Afinal qual a posição da UNE sobre o #FIMEXAMEOAB #examedeordemINCONSTITUCIONAL #CPIdaOAB


Os colegas já devem ter percebidos que não somos de dourar a pílula. Procuramos colocar sempre a situação real para que com consciência possam tomar suas decisões.

fimexameoab050513Assim, na época em que o PL 2154 estava em voga, haviam muitos deputados, inclusive expoentes, que se diziam a favor dos bacharéis em direito mas por trás estava em conluio com a OAB. Alguns de nossos líderes estavam sendo enganados por estes Deputados que queriam se sobressair em cima dos bacharéis sem dar nada em troca. Houve traições contundentes, só não viu quem não quis. 

Diante disto, após a votação da urgência publicamos a relação dos Deputados que realmente são a favor dos Bacharéis, mas foi um tiro no pé, pois depois nem estes falaram mais sobre o assunto, já que lhes estava garantida a posição perante os milhões de vítima do INCONSTITUCIONAL EXAME DE ORDEM.

Não é porque o STF decidiu que é constitucional que tal exame passou a ser. Ele continua INCONSTITUCIONAL, mas aceito pelo sistema. E continuará assim até que os colegas saiam do marasmo e comecem a lutar.

Tem uma conhecida história de uma pessoa que pedia a um santo para ganhar na loteria todos os dias, há anos. Um dia o santo desceu do altar e disse: Pelo menos faça o jogo…

Infelizmente os colegas Bacharéis merecem o que está acontecendo. Financiam constantemente seus algozes, não levantam um dedo para buscar seus direitos e ainda dizem que querem ter o direito de defender o do próximo.

Sejamos francos. Isto é ou não é ser um grande OTÁRIO.

Fazer as mesmas coisas esperando encontrar resultados diferentes…

Com relação a UNE, durante a audiência pública o seu representante basicamente falou que não sabia o que estava fazendo ali. 

Puseram um guri para defender os bacharéis, que não sabia o que estava fazendo ali.

De quem será que foi esta ideia? Minha opinião pessoal é que o rapaz teve uma conversa com o então presidente da OAB, ficou “deslumbrado” em ter estado frente a frente,  ter falado com uma “autoridade”; uma pessoa conhecida nacionalmente, e acabou falando aquele monte de besteiras na audiência realizada no Planalto.

Os colegas esperam que as lideranças façam todo o trabalho, que como nenén dê na boquinha. Que papai e mamãe resolvam seus problemas.

Esta batalha já estava ganha. Se os colegas não estão de posse da vermelhinha hoje, a culpa é exclusivamente e merecidamente suas…

Agora vejam a “posição da une”, caso os senhores esperam que eles lhes deem alguma coisa…

UNE não fica em cima do muro, apoio ao fim do Exame da OAB pode ser debatido em Maio.

Em entrevista concedida ao site Justiça em Foco, o presidente da União Nacional dos Estudantes(UNE), o carioca Daniel Iliescu, esclarece sobre o assunto fim do Exame da Ordem dos Advogados do Brasil, uma vez que a matéria ainda se encontra no Congresso Nacional, ou seja, projeto de Lei nº 2154/2011 do deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que se aprovado revoga o inciso IV e § 1º do art. 8º da Lei nº 8.906/94, – Estatuto da Advocacia/Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).Buscando apoio da UNE líderes de movimentos a favor do fim do Exame da Ordem, a exemplo da UNBA – União Nacional dos Bacharéis em Ação, presidida por Gisa Moura, espera receber o apoio  da UNE.O presidente da União Nacional dos Estudantes, Daniel Iliescu explica como o tema deve ser tratado na UNE.Confira abaixo a entrevista na íntegra.Justiça em Foco (CEO Editor Ronaldo Nóbrega): Qual a posição da UNE, e apoio em relação aos Bacharéis em Direito?Daniel Iliescu: A posição, e apoio aos bacharéis em direito é uma pergunta bastante ampla. A UNE tem o desejo de defender os estudantes universitários do Brasil, e ela apóia os estudantes em uma série de lutas, em especial pela qualidade dos cursos no caso do direito, e dos cursos universitários do Brasil inteiro e a defesa da qualidade da educação brasileira.Justiça em Foco: O Ministério da Educação, após um acordo de cooperação técnica assinado junto à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) – anunciou a suspensão da abertura de cursos de Direito no Brasil. Como é que o presidente da UNE assiste essa questão?

Daniel Iliescu: A UNE não tem uma posição  formada sobre esse tema.

Justiça em Foco: Quando, na verdade, será anunciado o apoio ou não da UNE aos Bacharéis em Direito? Principalmente atender àqueles com dívidas junto ao FIES – Fundo de Financiamento do Estudante do Ensino Superior.

Daniel Iliescu:  É lógico que o Bacharel tem que trabalhar. Eles têm o apoio da UNE, porém as opiniões que a UNE forma, ela não forma da cabeça de um, ou outro dirigente dela, ela  forma através de fórum. Acabamos de nos reunir em Pernambuco, 3.507 centros acadêmicos credenciados de todo o país, do dia 18 a 26 de janeiro e entre os dias 8 e 10 de março, 410 DCEs  das  universidades do Brasil inteiro. Esse assunto não foi proposto para ser apreciado pelo Conselho Nacional de Entidades Gerais (CONEG) ou Conselho Nacional de Entidades de Base (CONEB) da UNE, que são os únicos fóruns capazes de tirar uma opinião formal da entidade.

Justiça em Foco:  Quando será o próximo fórum da UNE?

Daniel Iliescu:  Haverá o próximo fórum, que é o Congresso Nacional dos Estudantes, é fórum máximo da UNE,  que será realizado de 29 de maio até 2 de junho em Goiânia/GO. Esse congresso pode deliberar sobre os assuntos que os estudantes venham propor no evento. Daí, o que não aconteceu em Pernambuco e São Paulo, pode acontecer em Goiânia, o que define isso é o interesse dos estudantes em apresentar essas discussões para serem debatidas no Congresso. 

Justiça em Foco: Em 2012, o presidente participou de Audiência Pública realizada na Câmara dos Deputados sobre o fim do Exame da OAB. Na ocasião, se comprometeu em levar o tema para a UNE. Isso não foi feito?

Daniel Iliescu:   Mais do que se comprometer, em apoio aos estudantes de direito – a UNE hoje organiza um grande debate, uma grande consulta, aos centros acadêmicos de direito do Brasil inteiro a exemplo: Centro Acadêmico XI de Agosto da USP, CACO da UFRJ,  22 de Agosto da PUC/SP, e outras organizações.  É bastante polêmico esse assunto, há uma grande divergência nos Centros Acadêmicos, há quem defenda o exame, e há os que são contra o exame da OAB. E a UNE respeita as opiniões. É em nossos fóruns que poderá sair uma opinião oficial sobre a questão.

Justiça em Foco: Diante das consultas formais aos Centros Acadêmicos. A UNE está em cima do muro com relação ao Exame da OAB?

Daniel Iliescu: Hoje, a UNE não está em cima do muro, porque a história do Brasil sempre teve lado, e nosso lado é o da qualidade da educação do Brasil, seja ela pública, ou seja, ela privada, que via de regra é uma qualidade péssima, em especial dos cursos de direito, que são vitimados pela falta de regulamentação no Brasil sobre a qualidade de ensino superior em nosso país.

Nota da Redação:

O site Justiça em Foco entrevistou: o professor Rubens Teixeira, que defende o exame de ordem periódico para todos os Advogados, como garantia de que os profissionais estariam atualizados, argumentação também defendida pelo Prof. Luiz Flávio Gomes. Entrevistados pelo site: odeputado Eduardo Cunha (PMDB/RJ), autor do PL2154/2011, que propõe o fim do Exame de Ordem acredita na sua inconstitucionalidade; já o ex-presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Ophir Cavalcante diz “Exame da OAB é para preservar o esforço do aluno”; o senador Cristovam Buarque(PDT/DF) declara que “Cabe ao Estado realizar exame de proficiência, até substituir o TCC pelo exame da OAB” já o deputado Dr.Grilo/PSL-MG, advogado, formado pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) diz que apóia exigência de exame de ordem, mas não descarta requerimento para CPI da OAB.

Fonte: Da redação (Justiça em Foco), por @RonaldoNobrega

Esse post foi publicado em EXAME DE ORDEM e marcado , , . Guardar link permanente.

8 respostas para Afinal qual a posição da UNE sobre o #FIMEXAMEOAB #examedeordemINCONSTITUCIONAL #CPIdaOAB

  1. nanni.advocacia@gmail.com disse:

    Minhas frases foram cortadas sem que pudesse dar o pleno entendimento. Digo, há muitos advogados que não sabem nem fazer uma PEÇA INICIAL…., e se dão muito bem com os Bacharéis que, embora saibam trabalhar perfeitamente, não são reconhecidos pela OAB, em funçao do Controle de Mercado…. Entenderam????…..Saia para o trabalho e não de muita importancia em ser ou não ser registrado na OAB!!!! – o Cadastro na OBB – é mais do que suficiente para que possamos nos apresentar como VERDADEIROS PROFISSIONAIS…

  2. nanni.advocacia@gmail.com disse:

    Caros amigos Bacharéis em Direito – O Bacharel é um profissional – um advogado – e deve exercer sua profissão com dignidade e sabedoria. Em primeiro lugar, deve negar-se a prestar o famigerado exame. Em segundo, filiar-se na OBB – ORDEM DOS BACHAREIS DO BRASIL, com isso estará documentado para se apresentar como PROCURADOR, em infinitas atividades ligadas á administraçao pública, defendendo seus clientes… advogando… a favor da Lei e da Justiça nas áreas administrativas de qualquer orgão publico, ainda, sendo defensor nas esferas privadas, da industria, do comercio etc. – NO INSS, basta que voce tenha bons Tambem na area trabalhista e nos juizados especiais há como o Bacharel trabalhar perfeitamente. O mercado de trabalho do advogado não se presta somente ás causas JUDICIAIS – As Extra-Judiciais podem ser perfeitamente trabalhadas pelos Bacharéis em Direito – cujo trabalho não será caracterizado pelo artigo 47 das Contravenções penais. – Faça sua procuraçao nos moldes do Código Civil e com base na Constituiçao. Eu, particularmente, estou em plena atividade desde quando estudava no quarto ano, em 2009. Até o presente momento continuo exercendo a profissão de ADVOGADO, mesmo não tendo a aprovaçao da OAB. Afinal…. Quem é a OAB? – Falta é coragem para os Bachareis em Direito enfrentarem o MERCADO DE TRABALHO e agirem como profissionais. , assim, conseguirão pagar seus financiamentos da FACULDADE, e viver plenamente em PAZ. – Existem uma infinidade de Advogado OS DIRIGENTES da OAB, tomem vergonha da cara.

  3. cezappa disse:

    Com tantas opiniões divergentes sobre tamanha arbitrariedade, inconstitucionalidade, e outros adjetivos do gênero, só para não citar também os mais vis, penso que o exame da ordem do advogados do brasil prevalecerá. Enquanto os DCEs, CONEGs, CONEBs de estudantes, não colocarem em debate tamanha inconstitucionalidade, os bacharéis em direito se dirigem aos milhares para cada exame, “alimentando seus algozes” , alimentado cursos especializados, alimentando a inconstitucionalidade de sua exigência. A OAB, perpetua assim com seus desconhecidos gastos, as opiniões e decisões, daqueles que poderiam reverter sim, definitivamente essa condição, e que desde 1994 impede acesso ao mercado de trabalho de milhares de profissionais graduados em Direito nas Universidades brasileiras. Até quando Brasil?

  4. Elço Ferreira dos Santos disse:

    A UNE simplemente é oportunista, o seus presidentes começa ali, e termina senador, termina ministro da casa civil do governo Federal, e ai vai a une, badernas, criação de martires e vai por ai. Os estudantes de direito tem que lutar contra esse futuro talvez dep. federal, senador ou mais para faze valer a legalidade, o exame é ilegal pois fere principios constitucionais, por interesse o STF não viu, por ser um tribunal politico.

  5. O DIREITO É UM CONTO DE FADAS, CONTADO POR PINÓQUIOS. E EU, ACREDITEI ... disse:

    SAUDADE DA DITADURA MILITAR, HIPOCRISIA E DEMAGOGIA DESSA UNE E CONGRESSO, ERA RESOLVIDA DE UM JEITO !!!!! ….. ASSIM COMO DESSA DESORDEM.

    AO TERMINO DA FACULDADE, VOCÊ SE TORNAVA ADVOGADO. HOJE, SE VIVE UMA DEMOCRACIA DIRIGIDA, PIOR QUE A DITADURA DE HOJE SILENCIOSA.

  6. josé Porto disse:

    Concordo plenamente com o colega Márcio Moura, Será que o presidente da UNE amarelou com as ameaças do Presidente da OAB ou se vendeu também?

  7. josé Porto disse:

    Esta manifestação será em São Paulo, será oportuna visto o silencio dos deputados que se diz a favor da extinção desse desonesto exame de ordem. Gostaria de Propor que também seja feita nas grandes capitais, pois sou do Rio de Janeiro, não tenho condições de ir em outras capitais. Acredito que os bachareis cansados de ser otários, se mobilizaram em prol deste fim.

  8. MÁRCIO MOURA disse:

    Concordo plenamente com o “marasmo”, essa aceitação latente dos Bels. Direito, é como realmente concordassem de fato e de direito que o exame da desordem fosse essencial para “qualificar” os mesmos, alinhando-se assim com o êngodo que a OAB tentar nos impingir. Para verificar essa verdade, basta olhar a enquete da Câmara dos deputados que tem pouco mais de 6.800 votantes contra esse Câncer denominado exame da desordem. Pergunta-se: Se são (100) mil reprovados, por onde anda os (93) noventa e trés mil restantes. O adagio popular diz que “quem cala consente” e é por isso que se mantem esse “Estelionato” à custa dos mesmos Bels. Direito. Com relação a UNE, é vergonhos a sua posição indefinida onde já era para está ao lado dos Bels. Direito e acadêmicos. Tanta historia de luta a favor dos estudantes/sociedade e contra a ditadura militar, que nos envergonha a atual Direção Geral da UNE. Ao invés de consciência política dos tempos aureos, temos hoje uma aliênação política, pois este exame trata-se de uma questão política e de Incosntitucionalidade, sem ter muito o que pensar e discutir. No Brasil quando não querem fazer as coisas acontecerem, cria-se comissão e discursão, no caso do congresso uma CPI para não dár em nada. Acorda UNE não deixe morrer os interesses Republicanos sérios da nossa época, e não envergonhem aqueles que no passado lutaram pela democracia que hoje vocês vivenciam inclusive com posições até duvidosas ou em cima do muro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s