OAB/AL: compra de votos para eleição da Ordem e o falso moralismo seletivo. #CPIdaOAB


Tomou repercussão nacional o áudio de uma reunião com o atual presidente da OAB em Alagoas, Omar Coelho e membros da chapa de Rachel Cabús, sua candidata em que se comentava sobre compra de votos para a eleição da Ordem. Até um juiz eleitoral estaria presente na reunião.

No áudio podemos ouvir frases do tipo “ na última eleição chegamos a pagar R$ 5 mil por um voto”.

Em entrevista Omar disse, segundo o blog do Ricardo Mota, que “verifiquem se houve o desvio de um centavo da OAB ou o uso da “máquina” na disputa de agora”. Nessa, o esquema pode até ter furado, e pode até não ter sido usado recursos financeiros da autarquia, mas foi assumido a compra na eleição anterior, que reelegeu Omar.

Ele é réu confesso. Não acontece nada?

Se ele fosse do PT (ou de outro partido de esquerda), a OAB nacional ia transferir sua sede para Alagoas; Globo ia manda o Alexandre Garcia fazer a cobertura daqui; ia ser capa de Veja e manchete no Estadão e na Folha.

Omar ainda afirma que essa prática é corriqueira na eleição da OAB em Alagoas.

“Que se apresente, entre os adversários de agora, aquele que ignora a existência dos mesmos procedimentos em outras eleições de que participaram e diga que rejeitou essa forma de agir”, desafia Omar.

Em 2007, segundo ex-alunos do curso de direito da UFAL, Omar disse a seguinte pérola sobre o caso do “mensalão”: “Nós já pegamos os 40 ladrões, agora vamos pegar o Ali Babá”. Uma fala à la coisa feita em papel couché, Veja.

Fala dos setores conservadores. Omar tem relações com o DEM.

Quem é o Ali Babá agora?

A OAB sempre em eleições se coloca como bastião da moralidade. Omar Coelho nunca fez diferente.

A OAB em nível nacional não se pronunciou sobre o julgamento da AP 470. Se não para questionar as interpretações heterodoxas de teses heterodoxas ao direito brasileiro, pelo menos às agressões aos direitos dos advogados dos réus. A dosimetria das penas de Dirceu e Genoíno, por exemplo, foram realizadas sem a presença de seus advogados.

Podem até dizer que não há a obrigação legal, mas há a moral. Está não é prática no direito brasileiro.

Não sou advogado, mas conheço alguns. Mesmo assim não precisa ser doutrinário da área para saber que isso é uma excrescência.

Ophir Cavalcante, presidente nacional da OAB, disse que Ayres Britto deixou o STF mais humano.

O mesmo é acusado de receber, há mais de 13 anos, rendimentos mensais de R$ 20 mil, como procurador do Pará. O dano ao erário estadual atinge quase R$ 1,5 milhão. Ele não poderia advogar para ninguém, a função de presidente da OAB requer dedicação exclusiva.

Qual a moral tem Ophir para tomar qualquer atitude que seja em relação às práticas nas eleições da OAB em Alagoas?

Qual a moral tem a OAB/AL para cobrar moralidade em espaço qualquer no estado? Ou mesmo a OAB nacional, qual moral?

Muita gente das mídia em Alagoas tentam, se não diminuir o impacto da gravação, desvir um pouco que seja o foco do debate. Fazem isso ao argumentarem, com quase ou mais peso, sobre quem gravou o áudio e como o fizera?

É justo. Afinal, arapongagem é crime.

A questão é que essa preocupação, assim como a moralidade na grande imprensa e na direita brasileira, é seletiva.

Não fizeram os mesmos questionamentos quando Veja mandou invadir um quarto no Hotel Naum, onde José Dirceu estava hospedado para armar um esquema de arapongagem.

Contra o PT, pode.

Não questionaram a falta de provas no processo da AP 470. Mas no processo contra o deputado estadual JHC, onde o mesmo é acusado de abuso de poder econômico e religioso, esbravejaram a falta delas e as falas com ilações da desembargadora Elizabeth Carvalho.

Muitos desse não questionaram a renúncia fiscal feita pelo governador Teotônio Vilela (PSDB) sobre as dívidas dos usineiros alagoanos. O total da “doce” dívida é de R$ 415 milhões. Isso só em impostos não recolhidos.

Não é a toa que querem reorganizar o ARENA, partido oficial da ditadura militar brasileira.

O falso moralismo, apesar de desmascarado a cada dia, ainda é forte em alguns setores da sociedade brasileira.

A luta é árdua, mas o bom nisso é que as máscaras estão sendo rasgadas e as verdadeiras faces mostradas.

Ouça aqui o áudio sobre compra de votos na OAB/AL

Fonte: correiodealagoas

Esse post foi publicado em Direito e justiça, GERAL e marcado . Guardar link permanente.

Uma resposta para OAB/AL: compra de votos para eleição da Ordem e o falso moralismo seletivo. #CPIdaOAB

  1. PAULO disse:

    TUDO ISTO QUE VEM ACONTECENDO NESTES CONSELHOS, NADA MAIS É, QUE A PRÓPRIA CARA DO BRASIL DE VAGABUNDOS. COMANDANDO TUDO. COMPARO ESTES IMORAIS AO PCC DE SÃO PAULO QUE ESTA IMPONDO TERROR AOS INOCENTES.

    QUEM COM PORCO SE MISTURA FARELO COME. JÁ DIZIA O DITADO POPULAR. OS DESGOVERNOS, AS FALÁCEAS DOS DIREITO HUMANOS, OS FALSOS MORALISTAS DAQUELA CLASSE IDIOTA, UM STF POLITIQUEIRO, TUDO LEVAM A SOCIEDADE A NÃO ACREDITAR EM JUSTIÇA E NO PODER LEGAL CONSTITUÍDOS. O CRIME COMPENSA.

    POIS, AQUI NESTE PAIZINHO DE “M”, A ROUBALHEIRA E FALTA DE RESPEITO E ÉTICA DESTE CONSELHO FAJUTO, CHEIO DE MUQUIRANAS NÃO VAI MUDAR. POIS TODOS ALIMENTAM ESTE CIRCULO VICIOSO E IMPROBIDADES. A CORRUPÇÃO ESTA NA GENÉTICA DESTE BRASIL PODRE E ESTAMPADA NA CARA DESTES PRESIDENTES SECCIONAIS ESPALHADAS POR TODO PAÍS, QUE, NÃO QUEREM LARGAR OSSO. A MAMATA É BOA, ELES TEM CERTEZA DA IMPUNIDADE. SAI UM VAGABUNDO, ENTRAM DEZ VEZES DEZ.

    TODO MUNDO GOSTA DE LEVAR VANTAGEM EM TUDO CERTO ??? OU ESTOU ERRADO ??? AQUELES QUE DEVERIAM TOMAR ATITUDE E BANIR A CORJA DO TAL CONSELHO, NÃO O FAZEM PORQUE PROVAVELMENTE TEM TELHADO DE VIDRO, E SE OMITEM.

    QUANTO MAIS CORRUPÇÃO E ROUBALHEIRA, MAIS VALOR AS AUTORIDADES TEM. E SÃO RESPEITADOS COM TAPINHAS NAS COSTAS, ABRAÇOS CALOROSOS E RISINHOS DE ADMIRAÇÃO PELOS SEUS COLEGAS E PARES. FESTEJANDO COM COQUETÉIS CARÍSSIMOS COM AS ARRECADAÇÕES MANTIDAS PELOS EXAMES DO OBA-OBA.

    >>> GRITO DE INDIGNAÇÃO, REPUDIO E NOJO <<<<<

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s