Banco Itau cria código entre seus funcionários para burlar consumidor e negar eficácia a Lei de Senha de horários (13.948/2008)


Recebi o e-mail em que uma cliente relata como o Banco Itaú (O BANCO 5 ESTRELAS) faz para burlar a Lei das Senhas.

Devemos lembrar sempre que existem muitos bancos, ou seja, além das penalidades legais, relativas aos danos materiais, morais e lucros cessantes oriundos do não cumprimento da legislação ainda podemos trocar de Banco, agência etc e levar outros correntistas conosco. 

A Caixa Econômica Federal que é conhecida pelo seu emperramento generalizado, até este banco, possui um equipamento na entrada de suas dependências com um funcionário que concede a todos os que entram uma senha, sem o qual não são atendidos. 

Os bancos, sob pena de má fé, todos, deveriam possuir, obrigatoriamente estes equipamentos em sua primeira recepção. 

Vale lembrar que o Código de Defesa do Consumidor sempre privilegia o hipossuficiente, e mesmo com todos estes subterfúgios, ainda assim, o Banco Itau (BANCO CINCO ESTRELAS) e outros bancos “pisariam miudo” perante um Juiz sério. 

Senha de horário de atendimento nos Bancos

Lei número 13.948/2005

Senha de horário nos bancos.

Aos amigos,

Vivi essa semana uma experiência que confirmou uma suspeita.

Há cerca de um mês eu entrei no Banco Itaú para fazer um
pagamento e, quando vi o tamanho da fila, pensei: ‘Vou ficar horas aqui dentro’.

Foi quando me lembrei da lei que entrou em vigor na capital
paulista (e no Brasil), que regula o tempo máximo de espera em fila bancária. Salvo engano, são 20 (vinte) minutos em dias normais, e 30 (trinta) em dias de pagamento de pensionistas do INSS.

Assim sendo, solicitei a um funcionário a senha com o horário
de entrada na fila, pois se o tempo excedesse, eu encaminharia o papelucho para a prefeitura multar o banco.

Entrei na fila, e notei que de repente aquele som que sinaliza
caixa desocupado, começou a tocar com maior freqüência, e a fila foidiminuindo rapidamente.

Quando cheguei ao caixa, ele solicitou a senha para autenticar,
e eu fiquei intrigado. No meio de tantos clientes, como ele sabia que a senha estava comigo?

Examinei então os dois horários, entrada e saída e constatei
que foram 17 minutos de fila. Eu esperava ficar mais de uma hora.

Percebi que quando eu pedi a senha, o gerente colocou mais
caixas e o atendimento fluiu rapidamente.

Hoje, fui novamente ao mesmo banco e dei de cara com a mesma fila imensa. Não tive dúvida. Procurei um funcionário e pedi a senha.
Ele, fazendo cara de bobo, perguntou:
– Que senha? Não tem senha. Entre na fila.

Eu insisti.

Ele disse que não sabia de senha alguma…

Procurei os caixas e notei uma plaquetinha discreta que dizia:
‘Se necessitar senha, solicite ao caixa’.
Pedi a senha ao caixa, e ele fez outra cara de bobo e disse:
– Que senha?
Parece que os funcionários já estão treinados a não fornecer a senha.
Então eu exigi:
– A senha que diz o horário que eu entrei na fila. É lei…
O caixa meio contra vontade forneceu a senha e eu entrei na fila.

No início continuou lenta, quase não andava.
De repente, o mesmo fenômeno, começou o som que não parava mais, e a fila foi rapidamente diminuindo.

Quando cheguei ao caixa, desta vez não foi surpresa, ele pediu
a senha pra autenticar, e após a autenticação, ele se virou para uma senhora que circulava por trás dos caixas, com cara de gerentona, e em resposta à pergunta dela de…’E aí? Tudo bem?’
O caixa respondeu:
– BELEZA.

Matei a charada! ‘BELEZA’ foi a constatação que o caixa fez.

Fui atendido em 14 (quatorze) minutos.

E a gerentona então deu um sinal que eu entendi que seria para alguns dos caixas voltarem para os locais de onde foram retirados para atender ao público.

MORAL DA HISTÓRIA 

Existe sim um número de funcionários nos bancos, suficiente para atender dignamente o público, porém eles são
desviados para outras funções mais lucrativas, tais como vender seguro por telefone, enquanto os idiotas dos clientes ficam na fila.

Eu não fico mais.

Cada vez que entrar em um banco, exija sua senha com o horário.

É só a gente divulgar e insistir para a lei ser cumprida.

AFINAL ELES NÃO NOS POUPAM, cobram Encargos, Tarifas, Cestas, Taxas, todas abusivas tornando os Banqueiros os homens mais ricos do Planeta.

Se gostou, NÃO se esqueça de repassar a seus contatos!!!!
Eu já fiz minha parte…

Esse post foi publicado em Direito e justiça. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s