OAB, UMA ENTIDADE DE CLASSE OU UM ESTADO SOBERANO? #FIMEXAMEOAB #examedeordemINCONSTITUCIONAL


Ilustres membros e demais bacharéis

Estamos diante de um poder incompreensível e inadmissível que detém privilégios inexplicáveis, onde o certo fica errado e o errado fica certo. Isso não pode continuar.

A OAB, com certeza é líder no judiciário em vitórias nos processos, não perde sequer um, dos demandados contra ela, uma entidade de classe que é citada em incontáveis processos no tocante ao exame de ordem, no entanto, por mais que haja juízes competentes que defiram liminares a favor dos bacharéis, ao recorrer, a vitória da OAB é líquida e certa.

Entre tantas demandas, como é de conhecimento de muitos, pelo fato da OAB infringir seu próprio edital com a ausência das questões de direitos humanos publicadas na primeira fase do exame em 2010, dezenas de bacharéis impetraram MS e conseguiram liminares favorecendo-os em 5 pontos, entretanto, a OAB recorreu e o Desembargador Presidente do TRF-1, Olindo Menezes, cassou esse direito e o que é pior, mencionou na decisão o Blog Exame de Ordem, acatando os argumentos da OAB, que o Blog havia divulgado modelo de petição, algumas liminares favoráveis aos candidatos e com isso atraiu o chamado efeito multiplicador de demandas. Como se um blog tivesse fé pública, tivesse esse poder, fosse proibido a divulgação de matérias do gênero a que se propõe e fosse esse o caso em questão e não um direito do impetrante.

O Desembargador aceitou também as alegações que, tal liminar acarretaria alteração na logística da aplicação da 2º fase do exame, insegurança jurídica até o dia da aplicação da prova prático profissional, dificuldades para providenciar locação de novas salas e, “lesão à economia da OAB”. Como se os bacharéis tivessem alguma coisa com isso e não um direito.

Isso sem contar o que assistimos no STF no julgamento da inconstitucionalidade do exame de ordem em outubro de 2010, quando os bacharéis foram taxados de cães que buscaram o certificado de pedigree, que o artigo 84 IV da C.F. estava em desuso, ou seja, fora de moda e outras que a OAB levou, humilhando ainda mais centenas de milhares de brasileiros que juraram respeitar a constituição, essa que foi desrespeitada por quem jamais deveria fazê-lo.

Estamos prestes a assistir a votação do projeto de lei do Deputado Eduardo Cunha, que visa acabar com esse caça níqueis, esse que é responsável por tantos interesses a custa do desemprego e da fome e não podemos ficar parados esperando um milagre na porta do inferno, temos que dar maior ênfase nessa luta e bater de frente com aqueles que limitam nossa democracia se achando donos da verdade e das pessoas.

É lamentável ver brasileiros lutando contra a liberdade e privando outros brasileiros até mesmo de seu próprio sustento, por mais que isso seja rentável.

É lamentável ver centenas de milhares de brasileiros desempregados, pagando pela esperança de poder trabalhar com dignidade.

É lamentável ver decisões justas proferidas por juízes cultos e competentes, serem cassadas por julgadores que muitas das vezes não têm o mesmo nível de conhecimento e capacidade.

É lamentável o país do desemprego, permitir a esperteza, principalmente daqueles que deveriam prezar a justiça.

É lamentável ver um bacharel competente não poder advogar nem mesmo em causa própria e obrigatoriamente, ter que ficar nas mãos de um advogado incompetente que deu sorte ao chutar as questões do exame de ordem.

É lamentável ver a omissão do Estado diante de tantas fraudes e irregularidades praticadas pela OAB através de seus representantes que dilaceram famílias.

É lamentável um país que cobra impostos dos que nascem, dos que vivem, dos que morrem e sequer cobra a prestação de contas de uma entidade que através de seus representantes gera o desemprego e a miséria a uma parcela da sociedade.

Afinal a OAB é uma entidade de classe ou um Estado paralelo que arrecada em todo território nacional, inclusive do poder público, com total soberania?

Portanto, vamos à luta, mobilizem-se, mande emails, divulguem na rede social, não aceitem essa humilhação e pensem em seus familiares que também sofrem com essa injustiça.

A luta continua.

Willyan Johnes

Ordem dos Bacharéis do Brasil

Esse post foi publicado em GERAL, OBB e marcado , . Guardar link permanente.

5 respostas para OAB, UMA ENTIDADE DE CLASSE OU UM ESTADO SOBERANO? #FIMEXAMEOAB #examedeordemINCONSTITUCIONAL

  1. Sônia disse:

    Concordo com tudo o que escreveram acima e repudio este órgão de classe que desclassifica ao invés de classificar. Deveríamos cobrar uma postura ética não só do STF,mas, também do MEC por permitir que um órgão não vinculado a ele faça algo sem ter tal competência. Avaliar conhecimento é competência do Ministério da Educação e Cultura que o faz através das instituiçõs educacionais, e ao receber o diploma a pessoa se torna competente para o trabalho. A propósito senhores e senhoras sabem o significado da palavra Bacharel? Vou ajudá-los ” Aquele que concluiu o curso de direito,”ou seja, estudamos 5 anos para não nos graduarmos em nada e o pior é que ao fazer cursinho para o tal exame podemos receber diploma de pós graduação. Assim não dá para continuar, somos 4 milhões, temos que sair as ruas, pedir ajuda à população brasileira que sofre muito por falta de bons advogados. Porque é isso o que somos ADVOGADOS e não bacharéis!

  2. Rose Paula disse:

    Um ato marcante na história política brasileira foi o impitman de Fernando Collor, participei desse evento, hoje estou na mesma situação de milhares de bachares em Direito, presto serviço na área fazendo petições, e sou impedida de exercer a profissão pelo fato de ter tentado passar na ridícula prova e não ter logrado êxito. Vamos reunir todos, fazer vários abaixo assinado, vamos pintar a cara para acabar com esse poder paralelo chamado OAB. Somos operadores do Direito, ficamos 5 anos dentro de uma faculdade, gastando rios de dinheiro, e depois uma instituição que se auto elegeu acima da lei maior nos impedir de trabalhar pelo motivo claro e evidente, enriquecimento fácil, e no mínimo incoerente, não podemos deixar passar, vamos a luta que a vitória tem que ser nossa!!

  3. silver price disse:

    É extremamente lamentável a postura da OAB que prejudica a vida e sonhos de centenas de pessoas, frente a flagrantes erros nessa prova. É triste constatar que, infelizmente, o índice de aprovação de 44,75% está diretamente relacionado ao não reconhecimento dos erros nas questões desse exame.

  4. PAULO JORGE disse:

    PEÇO LICENÇA AO DR INACIO PARA COLABORAR EM RESPOSTA AO DR WILLYAN.

    Eu resumo todo este panorama de poder desta “gente”, como uma grande caixa preta que todos tem medo de mexer ou tocar para ver o que tem dentro dela. Ou seja, quem tem telhado de vidro, não pode jogar pedra no telhado daquela “gente” ou falar deles, se não vai para livrinho preto. Pois, da sua caixinha de surpresas, será tirado algo que você nunca viu, fez, participou, ou cometeu. Como será que aparecem ou surgem do nada, dossiês, provas infundadas ou plantadas derrubando pessoas nesse país ?? Quem será que esta financiando, ou esta por trás de tanta corrupção e improbidades, em niveis tão alto como nunca se viu neste país ?? A sociedade esta correndo grande risco do jeito que esta “gente” esta controlando o judiciário, legislativo, executivo e principalmente a imprensa. Se o congresso nacional, não der um basta nesta “gente”, a democracia correrá grande perigo. E democracia dirigida é pior que DITADURA.

    Atenciosamente

    PAULO JORGE

  5. Elço Ferreira dos Santos disse:

    Concordo em grau,genero e numero com a publicação feita, e gostaria de acrescentar, que a OAB, não é nada, trata-se de um conselho de classe, criada com ajuda dos bachareis de direito, pois o conselho foi criado muito depois de varias turmas de bachareis em direito, serem formadas.
    Portanto, a OAB, que alega despreparo dos baschareis, não deveria tomar para si a responsabilidade de qualquer exame, poderia sim ajudar o Mec nessa tarefa, pois esse sim é o o verdadeiro possuidor do direito, cabe ao MEC abrir , fechar, multar e etc, e a estrutura do Mec é muito onerossa para a população, quanto custa a estrutura do Mec?
    A OAB está nessa como bicão, armaram uma arapuca, para proteger mercado, sem essa de proteger a população contra bachareis despreparado, isso é conversda fiada.
    Fiquei triste e surpreso com a covarde decisão do STF, se o exame da ordem não fere o principio da isonomia, a constituição foi violada, exatamente por quem deveria defende-la.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s