Reserva de mercado na advocacia conta com aprovação de 86% dos advogados #examedeordempeloMEC


APROVAÇÃO NACIONAL

Exame de Ordem é aprovado por 86% dos advogados

Pouco mais de três meses após o Supremo Tribunal Federal bater o martelo e entender que é constitucional o Exame de Ordem, que habilita bacharéis em Direito a exercer a advocacia, uma pesquisa revela que 86% dos advogados brasileiros concordam com a obrigatoriedade do Exame.

A pesquisa “Percepção de Advogados do Brasil sobre o Exame da Ordem”, divulgada nesta terça-feira (7/2) pela Fundação para Pesquisa e Desenvolvimento da Administração, Contabilidade e Economia (Fundace), criada por docentes da FEA-RP/USP, mostra também que 66% dos entrevistados consideram que a prova avalia a capacidade do futuro advogado.

Separando os advogados por grupos, de acordo com área de trabalho, os docentes são os que mais consideram o Exame apto ou muito apto (76%) para avaliar a formação dos bacharéis. Eles são seguidos por sócios de escritórios de advocacia (72,1%). Já os empregados dos escritórios formam o grupo que pior avalia a prova: 32,7% o consideram inapto ou pouco apto.

A Fundace consultou 1.119 advogados de todos os estados brasileiros e do Distrito Federal. Seu nível de confiança é de 95% e a margem de erro de 3%. Um dos motivos que levou à realização da pesquisa foi a ação movida por um bacharel em Direito, que chegou a ser analisada pelo STF, questionando a necessidade do Exame.

Os advogados também foram questionados, em pergunta fechada, sobre quais as prováveis causas dos baixos índices de aprovação no Exame — índice de 24% na última prova e de 15% na edição anterior.

As principais causas apontadas foram: a massificação do ensino do Direito, lembrada por 71% dos entrevistados, a má qualidade do ensino em função de professores despreparados (37,3%) e a má qualidade do ensino em função da falta de estrutura (36,1%). Causas menos apontadas foram a unificação nacional da prova (1,2%), a incompatibilidade com as diretrizes curriculares dos cursos (6,1%) e o elevado nível de exigência da prova (6,8%).

A pesquisa foi coordenada pelos professores Cláudio de Souza Miranda e Marco Aurélio Gumieri Valério, do Departamento de Contabilidade da FEA-USP/RP. Com informações da Assessoria de Imprensa do Fundace.

Veja aqui a pesquisa na íntegra.

Fonte: Conjur 

Esse post foi publicado em GERAL e marcado . Guardar link permanente.

5 respostas para Reserva de mercado na advocacia conta com aprovação de 86% dos advogados #examedeordempeloMEC

  1. Pingback: São 4,5 milhões de bacharéis sem carteira da OAB afirma presidente da OAB do Rio de Janeiro Wadih Damous. #examedeordemINCONSTITUCIONAL #examedeordempeloMEC | Inacio Vacchiano

  2. Fernanda disse:

    Colegas, não importa se os advogados, ou se os malcominados do STF e alguns bandidos que pertencem ao Congresso Nacional, até a utópica OAB que enfim é entidade privada ou pública..rsrs, enfim não interessa se concordam ou não com alguma coisa, o dilema é simples no Brasil, a nossa carta magna, nossa Constituição Federal não é respeitada!!! A lei aqui é folclore, servem somente para servir e para serem seguidas quando e como os “grandões” desejam, quando pisam no calinho deles, ou para abarrotar ainda mais o bolso dos que antigamente tinham ideais, achincalhar os mais fracos, etc… Hoje em dia não vivemos em democracia, e sim na ANARQUIA!!!!!!!

  3. Tenho vergonha de ser brasileiro. O exame da OAB, 05-02-2012, foi mais uma aberração da OAB. As perguntas foram LONGAS , CANSATIVAS e COMPLICADA de entendê-las. Mas, para
    a OAB, é tudo normal. O Ministério Público deveria fiscalizar as provas. O Ministério da Educação,
    deveria tomar a frente do exame da OAB. É da competência do MEC, e não da OAB. Mas,
    infelizmente no Brasil, a maldita escravidão continua em pleno século XXI. Onde estamos e para
    onde iremos com a política e corrupção no Brasil ? O Poder Judiciário nada faz a favor da verdadeira ordem. A OAB, não tem respeito e nem consideração pelos bacharéis em Direito.Não
    somos IGNORANTES e nem ESTÚPIDOS. A cada três meses se pagar DUZENTOS REAIS pela
    inscrição. Quando chega o momento da prova, é SEMPRE A MESMA COISA:. Não é possível
    entender as perguntas e nem as respostas.Assim sendo, pretendo saber onde fica o Ministério
    Público, que nada faz. O presidente da OAB, Sr.OPHIR CAVALCANTE é superior as leis do
    Brasil? É justo PAGAR DUZENTOS REAIS para ser reprovado ? A quem devemos suplicar pelos
    nossos direito ? O ESTELIONATO É CRIME. Portanto, enganar, iludir com pegadinhas nas provas, significar estelionato ou não ? O presidente da OAB,Sr.OPHIR CAVALCANTE, deveria
    ser transparente,e ser honesto com os bacharéis em Direito. O Sr.OPHIR CAVALCANTE ,deveria
    renunciar a presidência da OAB. Não é possível “VOSSA EXCELÊNCIA ” continuar na presidência
    da OAB. Os próprios colegas o denunciaram pela falta de CARÁTER e HONESTIDADE. Mas, não
    devo esquecer, que nós vivemos no Brasil. Portanto, o “EXCELENTÍSSIMO” Sr.OPHIR CAVALCANTE, continua clandestino. Isto é, as leis do Brasil só é rigorosa contra os pobres e
    humildes. Para os corruptos, o maior país do mundo é o BRASIL. A corrupção e a política andam
    de mãos dadas. Parabéns a todos os CORRUPTOS DO BRASIL. Aproveitem. O Brasil é para
    todos os de colarinhos brancos. Continuam…Uma hora a casa cai…

  4. Regina disse:

    O advogado tem de 5 a 10 dias para fazer uma contestação, e o quanto quiser de dias para fazer uma inicial, como pode querer avaliar um bacharel em apenas 5 horas? isto virou uma pouca vergonha, 80 problemas para resolver em cinco horas, não são apenas perguntas e respostas são problemas para serem resolvidos, uns entendem mais de uma matéria outros mais de outras, com isto todos bacharéis ficam estressados e não conseguem seu intuito nos exames, tem bacharéis que estão se tratando com psiquiatra, se caso passar vai virar um advogado louco com pouca responsabilidade voces não acham?
    Deixem os bacharéis em paz, arrume outro jeito de angariar dinheiro, eles precisam trabalhar, o tempo que perdem para ferrar bacharéis vão trabalhar, é isto que estão precisando, pois se trabalhassem de verdade não iriam ter tempo para pensar como ferrar estes coitados.
    CABEÇA VAZIA É OFICINA DO DIABO, É ISTO QUE ELES TEM…….

  5. batista disse:

    não concordo, com essa pesquisa considero intolerante o exame de ordem, leviano e nefasta, verdadeira reserva de mercado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s