenta e um ou mais anos de idade a participarem de tais critérios de seleção, dando-lhes assim o direito de aprender e aperfeiçoar seus conhecimentos, inclusive como desempate, prevalecendo o mais velho.

“Na admissão do idoso em qualquer trabalho ou emprego, é vedada a discriminação e a fixação de limite máximo de idade, inclusive para concursos,”.

Parágrafo único. O primeiro critério de desempate em concurso público será a idade, dando-se preferência ao de idade mais elevada. 

Resta-nos aguardar o critério de seleção que será adotado pela Comissão Nacional de Relações Internacionais do Conselho Federal da OAB e acreditar que não será feito por sorteio somente para os mais jovens, indicação ou pelo volume de cabelos. Quem sabe adotem o exame de ordem. 

Willyan Johnes

Ordem dos Bacharéis do Brasil

Esse post foi publicado em EXAME DE ORDEM, OBB e marcado , , . Guardar link permanente.

6 respostas para OAB DISCRIMINA ATÉ MESMO ADVOGADOS. #FIMEXAMEOAB #examedeordemINCONSTITUCIONAL #CPIdaOAB

  1. Bianca disse:

    A OAB deve punir ADV. com a fama deste Tiago Leme Meneghin. Vc está desmoralizando ainda mais a OAB. Cara vai trabalhar se liga! Pelos comentários à seu desfavor, vc tá muito mal de clientes. Daqui a pouco não vai arrumar nem para o café.

  2. só na cabeça de um retardado vagabundagem tipo Tiago Leme Meneghin, para escrever tanta besteira..Acho que ele tem um caso de amor mau resolvido com algum macharel.

  3. Tiago Leme Meneghin disse:

    As pessoas verdadeiramente sensatas sabem bem que o exame de ordem é amplamente justificável, legítimo, estritamente necessário, constitucional (vide decisão do STF) e, portanto, qualquer reclamação constitui mero “chororô” de perdedor. O brasileiro tem mania de derrotismo. Já se sente derrotado antes de ir à luta, o que é deplorável, bem como reprovável. O exame de ordem é um relevante instrumento de defesa e de proteção aos direitos do cidadão, que almeja ver seus interesses/direitos resguardados, ou seja, solidamente defendidos por um profissional competente, capacitado e devidamente qualificado. Bacharéis, semi-analfabetos, preguiçosos e pseudo operadores do Direito: coloquem-se no lugar do cidadão, vocês gostariam de correr o risco de contratar um profissional incompetente, incapacitado e desqualificado que cedo ou tarde lançaria vossos interesses/direitos no fundo da latrina? Ninguém merece advogado incompetente (que pode destruir o patrimônio do cliente ou manter o mesmo na cadeia, quando este poderia estar livre), médico incompetente (que pode matar um paciente no decorrer de uma intervenção cirúrgica ou causar-lhe irreparável lesão corporal) ou engenheiro civil incompetente (que pode conduzir prédios e edifícios literalmente abaixo). Temos de zelar pela competência e pela qualificação dos profissionais que atuam no mercado pátrio. Nada de bacharéis que se acham advogados (pseudo advogados né), nada de engenheiros civis que não sabem efetuar cálculos complexos e, sobretudo, nada de médicos bolivianos ou cubanos (pobre Hugo Chávez). Não podemos aceitar essa gente (gentalha, nas palavras de Dona Florinda…) atuando como advogados, médicos, engenheiros ou seja lá o que for. O Brasil precisa de advogados e não de manipuladores de palavras bonitas. O Brasil quer médicos e não Mengeles com doutorado em carnificina. Queremos engenheiros, jamais demolidores de prédios. O exame de ordem é absolutamente constitucional, lícito, legal, necessário, útil e, como se pode ver, amplamente justificável. Temos mais de 1.300 faculdades de Direito pelo país, o que é um absurdo. É óbvio que muitas dessas faculdades são péssimas, não contam com professores qualificados (mestres, doutores e especialistas realmente preparados para lecionar), com infraestrutura adequada etc. Se o MEC nada faz para fiscalizar essa palhaçada generalizada, então só resta à OAB fazê-lo, ainda que este não seja seu papel. Há mais de 700 mil advogados no mercado, dentre os quais eu orgulhosamente me conto, portanto, não há sequer sinal de reserva de mercado, ou alguém seria louco de dizer que 700 mil é um número irrisório? Falar em reserva de mercado é derrotismo descarado. Jamais houve reserva de mercado. Entre os que são favoráveis ao exame da OAB constam entidades e pessoas ilustres, tais como: LFG (grande complexo jurídico), Damásio de Jesus (outro grande complexo jurídico), Marcatto (mais um grande complexo jurídico), FGV (Fundação Getúlio Vargas), José Roberto Batochio (grande advogado criminalista), Márcio Thomas Bastos (grande advogado), STF (Supremo Tribunal Federal), Ophir Cavalcanti (ex presidente da OAB), mais de 70% dos próprios bacharéis, Olavo de Carvalho (grande filósofo da USP e escritor), além de milhares de outros profissionais liberais (médicos, dentistas, arquitetos, engenheiros etc) que admiram e veem com bons olhos o imprescindível exame de ordem. Abrir mão do exame de ordem seria um suicídio brutal, e a OAB tem plena consciência disso. Sem o exame de ordem, o mercado ficaria abarrotado de semi analfabetos, de picaretas/pilantras, de safados sem ética, bem como de pessoas despreparadas, inaptas e desqualificadas. Favor abrir o livro. Favor começar a estudar. Obrigado.

  4. Tiago Leme Meneghin disse:

    OBB (ORDEM dos BACHAREIS BURROS). COMECEM A ESTUDAR CAMBADA DE VAGABUNDOS.

  5. Elço Ferreira dos Santos disse:

    É necessario que se faça denuncia ao MPF, se houver coragem alguma coisa pode acontecer,assim espero.

    • Tiago Leme Meneghin disse:

      É necessário fazer uma denúncia ao MPF, para que sejam tomadas as devidas providências contra a vagabundagem dos bachareis em nível nacional, que parece não ter limites. Ops… esqueci: vadiagem/vagabundagem não constituem fatos típicos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s