Boas novas para o norte do pais: Dez juízes do AM participarão de curso sobre Improbidade Administrativa #FIMdaCORRUPÇÃO


brasilnalamaEstamos morando no Nordeste a cerca de 2 (dois) anos e posso afirmar com toda certeza e sem a maior sombra de dúvida que toda a miséria que o Sul tem observado:

1. É verdadeira, ocorre mesmo. Em alguns rincones parece que existe uma Etiópia nas entranhas de nosso pais. 

2. A “causa causarum”, causa causadora de tudo o que vem ocorrendo é a corrupção extrema, aliada a um sistema de impunidade muito bem instalado e articulado em todas as instâncias do poder.

Os Juízes  o Ministério Público, o TCU a Controladoria Geral da União fazem muito menos do que deveria ser feito, inclusive tendo estes a obrigação de fazer, logo são conscientemente, complacente com o delito.

Um dia destes uma senhora de mais de 60 anos estava a beira de nosso apartamento catando lixo e pediu para que a auxiliássemos para que pudesse comprar um botijão de gás. Disse que trabalharia para isto.

Mesmo sem precisar, minha Esposa deu alguns serviços leves para a anciã e depois levou-a para casa.

Chegando lá encontrou um resto de residência com um monte de crianças passando fome e também uma fogueira onde faziam seus alimentos. Foi comovente…

Posteriormente esta anciã foi encaminhada a Justiça Federal para que conseguisse ajuda do governo, o que saiu algum tempo depois.

Ainda hoje a contratamos uma vez por semana, mais no intuito da auxilia-la, eis que temos uma outra pessoa que realiza os serviços mais desgastantes.

SENHORES JUÍZES, PROMOTORES, OS SENHORES PODEM MUDAR ISTO…

Vejam a matéria objeto do comentário:

O evento, realizado em parceria com o CNJ, vai começar na próxima semana.

Dez magistrados do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) vão participar do curso sobre Improbidade Administrativa, promovido pela Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (Enfam), em cooperação com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Ao todo, há 420 magistrados inscritos na capacitação, divididos em quatro turmas, com aulas de educação a distância (EAD) que começarão no dia 22 de abril (segunda-feira) e terminarão em 17 de maio.

O objetivo é auxiliar os magistrados no cumprimento da Meta 18 estabelecida no VI Encontro Nacional do Judiciário, realizado em novembro de 2012. A meta estipula que, até o fim deste ano, devem ser julgadas todas as ações de improbidade administrativa distribuídas antes de 31 de dezembro de 2011.

Os tutores de cada uma das turmas serão os mesmos magistrados que elaboraram o conteúdo do curso, todos com longa experiência em Direito Público e Processo Civil: Ricardo Chimenti, juiz-auxiliar da Enfam; Luís Manuel Fonseca Pires, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP); Marcos de Lima Porta, também do TJSP; e Manoel Cavalcante de Lima Neto, do TJ de Alagoas (TJAL).

Segundo levantamento preliminar do CNJ, pelo menos 18 mil ações de improbidade administrativa foram ajuizadas até o final de 2011 e ainda não julgadas, número que deve ser triplicado até o levantamento final.

Patricia Ruon Stachon com informações da Assessoria de Comunicação da Enfam

DIVISAO DE IMPRENSA E DIVULGAÇAO DO TJAM

Telefones

TJAM: (092) 2129-6771 / 6772

Telefones

Corregedoria: (092) 2129-6672

Telefones

Fórum Henoch Reis: (092) 3303-5209 / 5210

Autor: Divisão de Divulgação/TJAM

Esse post foi publicado em Direito e justiça, Fim da corrupção e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s