Lider do PT assina projeto de Eduardo Cunha que extingue o exame de ordem #examedeordemINCONSTITUCIONAL #examedeordempeloMEC


O fim da prova

Cunha versus OAB

Eduardo Cunha intensificou a cruzada contra o exame da OAB. O deputado conseguiu a assinatura do Jilmar Tatto, líder do PT na Câmara, para a urgência na tramitação do projeto que trata sobre o fim da prova da Ordem. Outros líderes prometeram assinar o documento.

Fonte: Veja

PROJETO DE LEI Nº 2154/2011 – Deputado Federal EDUARDO CUNHA – Fim do exame de ordem


Esse post foi publicado em GERAL e marcado , . Guardar link permanente.

15 respostas para Lider do PT assina projeto de Eduardo Cunha que extingue o exame de ordem #examedeordemINCONSTITUCIONAL #examedeordempeloMEC

  1. Pingback: O Exame de Ordem dificilmente irá acabar. Pessimismo? Não, pés no chão. - Assim Passei

  2. Ici on me trouve disse:

    O Eduardo Cunha tem meu voto!

    Não basta votar em homens dignos como o Eduardo Cunha, é preciso também boicotar veementemente canalhas que corroboram com o embaraço do livre exercício profissional.

    Nós brasileiros queremos trabalhar!! QUremos o direito de trabalhar!

    • É muito importante que haja uma modificação e se possível o fim desse exame de órdem, e que não seja a OAB que venha medidir conhecimento do bacharel, isso pederá ser atribuíções do MEC, pois, se essa instituíção autoriza a abertura de faculdades para o ensino do direito, ela mesma tem a obrigação de acompanhar e fiscalizar os cursos por ela criados. Vai aqui os meus parabens tanto para o Dep. criador dessa iniciativa, quanto para todos os que o segue em busca de melhoras e plena liberdade para os bacharéis em direito.

  3. Pingback: APOSENTADO LABUTANDO » Blog Archive » Lider do PT assina projeto de Eduardo Cunha que extingue o exame de ordem

  4. Não queremos a total extição do Exame de Ordem, queremos mais humanização, não é interessante ter um exame em duas fases, pois isso acarretaria muita despesa, muitas das vezes passamos em um das fases, e somos reprovados na segunda fazes, e aí ter que fazer tudo denovo é desgastante, sem contar com as dificudades de muitos que deixam a faculdade ter que pagar empréstimo para pagar o Fiés. Como pagar? se não podemos trabalhar! Seria muito iteressante uma revisão na lei, que dá direito a OAB pratrocinar de tamanha injustiça para com aqueles que saíram de uma faculdade com tantos sonhos e depois se tornarem frustrados por não ter sequer como pagar os seus empréstimos para tal.

  5. Jose disse:

    Alguem em fim respeita nossa constituição federal no seu artigo V

  6. fabiano disse:

    Em vez de ficarem perdendo tempo, tentando acabar com a prova, poque nao estudam para passar nela? É só estudar que passa, tanta gente passa na prova, não é coisa de outro mundo.
    A prova exige o mímino do candidato e a tendência é ampliar os exames para outras profissões também, como medicina e contabilidade. Esse é o avanço do mercado de trabaho, onde todos têm lugar ao sol, mas que devem provar a sua competência para alcançar. Não quero discutir com ninguém, mas se os que querem o fim do exame se dedicassem a estudar da mesma forma que se dedicam para buscar o fim dele, ja teriam passado faz tempo.

  7. rose disse:

    Rose disse:
    Dizer sempre que o exame de ordem é assim mesmo, com injustiças e absurdos, e nada é feito, fica complicado é decepcionante, pois a OAB não está acima das leis vigentes no nosso país, onde tudo tem que ser como ela quer, até as resposta e as palavras. Que medo é esse? O que há por trás de tudo isso?

  8. Essa luta terá como fim a isonomia dos Bachareis em Direito com os demais Bachareis de outras formação. Como eles também consiguiremos nos escrever em nosso orgão de classe sem ser-mos roubados por um exame que não deveria existir.

  9. THADEU disse:

    Prezado Deputado Eduardo Cunha, venho respeitosamente, a presenca de V.Exa., dizer do orgulho que tenho como Cidadão Brasileiro, do projeto de Lei de sua autoria, que visa resgatar do limo, o direito de milhares de com-cidadãos que estão cerceados de exercerem seus oficios ou profissões, pela total “INCONSTITUCIONALIDADE”, imposta por um simples conselho de classe, que quer se passar por Estado, uma vez que exige o (exame da OAB),para o Bel., que já se acha graduado por uma Instituicão de Ensino Superior, fiscalizada, reconhecida e, legalizada pelo Governo Federal através do MEC, assim cumprindo todos os preceitos fundamentais da nossa Carta Magna.
    Assim sendo, o Graduado já passou pelo Crivo e, pela Chancela do “ESTADO”, sendo achado apto para exercer as profissões inerentes ao ofício e, para o qual se qualificou.

    ANTE AO EXPOSTO – e certo de merecer sua obsequiosa atencão, transmito-lhe vótos de estima e, consideracão.
    Att:. Bel. Thadeu.

  10. Eduardo Cunho, confiamos na sua competencia, vamos fazer valer a lei maior e não aceitar que a OAB manipule tudo e a todos.

  11. Fernanda disse:

    Parabéns nobre Deputado Eduardo Cunha, com a intensificação desse projeto demonstra ser um real defensor dos direitos e da nossa magna carta.

  12. ASSUNÇÃO disse:

    A CHAMA NÃO APAGOU, O PROJETO DO NOBRE DEPUTADO ESTÁ ANDANDO, LOGO-LOGO TEREMOS NOVIDADES, PARABÉNS DEPUTADO EDUARDO CUNHA, OS BACHARÉIS CONTA COM O SEU APOIO. O FIM DO EXAME É REAL.

    • PEDRO PAULO disse:

      CONCORDO COM VC, PARABENS DEPUTADO ESSE É O VERDADEIRO ESPIRITO DEMOCRÁTICO QUE DEVE EXISTIR EM NOSSO PAÍS. NÃO SEI COM RELAÇÃO AOS OUTROS, MAS, ME SINTO PREPARADO PARA O MERCADO DE TRABALHO COMO ADVOGADO, ESSA PROVA NÃO MEDE CAPACIDADE DE NINGUÉM.

      • FIM DO CAÇA-NÍQUEIS EXAME DE ORDEM (BULLYING SOCIAL)

        As provas da OAB estão num nível de dificuldade absolutamente igual às da defensoria do Ministério Público e, se bobear, da magistratura”, desabafou recentemente num jornal carioca o desembargador Sylvio Capanema, ex-vice-presidente do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro “Posso dizer com absoluta sinceridade que eu, hoje, não passaria no Exame de Ordem”. Dias depois ou seja, dia 16/05/2011 OAB por maioria dos seus pares, aprovou alteração no Provimento n° 136/2009, pasmem, para dispensar do Exame de Ordem os bacharéis em direito oriundos da Magistratura e do Ministério Público. No ano passado isentou desse exame os Bacharéis em Direito oriundos de Portugal, e com essas tremendas aberrações e discriminações ainda têm a petulância de afirmarem que esse tipo de excrescência é Constitucional? Amanhã irá dispensar do referido exame, filhos, netos e esposas de Senadores, bem como de Deputados etc.

        Aliás os mercenários da OAB, atuam com fossem dirigentes de futebol de várzeas. “A bola é minha e no meu time só joga quem eu quero”.

        Meus nobres causídicos se realmente esse tipo de Exame qualificasse alguém, questiono: por que a OAB, foi contra a provinha do Exame de admissão ao Quinto Constitucional exigida pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro/TJ/RJ, para os apadrinhados da OAB e do Ministério Público, ao ponto da OAB questionar a inconstitucionalidade de tal Exame junto ao Conselho Nacional de Justiça que incontinente julgou inconstitucional? Onde está a coerência da OAB? Ou é correto ela se utilizar de dois pesos e duas medidas? OAB tem que parar com essa ciclotimia de contradições e aberrações.

        VASCO VASCONCELOS

        Analista e Escritor

        BRASÍLIA-DF

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s