A FRAUDULENTA PRIVATIZAÇÃO DA VALE DO RIO DOCE – VENDIDA POR R$ 3,3 bilhões LUCROU EM 9 MESES R$ 20 bilhões


Veja como PSDB – Serra/FHC entregaram a empresas (na maioria estrangeiras) o maior patrimônio dos Brasileiros depois da Petrobras.

Como foi organizado um dos maiores roubos do país

SUB-AVALIAÇÃO

Após anos de massiva campanha pela venda da estatal nos anos 90, a Vale foi leiloada em maio de 1997. A primeira polêmica envolveu a cotação da estatal realizada pela corretora Marril Lynch, que a avaliou em R$ 10 bilhões. A empresa foi acusada de sub-avaliar jazidas e o conjunto do complexo industrial da empresa, com patrimônio superior a R$ 100 bilhões.
Mais tarde se descobriu que a corretora era ligada à empresa Anglo American, participante do leilão. A estatal foi vendida por apenas R$ 3,3 bilhões. Para se ter uma idéia, esse valor significa menos do que o lucro da empresa em apenas três meses. No ano em que foi leiloada, o lucro líquido da empresa foi de R$ 12,5 bilhões, mais de três vezes o valor de sua venda.

REVERSAS MINERAIS

Outra irregularidade foi a subestimação das reservas de minério sob controle da Vale. Segundo informações da própria CVRD, as reservas de minério de ferro de Minas Gerais e da Serra dos Carajás eram de 12,9 bilhões de toneladas em 1995, muito acima dos 3,2 bilhões de toneladas anunciadas na época da privatização. Além disso, a privatização da Vale foi inconstitucional por vender reservas de urânio, que são de propriedade exclusiva da União, alienar milhões de hectares de terras e permitir a exploração de minérios na faixa de fronteira, o que não poderia ser feito sem a aprovação do Congresso Nacional.

DINHEIRO EM CAIXA

A Vale contava no momento da privatização com R$ 700 milhões em caixa, ou seja, um “bônus” recebido por seus compradores.
Algumas perguntas que não querem calar

ONDE FOI PARAR O DINHEIRO?

o dinheiro da venda da empresa e das outras estatais?
A Vale foi privatizada sob a desculpa de pagar a dívida pública. No entanto, a dívida só cresceu de lá pra cá. Ninguém sabe onde foi parar o dinheiro das privatizações. Você sabe?

PORQUE A VALE DÁ TANTO LUCRO?

Se os altos lucros da Vale provaram algo foi o enorme prejuízo que o setor público amargou com a sua venda. Tais lucros não advêm de um suposto bom gerenciamento do setor privado, mas de uma situação externa favorável causada pelo aumento da demanda de matéria prima pela China e o conseqüente aumento do preço do minério.
Como se isso não bastasse, dias antes do leilão da Vale foram descobertas jazidas de minério, incluindo ouro, que não foram contabilizadas no preço mínimo de venda.
Desta forma, fica fácil entender o motivo pelo qual os lucros da empresa foram alavancados automaticamente logo após a privatização.
Esse processo, aliás, ocorreu com o conjunto de estatais privatizadas nos anos 90. Durante anos, o governo aplicava uma política de contenção de gastos e sabotagem deliberada como pretexto para a privatização. Após a venda, uma avalanche de números tentava legitimar a rapina do patrimônio público.

Fonte: http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20090209133735AA5oier em 20/10/2010

SITUAÇÃO DA VALE HOJE

Por Denise Luna

RIO DE JANEIRO (Reuters) – Melhores preços do que há um ano e um volume de produção maior, impulsionados pela forte demanda da China, garantiram à Vale resultados financeiros recordes no terceiro trimestre.

A maior produtora de minério de ferro do mundo lucrou 10,6 bilhões de reais no terceiro trimestre do ano, alta de 253,4 por cento em relação ao lucro de um ano atrás, quando o mundo ainda vivia a ressaca da crise financeira que reduziu o mercado internacional entre 2008 e 2009.

Em nove meses, a mineradora lucrou 20 bilhões de reais, 208,4 por cento acima dos 7,6 bilhões de reais obtidos há um ano.

A Vale informou em comunicado na quarta-feira que teve também o melhor trimestre da sua história em receita operacional bruta, lucro e margem operacional, e geração de caixa.

O Ebitda (lucro antes de impostos, juros, amortizações e depreciações) no terceiro trimestre foi de 15,9 bilhões de reais, contra 6 bilhões de reais há um ano, alta de 164 por cento.

A receita operacional da mineradora somou 26,4 bilhões de reais no terceiro trimestre, 23,3 por cento acima do recorde anterior, de 21,4 bilhões de reais, e 39 por cento superior aos 19 bilhões de reais do segundo trimestre.

Preços mais elevados contribuíram com 5,435 bilhões de reais do total da receita, enquanto maiores volumes de vendas adicionaram 2,539 bilhões de reais, explicou a Vale em nota.

“Esperamos que o mercado de minério de ferro permaneça aquecido no futuro próximo devido à falta de um crescimento significativo na oferta de minério de alta qualidade e à expansão na demanda chinesa a companhia.”

ÁSIA PESA MAIS

A China continua sendo o principal mercado da companhia, responsável por 34,6 por cento da sua receita, seguida de Brasil, com 17,3 por cento e Japão, com 11,3 por cento.

A fatia da Ásia como um todo aumentou de 47 para 55 por cento do segundo para terceiro trimestre, ao mesmo tempo em que da Europa despencou de 23,4 para 17,1 por cento.

O custo de produtos vendidos (CPV) da companhia atingiu 9,004 bilhões de reais no terceiro trimestre devido, principalmente, ao crescimento de vendas, aumentando 1,272 bilhão de reais em relação ao trimestre anterior.

Os gastos com energia representaram 18 por cento do custo de venda dos produtos e ficaram em 1,6 bilhão de reais, alta de 18 por cento contra igual período um ano antes.

Por outro lado, a variação do câmbio contribuiu para redução do CPV da Vale em 24 milhões de reais no terceiro trimestre, informou a empresa.

O impacto cambial com a alta do real teve efeitos negativos e positivos no resultado da companhia, segundo a Vale.

“Por um lado contribuem para elevar nossos custos operacionais e de investimento, dado que são majoritariamente denominadas em outras moedas que não o dólar norte-americano”, explicou a Vale.

“Por outro lado, o dólar norte-americano mais fraco e as baixas taxas de juros contribuem para redução de nosso custo de capital”, explicou a Vale.

O impacto da variação cambial no lucro líquido, por exemplo, foi positivo, informou a Vale, totalizando 343 milhões de reais, contra impacto também positivo de 13 milhões de reais no segundo trimestre.

INVESTIMENTOS

No terceiro trimestre, a Vale investiu 3,081 bilhões de dólares, excluindo aquisições.

“Nossos investimentos continuam a refletir o foco em crescimento orgânico como principal prioridade”, ressaltou a Vale em nota.

Os investimentos nos primeiros nove meses do ano, com aquisições, somam 14 bilhões de dólares, sendo 6,4 bilhões de dólares em aquisições. A Vale aplicou 5,9 bilhões de dólares na compra de ativos de fertilizantes; 500 milhões de dólares com ativos de minério de ferro e 82 milhões com carvão.

Sem as aquisições, a Vale já aplicou até setembro recursos da ordem de 7,6 bilhões de dólares, mais que a metade do previsto para o exercício: 12,9 bilhões de dólares.

A Vale anunciou na semana passada que precisa entre 26 e 28 bilhões de dólares para terminar seus projetos existentes e que vão dobrar a empresa de tamanho em 4 a 5 anos. A Vale ainda não informou quanto será investido em 2011.

Fonte: http://oglobo.globo.com/economia/mat/2010/10/27/lucro-da-vale-cresce-253-atinge-r10-6-bi-no-3o-tri-922891101.asp

A pergunta que não quer calar…

De maio de 1997 (data da privatização da vale) até hoje, qual foi o lucro da mineradora?




 

Esse post foi publicado em Notícias e política. Bookmark o link permanente.

17 respostas para A FRAUDULENTA PRIVATIZAÇÃO DA VALE DO RIO DOCE – VENDIDA POR R$ 3,3 bilhões LUCROU EM 9 MESES R$ 20 bilhões

  1. Angelo Adriani disse:

    E o fernando golpista cardoso continua solto

  2. Eneas jr. disse:

    O que não entendo é:
    Se há compradores para algo, certamente há dinheiro para ser feito.
    Se o governo vende, alguém mais, alem do governo, estará embolsando.
    Por isso sou contra a privatização. Muitos bancos foram privatizados, e principalmente para bancos internacionais, e eles estão tendo lucros como nunco houve no passado.
    Então, digam o que dizerem, privatização deveria ser considerado somente com plebiscito.

    • Luis Carlos disse:

      Pois é, a Petrobras não foi privatizada, no entanto, ninguém fala dos prejuízos e da incompetência dos administradores públicos. Sou a favor, sim, da privatização, porque o setor público não tem dono, tudo se nomeia e nada de cobrança , nada funciona.

  3. HERMES DAL BELLO disse:

    eu sempre defendi que foi um absurdo a venda da vale, eu acredito de se dessem ela faria melhor negocio, agora tá na hora, ou melhor já passou, de privatizar a Petrobras. E vamos acabar com essa xenofobia besta e otária de paizinho de terceiro mundo

  4. Pingback: Serra ganha indenização de R$ 1.000 por livro Privataria Tucana. #FIMdaCORRUPÇÃO | Inacio Vacchiano

  5. Pingback: ‘A Privataria tucana’ esgotado nas livrarias – Veja entrevista de Amaury Ribeiro Jr. a CartaCapital | Inacio Vacchiano

  6. Pingback: É 10: Odorico Paraguassú do Maranhão. Magno Bacelar suplente de Deputado e Ex-prefeito da 2º Cidade mais corrupta do Estado do MA. | Inacio Vacchiano

  7. Pingback: Família Sarney estatiza Fundação particular, com dotação orçamentária instituída em Lei, para ser gerida pelo patriarca e seus herdeiros | Inacio Vacchiano

  8. Pingback: Negócio da china Roseana Sarney multiplica seu patrimônio 4.437,90% em quatro anos | Inacio Vacchiano

  9. jorgeo, disse:

    Alguem tem um estudo tecnico de viabilidade da venda ou nao da cvrd. No caso concreto, a venda foi um absurdo pelo valor, claro, mas a privatizacao foi correta?

  10. Débora Medeiros disse:

    Hoje na aula de Direito Econômico sobre o Neoliberalismo, o professor deu como exemplo as privatizações que ocorreram, mas essa com certeza foi a mais “nojenta” de todas. Não que privatizar seja ruim, ao meu ponto de vista, se o governo precisar contar seus gastos, a privatização seria uma alternativa. Entretanto estas privatizações tem que ser muito bem feita e com alta fiscalização, afinal estamos vendendo um bem comum dos brasileiros, e não pode qualquer mané de palitó e gravata pegar todo esse dinheiro pra si proprio.O problema é que as privatizações que ocorreram naquela época foi de forma totalmente ilegal e absurda! Não sei como os brasileiros esquecem de algo tão grave. A perda que nós tivemos é imensurável.. uma pena que nós esquecemos isso.. E complementando o artigo, não sei se vocês souberam, mas hoje na aula uma colega completou dizendo que a pessoa que comprou a Vale é nada mais nada menos que o GENRO de FHC –’ E que a compra foi feita através de empréstimo do dinheiro público, onde desse emprestimo foi paga apenas a primeira parcela! Ou seja, a Vale foi efetivamente DOADA à familia deFHC!

    Débora Medeiros 10º Período Direito

  11. Wagner disse:

    Caramba meu se eles mexerem na privatização vai dar é morte, lembra do PC Farias, pois é, FHC é o maior ladrão da história do Brasil, roubou até mesmo o mais humilde do Brasil com a história do apagão, e a falcatrua da venda da CVRD foi fácil, tirou a imprensa do pé comitê de privatização humilhando o Lalau que roubou pouco em vista o que Eles estavam fazendo.

  12. Marcelo Azeredo Brum disse:

    “Viva o Estado Social” – Viva nossa constituição cidadã !

  13. Marcelo Azeredo Brum disse:

    Estou fazendo uma monografia sobre a legalidade do processo de privatização da CVRD, a privatização foi um CRIME CONTRA O PATRIMÔNIO DO POVO BRASILEIRO, isso não pode ser esquecido, pois corremos o risco da quadrilha voltar ao poder e praticar outros crimes dessa natureza,…as riquezas naturais do Brasil devem ser dos brasileiros e para os brasileiros…

    O neliberalismo de FHC, em um país com tanta desigualdade na distribuição de sua renda, com certeza não é o modelo adequado…e sim o mais ardíl sistema covarde que poderia existir…

    • Marcelo Azeredo Brum disse:

      A Privatização da CVRD, por ser vendida pelo equivalente a um trimestre de seu faturamento anual, foi mais do que um negócio de Pai para Filho, foi doação de patrimônio público…”Os defensores da privatização argumentam que a Vale cresceu muito depois de vendida (doada)”..; Lógico, a tendência de tudo é crescer mesmo, cresceu a Petrobras, o Banco do Brasil, os Correios e todas as empresas estatais, também…; Acredito que a CVRD seria ainda maior se hoje fosse estatal, o que alavancou seu crescimento foi a demanda Chinêsa, demanda natural que aconteceria independente da privatização sofrida…

  14. Ademir Sasso Ledermann disse:

    Tchê!
    Como é que nesta última campanha eleitoral nenhum partido político, nenhuma entidade de classe, ninguém se atreveu a levantar novamente este assunto. Não tem mais volta?… Não dá para responsabilizar ninguém?…

    • Marcelo Azeredo Brum disse:

      Resposta:
      Tem volta sim, existem ações no STF pedindo a nulidade do leilão, e o responsável por essa doação do Patrimônio Público, foi a política Neoliberalista de FHC !

      Gostei do “Tchê”, moro no Piauí, sou estudante de Direito da Novafapi do 9º período; Também sou gaúcho! Moro à 11 anos no Piauí; Saudações !

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s