OAB quer ser MP passando-lhe a rasteira #CPIdaOAB FIMEXAMEOAB #examedeordemINCONSTITUCIONAL


A OAB está empenhada em destruir o MP para ocupar seu lugar. Já torou-se um Estado Paralelo acima do próprio Estado e aos poucos vem aumentando seu poderio sem que as pessoas se deem conta do que está havendo.

Vejam que a maioria dos integrantes do STF foram advogados que entraram pelo quinto constitucional, ou seja, a maioria dos membros do STF que podem substituir o Presidente da República, sem um voto popular, pertence a OAB.

A Máfia dos Advogados ainda pretendem acabar com os Poderes do MP já que apoiam a “PEC DA IMPUNIDADE” e tem uma forte bancada de Advogados no legislativo.

Hoje para ser Juiz é necessário prestar exame de ordem e ser Advogado. Mas para ser Ministro do STF nem Bacharel em Direito precisa ser. Basta um rábula de “Notável saber jurídico”.

Já conseguiu que outros acessos a órgãos públicos também passem antes pelo crivo do exame de ordem, barrando assim aqueles candidatos que conseguiam passar nós concursos sem prestar exame da OAB.

Também impediram que os servidores do Ministério Público que antes podiam advogar em esferas distintas das que prestavam serviços, já não possam mais e por ai vai…

Vejam a matéria:

OAB pede ao Supremo que proíba promotor de se sentar ao lado de juiz

Ação tenta anular lei de Rondônia que determina promotor à direita. Para entidade, posição do MP durante julgamentos gera desequilíbrio.

O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) ajuizou na segunda-feira (7) no Supremo Tribunal Federal (STF) uma ação direta de inconstitucionalidade na qual questiona o fato de representantes do Ministério Público se sentarem ao lado dos magistrados nas salas de julgamento.

A entidade tenta anular uma lei estadual de Rondônia que determina que promotores e procuradores devem se sentar à direita dos juízes nos tribunais.

Em 2012, a OAB já havia ingressado no STF tentando invalidar regra semelhante do estatuto do Ministério Público da União e da Lei Orgânica Nacional do MP. Relatado pela ministra Cármen Lúcia, o processo não tem previsão de quando será julgado.

Segundo o presidente nacional da OAB, Ophir Cavalcante, a posição dos integrantes do MP ao lado dos magistrados causa desequilíbrio nos julgamentos. A entidade propõe que os membros do MP se sentem no mesmo nível dos profissionais encarregados da defesa dos réus.

“Aparentemente, para um leigo, pode não representar muito a posição do Ministério Público em uma sala de audiências. No entanto, essa regra [determinação de promotores e procuradores se sentarem ao lados dos magistrados] causa tratamento desigual entre as partes. Imagine em quem os jurados acreditariam mais: em quem está ao lado do juiz ou em quem está na parte de baixo da sala de audiências?”, indagou Cavalcanti.

Na ação judicial protocolada nesta semana, a OAB pede que, antes mesmo de analisar o mérito do pedido, o STF conceda uma liminar (decisão provisória) suspendendo os efeitos da lei estadual de Rondônia.

O processo foi distribuído automaticamente pelo sistema do STF ao gabinete da ministra Rosa Maria Weber. Porém, como o tribunal está em recesso até fevereiro, há a possibilidade de o presidente do tribunal, ministro Joaquim Barbosa, ou seu vice, ministro Ricardo Lewandowski, analisarem a solicitação durante as férias do Judiciário.

Em meio ao julgamento do processo do mensalão, parte dos advogados criminalistas que atuaram na ação penal também questionaram a posição no plenário do procurador-geral da República, Roberto Gurgel. O chefe do Ministério Público se senta à direita do presidente do Supremo durante os julgamentos.

Os advogados reclamaram, inclusive, de o procurador-geral ter acesso franqueado à sala contígua ao plenário, onde os ministros do STF costumam fazer lanche no intervalo das sessões. Na avaliação dos defensores, essa proximidade de Gurgel com os magistrados beneficiava a acusação.

Fonte: G1

Esse post foi publicado em EXAME DE ORDEM e marcado , , . Guardar link permanente.

4 respostas para OAB quer ser MP passando-lhe a rasteira #CPIdaOAB FIMEXAMEOAB #examedeordemINCONSTITUCIONAL

  1. Elço Ferreira dos Santos disse:

    Eu nunca tive duvidas que o sr. OPHIR quer uma cadeira no STF, faz tudo para aparecer, bate em todo mundo para conseguir o quer, usa prepotencia, usa forma ardilosas, cheias de esquemas, que só tem uma finalidade objetivo, ser indicado pelo 5º constitucional.
    Perceba os amigos que o citado cidadão autoritário, mete medo até nas autoridades, nessa autura o MP, se não reagir, vai parecer que está com medo dessa criatura infernal.

  2. José de Freitas Guimarães disse:

    Olá, Inácio, bom dia.
    Caiu por terra o argumento da qualidade de ensino para justificar o exame de ordem, que continuo escrevendo em letras minúsculas, frente à ausência de conceituação técnico-jurídica legal ou constitucional para justificar-se como restrição ao livre exercício profissional.
    Que tal a famosa e secular Sorbonne, ver seus alunos terem que chegar mais cedo para disputarem cadeiras, pena de assistirem as aulas sentados em mesas ou no chão?
    Se isso for pouco, possivelmente janelas com vidros quebrados indiquem sua baixa qualidade?
    Mas, e a Universidade de Viena, que não instrui adequadamente um aluno a como conversar com um juiz?
    Certamente então a identificação de Oxford e Cambridge como as duas únicas universidades europeias no ranking mundial das instituições de ensino permite considerar que nem a famosa Universidade de Coimbra continua a ser referência?
    O artigo, escrito, foi publicado dia 07/01/2013 e relata a situação das universidades européias. Penso ser oportuno divulgá-lo e, mesmo, encaminhar aos parlamentares.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s