PAC com o freio de mão puxado – Como vencer a burocracia? #FIMdaCORRUPÇÃO


A presidenta Dilma seguindo o caminho de Lula destinou uma grande quantidade de dinheiro para que o pais se desenvolvesse de uma forma mais acelerada enquanto gerasse empregos (PAC).

No campo da construção civil lançou o programa minha casa minha vida mas diferentemente do que parece as coisas não andam do jeito que é divulgado.

Conheço uma micro-empresa construtora no Estado da Paraíba  (alias a Capital e extremamente corrupta e burocrática – dizem até que há uma xenofobia expulsória), que começou uma obra no mês de outubro de 2011. A obra demorou 4 (quatro) meses para ser concluída.

Contudo apesar de todos os esforços no sentido de se manter regularizada, até hoje não conseguiu toda a documentação para receber o dinheiro pela Caixa Econômica Federal. Já são 14 (quatorze) meses sem ver a cor do dinheiro.

Como pode uma micro-empresa sobreviver com o capital parado por 14 (quatorze) meses? O Estado está desidratando o sangue que o alimenta…

Cabe questionar se as grandes empresas enfrentam as mesmas dificuldades e se não enfrentam o por quê? Como aceleram os trâmites?

Todos os procedimentos são extremamente demorados. O Estado não está dando conta de cumprir as regras que criou para si mesmo. A corrupção rola solta para liberação de documentos por conta disto sejam nas esferas Municipais, Estaduais e Federais.

Um fato que deve ser questionado é a diminuição na folha de pagamento da União da época FHC até os dias de hoje. A folha, em todas as instâncias (municipal, estadual e federal) que gerava em torno de 60% foi reduzida para algo em torno de 35% (estes dados não são precisos) isto por conta não só da desvalorização salarial dos servidores, mas também pela diminuição do contingente de servidores públicos.

Assim, com a diminuição de servidores, agregado ao aumento da burocracia em razão da criação de novas leis, temos um Estado lento e ineficaz, que sabota a iniciativa privada.

Cabe ressaltar que os servidores mais valorizados dentro da administração pública e ocupando cargos de chefia, geralmente são os mais burocráticos. Burocracia é considerado sinal de segurança, equilíbrio.

Um servidor eficaz não tem espaço dentro do Estado e se conseguir juntar algum dinheiro, com certeza montará sua própria Empresa em nome do cônjuge, filho etc correndo inclusive o risco de responder processo administrativo objetivando sua exoneração (processo alavancado pelos colegas invejosos e incompetentes)  já que o Estado lhe proíbe de faze-lo. Isto tem inibido a criação de muitos empregos e facilitado a perseguição pelos desqualificados.

O enriquecimento do servidor empreendedor diverge do corrupto em que o aumento do capital deste não tem causa.

A burocracia não é só legal (de Lei), mas uma forma de pensar ou talvez de “não pensar” eis que inúmeras vezes já fui testemunha de algo em que se disse “não” quando se poderia dizer “sim”.

recebimento_denuncia_MPF_x_CEF

Vejam a sátira abaixo que representa muito bem o funcionamento da administração públical.

  • Esse post foi publicado em Notícias e política e marcado , . Guardar link permanente.

    7 respostas para PAC com o freio de mão puxado – Como vencer a burocracia? #FIMdaCORRUPÇÃO

    1. Pingback: O Gigantesco esquema do Minha Casa Minha Vida e as grandes construtoras. #FIMdaCORRUPÇÃO | Inacio Vacchiano – Filósofo, jurista, jornalista

    2. Pingback: PF investiga 250 fraudes da Classe A no ‘Minha Casa’. #FIMdaCORRUPÇÃO | Inacio Vacchiano – Filósofo, jurista, jornalista

    3. Pingback: Engenheiros do Minha Casa Minha Vida reprovam imóveis para ganhar mais. | Inacio Vacchiano – Filósofo, jurista, jornalista

    4. Pingback: GRAVAÇÃO – FLAGRA: Caixa exige “relacionamento” para liberar recursos Minha Casa Minha Vida #FIMdaCORRUPÇÃO | Inacio Vacchiano – Filósofo, jurista, jornalista

    5. Pingback: Mais detalhes de como ocorre a corrupção na CEF – Caixa Econômica Federal #FIMdaCORRUPÇÃO | Inacio Vacchiano

    6. Pingback: Caixa impõe a clientes do ‘Minha Casa’ gastos sem relação com o financiamento habitacional | Inacio Vacchiano

    7. Pingback: R$ 164 mil de “extra” provavelmente extorquidos por servidores da CEF são apreendidos. #FIMdaCORRUPÇÃO | Inacio Vacchiano

    Deixe um comentário

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

    Foto do Google+

    Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

    Conectando a %s