BOMBA!!! Guerra na OAB volta a ferver. Jarbas Vasconcelos quer obrigar Ophir Cavalcante a apresentar faturas detalhadas dos gastos com cartões corporativos. E movimento “OAB de Todos” articula ato contra permanência de Ophir no CNJ.


O clima esquenta novamente na OAB.

Na próxima quarta-feira, 25, o presidente deposto da OAB paraense, Jarbas Vasconcelos, ajuíza processo, em Brasília, para obrigar o presidente nacional da entidade, Ophir Cavalcante, a apresentar faturas detalhadas dos gastos com cartões corporativos na sua administração.

Quem conta é o blogueiro Zé Carlos Lima (http://zecarlosdopv.blogspot.com/2012/01/intervencao-na-oab-para-para-esconder.html).

Também segundo ele, a OAB paraense, ainda sob intervenção, vem sendo palco de um verdadeiro “desmonte” e de perseguições a funcionários.

E no dia 31 de janeiro, advogados  do movimento “OAB de Todos” prometem realizar um ato, às 14 horas, em frente ao Conselho Federal, em Brasília, pedindo o afastamento de Ophir Cavalcante do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Perereca recebeu, por email, um panfleto eletrônico de convocação para esse ato. O documento é publicado na íntegra, abaixo, mas com a preservação da fonte, conforme solicitado.

Ei-lo:

“No Dia 31 de Janeiro, o Conselho Federal da OAB fará um ato em defesa da competência do CNJ. Nós do movimento OAB DE TODOS faremos um ato pedindo o afastamento de Ophir do CNJ.

Ophir é acusado de receber a maior remuneração paga à carreira de Procurador do Estado do Pará, cargo que ocupa sem trabalhar há 14 anos, o que contraria dispositivo expresso do regime jurídico único dos servidores estaduais.

Ophir é acusado de advogar contra e a favor de entes estatais, da administração direta e indireta do Estado, mesmo estando licenciado do cargo.

Quer dizer, ele está cedido para a OAB quando se trata de exercer o múnus do seu cargo, mas se o Estado remunera seu escritório, o bravo causídico está disponível…

Assim procede seu sócio, Thales Pereira, Procurador do Estado cedido ao Gabinete do Governador como assessor especial, onde, de fato, assessora o Pai de Ophir, ex-presidente nacional da OAB e agora, Consultor Geral do Estado.

Ophir também é acusado de obter sucessivas licenças para tratar de assuntos particulares, prorrogadas e prorrogáveis  por longos  12 anos, do cargo de professor de direito do trabalho da Universidade Federal do Pará.

Também, foi acusado de ter contratado o seu escritório pelo Pai, quando Chefe da Procuradoria da UFPA, para defender em juízo os interesses do Reitor e da Instituição.

Ophir foi acusado de instituir o cartão corporativo na OAB/Pará e usá-lo indevidamente, sem comprovação de gastos e gastos indevidos. A sua prestação de contas não comprova as despesas que relaciona e por isso, depois de auditadas pela atual gestão da OAB, foi remetida ao Conselho Federal para serem revisadas.

Com base em todos esses fatos e a forte repercussão na imprensa nacional, o Presidente Jarbas Vasconcelos pediu no dia 12 de Dezembro, o afastamento de Ophir do cargo de Presidente do Conselho Federal até que os fatos fossem apurados.

Até agora, o Conselho Federal não se manifestou!

A Diretoria insiste em blindar um morto-vivo, sem condições morais de prosseguir! Uma vergonha à advocacia brasileira!

Por isso, denunciamos a finalidade do ato do Conselho Federal em defesa do CNJ. Quem dirige o CF não quer fortalecer o CNJ, mas manipular politicamente a situação vivenciada pelo Judiciário em proveito próprio da diretoria da OAB.

Trata-se de tentar ressuscitar o prestígio do Presidente da OAB, hoje metido em vestes rotas, fraco e empalidecido frente à nação!

Entendemos que só um CNJ forte será capaz de vencer os desafios que lhe são postos. E não acreditamos que mantendo o assento constitucional de um Presidente da OAB atolado em denúncias de improbidade possa contribuir para a defesa da autoridade moral do CNJ.

Por isso, em defesa do CNJ: FORA OPHIR!

Convocamos todos os amigos, advogados e advogadas, para estarem conosco neste ato cívico, onde pediremos o afastamento do assento constitucional do Presidente nacional da OAB do CNJ, podendo a OAB indicar outro conselheiro para substituí-lo, bem como, cobrar explicações do pedido de afastamento do advogado Ophir da Presidência da nossa Instituição.

O Ato será realizado no dia 31, às 14 horas nas portas do Conselho Federal!

OAB de TODOS”

POSTADO POR 

Veja ainda:

Esse post foi publicado em OAB. Bookmark o link permanente.

9 respostas para BOMBA!!! Guerra na OAB volta a ferver. Jarbas Vasconcelos quer obrigar Ophir Cavalcante a apresentar faturas detalhadas dos gastos com cartões corporativos. E movimento “OAB de Todos” articula ato contra permanência de Ophir no CNJ.

  1. Pedro Castilho disse:

    Já posso dizer que estou virando fã desse Jarbas Vasconcelos – Fora Ophir!

  2. Deborah Atta disse:

    Agora basta sabermos se sasindo um pilantra, não ha de entrar outro, pq enquanto houver bacharéis se inscrevendo para o exame da OAB, acredito meio difícil acabar a corrupção, pois OAB,MEC estão ali ligados e coligados em toda verba que entra. Viram o discurso da nossa Presidenta alegando a seriedade,idoneidade do Mec, e que ficará mais criterioso, Olha aí gente, la vem BOMBA.

  3. Deborah Atta disse:

    Somente gostaria do fundo de minha alma que com ou sem Ophir, tivessemos realmente oportunidade de ver pessoas normais, dentro da OAB não esses mercenários que só pensam em sí mesmo.Até qdo gente teremos que suportar pessoas inescrupulosas, sujas e corruptas em nosso País.

  4. Andre souza disse:

    Eu construí minha organização no medo.
    Al Capone

    Agora eu sei porque os tigres comem seus jovens.
    Al Capone

    Parabéns ao Ilustre advogado que a vida qualificou . copia fiel do regime nazista misturado com a mafia siciliana. vamos reverenciar o Dr. Ophir qualificado pela vida , um autentico Siciliano descendente de Alemao da SS.

  5. Advogada Paraense disse:

    Enquanto isso o Conselho Federal da OAB faz vista grossa aos desmandos de seu Presidente, embora desde o ano de 2008, na gestão do ex-Presidente Cezar Britto, na qual o Ophir Cavalcante era Tesoureiro, recomendava às Seccionais que cobrassem dos órgãos públicos o uso o cartão corporativo, mas sua aliada ex-Presidente Ângela Sales, na Seccional do Pará, gastava o que podia em seu cartão corporativo, inclusive com compras no Exterior. “Casa de Ferreiro, espeto de pau”, já dizia Ophir Jr.

  6. Faxina na OAB disse:

    Realmente o ophir não tem mais condições de presidir uma instituição tão respeitável como a OAB!! Fora!!!

  7. Salmo Valente disse:

    Esse Ophir nunca enganou os Advogados Paraenses, mas sua corrupção está sendo descoberta, dia a após dia novas irregularidades surgem, já é hora do Conselho Federal se manifestar sobre o pedido de afastamento do Ophir Cavalcante, pois ele já não representa mais a advocacia brasileira, pela total perda de credibilidade, licenças irregulares contratos com Empresa Públicas do Pará, por tentar calar a advocacia paraense. FORA OPHIR!

  8. ASSUNÇÃO disse:

    É IMPORTANTE ESSA LIMPEZA, PORQUE SÓ A OAB SE RESTRINGE A FISCALIZAÇÃO?

  9. Alves disse:

    Lugar de corrupto é atrás das grades, pois lugar de bandido é atrás das grades!!!!!!!!!!!!
    Fora OAB e os bandidos da corrupção, fora Ophir Cavalcante!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s